Menu


Hortolândia aprova projeto do viaduto na Vila Real a ser construído pela RUMO

  • Publicado em Obras

Prefeitura enviou de volta o projeto à concessionária na quinta-feira (24/08)

O viaduto sobre a via férrea na região da Vila Real começa a se tornar realidade. A Prefeitura de Hortolândia aprovou o projeto executivo elaborado pela concessionária Rumo Logística, que será responsável pela construção. A Administração Municipal enviou de volta o projeto à empresa na sexta-feira (25/08). A Rumo havia enviado o projeto à Prefeitura no dia 17 deste mês, para avaliação.

O projeto foi avaliado e aprovado pelas Secretarias de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, de Obras e de Mobilidade Urbana. As três secretarias fizeram observações de cunho técnico ao projeto, mas que não resultam em alterações do mesmo.

Com o projeto aprovado pela Prefeitura, cabe agora a Rumo iniciar a obra de construção do viaduto. Em reunião realizada com o prefeito José Nazareno Zezé Gomes em março deste ano, a Rumo Logística disse que a expectativa é iniciar a construção do viaduto ainda neste ano. Ainda de acordo com a concessionária, a previsão é que a obra demore 15 meses.

O viaduto fará a ligação entre as avenidas São Francisco de Assis e Santana, na região da Vila Real. De acordo com dados da Secretaria de Mobilidade Urbana, no local passam, por dia, em torno de 24.000 veículos. O viaduto será importante também para evitar acidentes no local.

Leia mais ...

Hortolândia receberá projeto executivo de viaduto da Rumo na próxima semana, anuncia prefeito

Anúncio foi feito durante evento de entrega da obra de revitalização do Centro Poliesportivo Nélson Cancian, na manhã desta quinta-feira (10/08)

O sonho da construção do viaduto sobre a linha férrea na Vila Real, em Hortolândia, está um pouco mais perto de ser realizado. Em uma semana, a Prefeitura espera receber da Rumo Logística, concessionária que administra a malha ferroviária que corta o município, o projeto executivo da obra. O anúncio à comunidade local foi feito pelo prefeito José Nazareno Zezé Gomes, na manhã desta quinta-feira (10/08), durante a cerimônia de entrega da primeira etapa da reforma e da revitalização do Centro Poliesportivo “Nélson Cancian”.

“Assim que aprovarmos o projeto, em seguida entra no processo de desocupação para poder iniciar a obra. Já fizemos algumas estruturas necessárias para a construção do viaduto, que era obrigação da Prefeitura. Tem ainda uma rotatória a ser feita, que está dentro do projeto, e já está licitada também”, afirmou Zezé Gomes, animado ao falar das benfeitorias realizadas e também previstas para a região, cortada pela linha férrea.

A obra é muito aguardada na cidade, pois evitará acidentes no trecho da passagem em nível (local onde a ferrovia se encontra com a rodovia ou com uma passagem de pedestres). Segundo dados da Secretaria de Mobilidade Urbana, apresentados por Zezé, o trecho recebe cerca de 24 mil veículos por dia. “A construção do viaduto possui uma importância gigantesca para o desenvolvimento de toda essa grande região. Lembro ainda que com as obras de construção, faremos a duplicação da Avenida Santana e a nossa meta é retirar o terminal de ônibus da Santana para que o fluxo possa ser linear. Estamos trabalhando nisso e em breve teremos novidades”, afirmou ele, em reunião com representantes da Rumo, em março passado.

 

Do lado de cima da linha

Durante o evento, o prefeito ressaltou a atenção dada pela Prefeitura às regiões localizadas acima da linha férrea, como a da Vila Real e Nova Hortolândia e, também, a região do Novo Ângulo. “Hoje, posso dizer que a Prefeitura atravessou a linha. Com o projeto de cidade inteligente e sustentável, trabalhamos para que o desenvolvimento econômico e social ocorra de maneira equilibrada”, disse, ao lembrar obras como a duplicação da avenida São Francisco de Assis, a revitalização da avenida Thereza Ana Ceccon Breda, e a implantação de portais nessas avenidas. Zezé Gomes lembrou ainda que a construção do Superviário ligou as regiões da Vila Real com a do Novo Ângulo e que entre estas duas regiões está em fase de conclusão o novo Paço Municipal, que será considerado um dos mais modernos do Brasil.

Leia mais ...

