Menu


Ribeirão Jacuba começa a ganhar aduelas em trecho de duplicação do viário da Av. Santana, na Região Central

  • Publicado em Obras

Estrutura, em construção pela Prefeitura no local, permitirá que via se conecte ao viaduto a ser construído sobre a via férrea pela empresa Rumo

Aduelas de concreto armado, com 4,50 metros de altura e 9,20 metros de largura, começaram, nesta quinta-feira (11/08), a ser implantadas pela Prefeitura de Hortolândia no Ribeirão Jacuba, em trecho onde acontece a obra de travessia do afluente do córrego Santa Clara, na Região Central. A ação faz parte da duplicação do viário da Avenida Santana. 

Segundo a Secretaria de Obras, neste local, que fica próximo à antiga agência do banco Bradesco e à rotatória de acesso ao Centro de Memória da Secretaria de Cultura, serão colocadas ao todo 34 aduelas. Pequena parte das estruturas já está às margens do ribeirão; a outra está sendo transportada, pouco a pouco, em razão do tamanho das peças, pelo consórcio Viário JE, contratado pela Administração Municipal. O grupo é formado pelas empresas Jofege Pavimentação e Construção Ltda e Construtora Etama Ltda, 

A estrutura em construção permitirá ao viário a ser duplicado se conectar ao viaduto que, no futuro, a empresa Rumo construirá sobre a via férrea, ligando as avenidas São Francisco de Assis, na Vila Real, e Santana, no Jardim Amanda. 

A Ordem de Serviço para a obra de travessia do afluente foi dada em junho deste ano. Segundo o Departamento de Projetos e Orçamentação da Secretaria de Obras, o projeto prevê que a estrutura de travessia terá 34 metros de largura por 9,20 metros de comprimento. Serão estruturas de concreto pré-fabricadas, o que permitirá a transposição do córrego e a construção de viário com duas pistas, ciclovia e pista de caminhada.

Começa obra de construção do novo Paço Municipal de Hortolândia

  • Publicado em Obras

Máquinas da empresa contratada pela Prefeitura já trabalham na terraplenagem da área, localizada no Jd. Novo Ângulo

A obra de construção do Centro Administrativo do Município de Hortolândia já começou. Após a assinatura da Ordem de Serviços, no dia 29 de junho, em evento no local, com a presença do prefeito José Nazareno Zezé Gomes, o terreno de 60 mil metros quadrados recebeu serviços de limpeza e levantamento topográfico, feito por técnicos da empresa contratada pela Prefeitura. Atualmente, as máquinas trabalham na terraplanagem da área.

O prédio do Novo Paço, em construção, fica na região do Jd. Novo Ângulo, próximo à Ponte da Esperança e do Corredor Metropolitano. De acordo com a Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, o imóvel terá aproximadamente 10 mil metros quadrados de área construída e, no espaço remanescente, haverá jardins e estacionamento. O prédio será construído com estruturas pré-fabricadas, o que, segundo a Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, garantirá maior confiabilidade no cumprimento do cronograma da obra. “Com essa estratégia pretendemos reduzir e eliminar custos indiretos, desperdício de material e ociosidade de pessoal. Em resumo, a obra fica mais rápida e sem surpresas no orçamento final”, esclarece o secretário da Pasta, Carlos Roberto Prataviera Júnior.

O projeto prevê ainda que o prédio tenha cisternas para armazenamento de águas da chuva, que serão utilizadas tanto na manutenção dos jardins quando na limpeza do próprio Paço. Além disso, contará também com uma usina própria de energia solar (fotovoltaica), com placas de captação instaladas como uma cobertura para o estacionamento. De acordo com Prataviera, a ideia é que a usina produza energia suficiente para abastecer todo o edifício e o excedente produzido seja transmitido à rede elétrica da CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz) para compensações futuras. Isso permitirá a redução da conta de energia do Paço, otimizando recursos naturais abundantes na cidade durante o ano inteiro. A construção da usina será feita com recursos da CIP (Contribuição de Iluminação Pública), afirma o secretário.

