Menu


Fundo Social de Hortolândia abre inscrições para nova turma do curso “Descomplique!”

Formação profissionalizante aborda conhecimentos para quem deseja abrir o próprio negócio; inscrições de maneira on-line

Oferecer conhecimentos sobre ferramentas fundamentais para quem deseja empreender. É com esse propósito que o Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia, órgão da Prefeitura vinculado à Secretaria de Governo, inicia, nesta sexta-feira (07/06), as inscrições para mais uma turma do curso gratuito “Descomplique!”. A formação profissionalizante realizada em parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) ofertará 20 vagas. Interessados podem efetivar a inscrição de maneira on-line, por meio de um formulário, ou presencialmente, na sede do Fundo Social, localizada na Rua José Athanázio Bueno, 260, no Jd. Santana. Dúvidas podem ser enviadas para o WhatsApp (19) 99979-8763.

Voltado a pessoas com 18 anos ou mais, o curso “Descomplique!” terá uma carga total de 20 horas. As aulas serão ministradas em cinco encontros, às segundas e quartas-feiras, das 8h às 12h, na Igreja Assembleia de Deus Ministério das Virtudes, na Rua João Pessoa, 279, na região do Jd. Nova Europa. O início do curso está previsto para o dia 24 de junho, já o término, para o dia 08 de julho. Ao final da formação, os alunos receberão certificado de conclusão.

Durante os cinco encontros, o curso “Descomplique!” abordará conceitos essenciais para quem já iniciou ou pretende começar o próprio negócio. Com a proposta de nortear novos empreendedores, a formação abordará os módulos “Empreendedorismo”, “Planejamento Canvas”, “Marketing Digital”, “Finanças” e “Formalização”. Cada dia do curso abordará um módulo específico.

 

Acesse o formulário para se inscrever no curso “Descomplique”:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfmL4kJYH_iru6wHNmjBTqeTO3Z253DkhDlgeITysAZ9LRTPQ/viewform

 

Consulte os documentos necessário para realizar a inscrição:

• RG

• CPF

• Comprovante de Endereço

 

SERVIÇO

Curso “Descomplique!”

Realização: Fundo Social em parceria com o Sebrae

Inscrições: on-line ou presencialmente

Sede do Fundo Social: Rua José Athanázio Bueno, 260, no Jd. Santana

Leia mais ...

Hortolândia adere ao programa Facilita SP para otimizar aberturas de empresas

Adoção do programa se soma a outras medidas recentes adotadas pela Prefeitura a fim de desburocratizar o empreendedorismo na cidade

Hortolândia dá mais um importante passo para o desenvolvimento econômico da cidade. Isso porque a Prefeitura de Hortolândia aderiu, nesta terça-feira (14/05), ao Facilita SP, programa estadual que busca desburocratizar a abertura de empresas nos municípios paulistas. A adesão de Hortolândia ao Facilita SP foi formalizada pelo prefeito de Hortolândia, José Nazareno Zezé Gomes, por meio do Decreto nº 5.419.

De iniciativa da Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Governo do Estado de São Paulo, o “Facilita SP” é um projeto que busca desenvolver um ambiente de negócios mais competitivo e favorável aos empreendedores e empresários paulistas. O programa pretende integrar os municípios de São Paulo por meio de ações que fomentem a liberdade econômica e a desburocratização para abertura de novas empresas.

Para o prefeito de Hortolândia, José Nazareno Zezé Gomes, a adesão do município ao programa estadual trará impactos significativos para a economia local. “Quando falamos em cuidar das pessoas, a questão do emprego aparece entre as prioridades. Ao criar condições para que a iniciativa privada se instale com mais rapidez, estamos encurtando o caminho da geração de emprego e renda. A abertura ou a legalização de novas empresas além de incrementar o desenvolvimento da cidade facilita a vida do cidadão na hora de adquirir produtos e serviços ou na procura por uma vaga de trabalho” declarou Zezé Gomes.

O secretário de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, Carlos Roberto Prataviera Júnior, traça um retrospecto do programa municipal de desburocratização, que teve início em 2019, quando o prazo médio para análise de viabilidade de zoneamento foi reduzido de 60 dias para 48 horas e os prazos de emissão de alvarás de funcionamento de alto risco, de 180 para 30 dias. Naquele contexto, a Prefeitura também instituiu o alvará de baixo risco com emissão automática por meio do módulo integrador da REDESIM (Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios), o Via Rápida Empresa.

