Menu


Avança serviço de drenagem pluvial em obra da Rua 10 na Vila Real

  • Publicado em Obras

Etapa antecede implantação de ciclovia e passeio ao lado do trecho canalizado de afluente do Ribeirão Jacuba, em Hortolândia

 

O reforço no sistema de drenagem pluvial nas proximidades do canal do afluente do Ribeirão Jacuba, na Vila Real, avança, com previsão de término na próxima semana, por volta do dia dez de fevereiro. O córrego cruza uma área antes degradada, em revitalização pela Secretaria de Obras, e foi canalizado recentemente pela Administração Municipal. 

De acordo com a empresa contratada para executar o serviço, concluída esta etapa, começa a de implantação de mais um trecho de ciclovia e passeio, paralelos ao canal. A ação acontece bem perto da Rua 10, próxima à Rua Atévio Alves Moreira. O reforço no sistema de drenagem é importante por causa do volume de água das chuvas que escorre das residências existentes no entorno. 

Segundo o engenheiro responsável, a medida contribui também para proteger os taludes implantados recentemente às margens do canal. Na próxima terça-feira (07/02), as equipes retomam plantio de grama no talude que fica na margem esquerda do canal. A primeira etapa foi concluída em 27 de janeiro. No talude à direita do canal, o serviço já foi finalizado.

Saiba mais sobre a obra

A obra para transformar uma área degradada em espaço agradável de lazer e convivência para a comunidade, começou pela canalização, em concreto, de 441 metros de extensão do leito do córrego. Depois foi feita a construção e pavimentação de um viário de 187 metros de extensão, ligando a Atévio A. Moreira à Benedita Rosa da Silva. 

Na etapa atual, prepara-se o terreno para a implantação de mais um trecho de pista de caminhada e ciclovia e, após isso, para a construção da área de lazer e convivência, com paisagismo e plantio de árvores e iluminação em LED. 

A pista de caminhada e ciclovia terão ao final 1.050 metros de extensão. Segundo o Departamento de Projetos e Orçamentação da Secretaria de Obras, elas serão construídas ao longo do sistema e da canalização, estendendo-se até o “Superviário”, outra obra em construção pela Prefeitura para o prolongamento da Av. Amélia Basso Breda. 

A canalização do córrego é do tipo aberta. Nos trechos do emboque e desemboque (entrada e saída), o canal tem um “bolsacreto”, sistema de construção com bolsas que servem de proteção das margens, contenção de taludes e encostas. O objetivo da Administração Municipal com a obra é oferecer à comunidade local mais segurança e qualidade de vida.

Leia mais ...

CPFL remove postes de via em duplicação no trajeto do Superviário

  • Publicado em Obras

Ação acontece nesta quarta-feira (01/02), no trecho da Estrada Sabina Baptista de Camargo próxima ao Parque Socioambiental Remanso das Águas

 

A pedido da Prefeitura de Hortolândia, a CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz) removeu, nesta quarta-feira (01/02), 17 postes de energia elétrica que, em razão da duplicação da Estrada Municipal Sabina Baptista de Camargo, ficaram localizados no meio da nova pista, no trajeto do Superviário. Para evitar interrupções no fornecimento de luz na região, todos eles, com as luminárias, foram remanejados para local seguro e mais apropriado, à margem da avenida.

Segundo o engenheiro da empresa responsável pela obra, o remanejamento dos postes é fundamental para que a obra da rotatória, recém-construída ao lado do Parque Socioambiental Remanso das Águas, prossiga, rumo à finalização. Além disso, foi feito o alteamento da fiação elétrica na região deste novo balão de trânsito. 

Nos demais trechos, seguem os serviços de implantação do maior viário de Hortolândia. Atualmente, acontece reforço no sistema de drenagem pluvial no cruzamento da Rua Luiz Camilo de Camargo com a Rua Elisa Laurinda, ao lado do Posto da Ilha, no Jd. Santana. Lá está sendo implantada rede de tubulação de 52 metros de extensão para captação de água da chuva, formada por tubos de concreto com 1,5 metro de diâmetro cada um. Em outro trecho da mesma via, já no Remanso Campineiro, os serviços de reforço de drenagem pluvial continuam a ser realizados nas proximidades de um comércio de peças usadas. As equipes implantam mais uma boca de lobo para coletar águas das chuvas. 

O Superviário permitirá a integração entre regiões antes afastadas ou de difícil acesso da cidade. Segundo a Secretaria de Obras, as intervenções aproximam-se de 95% de realização.

“Além de interligar estas regiões, futuramente, o Superviário vai trazer desenvolvimento para essa região, com a vinda de novos comércios e empreendimentos. Vai mudar essa região da cidade”, afirma o secretário-adjunto de Obras, Renato Sarto.

Leia mais ...