A nova sede abrigará todas as secretarias e órgãos municipais de atendimento ao público que atualmente ocupam imóveis alugados. Um dos objetivos da ação é reduzir custos fixos da Prefeitura com a infraestrutura necessária ao seu funcionamento.

Para realizar a obra, a Administração Municipal investe R$ 55 milhões. Os recursos foram captados junto à Caixa Econômica Federal, via Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento).

Começa a obra de duplicação do viário da Avenida Santana, sobre o Jacuba, na Região Central

  • Publicado em Obras

Prefeitura de Hortolândia implantará sobre o ribeirão estrutura que, no futuro, se conectará ao viaduto a ser construído sobre a via férrea

A obra de travessia do Ribeirão Jacuba, afluente do córrego Santa Clara, para duplicação do viário da Avenida Santana, na Região Central, já começou. A empresa contratada pela Prefeitura construirá uma estrutura que, no futuro, permitirá ao viário se conectar ao viaduto a ser construído pela empresa Rumo sobre a via férrea, ligando as avenidas São Francisco de Assis, na Vila Real, e Santana, no Jardim Amanda. O trecho que passa por intervenções fica na altura da rotatória próxima a um posto de combustíveis e do acesso à antiga Estação Jacuba, hoje Centro de Memória da Prefeitura.

A Ordem de Serviço foi dada em junho deste ano. A obra é realizada pelo consórcio Viário JE, constituído pelas empresas Jofege Pavimentação e Construção Ltda e Construtora Etama Ltda.

Segundo o Departamento de Projetos e Orçamentação da Secretaria de Obras, o projeto prevê que a estrutura de travessia terá 34 metros de largura por 9,20 metros de comprimento. Serão usadas aduelas (estruturas de concreto pré-fabricadas) com 8,50 metros de base por 3,50 metros de altura, o que permitirá a transposição do córrego e a construção de viário com duas pistas, ciclovia e pista de caminhada.

Viaduto sobre a linha férrea será construído no próximo ano, afirma Rumo

O viaduto a ser construído pela Rumo e aguardado por Hortolândia faz parte do pacote de investimentos propostos pela empresa ao Governo Federal a fim de garantir a renovação antecipada do contrato de concessão da malha ferroviária paulista por mais 30 anos. O contrato original venceria em 2028. Em maio de 2020, Rumo e Governo Federal assinaram o novo contrato de concessão, que vai até 2058, mediante uma série de contrapartidas que injetarão recursos privados na ampliação da capacidade de transporte, em melhorias urbanas, com a promessa de geração de empregos.

Quando a concessionária anunciou a parceria com a Prefeitura de Hortolândia para construir o viaduto, em 2018, o município constou como o primeiro da lista a receber as obras.

Para acelerar a obra, o prefeito José Nazareno Zezé Gomes se reuniu, em meados de março deste ano, em São Paulo, com o vice-presidente da Rumo Logística, Guilherme Penin, para tratar do assunto. Na ocasião, o prefeito lembrou que a Prefeitura já havia feito tudo o que cabia a ela para agilizar o processo. Penin assegurou ao prefeito que as obras de construção do viaduto começam em janeiro de 2023, com o compromisso de entregar a obra no primeiro semestre de 2024.

Canalização do córrego Jacuba no Jd. Novo Ângulo avança e aproxima-se da metade

  • Publicado em Obras

Ação acontece nas imediações da Rua Paulo Francisco Cardoso, onde Hortolândia ganhará novo parque linear, que será construído pela Prefeitura

A obra de canalização de córrego e implantação do Parque Linear no Jardim Novo Ângulo, em execução pela Prefeitura de Hortolândia, avança um pouco mais. O trecho onde acontecem as intervenções fica na Rua Paulo Francisco Cardoso, por onde passa o Córrego Jacuba.

