Menu


1° Literalendo leva 25 mil pessoas ao Parque Dorothy, em Hortolândia

Evento literário da Prefeitura, de incentivo à leitura, aconteceu neste domingo (29/05), com diversas atrações culturais

Milhares de pessoas atenderam ao chamado da Prefeitura e, neste domingo (29/05), foram ao Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang, no Jd. Nossa Senhora de Fátima, celebrar as artes e a cultura e acompanhar as atrações do 1° Literalendo, evento literário gratuito que integra a programação de aniversário de Hortolândia e também do 12°  Hortolendo, política pública municipal de incentivo à leitura em Hortolândia. A Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia estima que, entre 12h e 17h, cerca de 25 mil visitantes passaram pelo local, dentre elas o prefeito José Nazareno Zezé Gomes e a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Maria dos Anjos Assis Barros.

“Construir novos viários, entregar praças de lazer e esportivas e reformar o Hospital Municipal são itens importantes para o crescimento de Hortolândia, mas o que realmente garante o desenvolvimento de uma cidade é a educação. Neste quesito, não poupamos investimentos. Um bom exemplo é o Literalendo, realizado neste domingo, um grande sucesso de público. Mas o mais importante é o incentivo dado à leitura e a entrega de milhares de livros para nossos estudantes e a comunidade. Uma cidade forte se faz com uma base educacional robusta. Por isso que o nosso Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) está bem à frente das projeções do Ministério da Educação e nossa rede educacional é tida como uma das melhores da região. Tudo isso conquistado por meio de muito trabalho, não só da Administração Municipal, mas especialmente pelo comprometimento dos nossos professores e profissionais da Educação", afirmou o prefeito Zezé Gomes.

O evento foi aberto pela Banda Municipal, órgão da Secretaria de Cultura, que tocou “O Descobridor dos Sete Mares”, de Tim Maia, e outras músicas bastante conhecidas do público, que cantou junto com os músicos. Outra atração foi a dupla local Zé Victor e João, que interpretou temas sertanejos e homenageou as escolas com a música “Sinônimos”, de Zé Ramalho.

Estudantes da Emeb (Escola Municipal de Educação Básica) Josias da Silva Macedo e das Emefs (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Jd Amada I (CAIC), D. Ana José Bodini Januário e Lílian Cristiane Martins de Araújo também se apresentaram no palco. Até que chegou a “A Hora da História Ao Vivo!”, show musical e teatral protagonizado pela atriz, apresentadora e professora de teatro Carla Fioroni, nacionalmente conhecida por papéis na novela infantojuvenil “Chiquititas” (SBT) e na peça teatral “Trai e coçar é só começar”. A apresentação eletrizou crianças e adultos ao recontar a história de “Branca de Neve e os sete anões”, numa versão escrita pela própria artista, mesclada por músicas como “Superfantástico” (hit da “Turma do Balão Mágico”) e o tema da boneca Emília do “Sítio do Pica Pau Amarelo” (na versão para TV), bem como algumas músicas da novela “Chiquititas”.

A estudante da Emei (Escola Municipal de Educação Infantil) Jardim Nossa Senhora de Fátima, Ágatha Damião de Souza, de quatro anos, ficou radiante ao receber um livro novo, durante a festa, e se encantar com a presença de indígenas de duas tribos brasileiras, que fizeram apresentações de dança e exibiram artigos artesanais no Literalendo.  “Eu gostei. Peguei o livro da abelhinha, vou ler com a mamãe e o papai”, comentou a menina. 

Os indígenas, das tribos Kariri-Xocó, de Alagoas, e Guarani Mbya, de Bertioga/São Paulo, foram trazidos pela arte-educadora, pedagoga e escritora Suzana Montauriol, uma das atrações da festa literária deste ano. Junto com outro colega, Suzana contou pequenas histórias, enquanto personagens “vivos” (palhaço, bruxa, fada e o próprio Visconde de Sabugosa, do Sítio do Pica Pau Amarelo) circulavam entre os presentes, fazendo a plateia interagir com os contadores de histórias e entrar no mundo mágico de fábulas e contos de fadas.

“Achei muito bom o evento, porque é difícil a gente conseguir fazer com que as crianças tenham toda essa interação com a parte de literatura e livros. Tanto a parte de entrega dos livros quanto as apresentações, contação de histórias e os indígenas que vieram contar um pouco da história deles, é muito importante. Às vezes, a gente tem um pensamento já formado sobre o assunto e ver por outra perspectiva, principalmente para as crianças, é muito importante. Quando os indígenas chegaram, minha filha disse: ‘Mãe, achei que eles andavam descalços.’. Eu expliquei pra ela que não. As crianças conseguem ver que existe todo um universo e que, diferentes, somos juntos, somos o mesmo”, avalia Thaís Souza Damião dos Santos, moradora do Novo Ângulo e mãe de Ágatha.

