Menu


Idosos de Hortolândia se divertem com os passinhos do flashback

Atividade compõe as ações programadas pelo CCMI Remanso em comemoração ao Mês da Atividade Física

“Exercícios físicos não mudam apenas o corpo, mas também a mente, as atitudes e o humor”. Foi com essa mensagem que idosos de Hortolândia participaram do aulão de flashback organizado pelo CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade) do Remanso Campineiro em parceria com o Programa Viva Mais, ambos órgãos da Secretaria de Governo da Prefeitura de Hortolândia.

Ao som de clássicos do estilo flashback dos anos 1980, como Abba, Ritche e Roupa Nova, os idosos cadastrados no CCMI Remanso puderam aprender alguns elementos básicos do estilo de dança comumente conhecido como “passinho”. A atividade foi adaptada ao público da melhor idade, como explica a professora de flashback do Programa Viva Mais, Lucimara Cristina Rossini. 

“Como a atividade foi voltada ao público da terceira idade, buscamos apresentar passinhos mais fáceis de serem executados, usando mais o movimentos dos braços, para permitir que a maioria conseguisse participar. Por se tratar de um aulão, focamos mais na coreografia e não exploramos muito as técnicas dos passos. A adesão do público do CCMI foi muito grande, porque é um povo muito animado”, esclarece Lucimara.

Uma dessas idosas que demonstrou muita animação durante o aulão de flashback foi a moradora do Pq. Orestes Ôngaro, Maria Aparecida Pereira. “Eu achei ótima a atividade. Eu já conhecia alguns passinhos, não é um estilo totalmente novo pra mim. Tudo o que vier de dança aqui (no CCMI), nós dançamos”, afirma.

O aulão de flashback também foi uma boa atividade recreativa para os alunos menos familiarizados com o estilo, como é o caso da idosa Maria Moraes, de 71 anos. “Eu faço de tudo  um pouco aqui na Melhor Idade, desde ginástica até Lian Gong. Eu já dancei muito na vida, quando era solteira. Eu estou aprendendo passinho agora. Antigamente era acostumada a dançar forró”, revela a moradora do Remanso Campineiro.

A psicóloga e coordenadora do CCMI Remanso, Fernanda Fadiga, explica o propósito da ação. “Buscamos a parceria do programa Viva Mais para trazer um aulão de flashback, como forma de despertar outro olhar nos idosos. Essa atividade também tem relação com a temática dos exercícios físicos, já que no dia 06 de abril comemoramos o Dia Mundial da Atividade Física”, comenta.

Fernanda Fadiga considera também que a promoção de ações conjuntas promovidas pelos diversos departamentos da Prefeitura facilita o acesso dos idosos a vários serviços públicos.  “Outro benefício que percebemos durante a atividade foi a integração multigeracional, já que a ação reuniu pessoas de diferentes idades. Os alunos do programa Viva Mais se empenharam em ajudar nossos idosos a executarem as danças, demonstrando muito carinho e paciência. Esse tipo de parceria com outras secretarias e serviços ofertados pela Prefeitura tem feito a diferença”, declara Fernanda Fadiga. 

Neste mês, uma das ações intersetoriais promovidas pela Prefeitura de Hortolândia foi a vacinação contra a gripe de mais de cem idosos cadastrados no CCMI Remanso. A ação contou com o apoio da Secretaria de Saúde.

Leia mais ...

Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência inicia divulgação em prédios públicos de Hortolândia

Objetivo é visitar unidades de ensino e de saúde para divulgar atuação do órgão

O Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de Hortolândia, órgão vinculado à Secretaria de Governo por meio do Departamento de Direitos Humanos, deu início, nesta sexta-feira (22/03), ao programa “Conselho em Ação”. O objetivo da ação é visitar todas as unidades da rede municipal de ensino e de Saúde a fim de apresentar a atuação do órgão autônomo e de compartilhar os canais de contato disponíveis. Durante a ação desta sexta, os conselheiros municipais visitaram duas unidades de ensino no Jd. Adelaide, a EMEF (Escola Municipal do Ensino Fundamental) Fernanda Grazielle Resende Covre e a EMEIF (Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental) Jd. Adelaide, além da UBS (Unidade Básica de Saúde) do bairro.

