Menu


Filme brasileiro “Ménage” é atração do projeto Pontos MIS

Longa será disponibilizado on-line nesta sexta-feira (26/08) até domingo (28/08); no sábado (27/08), às 18h, haverá bate-papo sobre o filme

O cinema é uma expressão artística que estimula a reflexão crítica sobre problemas da sociedade. É com base nessa premissa que o projeto estadual Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som) e a Prefeitura de Hortolândia promovem nesta semana a exibição do filme brasileiro “Ménage”. O longa-metragem será disponibilizado on-line, a partir desta sexta-feira (26/08) até domingo (28/08). Para assistir o filme, é necessário fazer inscrição neste LINK. O filme tem classificação indicativa de 16 anos.

O projeto também promove um bate-papo on-line ao vivo sobre o longa, neste sábado (27/08), às 18h. Participarão do debate o diretor do filme, Luan Cardoso, e um dos atores da produção, Vinícius Ferreira. O bate-papo terá mediação da cineasta Giuliana Monteiro. O público poderá assistir o bate-papo no canal do YouTube do Pontos MIS, que terá interpretação em Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) para deficientes auditivos.

O longa-metragem faz uma crítica sarcástica ao comportamento impróprio da sociedade brasileira nas esferas pública e particular. Com linguagem que mistura elementos de suspense e terror, o filme é sobre três políticos que realizam uma noitada em um motel com uma prostituta. Mas a situação se complica quando a moça morre por causa de uma overdose. 

O filme é a obra de estreia do diretor Luan Cardoso. O cineasta é um dos criadores do coletivo Quixó Produções, que realizou o filme. “Ménage” recebeu prêmios em vários festivais de cinema independente do Brasil e de outros países, como Portugal, Inglaterra e Grécia.

Leia mais ...

Filme “O Poderoso Chefão 2” é atração do projeto Pontos MIS

Sessão será nesta sexta-feira (19/08), às 19h30, na Escola de Artes Augusto Boal, no Jardim Amanda

Os cinéfilos continuam em regojizo com a comemoração dos 50 anos do filme “O Poderoso Chefão”, nesta semana. O projeto estadual Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som) e a Prefeitura de Hortolândia promovem a exibição do igualmente aclamado “O Poderoso Chefão 2”. A sessão será, nesta sexta-feira (19/08), às 19h30, na Escola de Artes Augusto Boal, que fica na rua Casemiro de Abreu, s/nº, Jardim Amanda. A classificação indicativa é de 14 anos.

O longa-metragem é um raro caso de continuação que agradou o público e a crítica. O enredo se passa três anos após os acontecimentos mostrados no primeiro filme. “O Poderoso Chefão 2” conta duas histórias paralelas. A primeira é centrada no caçula Michael Corleone, que assume o controle dos negócios da família. A outra história retrata a infância, a juventude e a ascensão do patriarca, Vito Corleone, na interpretação magistral de Robert De Niro. A sequência também foi dirigida por Francis Ford Coppola. 

Além de Robert De Niro, o elenco conta com Al Pacino, Diane Keaton, Robert Duvall, entre outros. “O Poderoso Chefão 2” teve 11 indicações ao Oscar, tendo vencido em seis categorias: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator Coadjuvante (Robert De Niro) e Melhor Roteiro Adaptado (Francis Ford Coppola e Mario Puzo).

Leia mais ...

Filme brasileiro “Filho de boi” é atração do projeto “Bate-papo de cinema” do Pontos MIS

Longa metragem será disponibilizado on-line a partir desta sexta-feira (12/08) até domingo (14/08); no sábado (13/08), às 18h, haverá bate-papo sobre a produção

O circo exerce um fascínio no público. Essa sensação de encantamento é o mote do filme brasileiro “Filho de boi”. O longa metragem é a atração desta semana do projeto “Bate-papo de cinema”, realizado pelo programa Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som), do governo do Estado, em parceria com a Prefeitura de Hortolândia. O projeto disponibiliza on-line o filme, a partir desta sexta-feira (12/08) até domingo (14/08). Para assistí-lo, é necessário fazer inscrição por meio deste LINK. O filme tem classificação indicativa de 10 anos.

O projeto também promove um bate-papo on-line ao vivo sobre o longa, neste sábado (13/08), às 18h. Participarão do debate o diretor do filme, Haroldo Borges, e a roteirista da produção, Paula Gomes. A mediação será da cineasta Giuliana Monteiro. O público poderá assistir o bate-papo no canal do YouTube do Pontos MIS, que terá interpretação em Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) para deficientes auditivos.

O filme conta a história de João, um garoto de 13 anos que mora no sertão da Bahia. Com a relação rompida com o pai, o menino quer fugir do local onde vive. Essa oportunidade aparece quando um circo chega à cidade. A partir daí, João cria laço de amizade com o palhaço do circo, que o encoraja a vencer seus medos. 

O elenco é encabeçado pelo jovem ator João Pedro Dias, que interpreta João, e Luiz Carlos Vasconcelos, no papel do pai do garoto. “Filho de boi” tem direção do cineasta Haroldo Borges, e produção e roteiro de Paula Gomes. Haroldo e Paula integram o coletivo baiano Plano 3 Filmes. Criado em 2016, o coletivo já realizou mais de 15 projetos, entre os quais o documentário “Jonas e o circo sem lona”. O filme foi vencedor do Prêmio do Público no 23º Festival de Cinema de Málaga (Espanha), em 2020.

Leia mais ...