Nesta quarta-feira (03/08), trabalhadores da empresa contratada colocaram placas de concreto nas laterais do canal em construção, que já atinge aproximadamente 200 metros de extensão, aproximando-se da metade de seu tamanho total. Segundo a Secretaria de Obras, os trabalhos começaram no princípio de junho deste ano, com previsão de término em seis meses a partir daí. 

Dados do Departamento de Projetos e Orçamentação mostram que a canalização em curso é do tipo aberta, feita em concreto, com extensão de 416 metros. Ao longo do canal será implantada pista de caminhada com 427,03 metros, bem como ciclovia com 421,38 metros. Também está prevista a Iluminação em led em todo trecho do parque.

A obra trará mais qualidade de vida à população local, retirando desta área materiais de descarte irregular e esgoto a céu aberto, criando no lugar um espaço de lazer e convivência, arborizado.

Entorno do novo viário Santa Fé recebe plantio de mais de 1,6 mil mudas de árvores nativas

  • Publicado em Obras

Ação integra projeto de arborização e paisagismo realizado pela Prefeitura em diversas áreas para tornar Hortolândia uma cidade mais verde

O complexo viário do Pq. Santa Fé, em fase final de implantação pela Secretaria de Obras, será também um importante ponto verde na cidade. A Prefeitura de Hortolândia acaba de concluir o plantio de 1.657 mudas de árvores nativas e frutíferas na área, 1.127 delas entre segunda e quinta-feira (25 a 28/07). O viário, com novos trechos de circulação entre bairros, ciclovia e pista de caminhada, oferecerá nova rota de acesso a quem segue para o Residencial São Sebastião e o Jardim Interlagos, a partir do Jardim Novo Cambuí. 

O complexo está localizado na parte posterior do Parque Socioambiental Lago da Fé, espaço de lazer e convivência que a cada dia é mais visitado pela população. Na semana anterior, agentes da empresa contratada pela Administração Municipal haviam plantado inicialmente 530 novas mudas de árvores frutíferas e nativas do Brasil. As mudas consideradas de grande porte, com até três metros de altura, são de espécies como ipês rosas e roxos, patas de vacas brancas e vermelhas, quaresmeiras, paus brasis e sibipirunas. As de menor porte são de araçás, cambucis, oitis e pitangas, dentre outras.

Este plantio, em duas etapas, também integra o Projeto de Arborização e Paisagismo da Prefeitura. A meta é, até 2024, plantar mais de 50 mil mudas de árvores em áreas verdes municipais. O total de árvores cultivadas, desde o início do projeto, em maio deste ano, até julho passado, chega a 14.315 mudas de árvores frutíferas e nativas do Brasil.

As ações são coordenadas pela Secretaria de Obras e envolvem todas as secretarias municipais. O projeto de compensação ambiental das obras que compõem o Programa de Infraestrutura Urbana e Desenvolvimento Sustentável atende aos ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável) estabelecidos pela ONU (Organização das Nações Unidas) e busca projetar Hortolândia para os próximos 30 anos, com desenvolvimento econômico e equilíbrio ambiental, tornando-a uma cidade inteligente e sustentável. 

O projeto de Arborização e Paisagismo prevê as seguintes ações:

• Plantio de mais de 50 mil mudas de árvores nativas e frutíferas, para melhorar o ar que respiramos e criar pequenos bolsões de floresta nativa, atraindo pássaros e pequenos animais silvestres;

• Criar paisagismo nas principais avenidas do município, plantando de forma ordenada várias espécies de árvores, embelezando a cidade;

• Criar vários canteiros floridos na cidade, com flores que deixam nossa cidade mais colorida;

• Plantio nas calçadas das casas, escolas e postos de saúde, para gerar abrigo do sol;

• Incentivo de atividades educacionais e ambientais envolvendo outras secretarias e à comunidade.

Locais e quantidades plantadas até agora na esfera do projeto:

11/05 - 337 mudas de árvores nativas e frutíferas na Vila Verde, em uma área de 2.024 metros quadrados próxima ao Residencial São Sebastião.