O programa “Conselho em Ação” foi aprovado por unanimidade em uma das reuniões mensais promovidas pelo Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de Hortolândia. A ideia é visitar todas as 68 unidades da rede municipal de ensino e as 17 UBSs para distribuir materiais impressos sobre a atuação do órgão. Como forma de ampliar a divulgação do conselho à população, os conselheiros municipais visitarão, semanalmente, comércios da cidade que apresentam grande fluxo de pessoas.

Para o presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de Hortolândia, Alexandre Amaro, as ações de divulgação buscam transmitir a mensagem de que o Conselho é um órgão atuante e disponível à população na defesa e garantia das políticas públicas voltadas à Inclusão Social. “Muitas pessoas desconhecem a existência do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, não sabem do que se trata e, por isso, acabam não nos procurando. Por isso, é importante divulgarmos a atuação do Conselho em todas as regiões da cidade. A atual gestão busca realizar atividades que englobem todas as pessoas com deficiência, dar apoio ao núcleo familiar como um todo, além de firmar parcerias com o Poder Público, para que, por meio dos esforços conjuntos, possamos colher bons frutos em prol dos Direitos da Pessoa com Deficiência”, esclarece Alexandre Amaro.

Carla Calili Camargo é a diretora da EMEF Fernanda Grazielle Resende Covre, uma das escolas visitadas no Jd Adelaide. “Vejo a atuação do Conselho da Pessoa com Deficiência como sendo de extrema importância para o nosso município, pois permite sensibilizar a sociedade civil e busca garantir direitos preconizados pela Legislação em vigor”, comenta.

O Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência é um órgão autônomo, de caráter paritário e permanente, consultivo e de deliberação colegiada que atua na proposição de políticas públicas destinadas às pessoas com deficiência. Atualmente, o órgão é formado por 20 membros titulares e 20 suplentes, representantes da Sociedade Civil e do Poder Público. A atual composição do Conselho foi definida por meio de eleição realizada em outubro do ano passado e será válida para o biênio 2023-2025.

 

Entre em contato com o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência pelos canais abaixo:

 

Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas

Tel: (19) 3897-1126

 

Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência

Presidente: Alexandre Amaro

Tel: (19) 98929-6786

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Instagram: @conselhomunicipalpcdh

Leia mais ...

Peça teatral sobre o Mês das Mulheres entretém idosos de Hortolândia

Evento cultural contou com apresentações de teatro, dança e coral

Conscientização social transmitida de uma maneira descontraída e divertida. Assim foi a tarde desta sexta-feira (15/03) para os idosos cadastrados nas duas unidades do CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade), órgão vinculado à Secretaria de Governo. A atividade cultural, organizada no Teatro Elizabeth Keller de Matos, no Jd. Amanda, contou com apresentações culturais e artísticas diversas. O evento compõe o “Março Delas”, conjunto de ações organizadas pela Prefeitura de Hortolândia em comemoração ao mês da mulher.

A ação cultural realizada no teatro do Jd. Amanda foi organizada pela Secretaria de Governo como forma de unir a temática do mês da mulher à conscientização sobre os direitos da pessoa idosa. Durante as atividades, o público pôde prestigiar e se divertir com atividades diversas, como apresentação teatral, danças e coral. As atrações artísticas foram organizadas pelo Departamento de Direitos Humanos e pelo CCMI.

Presente no teatro, o prefeito de Hortolândia, José Nazareno Zezé Gomes, exaltou a presença do público da melhor idade no evento. “Hoje viemos ao Jd. Amanda para celebrar o mês da mulher de uma forma leve e divertida. É muito gratificante ver este teatro lotado, com a presença dos nossos idosos cadastrados nos CCMIs. E é justamente esse o nosso propósito, levar os equipamentos públicos a todas as regiões da cidade, para que pessoas de todas as faixas etárias tenham acesso aos serviços públicos. Cuidar das pessoas, desde a criança à pessoa idosa, é o nosso maior compromisso”, enfatizou Zezé Gomes, ao mencionar o Novo PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), programa municipal que prevê a realização de mais de cem obras de infraestrutura para os próximos cinco anos. Uma dessas obras previstas é a construção de novas unidades do CCMI no Jd. Rosolém e no Jd. Amanda.