"A Prefeitura está comprometida em aumentar a sua eficiência e melhorar continuamente a experiência daqueles que buscam legalizar suas empresas. Com as ações entregues em 2019, com a adesão ao Via Rápida Empresa, Hortolândia já atingiu bons resultados e, em 2023, iniciamos as tratativas com a JUCESP (Junta Comercial do Estado de São Paulo) e a PRODESP (Companhia de processamento de dados do Estado de São Paulo) para automatizar a análise de viabilidade de zoneamento e reduzir o prazo de 48 horas para uma resposta imediata. Agora, em 2024, aderimos ao Facilita SP, que vem para integrar todas essas iniciativas em uma lógica de simplificação a nível estadual, o que trará benefícios também para Hortolândia", analisa Prataviera Júnior.

Após a adesão de Hortolândia e demais municípios paulistas, o programa Facilita SP dará início à etapa de integração tecnológica em todo o estado. O objetivo é que os sistemas municipais de inscrição e análise de viabilidade locacional sejam integrados ao Portal Integrador da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo a fim de garantir agilidade e simplificação aos processos dos empreendedores e empresários.

Leia mais ...

Fundo Social oferece capacitação para empreendedores de Hortolândia

Formação “Descomplique!” será dividida em cinco módulos; inscrições on-line ou presencialmente

Capacitar empreendedores da cidade ou encorajar aqueles que pretendem iniciar o próprio negócio, mas não sabem como. É com essa proposta que o Fundo Social de Solidariedade, em parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), iniciou, nessa sexta-feira (26/04), as inscrições de mais uma edição do curso “Descomplique!”. As inscrições poderão ser efetivadas de maneira on-line, por meio de um formulário disponível neste LINK, ou presencialmente, na sede do FunSol, localizada na Rua José Athanázio Bueno, 260, no Jd. Santana.

No total, a formação gratuita oferece 20 vagas para pessoas com 18 anos ou mais. Divididas em cinco encontros, as aulas serão ministradas às quarta e sexta-feiras, das 18h às 22h. O curso terá início no dia 20 e conclusão no dia 29 de maio. O local das aulas será a Igreja Evangélica Família Povo de Deus, localizada na Rua Maria da Piedade Camargo, 50, no Jd. Santo André. Dúvidas sobre o processo de inscrição podem ser enviadas ao WhatsApp do FunSol pelo número (19) 99979-8763.

O curso “Descomplique!” é voltado a microempreendedores que desejam alavancar os resultados por meio de conceitos e ferramentas utilizadas por empresas de sucesso. A formação também é ideal para pessoas que pretendem abrir o próprio negócio, mas não têm experiência na área. A formação profissionalizante será dividida em cinco módulos: Empreendedorismo, Planejamento Canvas, Marketing, Finanças e Formalização. Ao final da formação, os alunos recebem certificado de conclusão de curso.

 

Para se inscrever no curso “Descomplique”, é necessário informar os seguintes documentos:

• RG

• CPF

• Comprovante de Endereço

Leia mais ...

Fundo Social de Hortolândia oferece curso de Estética Facial e Limpeza de Pele

Inscrições on-line serão aceitas até o dia 04 de abril; serão ofertadas 10 vagas

O Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia, órgão da Secretaria de Governo, abriu, nesta quarta-feira (27/03), as inscrições de mais um curso profissionalizante gratuito à população. Trata-se da formação em Estética Facial e Limpeza de Pele, promovida em parceria com o Programa Viva Mais, por meio da professora Mirian Pires. Interessados devem realizar a inscrição até o dia 04 de abril por meio de um formulário on-line, disponível neste LINK. Serão aceitos jovens e adultos com 16 anos ou mais. As inscrições também poderão ser realizadas presencialmente, na sede do Funsol, na Rua José Athanázio Bueno, 260, no Jd. Santana, ou pelo WhatsApp (19) 99979-8763. As aulas têm início no dia 08 de abril na sede do Programa Viva Mais, localizada na Rua Pereira dos Santos, 179, no Jd. Santa Clara do Lago I.

As aulas serão ministradas em quatro encontros, às segundas-feiras, das 13h às 16h. A previsão é que o curso seja finalizado no dia 29 de abril deste ano. Durante a formação profissionalizante, os alunos aprenderão os fundamentos, conceitos e práticas utilizados no tratamento facial e da pele. O conteúdo programático do curso aborda temas como cuidados da pele, biossegurança, métodos de avaliação e recursos cosméticos utilizados em cada caso.

 

Consulte os documentos necessários para inscrição:

•RG

•CPF

•COMPROVANTE DE ENDEREÇO

 

Se for menor de 18 anos, será necessária a presença do responsável e as cópias dos documentos abaixo:

•RG

•CPF

Leia mais ...