“O evento atingiu todos os objetivos, superou as nossas expectativas. Foi super importante, porque, primeiro, promoveu a arte do encontro, a comunidade, os alunos, a família, todos em um momento de diversão, de festa, de atração, de entretenimento. Foi um dia muito especial, em que a gente pôde ver a alegria dos alunos ao receber os livros, ao falar de leitura, com teatro, contação de histórias, participação do teatro musical da Carla Fioroni. É um evento que tem o DNA da rede municipal de Hortolândia”, avalia o secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Fernando Moraes.

Evento contou com outras atrações

Em um dos cantinhos do Parque Irmã Dorothy, foi montado um espaço de contação de histórias, onde se apresentaram a coordenadora pedagógica Solange Cachimiro Ferreira de Biazzio, a Sol, e o coordenador pedagógico da Emef D. Ana José Bodini Januário, Hugo Maciel Nonato Marques. Além de contarem histórias, num show “voz e violão”, a dupla fez brincadeiras cantadas com as crianças. 

Os brinquedos infláveis, dentre eles pula-pula, cama elástica, piscina de bolinha e “guerra de cotonetes”, foram muito disputados pelo público infantil, assim como as tendas de distribuição gratuita de livros e de pintura facial. Além destas, havia uma tenda da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, onde houve distribuição de adubo e sementes, bem como orientação sobre reflorestamento e consumo de água. Uma trupe de artistas vestidos de semáforos, a serviço da Secretaria de Mobilidade Urbana, chamava atenção para a importância da educação para o trânsito.

Barracas na praça de alimentação vendiam artesanato, pastel, cachorro quente, crepes, água e outras e bebidas.

1° Literalendo, evento literário da Prefeitura, é neste domingo (29/05)

Evento gratuito, que integra a programação do 12º Hortolendo nas Escolas terá espetáculo “Hora da História Ao Vivo”, com a atriz Carla Fioroni

Domingo (29/05) é dia de celebrar a leitura no parque. É dia do 1° Literalendo, evento literário gratuito, promovido pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, dentro da programação do 12º Hortolendo, política pública da Prefeitura de incentivo à leitura em Hortolândia. A programação começa a partir das 12h, no Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang, localizado na Rua Manoel Antônio da Silva, 415, no Jd. Nossa Senhora de Fátima.

Não é necessário se inscrever para participar. Basta ir até o parque. As atrações acontecerão no espaço do estacionamento ao lado da pista de ciclismo Hortobike e do ginásio Vitor Savala. Haverá apresentações musicais gratuitas, com a Banda Municipal e também com a dupla sertaneja local Zé Victor e João, assim como atrações artísticas, com a participação das escolas municipais e da arte-educadora, pedagoga, escritora e contadora de histórias, Suzana Montauriol. Estudantes da rede municipal de ensino também receberão livros, mediante entrega de filipeta, previamente distribuída. Uma praça de alimentação, com barracas para venda de comidas e bebidas, será montada no local. Além disso, agentes da Secretaria de Saúde estarão na Emeb (Escola Municipal de Educação Básica) Josias da Silva Macedo, que fica ao lado do parque, para aplicar vacina contra Covid-19, Influenza e Sarampo em crianças ainda não imunizadas.

Um dos pontos altos da festa será o show musical e teatral HH Ao Vivo (“Hora da História”), protagonizado pela atriz, apresentadora e professora de teatro Carla Fioroni, nacionalmente conhecida por papéis na novela infantojuvenil “Chiquititas” (SBT) e na peça teatral “Trai e coçar é só começar”. Previsto para começar às 16h, o espetáculo recontará a história de “Branca de Neve e os sete anões”, numa versão escrita pela própria artista. O espetáculo surgiu em 2020, durante a pandemia do Coronavírus e permaneceu no ar por 56 semanas, na página de Carla no Instagram (@fioronicarla), segundo material de divulgação da atriz. Com direção e roteiro da própria atriz, o espetáculo tem o músico Guigo Amaral na direção musical e traz no elenco Carla no papel de Branca de Neve e Meire Moraes no da corujinha Chouette. A classificação é livre e a duração de 70 minutos.