Guindaste iça pilares de concreto na obra do novo Paço Municipal de Hortolândia

  • Publicado em Obras

Ação, iniciada nesta sexta-feira (27/01), é realizada por empresa contratada pela Prefeitura para erguer o prédio sede do Executivo Municipal, no Jardim Novo  Ângulo

Com a melhora no tempo de chuva, nos últimos dias, um enorme guindaste começou finalmente a erguer os pilares de concreto armado na obra de construção do Novo Paço Municipal de Hortolândia, no Jardim Novo  ngulo. O serviço, iniciado nesta sexta-feira (27/01), é realizado por empresa contratada pela Prefeitura, estendendo-se pelas próximas semanas.

Segundo a Secretaria de Obras, serão fincadas nas fundações cerca de 70 colunas, que em breve receberão treliças metálicas e lajes (placas de concreto). Essas estruturas são fundamentais para a sustentação de cargas, bem como para dar apoio e resistência à estrutura da obra.

O Novo Paço é erguido em terreno de 60 mil metros quadrados, próximo ao do Corredor Metropolitano e nas imediações da Ponte da Esperança. A Ordem de Serviços para o início da obra foi assinada em 29 de junho. A terraplenagem começou em julho de 2022. Em seguida, veio a etapa das fundações e agora a de implantação das colunas. 

A futura sede do Poder Executivo abrigará todas as secretarias e órgãos municipais de atendimento ao público que atualmente ocupam imóveis alugados, segundo a Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica. Um dos objetivos da ação é reduzir custos fixos da Prefeitura com a infraestrutura necessária ao seu funcionamento.

Como o prédio será construído com estruturas pré-fabricadas, a Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica prevê maior confiabilidade no cumprimento do cronograma. “Com essa estratégia, pretendemos reduzir e eliminar custos indiretos, desperdício de material e ociosidade de pessoal. Em resumo, a obra fica mais rápida e sem surpresas no orçamento final”, esclarece o secretário da Pasta, Carlos Roberto Prataviera Júnior.

O imóvel terá aproximadamente 10 mil metros quadrados de área construída e, no espaço remanescente, haverá jardins e estacionamento. O projeto prevê ainda que o prédio tenha cisternas para armazenamento de águas da chuva, que serão utilizadas tanto na manutenção dos jardins quanto na limpeza do próprio Paço. 

Além disso, a nova sede do Executivo terá uma usina própria de energia solar (fotovoltaica), com placas de captação instaladas como uma cobertura para o estacionamento. De acordo com Prataviera, a ideia é que esta usina produza energia suficiente para abastecer todo o edifício e o excedente seja transmitido à rede elétrica da CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz) para compensações futuras. Isso permitirá a redução da conta de energia do Paço, otimizando recursos naturais abundantes na cidade durante o ano inteiro. A construção da usina será feita com recursos da CIP (Contribuição de Iluminação Pública), afirma o secretário.

Para realizar a obra, a Administração Municipal investe R$ 55 milhões. Os recursos foram captados junto à Caixa Econômica Federal, via Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento).

Leia mais ...

Para evitar alagamento, Prefeitura reforça drenagem pluvial no trajeto do Superviário em Hortolândia

  • Publicado em Obras

Ação, iniciada nesta segunda-feira (30/01), acontece no cruzamento da Rua Luiz Camilo de Camargo com Elisa Laurinda, ao lado de posto de gasolina, no Jd. Santana

A fim de evitar pontos de alagamento no trajeto do Superviário, o maior viário em construção em Hortolândia, a Prefeitura reforça o sistema de drenagem pluvial na região central, bem no trecho de cruzamento da Rua Luiz Camilo de Camargo com a Rua Elisa Laurinda, ao lado do Posto da Ilha, no Jd. Santana. A ação iniciou nesta segunda-feira (30/01) e se estende ao longo da semana, com previsão de término na sexta (03/02), a depender das chuvas. 

Para evitar acidentes, o trecho está sinalizado com cones e, se necessário, uma das pistas será temporariamente interditada com o auxílio de agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana. A medida é necessária para que a empresa contratada pela Administração Municipal consiga implantar uma rede de tubulação de 52 metros de extensão para captação de água da chuva, formada por tubos de concreto com 1,5 metro de diâmetro cada um. Em outro trecho da mesma via, já no Remanso Campineiro, os serviços de reforço de drenagem pluvial continuam a ser realizados nas proximidades de um comércio de peças usadas. Lá, as equipes implantam mais uma boca de lobo para coletar águas das chuvas. 

Já na região próxima ao Jd. Novo América, a ação de duplicação e prolongamento da Estrada Municipal Sabina Baptista de Camargo avança, no trecho que leva até a obra do Novo Paço Municipal. 

O Superviário permitirá a integração entre regiões antes afastadas ou de difícil acesso da cidade. Segundo a Secretaria de Obras, as intervenções aproximam-se de 95% de realização.

“Além de interligar estas regiões, futuramente, o Superviário vai trazer desenvolvimento para essa região, com a vinda de novos comércios e empreendimentos. Vai mudar essa região da cidade”, afirma o secretário-adjunto de Obras, Renato Sarto.

Leia mais ...