Encontro de mulheres empreendedoras de Hortolândia finaliza “Março Delas”

Campanha em comemoração ao mês das mulheres impactou mais de 5 mil pessoas por meio de 50 atividades

A valorização da figura feminina como protagonista da própria história. Foi com esta mensagem que a Prefeitura de Hortolândia organizou, nesta quarta-feira (27/03), a cerimônia de encerramento da Campanha “Março Delas: Empodere, Eduque, Respeite”. O evento, promovido pela Secretaria de Governo por meio do Departamento da Mulher, reuniu cerca de 240 empreendedoras da cidade no Espaço Blue Eventos, na Chácaras Lusitanas. Além da presença do prefeito de Hortolândia, José Nazareno Zezé Gomes, estiveram presentes o presidente da Câmara dos Vereadores, Edivaldo Araújo, a deputada estadual Ana Perugini, a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Maria dos Anjos , e o secretário de Governo, Carlos Augusto César, o Cafú.

Organizado com o apoio do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), o evento de encerramento da Campanha “Março Delas” buscou reunir empreendedoras de Hortolândia como forma de inspirar, compartilhar histórias e motivar outras mulheres que buscam iniciar o próprio negócio. O evento contou com palestras, talk show, apresentação do Quinteto Cultura, grupo musical da Secretaria de Cultura, além de possibilitar o networking entre as participantes.

O chefe do Executivo Municipal, Zezé Gomes, relacionou a geração de emprego e renda no município à atuação direta das empreendedoras no mercado de trabalho. “Esse encontro com mulheres empreendedoras mostra a força de Hortolândia em continuar gerando renda e oportunidades de trabalho para o nosso povo. Nós sabemos dos desafios envolvidos em começar o próprio negócio, por isso gostaria de parabenizar todas essas mulheres, que arregaçam a manga e contribuem diretamente para o crescimento e desenvolvimento econômico da nossa cidade. É uma satisfação enorme poder participar de um evento com mulheres tão empoderadas”, declarou Zezé Gomes.

Uma dessas mulheres é Giovanna Pavesi, mulher transsexual representante da comunidade LGBQIAP+. Foi em um cômodo de sua casa que ela começou, há 40 anos, a trabalhar como cabeleireira. Atualmente, ela é dona de um salão de beleza. “Eu me sinto reconhecida. Eu acho que temos que ter referências para nos estimular sempre a procurar progresso, a crescer, a evoluir, afinal, uma puxa a outra. Sou, porque somos”, afirma.

O Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia teve participação ativa na Campanha “Março Delas” ao promover a participação feminina no mercado de trabalho por meio dos cursos profissionalizantes. A presidente do órgão, Maria dos Anjos, elenca as qualidades da figura feminina. “Hoje estamos reunidas com mulheres protagonistas da própria história. Esse brilho e garra das mulheres são características que fazem toda diferença. O trabalho desempenhado por essas mulheres gera renda, emprego e confere maior credibilidade à nossa cidade”, comentou Maria dos Anjos.

Já o secretário de Governo de Hortolândia expressou a valorização da mulher na atual gestão por meio de estatísticas do funcionalismo público municipal. “Este é um governo que dá voz e poder de tomada de decisão às mulheres. Na Prefeitura de Hortolândia, 70% dos servidores são do sexo feminino, sendo que “50% dos cargos de chefia são ocupados por mulheres. Isso reflete a valorização das mulheres e a contribuição que têm para o desenvolvimento da nossa cidade”, afirmou Cafú.

Para a empreendedora Michele Ferreira, as políticas públicas promovidas pela Prefeitura de Hortolândia contribuem para a valorização das mulheres no mercado de trabalho local. “As mulheres têm conquistado seu espaço no mercado de trabalho e o fato de Hortolândia dar o impulsionamento para nós é realmente ótimo. Este evento nos fortalece em várias questões práticas, técnicas e de estudo da tecnologia. O networking que tivemos foi maravilhoso”, opinou a corretora de imóveis.

Durante a campanha “Março Delas”, a Prefeitura de Hortolândia promoveu mais de 50 ações em todas as regiões da cidade, atingindo mais de cinco mil pessoas. A campanha contou com a participação das secretarias municipais, OSCs (Organizações da Sociedade Civil), escolas, unidades de saúde, entre outros equipamentos públicos.  O público feminino teve acesso a atividades artísticas, esportivas, culturais, além de rodas de conversa e palestras que conscientizarem mulheres e meninas sobre as conquistas femininas ao longo da histórias, sobre os direitos assegurados por leis e os serviços disponíveis do município, como a carreta da mamografia, que atendeu 600 mulheres com exame de prevenção ao câncer de mama.

A diretora do Departamento da Mulher de Hortolândia, Josefa Teixeira, avalia positivamente a campanha. “Com a Campanha deste mês Março Delas: ‘Empodere, Eduque, Respeite’, constatamos que mais mulheres se empoderam e buscam seus direitos por dignidade, respeito, justiça, pela construção de uma sociedade sem misoginia e sem violência. Nesta luta, podem contar com o CRAM, serviço multiprofissional que realiza atendimento acolhedor. Nós escolhemos as empreendedoras para finalizar o ‘Março Delas’, porque são mulheres que têm autonomia para serem o que quiserem, para mudar a realidade da família, influenciar o entorno. São mulheres que continuaram acreditando em si mesmas mesmo quando foram desacreditadas ou descredibilizadas”, encerra.

