Menu


Filme de animação brasileiro “O menino e o mundo” é atração do Pontos MIS em Hortolândia

Longa-metragem será exibido nesta sexta-feira (14/06), às 14h, no Cine Teatro, que fica na Escola de Artes Augusto Boal, no Jardim Amanda

O cinema de animação não se limita somente às superproduções cheias de efeitos visuais realizadas por grandes estúdios internacionais. Há também espaço para produções criativas que utilizam técnicas diferentes. O Brasil tem se destacado em produzir bons e premiados filmes de animação. Um exemplo é “O menino é o mundo”. O filme é a atração do projeto Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som). O longa-metragem será exibido nesta sexta-feira (14/06), às 14h, no Cine Teatro, que fica dentro da Escola de Artes Augusto Boal, órgão da Secretaria de Cultura, localizada na rua Casemiro de Abreu, s/nº, Jardim Amanda. O Pontos MIS é um projeto do governo do Estado, com o apoio da Prefeitura de Hortolândia. A proposta do projeto é oferecer sessões de cinema e outras atividades artístico-culturais gratuitas para a população.

A animação conta a história de Cuca, um menino que vive, junto com o pai e a mãe, em uma pequena aldeia. Cuca sofre com a ausência do pai, que foi para a cidade grande procurar trabalho. Triste, o menino vai em busca do pai. Ao longo da jornada, Cuca descobre um mundo diferente, onde há desigualdade social, pobreza e exploração.

“O menino e o mundo”, lançado em 2013, teve uma trajetória de destaque. O longa-metragem recebeu 34 prêmios internacionais em festivais de animação de Portugal, França, dentre outros países. Ainda chegou a ser indicado ao Oscar de Melhor Animação, em 2016. O filme foi dirigido pelo cineasta Alê Abreu. Anteriormente, ele já havia realizado outro filme de animação, intitulado “Garoto cósmico”.

Leia mais ...

Oficina ensina a fazer um filme de teatro de sombras animado

Atividade promovida pelo projeto Pontos MIS e Prefeitura de Hortolândia será na próxima quarta-feira (12/06); inscrições estão abertas para pessoas de 7 a 12 anos

Que tal ensinar as crianças a fazer teatro de sombras? É um tipo de teatro de animação que utiliza bonecos, cujas sombras são projetadas em uma tela de tecido para o público assistir. O objetivo é contar uma história por meio das sombras. Essa linguagem artística antiquíssima foi criada na China e se popularizou em vários países da Ásia. Para quem tem curiosidade em aprender essa modalidade cênica, o projeto do governo do Estado, Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som), e a Prefeitura de Hortolândia promovem uma oficina sobre teatro de sombras. A atividade será realizada na próxima quarta-feira (12/06), às 14h, no Armazém das Artes Salvador Gomes de Barros, órgão da Secretaria de Cultura, localizado na rua Ercilio Antonio Meira, 435, Jardim Santa Izabel. Para participar, é necessário fazer inscrição por meio deste LINK  (https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdsCJjHhJrm-FP2lmySuTPELOCBPnWjFSXVCVb4Dto1-nrCeQ/viewform). São 20 vagas disponíveis. Podem se inscrever pessoas de 7 a 12 anos. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (19) 3809-3281 ou pelo WhatsApp (19) 99979-5925. 

Na oficina, os aprendizes irão criar uma história em animação que será narrada por meio de personagens e cenários feitos em silhueta (papel preto). Para isso, será utilizada a técnica stop motion. O resultado será um filme de animação de sombras. Os aprendizes receberão certificado ao final da oficina. É necessário que os participantes tragam seus celulares, pois será utilizado um aplicativo gratuito para a realização da atividade. A oficina será ministrada por Marta Russo, profissional com larga experiência em stop motion que já ministrou oficinas em festivais de animação do Brasil e internacionais.

Leia mais ...

Filme brasileiro “Durval Discos” é atração do projeto Pontos MIS

Sessão será nesta terça-feira (28/05), às 12h30, no Cine Teatro

Você quer relembrar um filme do cinema brasileiro? Então, a dica é conferir o projeto Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som). Nesta terça-feira (28/05), o projeto exibirá o longa-metragem “Durval Discos”. A sessão será, às 12h30, no Cine Teatro, espaço recém-inaugurado que fica dentro da Escola de Artes Augusto Boal, localizada na rua Casemiro de Abreu, s/nº, Jardim Amanda. O filme tem classificação indicativa de 12 anos. O Pontos MIS é promovido pelo governo do Estado, com o apoio da Prefeitura de Hortolândia. A proposta é oferecer sessões de cinema e outras atividades artístico-culturais gratuitas para a população. 

O filme é uma simpática comédia que conta a história de Durval, dono de uma loja de discos de vinil que insiste em manter o negócio e não vender CDs. Ele e sua mãe, Carmita, vivem na casa onde funciona a loja. Para ajudar a mãe com as tarefas do lar, Durval contrata uma empregada, chamada Célia, que traz junto com ela a menina Kiki, de três anos. Certo dia, Célia desaparece e deixa um bilhete, no qual diz que virá buscar a menina. Durval e sua mãe acabam por cuidar da garotinha. Ao assistir um jornal na televisão, Durval e Carmita descobrem a verdade sobre Célia e Kiki.    

O elenco conta com os atores Ary França, Marisa Orth, Etty Fraser, Isabela Guasco e Leticia Sabatella. AO longo tem ainda participação especial de Rita Lee. Lançado nos cinemas em 2002, o filme tem direção da cineasta Anna Muylaert. A produção ganhou prêmios em várias categorias no prestigiado Festival de Gramado, dentre os quais Melhor Filme e Melhor Direção.

Leia mais ...