Prefeitura de Hortolândia recupera área degradada com obra de canalização na Vila Real

  • Publicado em Obras

Inauguração na manhã desta terça-feira (30/05) também marcou entrega de pista de caminhada e ciclovia

Hortolândia comemorou seus 32 anos com a entrega de várias obras em diferentes regiões ao longo deste mês. Na manhã desta terça-feira (30/05) foi a vez da Vila Real, onde a Prefeitura inaugurou a canalização de um córrego de um afluente do ribeirão Jacuba. A cerimônia contou com as participações do prefeito José Nazareno Zezé Gomes, dos secretários de Obras, Sergio Torrecilas, e de governo, Carlos Augusto César “Cafu”.

A Prefeitura realizou no local obra para recuperar uma área degradada, onde era feito descarte irregular de lixo e resíduos, e transformá-la em espaço agradável de lazer e convivência. Os trabalhos começaram com a canalização do leito de um córrego, que é afluente do Ribeirão Jacuba. A canalização, feita em concreto, tem 441 metros de extensão. Depois foi feita a construção e pavimentação de um viário de 187 metros de extensão, ligando as ruas Atévio Alves Moreira e Benedita Rosa da Silva. 

Também foram construídas no local pista de caminhada e ciclovia com 1.050 metros de extensão. Também foram feitos plantio de grama e de mudas de árvores às margens da canalização. 

O prefeito Zezé Gomes destacou que o impacto da obra na melhoria da qualidade de vida da população local. “Essa obra tem um sentido diferente. Acabamos com o sofrimento dos moradores do entorno. Antes, aqui era um córrego sujo. A Prefeitura trabalha para conscientizar as pessoas para que façam o descarte correto de lixo e resíduos”, reforçou Zezé. Mais melhorias serão implementadas no local. De acordo com o prefeito, no segundo semestre deste ano o local receberá iluminação em LED. 

O secretário de Obras, Sergio Torrecilas, destacou o grau de dificuldade da obra. “Essa foi uma das obras mais díficeis e complicadas que a Prefeitura realizou com os recursos obtidos por meio do empréstimo com a CAF (Corporação Andina de Fomento). Aqui foram plantadas 1.700 mudas de árvores, que daqui há três, quatro anos vão crescer e deixar o lugar mais embelezado”, enalteceu o secretário.

O secretário de Governo, Carlos Augusto Cesar  “Cafu”, lembrou que a obra foi possível graças à atuação do falecido ex-prefeito Angelo Perugini. “O Angelo foi muito criticado na época em que foi buscar o empréstimo com a CAF. Fazer obra é fácil. O difícil é cuidar das pessoas, e isso é o diferencial da nossa Administração. Com planejamento, fazemos obras que estão mudando a vida das pessoas. E mais obras virão, uma vez que a Prefeitura já recebeu o OK do governo federal para o novo empréstimo do Fonplata (Fundo Financeiro para Desenvolvimento do Tratado da Bacia do Prata)”, destacou o secretário.

Leia mais ...

Rua 10, na Vila Real, recebe últimos preparativos para inauguração

  • Publicado em Obras

Prefeitura fará entrega da obra nesta terça-feira (30/05), às 9h; obra incluiu recuperação de uma área degradada e canalização de afluente do Ribeirão Jacuba

A Prefeitura continua a comemorar o aniversário de Hortolândia com a finalização de obras importantes para a população. Uma delas é a da rua 10, na região da Vila Real, que será inaugurada, nesta terça-feira (30/05), às 9h.

Após a conclusão da obra pela empresa contratada, a Secretaria de Serviços Urbanos entrou em ação nesta semana para realizar os últimos preparativos. Na esquina da ruas Ana Profetisa da Silva e Vinte e Um, que fica no entorno da obra, as equipes da secretaria executaram serviços de zeladoria, tais como roçagem, corte, poda de mato e árvores, limpeza de bueiros e troca das tampas. Também foram realizados plantio de grama e jardinagem. Para garantir a segurança de pedestres, as equipes reformaram a calçada e o guarda-corpo existente no local. 

CANALIZAÇÃO

A Prefeitura de Hortolândia realizou no local obra para recuperar uma área degradada e transformá-la em espaço agradável de lazer e convivência. Os trabalhos começaram com a canalização do leito de um córrego, que é afluente do Ribeirão Jacuba. A canalização, feita em concreto, tem 441 metros de extensão. Depois foi feita a construção e pavimentação de um viário de 187 metros de extensão, ligando as ruas Atévio Alves Moreira e Benedita Rosa da Silva. O espaço também terá iluminação em LED.