Pontos MIS realiza oficina on-line sobre o cineasta Eduardo Coutinho

Atividade será nos dias 23, 24 e 25 deste mês, das 19h às 21h

Na história do cinema brasileiro, Eduardo Coutinho (foto) é um considerado um dos principais documentaristas. Para a crítica, sua obra prima é “Cabra marcado para morrer”, de 1984. O cineasta é o tema da oficina on-line “Eduardo Coutinho: o documentarista do povo”, realizada pelo Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som) e a Prefeitura de Hortolândia. A oficina está com inscrições abertas por meio deste LINK. A atividade acontecerá nos dias 23, 24 e 25 deste mês, das 19h às 21h.

A oficina abordará a vida, a obra e a carreira do cineasta. Coutinho buscou mostrar pessoas simples, enfatizando suas histórias, característica que o tornou referência em documentário. Por isso, a oficina também destacará o método e o processo criativo do cineasta, bem como aspectos importantes de sua filmografia. A atividade será ministrada pela professora Nathalie Hornhardt. A profissional tem extensa atuação nas áreas de rádio, televisão e internet, além de também ser atriz e roteirista. É integrante do grupo de pesquisa “Juvenália: questões estéticas, geracionais, raciais e de gênero na comunicação e no consumo”. É autora do livro “Quando o Santo é forte: uma discussão sobre a insuficiência humana no documentário de Eduardo Coutinho”.

Leia mais ...

Estão abertas inscrições para oficina on-line de animação e criação de personagens do Pontos MIS

Atividade acontecerá nos dias 16, 18 e 19 deste mês

Se você sabe desenhar, que tal transformar seus desenhos numa história de animação? Você aprenderá a fazer isso na oficina on-line sobre animação e criação de personagens, promovida pelo programa estadual Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som) em parceria com a Prefeitura de Hortolândia. A oficina está com inscrições abertas por meio deste LINK. Podem se inscrever pessoas com idade a partir de 15 anos. A oficina será nos dias 16, 18 e 19 deste mês, das 19h às 21h. 

A oficina mostrará as etapas e as técnicas para realizar uma animação e como criar personagens. Serão ministrados exercícios práticos e simples. Para melhor entendimento dos aprendizes, o conteúdo da oficina será ilustrado com vídeos e apresentação de exemplos, decupagem, softwares e artes relacionadas à realização de um filme animado. O objetivo é propiciar ao aprendiz conhecimentos gerais sobre a criação de personagens e a produção de um filme em animação.

Para participar da oficina, são necessários os seguintes materiais: papel, régua de 30 centímetros, lápis e borracha.

A oficina será ministrada pelo desenhista Douglas Ferreira. O profissional iniciou sua carreira na adolescência, trabalhando na área de quadrinhos e como assistente de animação na empresa Disney Television, em séries como “Aladdin”, “Goofy Troop” e “New Bonkers”. Ainda na área de animação, atuou em vários filmes, entre os quais “Space Jam – Um novo legado”, “Asterix e os vikings”, “Uma história de amor e fúria” e a produção espanhola “Chico e Rita”, indicada ao Oscar de melhor animação, em 2012. Também já realizou os curtas metragens: “Anantara”, “Sonhos”, “A fuga” (foto), “O menino que sabia voar” e “O vampiro”. Atualmente, trabalha como diretor geral de animação e professor.

Leia mais ...

Clássico do cinema “O Poderoso Chefão” é atração do Pontos MIS

Sessão, com pipoca grátis, será nesta sexta-feira (05/08), às 19h30, na Escola de Artes Augusto Boal 

Os cinéfilos estão em júbilo neste ano. Um dos melhores e mais aclamados filmes de todos os tempos, “O Poderoso Chefão” completa 50 anos. O longa-metragem é a atração da sessão desta sexta-feira (05/08), promovida pelo projeto Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som) e a Prefeitura de Hortolândia. A sessão será, às 19h30, na Escola de Artes Augusto Boal, localizada na rua Casemiro de Abreu, s/nº, Jardim Amanda. A classificação indicativa é de 14 anos. A sessão terá outro atrativo: haverá pipoca grátis. A Prefeitura reforça que é obrigatório o uso de máscara durante a sessão. 

“O Poderoso Chefão” é considerado uma das obras primas do cinema, e ao longos dos anos se tornou um marco histórico, cultural e estético. O filme é notável por vários aspectos. A começar pela atuação do astro Marlon Brando (foto), que capricha nos maneirismos para dar vida ao personagem Vito Corleone, patriarca da família de mafiosos. 

O filme também revelou o ator Al Pacino, que interpreta Michael, o caçula de Vito. Assim como o filme, a trilha sonora, composta pelo italiano Nino Rota, também se tornou clássica. Por sua vez, o cineasta Francis Ford Coppola alcançou reconhecimento internacional com o filme, e com as continuações “O Poderoso Chefão II” e “O Poderoso Chefão III”. 

O longa é baseado no romance de mesmo título do autor americano Mario Puzo. O elenco estelar conta ainda com Robert Duvall, James Caan, Diane Keaton e Talia Shire. “O Poderoso Chefão” concorreu a 10 Oscars, tendo vencido nas categorias Melhor Filme, Melhor Ator (para Marlon Brando) e Melhor Roteiro Adaptado (assinado por Coppola e Puzo).  

O filme conta a história de Don Corleone, patriarca de uma família italiana mafiosa de Nova York. Ele apadrinha muitas pessoas, com as quais estabelece uma relação de troca de favores. Com a chegada das drogas, as famílias mafiosas começam uma guerra para disputar o negócio promissor. Vito se recusa a facilitar a entrada dos narcóticos na cidade e oferecer ajuda política e policial. Por causa disso, sua família começa a sofrer atentados para que mude de ideia. Nesse momento, entra em cena o caçula Michael Corleone, que estava na Marinha e foi condecorado por ato de heroísmo na 2ª Guerra Mundial. Michael acaba tendo que se envolver nos negócios da família para proteger seu pai e irmãos.

Leia mais ...