Projeto Pontos MIS realiza oficina sobre a popularidade dos zumbis no cinema

Atividade será no dia 16/05, às 14h, no Armazém das Artes

Os zumbis fazem grande sucesso na cultura pop. Eles estão em séries conhecidas, como “The walking dead” e “The last of us”, e centenas de filmes. Mas por que tais criaturas são tão populares? Para analisar esse fenômeno, o projeto Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som) realiza a oficina “Apocalipse zumbi – Como os mortos-vivos refletem os horrores da nossa sociedade”. A atividade será na próxima quinta-feira (16/05), às 14h, no Armazém das Artes Salvador Gomes de Barros, localizado na rua Ercilio Antonio Meira, 435, Jardim Santa Izabel. Para participar, é necessário fazer inscrição por meio deste LINK. São 18 vagas disponíveis. Podem se inscrever pessoas com idade a partir de 16 anos. A oficina é realizada em parceria com a Prefeitura de Hortolândia. 

A oficina aborda a evolução dos zumbis na cultura pop. Originalmente, são criaturas relacionadas com tradições da cultura popular do Caribe. De acordo com tais tradições, os zumbis são pessoas mortas mantidas em estado de transe para continuar cumprindo ordens de um mestre. Com o passar do tempo, os zumbis se tornaram personagens versáteis que podem ser utilizados como representações simbólicas de relações sociais, políticas e até interpessoais, cabendo tanto no papel do oprimido quanto no do opressor. 

Essas criaturas horripilantes começaram a se tornar astros do cinema graças ao filme norte-americano “A noite dos mortos-vivos”, do cineasta George Romero, que estreou nos cinemas em 1968. Atualmente, os zumbis aparecem em filmes de diferentes gêneros: ação, ficção científica e até comédias. A oficina será ministrada pelo pesquisador Carlos Primati, especializado em cinema fantástico. Ao final da atividade, os participantes receberão certificado.

Leia mais ...

Pontos MIS exibe filme brasileiro “Propriedade”

Sessão acontece na quarta-feira (24/04), às 14h, no Armazém das Artes

Violência urbana e desigualdade social. Essas duas questões incômodas são abordadas no filme “Propriedade”. O projeto Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som) promove uma sessão do longa-metragem, nesta quarta-feira (24/04). A exibição será, às 14h, no Armazém das Artes Salvador Gomes de Barros, órgão da Prefeitura de Hortolândia reinaugurado em fevereiro deste ano. O armazém fica na rua Ercilio Antonio Meira, 435, Jardim Santa Izabel, próxima à Praça A Poderosa. O Pontos MIS é promovido pelo governo do Estado, com o apoio da Prefeitura de Hortolândia. A proposta é oferecer sessões de cinema e outras atividades culturais gratuitas para a população. 

A trama conta a história de Tereza, uma estilista que foi vítima de assalto à mão armada e foi feita refém pelo criminoso que a abordou. O episódio deixou-a profundamente traumatizada. Seu marido, Roberto, leva-a para descansar na fazenda da família para ajudá-la a recuperar a saúde mental. Porém, Roberto tem outro plano sobre a propriedade. Ele pretende encerrar as atividades da fazenda e vendê-la para que seja transformada em um hotel. Com a decisão, os trabalhadores da fazenda irão perder seus empregos. Inconformados, eles iniciam uma revolta contra o casal de proprietários. A partir daí, segue-se uma escalada de tensão a ponto de Tereza ter que se refugiar dentro do carro para se proteger dos trabalhadores. 

O elenco do filme é encabeçado por Malu Galli, que interpreta a protagonista. Malu já é uma atriz conhecida, com larga experiência na televisão e em outras produções cinematográficas. “Propriedade” tem direção do cineasta Daniel Bandeira e foi lançado em 2023. O filme ganhou prêmios em festivais do Brasil e dos Estados Unidos.

Leia mais ...

Projeto Pontos MIS exibe filme brasileiro “Oxigênio”, nesta sexta-feira (19/04)

Sessão será, às 19h, no Armazém das Artes, no Jardim Santa Izabel

A destruição do meio ambiente pode acabar com a vida no planeta Terra. Essa ideia perturbadora, mas infelizmente real, é o tema central do filme brasileiro “Oxigênio”, que será exibido pelo projeto Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som). A sessão será nesta sexta-feira (19/04), às 19h, no Armazém das Artes Salvador Gomes de Barros, localizado na rua Ercilio Antonio Meira, 435, Jardim Santa Izabel, próximo à Praça A Poderosa. A classificação indicativa é de 14 anos. O Pontos MIS é um projeto do governo do Estado que promove sessões de cinema e outras atividades artístico-culturais com o apoio da Prefeitura de Hortolândia.

“Oxigênio” é uma produção do gênero ficção científica. O filme é derivado da série de mesmo título, em seis episódios, exibida, em 2014, pela emissora de TV gaúcha RBS. A trama gira em torno de três personagens que têm visões catastróficas de um universo paralelo à Terra chamado Terra Zero. Esse mundo foi assolado por desastres naturais provocados pela destruição da sua biosfera. Por meio da abertura de uma passagem no tempo, a Terra Zero começa a se conectar com o planeta Terra. Essa conexão mostrará que o nosso planeta corre o risco de também ser extinto por causa da destruição do meio ambiente. O destino do planeta está nas mãos de um menino, chamado Daniel, que tem poderes fantásticos. 

O filme teve cenas filmadas em locais conhecidos de Porto Alegre, tais como Cais do Porto, Jardim Botânico e Parque Germânia. O elenco tem como destaques Ingra Liberato, Marcos Breda, Bruno Torres e João Vitor Reis, que interpreta o personagem Daniel. A direção do longa-metragem é do cineasta Pedro Zimmerman.

Leia mais ...