Menu


Ponte Estaiada ganha iluminação especial, em alusão ao “Junho Violeta”

Ação, iniciada nesta quinta-feira (02/06), chama atenção para o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, no dia 15 deste mês

 

A Ponte da Esperança, em Hortolândia, trocou o amarelo, da conscientização por mais segurança viária, pelo violeta. A mudança na iluminação aconteceu na noite desta quinta-feira (02/06) e permanecerá ao longo do mês.

Como nas campanhas anteriores, a ideia da Prefeitura é utilizar um dos principais cartões postais de Hortolândia para sensibilizar e conscientizar a população com relação a um tema relevante. Desta vez, o que está em pauta é a questão da violência contra a pessoa idosa. Criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa, em 2006, o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa acontece em 15 de junho.

Melhor Idade de Hortolândia realiza ato de conscientização

Os Centros de Convivência da Melhor Idade do Remanso Campineiro e do Jardim Amanda farão, no dia 15 de junho, Dia Mundial da Conscientização sobre a Violência Contra Pessoa Idosa, uma ação junto com a comunidade com  a distribuição de panfletos alusivos à proteção e criminalização de atos de violência contra pessoas com 60 anos ou mais. A ação conta com apoio da Secretaria de Governo, por meio do Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres.

“A data é um momento onde o mundo se manifesta contra os abusos e sofrimentos recebidos pelas gerações mais velhas. A conscientização é importante e denunciar esse tipo de crime é fundamental”, destacou a psicóloga e coordenadora do Centro de Convivência da Melhor Idade do Remanso Campineiro, Fernanda Fadiga.

A violência contra o idoso pode ser definida como um ato único, repetido ou a falta de ação apropriada, ocorrendo em qualquer relacionamento em que exista uma expectativa de confiança que cause dano ou sofrimento a uma pessoa idosa. “É uma questão social global que afeta a saúde e os direitos humanos de milhões de idosos em todo o mundo e que merece a atenção especial da comunidade”, avaliou Fernanda.

O abuso de idosos ocorre, geralmente, sem que haja reconhecimento ou resposta, pois, até recentemente, esse grave problema social estava oculto à vista do público e era considerado um assunto privado. “Ainda hoje, o abuso de idosos continua sendo um tabu, subestimado e ignorado pela sociedade. No entanto, há evidências que indicam que o abuso de idosos é um importante problema de saúde pública e social”, disse a coordenadora.

A Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos registrou 39.333 denúncias de violência contra idosos no Brasil apenas no primeiro semestre deste ano. O número corresponde a 215 casos por dia e representa mais de 26% do total de relatos recebidos pelo Disque 100, Ligue 180 e aplicativos de Direitos Humanos administrado pelo Governo Federal.

Leia mais ...

Em alusão ao “Maio Amarelo”, Ponte Estaiada ganha iluminação especial

Iniciada nesta segunda-feira (02/05), ação chama atenção para a campanha em prol de mais segurança no trânsito em Hortolândia

Desde esta segunda-feira (02/05), a Ponte da Esperança está iluminada de amarelo. Ao longo do mês, o cartão postal de Hortolândia busca chamar a atenção da comunidade para a campanha “Maio Amarelo”, de conscientização por mais segurança viária. As atividades fazem parte das ações em comemoração pelo aniversário de 31 anos de Hortolândia, que será celebrado no dia 19 de maio.

A Prefeitura entra no mês mais importante para a segurança viária com atividades programadas.  Agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana distribuirão folhetos informativos para motoristas nas principais vias da cidade, a partir desta semana. Ao longo de maio, a programação continua com o 4º Seminário de Segurança Viária e o passeio ciclístico "Vem de Bike", no Parque Socioambiental Chico Mendes e outras ações. O objetivo é de conscientizar motoristas e pedestres sobre a importância da segurança no trânsito para preservar vidas. 

Para salvar vidas no trânsito, a Prefeitura realiza, desde 2017, uma série de ações, que vão de atividades educativas com motoristas e pedestres, reforço na sinalização, até a implantação de radares controladores de velocidade, principal medida adotada pela Administração Municipal para a redução de mortes no trânsito da cidade. Os dispositivos começaram a funcionar em janeiro de 2019. Além disso, a cidade recebe, periodicamente, um mutirão de Tapa-Buraco em todas as regiões. Outra medida importante é a instalação dos painéis eletrônicos informativos nos portais de entrada e saída da cidade e investimentos na malha cicloviária.

Leia mais ...

Ponte Estaiada ganhará outro tom de azul em homenagem à campanha de conscientização sobre a insuficiência adrenal

Iluminação especial será feita pela Prefeitura de Hortolândia neste sábado (23/04)

A Ponte da Esperança, a Ponte Estaiada de Hortolândia, exibirá um outro tom de azul neste sábado (23/04). Com a ação, a Prefeitura visa chamar a atenção da comunidade para uma doença ainda pouco conhecida: a insuficiência adrenal. 