De acordo com a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, entre os objetivos do Hortolendo e do Literalendo estão ampliar a prática e o hábito da leitura a fim de potencializar o repertório linguístico, textual e o conhecimento do mundo dos estudantes da rede municipal; possibilitar e despertar o exercício da fantasia, imaginação, encantamento e beleza, através da leitura. O “Hortolendo nas Escolas” deste ano tem como tema “A leitura e seus afetos: a escola como espaço de encantamentos”. A festa literária está no calendário oficial de celebração pelos 31 anos de emancipação política da cidade.

Veja as atrações do 1º Literalendo 

    • Banda Municipal

    • Abertura Oficial (fala das autoridades)

    • Apresentação das crianças das escolas municipais: Emef CAIC, Emef D. Ana José Bodini Januário, Emef Lílian Cristiane e Emeb Josias

    • Dupla sertaneja Zé Victor e João

    •  Contadora de histórias Suzana Montauriol

    • Carla Fioroni - Hora da História Ao Vivo! 

    • Encerramento

Saiba quem é Carla Fioroni

Segundo material de divulgação da atriz, Carla Fioroni é também apresentadora e professora de teatro há mais de 30 anos, tem passagens pelas maiores emissoras do país, atuou e dirigiu inúmeras peças de sucesso, além de filmes, cinema e novelas. Criou o Curso de Teatro para Crianças com Carla Fioroni, para, com o auxílio da tecnologia, ensinar teatro a crianças de todo o mundo. É formada em Artes Cênicas, pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Atuou por seis anos e meio, na peça humorística de maior sucesso do Brasil, “Trair e Coçar É Só Começar”,  interpretando a empregada Olímpia, figura central da trama. Em 1997, começou em televisão, na telenovela “O Amor está no Ar”, da Rede Globo. Em seguida, foi repórter do programa “Atualíssima”, da Rede Bandeirantes. Depois passou para o SBT, entrando, em 2012/2013 e 2014, na novela “Chiquititas”, grande sucesso da emissora, no papel de Ernestina e sua irmã gêmea Matilde simultaneamente.

SERVIÇO:

1° Literalendo

Data: domingo (29/05)

Hora: A partir das 12h

Local: Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang, no Jd. Nossa Senhora de Fátima

Atriz Carla Fioroni, que fez Chiquititas, se apresentará em evento literário da Prefeitura de Hortolândia

Espetáculo “Hora da História” será apresentado neste domingo (29/05), durante o 1o Literalendo

A atriz, apresentadora e professora de teatro Carla Fioroni, nacionalmente conhecida por papéis na novela infantojuvenil “Chiquititas” (SBT) e na peça teatral “Trai e coçar é só começar”, é uma das atrações do 1° Literalendo, evento literário, promovido pela Prefeitura de Hortolândia, dentro da programação do 12º Hortolendo, política pública de incentivo à leitura no município. A artista apresenta, neste domingo (29/05), às 16h, o show musical e teatral HH (“Hora da História”), que traz a história de “Branca de Neve e os sete anões”, numa versão escrita pela própria artista.

Segundo material de divulgação da atriz, o espetáculo surgiu em 2020, em plena pandemia do Coronavírus, permanecendo no ar por 56 semanas, na página dela no Instagram (@fioronicarla). Com direção e roteiro da própria Carla, o espetáculo tem o músico Guigo Amaral na direção musical e traz no elenco Carla no papel de Branca de Neve e Meire Moraes no da corujinha Chouette. A classificação é livre e a duração de 70 minutos.

Confira como será o 1° Literalendo

O Literalendo começa às 12h, no Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang, localizado na Rua Manoel Antônio da Silva, 415, no Jd. Nossa Senhora de Fátima. Uma praça de alimentação, com barracas para venda de comidas e bebidas, será montada no espaço do estacionamento ao lado da pista de ciclismo Hortobike e do ginásio Vitor Savala.

A programação oficial prevê apresentações musicais gratuitas, com a Banda Municipal e também com a dupla sertaneja local Zé Victor e João, assim como atrações artísticas, com a participação das escolas municipais e da arte-educadora, pedagoga, escritora e contadora de histórias, Suzana Montauriol. Estudantes da rede municipal de ensino também receberão livros, mediante entrega de filipeta, previamente distribuída. Além disso, a Secretaria de Saúde realizará vacinação contra Covid-19, Influenza e Sarampo para crianças.