Também foram construídas pista de caminhada e ciclovia com 1.050 metros de extensão. De acordo com o Departamento de Projetos e Orçamentação da Secretaria de Obras, a pista de caminhada e a ciclovia foram construídas ao longo da canalização, estendendo-se até o “Superviário”, maior complexo viário da cidade que teve trechos entregues pela Prefeitura. 

A canalização do córrego é do tipo aberta. Nos trechos do emboque e desemboque (entrada e saída), o canal tem um “bolsacreto”, sistema de construção com bolsas que servem de proteção das margens, contenção de taludes e encostas. O objetivo da Administração Municipal com a obra é oferecer à comunidade local mais segurança e qualidade de vida.

Leia mais ...

Rua 10 na Vila Real passa por limpeza geral e recebe retoques finais

  • Publicado em Obras

Prefeitura de Hortolândia inaugurar área recuperada na região no fim deste mês

Melhorar a qualidade de vida da população é uma das prioridades de Hortolândia. Prova disso é que Prefeitura finalizou as obras na rua 10, na região da Vila Real. Nesta semana, a empresa contratada pela Administração Municipal dá os últimos retoques com a execução de plantio de grama e limpeza geral no local. A Prefeitura entregará a rua 10 no fim deste mês. A inauguração integra a programação comemorativa dos 32 anos de emancipação política do município.

As obras para recuperar uma área degradada no local e transformá-la em espaço agradável de lazer e convivência começou com a canalização do leito de um córrego, que é afluente do Ribeirão Jacuba. A canalização, feita em concreto, tem 441 metros de extensão. Depois foi feita a construção e pavimentação de um viário de 187 metros de extensão, ligando as ruas Atévio Alves Moreira e Benedita Rosa da Silva. O espaço também terá iluminação em LED.

Também foram construídas pista de caminhada e ciclovia com 1.050 metros de extensão. De acordo com o Departamento de Projetos e Orçamentação da Secretaria de Obras, a pista de caminhada e a ciclovia foram construídas ao longo da canalização, estendendo-se até o “Superviário”, maior complexo viário da cidade que teve trechos entregues pela Prefeitura. 

A canalização do córrego é do tipo aberta. Nos trechos do emboque e desemboque (entrada e saída), o canal tem um “bolsacreto”, sistema de construção com bolsas que servem de proteção das margens, contenção de taludes e encostas. O objetivo da Administração Municipal com a obra é oferecer à comunidade local mais segurança e qualidade de vida.

Leia mais ...

Obra da rua 10 na Vila Real é finalizada com instalação de cerca de proteção

  • Publicado em Obras

Área recuperada pela Prefeitura recebeu canalização de córrego e ciclovia

A Prefeitura de Hortolândia dá o toque final para concluir as obras da rua 10 para recuperar uma área degradada na Vila Real. Nesta semana, a empresa contratada pela Administração Municipal continua com o trabalho de instalação de uma cerca com mourão de concreto ao longo do córrego que foi canalizado no local.

De acordo com a empresa, a cerca é colocada como medida de segurança. O objetivo é evitar o acesso do público ao talude do córrego canalizado. O cronograma da empresa prevê que a obra será finalizada no início de maio. 

SAIBA MAIS SOBRE A OBRA

A obra de recuperação de uma área degradada em espaço agradável de lazer e convivência na região da Vila Real começou pela canalização, em concreto, de 441 metros de extensão do leito de um córrego, que é afluente do Ribeirão Jacuba. Depois foi feita a construção e pavimentação de um viário de 187 metros de extensão, ligando as ruas Atévio Alves Moreira e Benedita Rosa da Silva. O espaço também terá paisagismo, plantio de árvores e iluminação em LED.

A pista de caminhada e a ciclovia terão ao final 1.050 metros de extensão. De acordo com o Departamento de Projetos e Orçamentação da Secretaria de Obras, elas foram construídas ao longo do sistema e da canalização, estendendo-se até o “Superviário”, maior complexo viário da cidade entregue recentemente pela Prefeitura. A canalização do córrego é do tipo aberta. Nos trechos do emboque e desemboque (entrada e saída), o canal tem um “bolsacreto”, sistema de construção com bolsas que servem de proteção das margens, contenção de taludes e encostas. O objetivo da Administração Municipal com a obra é oferecer à comunidade local mais segurança e qualidade de vida.

Leia mais ...