23/05 - 170 mudas de árvores nativas numa área de aterro, na região do Parque Perón, nas imediações do complexo prisional.

31/05 - 900 mudas de árvores nativas na região do Jd. Nova Europa, na gleba A2, à qual se tem acesso pela Rua Ytamaraka.

03/06 -  645 mudas em área do Jd. Terras de Santo Antonio (Rua Antônio Gazzetta)

20 e 21/06 – 2.697 mudas em área do Jd. Terras de Santo Antonio (Av. Gentil Tolomeotti)

22 e 27/06– 434 mudas em área próxima ao condomínio Golden Park, com acesso pelas ruas Grécia e Alemanha

26 e 27/06 – 230 mudas nas ruas Cinco e Seis e Av. Marginal Dois, Jd. São Felipe

28 e 29/06 – 652 mudas nas ruas Cinco e Seis, Jd. São Felipe

04 e 05/07 – 383 mudas na Rua Peroba, s/n, Pq. Residencial Jd. Jatobá

12/07 – 6.210 mudas no viário central, entre o Pq. dos Pinheiros e o Carmem Cristina

20/07 – 530 mudas no entorno do viário Santa Fé

28/07 – 1.127 mudas no entorno do viário Santa Fé

Duas avenidas de Hortolândia são recapeadas pela Prefeitura

  • Publicado em Obras

Serviço realizado nas avenidas João Coelho e Anhanguera já foi concluído e vias recebem agora sinalização viária

Duas importantes avenidas de Hortolândia exibem, agora, novo recapeamento asfáltico: a Av. Anhanguera, na região do Jd. Nova Hortolândia, e a João Coelho, ligando a região do Jd. Nossa Senhora de Fátima e o Jd. Rosolém ao Jd. Novo Ângulo. O serviço, realizado por empresa contatada pela Prefeitura, iniciou no final de semana e deve ser concluído nos próximos dias, com a etapa da sinalização viária.

Moradores e comerciantes do bairro Chácaras Fazenda do Coelho aprovaram a realização do serviço. É que a via está situada perto de uma grande escola municipal e de diversos comércios, além de transpor a rodovia, conectando duas regiões da cidade. Lá, o recape aconteceu no trecho sobre o pontilhão que passa por cima da SP-101, ligando a região do Jd. Nossa Senhora de Fátima e o Jd. Rosolém ao Jd. Novo Ângulo. 

“A reforma na Av. João Coelho vem a ser indispensável neste momento, pois é uma via muito importante para a região, que facilita o acesso à Rodovia SP-101, faz ligação entre regiões populosas de Hortolândia e Campinas. A sinalização de trânsito é indispensável, pois serve para orientação e informação das vias aos cidadãos. Portanto, ela é fundamental para que o tráfego de veículos e pedestres seja seguro nas vias públicas. De modo geral, todas as cidades movem-se através de vias, que precisam de uma sinalização bem visível para que todos os envolvidos no trânsito consigam trafegar e chegar ao seu destino de forma rápida e segura”, afirma a comerciante e moradora do bairro, Lucimara de Fátima Morete.

Já na Av. Anhanguera o recape aconteceu em três quadras, desde o cruzamento com a Rua João Barreto da Silva até a rotatória da Av. São Francisco de Assis. Nesta quarta-feira (03/08), as equipes trabalharão desde cedo na implantação de lombada e pintura de toda a via.

Todas estas ações buscam tornar Hortolândia uma cidade mais segura para motoristas e pedestres. Desde o final de maio, a Prefeitura vem atuando em 17 frentes, nas principais ruas, em bairros como Remanso Campineiro, Parque Gabriel e Jardim Santana; Jardim das Colinas, Vila Real e Vila São Pedro; além do Jardim Santa Clara do Lago. Nos próximos meses, o serviço estará concluído, beneficiando diversos bairros.