Segundo a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, entre os objetivos do Hortolendo e do Literalendo estão ampliar a prática e o hábito da leitura a fim de potencializar o repertório linguístico, textual e o conhecimento do mundo dos estudantes da rede municipal; possibilitar e despertar o exercício da fantasia, imaginação, encantamento e beleza, através da leitura. O “Hortolendo nas Escolas” deste ano tem como tema “A leitura e seus afetos: a escola como espaço de encantamentos”. A festa literária está no calendário oficial de celebração pelos 31 anos de emancipação política da cidade.

Veja as atrações do 1º Literalendo 

    • Banda Municipal

    • Abertura Oficial (fala das autoridades)

    • Apresentação das crianças das escolas municipais: Emef CAIC, Emef D. Ana José Bodini Januário, Emef Lílian Cristiane e Emeb Josias

    • Dupla sertaneja Zé Victor e João

    •  Contadora de histórias Suzana Montauriol

    • Carla Fioroni - Hora da História Ao Vivo! 

    • Encerramento

Saiba quem é Carla Fioroni

Segundo material de divulgação da atriz, Carla Fioroni (foto: Aline Carvalho) é também apresentadora e professora de teatro há mais de 30 anos, tem passagens pelas maiores emissoras do país, atuou e dirigiu inúmeras peças de sucesso, além de filmes, cinema e novelas. Criou o Curso de Teatro para Crianças com Carla Fioroni, para, com o auxílio da tecnologia, ensinar teatro a crianças de todo o mundo. É formada em Artes Cênicas, pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Atuou por seis anos e meio, na peça humorística de maior sucesso do Brasil, “Trair e Coçar É Só Começar”,  interpretando a empregada Olímpia, figura central da trama. Em 1997, começou em televisão, na telenovela “O Amor está no Ar”, da Rede Globo. Em seguida, foi repórter do programa “Atualíssima”, da Rede Bandeirantes. Depois passou para o SBT, entrando, em 2012/2013 e 2014, na novela “Chiquititas”, grande sucesso da emissora, no papel de Ernestina e sua irmã gêmea Matilde simultaneamente.

SERVIÇO:

1° Literalendo

Data: domingo (29/05)

Hora: A partir das 12h

Local: Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang, no Jd. Nossa Senhora de Fátima

“Hortolendo nas Escolas 2022” é neste domingo (15/05)

Festa literária, promovida pela Prefeitura de Hortolândia, terá diversas atrações literárias e culturais gratuitas

Estudantes da rede municipal de ensino de Hortolândia estão em contagem regressiva para participar da 12ª Edição do Hortolendo, política pública municipal de incentivo à leitura. Neste ano, a tradicional festa literária é voltada aos estudantes municipais e seus familiares e acontece nas escolas municipais, disponibilizando na programação variadas atrações literárias e culturais gratuitas, tais como oficinas, teatro, coral, contação de histórias e atividades de leitura. O evento será neste domingo (15/05), das 10h às 14h.

O “Hortolendo nas Escolas” deste ano tem como tema “A leitura e seus afetos: a escola como espaço de encantamentos”. Todas as ações vêm sendo cuidadosamente planejadas pelas equipes pedagógicas de cada unidade escolar. O evento integra a programação oficial de celebração pelos 31 anos de emancipação política da cidade. O calendário de aniversário tem uma novidade: a realização de mais um evento literário, aberto ao público em geral e com distribuição de livros: o Literalendo, que acontecerá no dia 29 de maio, a partir das 12h, no Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang, no Jd. Nossa Senhora de Fátima.

Ampliar a prática e o hábito da leitura a fim de potencializar o repertório linguístico, textual e o conhecimento do mundo dos estudantes da rede municipal; possibilitar e despertar o exercício da fantasia, imaginação, encantamento e beleza, através da leitura, estão entre os objetivos dos dois eventos.

Segundo a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, responsável pelo “Hortolendo nas escolas”, o ajuste no formato – de ação aberta, feita em parques públicos, para um modelo mais intimista, dentro de cada escola – visa valorizar a territorialidade escolar, descentralizando todas as ações. Com isso, busca-se promover a participação efetiva da comunidade local, assim como das crianças, jovens e adultos estudantes nas atividades propostas, dada a facilidade do itinerário do público ao local de cada evento.