O momento mais aguardado pelo público foi a apresentação da peça teatral “Política Pública na Praça”, encenada por servidores vinculados ao Departamento de Direitos Humanos. Inspirada no clássico “A Praça é Nossa”, programa de humor consagrado na TV brasileira, a atuação conscientizou o público sobre os direitos da pessoa idosa. O palco cênico especialmente montado para a encenação foi a Praça  ngelo Perugini. O enredo contou com a representação da personagem Bizantina Scatamacchia Pinto, interpretada pelo assessor departamental do segmento da pessoa idosa, Evandro Ferreira Amaral. Conhecida nacionalmente pela alcunha de “Velha Surda”, a personagem divertiu o público com os trocadilhos e confusões com as palavras. Durante a peça, os atores apresentaram ao público a Cartilha do Idoso.

Para a idosa cadastrada no CCMI do Remanso Campineiro, Maria Azarias, o evento foi uma oportunidade para se divertir e se conscientizar sobre seus direitos. “Eu adorei a apresentação. Esta é a terceira vez que eu assisto a uma peça teatral, eu adoro teatro. Eu não conhecia os direitos apresentados na cartilha, conheci hoje”, afirmou a moradora do Jd. Minda.

Além da encenação teatral, o evento “Março Delas” contou com a apresentação do grupo de canto coral regido pela professora Carla Tossetto. Idosas cadastradas no CCMI demonstraram seus talentos artísticos com apresentações de danças no estilo passinho, forró e dança do ventre. Por fim, os idosos da Melhor Idade de Hortolândia apresentaram a peça “A Rica e A Pobre”. As mulheres presentes no teatro foram homenageadas pelo Departamento de Direitos Humanos com a entrega de rosas.

O Mês das Mulheres está recheado de atividades até o dia 28 de março em Hortolândia. Clique neste LINK para saber. Abaixo, estão as atividades realizadas nas unidades de saúde em diferentes regiões da cidade:

UBS São Bento - 19/03 - 7h30 - Palestra sobre o Dia da Mulher e café da manhã

UBS Jardim Rosolém - 20/03 - 8h - Palestra “Empoderamento Feminino”

UBS São Bento - 22/03 - 9h - Palestra sobre câncer de colo de útero, câncer de colorretal e endometriose

UBS São Jorge - 28/03 - 8h30 - Palestra, aula de lian gong, café da manhã e bingo 

 

Consulte mais imagens da atividade artística do Mês das Mulheres clicando neste LINK.

Leia mais ...

Prefeitura de Hortolândia inaugura parque adaptado no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Evento ocorreu no Observatório Ambiental Parque Escola, no Jd. Santa Clara 

Diversão para a família toda, atividades ao ar livre, apresentações artísticas e sensibilização do público sobre políticas públicas inclusivas. O Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, celebrado nesse domingo (03/12), foi marcado por mais uma ação promovida pela Prefeitura de Hortolândia por meio da campanha “Dias de Consciência, Ativismo e Cultura”. O evento, organizado pelo Departamento dos Direitos Humanos, vinculado à Secretaria de Governo, reuniu cerca de 600 pessoas, entre agentes públicos, entidades representativas e moradores da cidade, no OAPE (Observatório Ambiental Parque Escola), no Jd. Santa Clara do Lago II.

Durante a manhã desse domingo, o público que compareceu ao evento pôde apreciar as belezas naturais do parque socioambiental e se entreter com as atividades organizadas pela Prefeitura. A ação contou com a apresentação musical do Quinteto Cultura, grupo musical promovido pela Secretaria de Cultura, e de um grupo de percussão com instrumentos inclusivos, ligado à entidade social hortolandense “Luta Pela Vida”.

A inauguração do parque adaptado inclusivo às pessoas com deficiência se soma a outras intervenções de melhorias e revitalização executadas no Observatório Ambiental Parque Escola. A instalação dos equipamentos inclusivos foi uma proposição apresentada pela Secretaria de Governo por meio do segmento das políticas públicas voltadas às pessoas com deficiência. O objetivo é tornar acessível a prática esportiva para todos os públicos.

O prefeito de Hortolândia, José Nazareno Zezé Gomes, exalta as políticas inclusivas implementadas pela Administração Pública Municipal. "No Dia Internacional da Luta da Pessoa com Deficiência, Hortolândia vem cumprindo com o seu papel que é de cuidar das pessoas. Neste sentido, inauguramos mais um conjunto de brinquedos adaptados no município, desta vez no Observatório Parque Escola do Jardim Santa Clara do Lago. Além da inauguração, houve o ‘treinão’ da equipe Pernas Voluntárias, apresentação de balé adaptado, tenda de massagens e a apresentação do nosso Quinteto Cultura. Sem dúvida, foi uma manhã maravilhosa e que entra para a nossa história", comenta Zezé Gomes.