Prefeitura reforça drenagem pluvial na Vila Real

  • Publicado em Obras

Serviço acontece na área em revitalização nas imediações da Rua 10, próxima à Rua Atévio Alves Moreira, em Hortolândia, onde é implantado complexo viário

A empresa contratada pela Prefeitura de Hortolândia está reforçando o sistema de drenagem pluvial nas proximidades da ciclovia e do passeio que ficam paralelos ao afluente do Ribeirão Jacuba que passa pela Vila Real, córrego recém-canalizado pela Administração Municipal. O serviço acontece bem perto da Rua 10, próxima à Rua Atévio Alves Moreira, em uma área antes degradada que está sendo revitalizada pela Secretaria de Obras.

Segundo o engenheiro responsável, o serviço torna-se necessário, em razão da quantidade de água das chuvas que escorre das residências existentes no entorno. A medida contribui também para proteger os taludes implantados recentemente. A previsão é que o serviço de drenagem seja concluído até o dia 10 de fevereiro, quando então será possível começar a implantar mais um trecho de ciclovia.

Nesta quarta-feira (25/01), os trabalhadores iniciaram o plantio de grama esmeralda no talude que fica na margem esquerda do canal. A primeira etapa, para colocação de 50% de cobertura, se encerra nesta sexta (27/01). A tarefa será retomada na semana do dia 13 de fevereiro. No talude à direita do canal, cujo plantio foi iniciado em dezembro, o serviço já foi concluído.

A obra inclui a canalização, em concreto, de 441 metros de extensão do leito do córrego e a construção e pavimentação de um viário de 187 metros de extensão, ligando a Atévio A. Moreira à Benedita Rosa da Silva. Ambos já foram implantados. Falta construir uma área de lazer e convivência com paisagismo e plantio de árvores, pista de caminhada e ciclovia, assim como iluminação em LED. Em razão das fortes chuvas de janeiro, a implantação da ciclovia levará mais tempo do que o previsto.

O viário de 187 metros de extensão ligando a Atévio A. Moreira à Benedita Rosa da Silva já foi asfaltado. A pista de caminhada e ciclovia terão 1.050 metros de extensão. Segundo o Departamento de Projetos e Orçamentação da Secretaria de Obras, elas serão construídas ao longo do sistema e da canalização, estendendo-se até o “Superviário”, outra obra em construção pela Prefeitura para o prolongamento da Av. Amélia Basso Breda. 

A canalização do córrego é do tipo aberta. Nos trechos do emboque e desemboque (entrada e saída), o canal tem um “bolsacreto”, sistema de construção com bolsas que servem de proteção das margens, contenção de taludes e encostas. O objetivo da Administração Municipal com a obra é oferecer à comunidade local mais segurança e qualidade de vida.

Leia mais ...

Prefeitura implanta passarela metálica sobre o Jacuba perto do Pq. Remanso das Águas

  • Publicado em Obras

Ação integra o rol de serviços para a construção do Superviário em Hortolândia

Com o auxílio de um guindaste, a empresa contratada pela Prefeitura de Hortolândia lançou, neste sábado (21/01), uma passarela metálica sobre o Ribeirão Jacuba, no trecho localizado entre o Parque dos Pinheiros e o Carmem Cristina, nas imediações do Parque Socioambiental Remanso das Águas e bem embaixo da Ponte da Esperança (Estaiada). Segundo o engenheiro responsável pela execução do serviço, a estrutura tem 15,80 metros de comprimento e 3,80 metros de largura, além de guarda-corpo de ambos os lados – barreiras de proteção que servem para evitar acidentes com pedestres, impedindo a queda de pessoas de um lugar elevado.

Quando liberada para uso, provavelmente no final de fevereiro deste ano, a passarela permitirá a travessia de pedestres e ciclistas de um lado para outro do ribeirão, em segurança. Nos próximos dias, a empresa fará a armação e a concretagem do piso da estrutura. A previsão é que o serviço se estenda por mais 20 dias, aproximadamente. Em seguida, os operários construirão calçada e ciclovia na ponta da passarela que ainda não tem estes acessos.

Nesta segunda (23/01), prosseguem os serviços de reforço da drenagem pluvial na Rua Luiz Camilo de Camargo, no Remanso Campineiro, nas proximidades de um comércio de peças usadas. As equipes reforçam os dispositivos de drenagem pluvial, afetados pelas tempestades de verão. Estão sendo reparados dois PVs (poços de vistoria), recém-danificados pelas chuvas, e implantada mais uma boca de lobo para coletar águas pluviais. Também continua a ação de duplicação e prolongamento da Estrada Municipal Sabina Baptista de Camargo, no trecho que leva até a obra do Novo Paço Municipal. 

Todos estes serviços fazem parte da implantação do Superviário, o maior viário em construção em Hortolândia. O Superviário permitirá a integração entre regiões antes afastadas ou de difícil acesso da cidade. Segundo a Secretaria de Obras, as intervenções aproximam-se de 95% de realização.

“Além de interligar estas regiões, futuramente, o Superviário vai trazer desenvolvimento para essa região, com a vinda de novos comércios e empreendimentos. Vai mudar essa região da cidade”, afirma o secretário-adjunto de Obras, Renato Sarto.

Leia mais ...