SERVIÇO:

Hortolendo nas Escolas 2022

Data: domingo, 15/05

Hora: Das 10h às 14h

Local: escolas da rede municipal de ensino 

Atrações literárias e culturais estão na programação do Hortolendo nas Escolas 2022

Festa literária, promovida pela Prefeitura de Hortolândia, será neste domingo (15/05), a partir das 10h, nas escolas da rede municipal de ensino

Oficinas, apresentação de teatro, coral, contação de histórias e, claro, diversas atividades de leitura, cuidadosamente planejadas pelas equipes pedagógicas da rede municipal de ensino. Assim, a cinco dias do evento, o Hortolendo nas Escolas deste ano vai tomando forma. A tradicional festa literária, faceta mais visível da política pública municipal de incentivo à leitura, será neste domingo (15/05), das 10h às 14h, em todas as 59 unidades da rede municipal de ensino. 

Além do Hortolendo, desta vez voltado aos estudantes municipais e seus familiares, a Administração Municipal promoverá outro evento literário, aberto ao público em geral: o Literalendo, que acontecerá no dia 29 de maio, a partir das 12h, no Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang, no Jd. Nossa Senhora de Fátima.  Ambos os eventos integram a programação oficial de celebração pelos 31 anos de emancipação política de Hortolândia.

Neste ano, o Hortolendo traz como tema “A leitura e seus afetos: a escola como espaço de encantamentos”. Entre os objetivos do evento estão o de ampliar a prática e o hábito da leitura, de modo a potencializar o repertório linguístico, textual e o conhecimento do mundo dos estudantes da rede municipal, assim como o de possibilitar e despertar o exercício da fantasia, imaginação, encantamento e beleza, através da leitura.

Esta será a 12ª edição da festa literária. Segundo a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, o ajuste no formato – de ação aberta, feita em parques públicos, para um modelo mais intimista, dentro de cada escola – visa valorizar a territorialidade escolar, descentralizando todas as ações. Com isso, busca-se promover a participação efetiva da comunidade local, assim como das crianças, jovens e adultos estudantes nas atividades propostas, dada a facilidade do itinerário do público ao local de cada evento.

 

Evento “Hortolendo Nas Escolas” terá banca de troca de livros da Biblioteca Municipal na EMEIEF Zenaide Seorlin, neste domingo (15/05)

Alunos desta escola e seus familiares poderão fazer trocas de livros das 10h às 14h

Se você é familiar de algum aluno da EMEIEF (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental) Zenaide Ferreira de Lira Seorlin e quer trocar os livros já lidos por outros que deseja ler, separe as obras que você tem na sua casa para levá-las na Banca de Troca de Livros. A Biblioteca Municipal Terezinha França de Mendonça Duarte montará a banca na escola, localizada no Remanso Campineiro, neste domingo (15/05). As trocas acontecerão das 10h às 14h. A escola fica na rua José Camilo de Camargo, 333, Remanso Campineiro. A ação faz parte do evento “Hortolendo Nas Escolas”, realizado pela Prefeitura de Hortolândia, nas 59 unidades da rede municipal de ensino. O evento integra o calendário comemorativo ao 31º aniversário de emancipação política de Hortolândia. O objetivo da banca é estimular o hábito da leitura, bem como divulgar os serviços oferecidos pela biblioteca municipal.

De acordo com o coordenador da biblioteca, Rafael Antonio da Silva, a banca disponibilizará 700 livros para as trocas. Para facilitar a participação e garantir uma troca justa e democrática, as obras serão divididas por temas/categorias, identificadas por diferentes cores, que são as seguintes: 

– Azul: literaturas brasileira, portuguesa e religiosa;

– Laranja: literatura infantil e gibis; 

– Verde: biografias, autoajuda, culinária, informática, filosofia, ciências sociais, economia, educação, pedagogia, matemática, enfermagem, administração/gestão, artes, história e graduação;

– Vermelho: literaturas estrangeira e juvenil

A equipe da biblioteca fará uma triagem dos livros trazidos. Na triagem, as pessoas receberão uma ficha por livro que dará direito a fazer a troca por outro livro da mesma categoria ou tema. Cada pessoa poderá fazer 10 trocas por vez. A troca será no esquema um por um, ou seja, um livro por outro livro.

Serão aceitos para troca livros em bom estado de conservação, literatura nacional e estrangeira (ficção, romance e poesia), literatura infantojuvenil, literatura técnica de todas as áreas de conhecimento, gibis e mangás.

O coordenador Rafael Antonio da Silva salienta que não serão aceitos para troca livros em mau estado de conservação, fotocopiados, didáticos, livretos e revistas. Também não serão aceitas doações de livros em grandes quantidades. Também não serão aceitos livros com conteúdo erótico ou pornográfico, ou que contenham nudez ou cenas de sexo na capa, e livros com grande recorrência de exemplares.