A assessora governamental do Departamento de Direitos Humanos, Adriana Ribeiro, destacas as ações organizadas pela Prefeitura. “O evento desse domingo compõe a ação Dias de Consciência, Ativismo e Cultura em comemoração a essa data tão significativa para o segmento das Pessoas com Deficiência. Além de contar com apresentações artísticas diversas, a ação marcou a entrega das pulseiras e cordões da campanha do ‘Girassol’, que tem o objetivo de sensibilizar o público sobre as doenças ocultas”, declarou Adriana Ribeiro.

A distribuição das pulseiras atende a uma legislação federal que formaliza o uso nacional da fita com desenhos de girassóis como identificação de pessoas com doenças ocultas, as que não podem ser percebidas de imediato. Ao todo, o Departamento de Direitos Humanos entregou 47 pulseiras e cordões de girassol. De acordo com o departamento, o propósito é promover a conscientização e reforçar a garantia de direitos, como o atendimento prioritário para pessoas com doenças ocultas, como surdez, autismo e deficiências intelectuais.

Além das atrações culturais, o público que compareceu ao OAPE participou da atividades recreativas organizada pelo Instituto Pernas Voluntárias, com o “Treinão Inclusivo” e o “Ballet inclusivo”. A presidente-fundadora do Instituto e assessora departamental do segmento das Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência do Departamento dos Direitos Humanos, Cristiane Rocha, reforça a importância de se combater o capacitismo, que é a discriminação e preconceito social contra pessoas com deficiência. “Praticar a inclusão é algo que está no nosso sangue. Ver o sorriso no rosto das pessoas com deficiência e constatar que elas podem e devem fazer as atividades que quiserem é algo muito gratificante. A participação de 300 voluntários do Pernas Voluntárias foi, sem dúvida, muito importante para a realização desse evento”, complementa Cristiane.

Embora pensado em conscientizar o público acerca da temática da inclusão social para as pessoas com deficiência, o evento contou com a conscientização sobre a questão da violência contra a mulher por meio das campanhas “21 Dias de Ativismo” e “Laço Branco” promovidas pelo Departamento da Mulher.

As tendas instaladas pelo Programa Viva Mais, de iniciativa da Secretaria de Governo, promoveram o bem-estar e autoestima do público com as sessões de auriculoterapia e de maquiagem. Moradores inscritos no Viva Mais de Hortolândia encantaram o público com apresentação de dança do tipo flashback.

Leia mais ...

Campanha “Dias de Ativismo, Consciência e Cultura” promove evento em celebração ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, neste domingo (03/12)

Atividades terão início a partir das 7h30, no Observatório Ambiental Parque Escola, no Jd. Santa Clara do Lago II

A Prefeitura de Hortolândia promove, neste domingo (03/12), mais uma ação da campanha “Dias de Consciência, Ativismo e Cultura”. Celebrada em virtude do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, o evento promoverá uma série de atividades inclusivas e recreativas ao público geral. O início das atividades está previsto a partir das 7h30, no OAPE (Observatório Ambiental Parque Escola), localizado na Rua Bolívia, 290, no Jd. Santa Clara do Lago II. O evento é uma organização da Secretaria de Governo, por meio do Departamento de Direitos Humanos, e conta, ainda, com o apoio do Departamento da Mulher e da Secretaria de Cultura.

Dar visibilidade às pessoas com deficiências e combater o capacitismo. Esse é o propósito do evento organizado em celebração ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, celebrado neste domingo (03/12). Entre as atividades programadas pelas equipes da Secretaria de Governo, o público poderá se informar, sensibilizar e se divertir com as diversas atividades recreativas que estimulam a inclusão social.

Uma dessas atividades é o “Treinão Inclusivo”, que será promovido pelo Instituto Pernas Voluntárias. A inclusão social também será manifestada por meio da música, com a apresentação de um grupo de percussão adaptada, representado pela entidade “Luta Pela Vida Hortolândia”. O público presente também poderá prestigiar uma apresentação de ballet inclusiva.

O evento em celebração ao Dia Internacional da Pessoas com Deficiência contará com dois momentos simbólicos. Primeiro, com o lançamento da ação “Cordão e Pulseira Girassol”, que sensibiliza o público sobre as deficiências invisíveis, com a entrega de cordões. O encontro também será marcado pela inauguração de brinquedos inclusivos no Observatório Ambiental Parque Escola.