 

Consulte mais imagens do evento clicando neste LINK.

Leia mais ...

Bolsistas do programa “ACERTE” se formam em Hortolândia

Formandos receberam cestas de Natal doadas pelo Fundo Social de Solidariedade

A Prefeitura de Hortolândia promoveu, nessa quinta-feira (07/12), a formatura de 260 bolsistas do programa social “Acerte” (Ação Cidadã de Requalificação, Trabalho e Educação), ligado à Secretaria de Governo. A cerimônia de certificação aconteceu na EMEF (Escola Municipal do Ensino Fundamental) Prof.ª Marleciene Priscila Presta Bonfim, no Remanso Campineiro.

Desenvolver habilidades e competências necessárias para impulsionar o próprio negócio. Foi esse o objetivo dos três cursos ministrados pelo programa “Acerte”. Na formação “Comece seu Planejamento Financeiro”, os bolsistas aprenderam a fazer planejamento financeiro, controlar as finanças e entender planos e modelos de negócios.

Já na formação “Seja Mais Seguro nas Decisões da Sua Empresa com Inteligência Emocional”, os alunos desenvolveram conhecimentos para gerir emoções e relacionamentos no ambiente empresarial. O projeto também ministrou a formação “Seja a Direção do Seu Futuro”, que estimulou os bolsistas a encontrarem oportunidades para fortalecer as atitudes empreendedoras.

A secretária adjunta de Governo de Hortolândia, Jéssica Guimarães Alves Bastos, avalia o programa “Acerte” sob dois aspectos. “A Prefeitura de Hortolândia entende que a promoção de programas sociais como o ‘Acerte’ tem impactos diretos nas vidas das pessoas. Primeiro, porque estimula a busca pelo conhecimento, pelo desenvolvimento pessoal. Depois, porque oferece a oportunidade de reinserção no mercado de trabalho, o que reflete diretamente na geração de emprego. Portanto, criar políticas públicas de desenvolvimento social significa pensar no cuidado e valorização das pessoas”, explicou Jéssica Guimarães.

A moradora do Jd. Santa Clara I, Uélida Miranda, foi uma das bolsistas formadas pelo programa. Ela pretende aplicar os conhecimentos que adquiriu no curso para alavancar o trabalho que já desenvolve em artesanato de customização de roupas e acessórios. “Eu já tinha um pouco de noção sobre planejamento financeiro, mas faz mais de treze anos que não estudava sobre. Esse tipo de conhecimento foi benéfico para eu me desenvolver, aprender a administrar meu próprio negócio”, comenta Uélida.

 

O programa também contribuiu para a formação de alunos que não possuíam conhecimentos prévios de empreendedorismo. É o caso da bolsista Rosemary Farias de Andrade. “Eu gostei porque o curso foi aquilo que eu pensava. Aprendemos como buscar os primeiros clientes e também como organizar o primeiro espaço de trabalho”, opina Rosemary, que pretende empreender na área de alimentação.

O programa “Acerte” foi idealizado com o propósito de oferecer qualificação profissional a moradores do município em situação de vulnerabilidade social. Entre os cursos disponibilizados pelo programa, neste ano, estão costura industrial, design de sobrancelhas, depilação facial, barbearia, maquiagem, manicure e pedicure, confeitaria, auxiliar administrativo e fabricação de bombons, além das formações em educação financeira e emocional. Cada bolsista ligado ao programa recebe um benefício mensal no valor de R$710,00, além de uma cesta básica. A jornada de estudo dos bolsistas é de quatro horas diárias de aprendizado profissional.

 

Entrega de cestas de Natal

Além de se formarem nos cursos de empreendedorismo, os bolsistas do programa “Acerte” também receberam cestas de Natal distribuídas pelo Fundo Social de Hortolândia. A ação compõe as doações realizadas pelo FunSol, neste mês, em virtude da campanha “Natal Solidário”.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia, Maria dos Anjos, parabenizou os formandos pela dedicação nos cursos. “Essa entrega de cestas de Natal aos bolsistas do programa ‘Acerte’ é um mimo do Fundo Social aos alunos que tanto se dedicaram para conseguir essa formação. Temos que lembrar que na casa desses alunos existem crianças, filhos, esposa, marido, netos. Então, é uma forma que encontramos de alegrar o Natal dessas famílias. A busca pela capacitação profissional deve sempre ser exaltada. Todos os bolsistas estão de parabéns e podem, com certeza, contar com os cursos gratuitos ofertados pelo Fundo Social caso queiram continuar estudando”, encerra Maria dos Anjos.

Leia mais ...