A animação será garantida pelas apresentações musicais promovidas pela Secretaria de Cultura e pela dança de passinhos apresentada por membros do Projeto Viva Mais, vinculado à Secretaria de Governo. Além de se divertir, o público também poderá se sensibilizar sobre a temática da violência contra a mulher por meio da campanha “Laço Branco” e “21 Dias de Ativismo” promovidas pelo Departamento da Mulher de Hortolândia.

Proporcionar a inclusão social e estimular a proposição de políticas públicas voltadas às pessoas com deficiência é um dos compromissos da Administração Pública Municipal. Neste ano, a Prefeitura de Hortolândia implementou o Cadastro Municipal da Pessoa com Deficiência, que tem a finalidade de mapear as reais necessidades do segmento. Além disso, o Executivo Municipal realiza, nesta quinta-feira (30/11), a eleição dos membros do Conselho Municipal das Pessoas com Deficiência para o biênio 2023-2024.

 

SERVIÇO

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Realização: “Dias de Ativismo, Consciência e Cultura”

Data: domingo, 03 de dezembro de 2023

Horário: a partir das 7h30

Local: OAPE (Observatório Ambiental Parque Escola)

Endereço: Rua Bolívia, 290, no Jd. Santa Clara do Lago II

Leia mais ...

Eleição do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência será nesta quinta-feira (30/11)

População poderá votar nas unidades do CCMI Remanso e do Jd. Amanda

A Prefeitura de Hortolândia realiza, nesta quinta-feira (30/11), por meio do Departamento de Direitos Humanos, órgão vinculado à Secretaria de Governo, a eleição do membros titulares e suplentes do CMPD (Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência) para o biênio 2023-2024. Para participar do pleito, moradores de Hortolândia poderão comparecer, das 9h30 às 18h, em uma das unidades do CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade). O CCMI Remanso está localizado na Rua Euclides Píres, 200, na região central. Já o CCMI do Jd. Amanda localiza-se na Rua Tarsila do Amaral, 640. Os eleitores deverão ter 16 anos ou mais, levar um documento com foto e comprovante de endereço.

Cada eleitor poderá votar em um representante de cada um dos seis segmentos de pessoas com deficiência (consulte a lista dos candidatos abaixo). Os eleitores também elegerão três representantes das OSC’s (Organização da Sociedade Civil) e um representante da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

Regulamentado pela Lei Municipal 4.180 de setembro de 2023, o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de Hortolândia é um órgão autônomo de natureza permanente, consultiva e deliberativa que atuará na proposição de políticas públicas voltadas às pessoas com deficiência no município. A eleição desta quinta-feira (29/11) elegerá dez membros titulares representantes da sociedade civil. O conselho também contará com dez membros titulares indicados pelo Poder Executivo. Todos os membros titulares possuirão membros suplentes.

O Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência terá como finalidade a formulação de estratégias e controle social da execução das ações e políticas públicas municipais destinadas às pessoas com deficiência. Entre as atribuições do conselho estão as de articular políticas públicas, acompanhar a elaboração orçamentária para o segmento, fomentar a participação de pessoas com deficiência na vida comunitária, além de promover ações sociais que visem o combate do capacitismo.

 

Consulte abaixo a lista completa dos candidatos do CMPC

 

Representantes da Sociedade Civil

Nathalia Jacob Dudzevich – Deficiência Auditiva

Robson José da Silva – Deficiência Física

Leonardo Augusto Ferreira – Deficiência Física

Luciano Rosa da Silva – Deficiência Física

Marcia Felipe de Oliveira – Deficiência Física

Elisa Rodrigues Guimarães – Transtorno do Espectro Autista

Regiane Marques de Souza -  Transtorno do Espectro Autista

Priscila Silvana de Paula Silva - Transtorno do Espectro Autista

Ronildo Alves da Silva – Deficiência Visual

Vania Ap. D. M. Kryvcun – Deficiência Visual

Nicéia Tenório – Deficiência Intelectual

Andrea Ferreira – Deficiência Intelectual

Eliane Aparecida da Silva – Deficiência Múltipla

Ivonete de Moraes – Deficiência Múltipla

 

Representantes Organizações da Sociedade Civil

Elivan R. de Novaes – CADEFI

Milene Maciel Godoy – APAE

Gilberto R. G. da Silva – Instituto Pernas de Aluguel

Rosângela Ribeiro Rocha – AMAAH

Paula Neves – AHDV

 

Representante OAB

Paula Pereira

Leia mais ...