Segundo relatório de recomendação da Conitec (Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde), com protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas, publicado em agosto de 2020, a insuficiência adrenal (IA) é considerada uma doença rara, que pode se manifestar de maneira aguda ou crônica, sendo “caracterizada pela falência da glândula adrenal na produção do hormônio cortisol (um glicocorticoide), podendo também afetar a produção de aldosterona (um mineralocorticoide). É uma condição grave e potencialmente fatal devido ao papel central desses hormônios na regulação do metabolismo”.  Outras informações estão disponíveis no seguinte link: http://conitec.gov.br/images/Consultas/Relatorios/2020/Relatorio_PCDT_Insuficiencia_Adrenal_CP_39_2020.pdf.

Desde o começo deste mês, a Ponte Estaiada está iluminada de azul, em razão do “Abril Azul”, mês em que se celebra o Dia Mundial do Autismo (02/04). O TEA (Transtorno do Espectro Autista) é “uma condição de saúde caracterizada por déficit em duas importantes áreas do desenvolvimento: comunicação social e comportamento. Não há só um tipo de autismo, mas muitos subtipos, que se manifestam de uma maneira única em cada pessoa. Tão abrangente que se usa o termo ‘espectro’, pelos vários níveis de comprometimento — há desde pessoas com outras doenças e condições associadas (comorbidades), como deficiência intelectual e epilepsia, até pessoas independentes, com vida comum, algumas nem sabem que são autistas, pois jamais tiveram diagnóstico”, afirma a Revista Autismo.

 

Leia mais ...

Hortolândia ilumina Ponte da Esperança de azul em homenagem ao mês do autismo

Iluminação especial, feita pela Prefeitura, celebra o “Abril Azul”

A fim de chamar a atenção das pessoas, provocando o debate em torno do TEA (Transtorno do Espectro Autista), a Prefeitura de Hortolândia iluminou de azul a Ponte da Esperança, um dos principais cartões postais da cidade. De acordo com a Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, o equipamento viário ganhou iluminação especial desde a última sexta-feira (01/04) e assim ficará durante todo o mês, em razão do “Abril Azul”, mês em que se celebra o Dia Mundial do Autismo (02/04).

O autismo é “uma condição de saúde caracterizada por déficit em duas importantes áreas do desenvolvimento: comunicação social e comportamento. Não há só um tipo de autismo, mas muitos subtipos, que se manifestam de uma maneira única em cada pessoa. Tão abrangente que se usa o termo ‘espectro’, pelos vários níveis de comprometimento — há desde pessoas com outras doenças e condições associadas (comorbidades), como deficiência intelectual e epilepsia, até pessoas independentes, com vida comum, algumas nem sabem que são autistas, pois jamais tiveram diagnóstico”, afirma a Revista Autismo.

De acordo com o Setor dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Diretoria de Direitos Humanos, existem cerca de 150 alunos com Transtornos do Espectro do Autismo matriculados na rede municipal de ensino, atualmente, acompanhados pelo Setor de Educação Especial e Inclusiva. Professores do AEE (Atendimento Educacional Especializado) e demais profissionais da Educação recebem formação específica promovida periodicamente pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. Outro serviço prestado pela Administração Municipal é emissão gratuita da CIA (Carteira de Identificação do Autista) pelo Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres, órgão da Secretaria de Governo. Até o momento, já foram emitidas 129 carteirinhas. Pais, responsáveis ou a própria pessoa com TEA podem solicitar à Prefeitura o documento no HORTOFÁCIL, central de serviços municipais, localizada na Rua Argolino de Moraes, 405, na Vila São Francisco. Basta ir ao órgão, das 8h30 às 12h, às terças e quintas-feiras.

Algumas dicas para lidar com pessoas com TEA:

• Tenha paciência, persistência, amor e procure compreender o que cada comportamento quer te dizer;

• Não faça por ele, estimule-o a executar a tarefa;

• Estabeleça rotina – de preferência visuais; aos poucos, vá acrescentando outras tarefas;

• Sempre que a rotina for alterada, converse antecipadamente sobre a mudança;

• Procure descobrir o que o incomoda – sons altos, muitas luzes, sabores de alimentos, multidões etc;

• Procure descobrir seus interesses; este será o caminho para você se aproximar e ajudá-lo a desenvolver-se;

• Procure respeitar quando perceber que ele precisa ficar sozinho, ou repetir movimentos ou palavras, compreenda que ele utiliza deste comportamento para reequilibrar-se;

• Brincar de esconde-esconde (aqui você tem que pensar onde seria difícil pra outra pessoa te encontrar, tem que prever acontecimentos);

• Ofereça brinquedos, jogos diferentes;

• Mostre-o no espelho;

• Estimule-o na coordenação motora global, equilíbrio, percepções, sentidos, etc;

• Construa bonecos com diversos materiais e diversas texturas;

• Brincar de teatro (cada um é uma personagem e juntos podem construir como ela pensa, age, veste);

• Jogo de mímica em que um finge que é algo para outro adivinhar (a criança tem que se colocar no lugar da personagem, animais, para imitá-lo);

• Jogo de perguntas para dedução (a criança vai ter que analisar as perguntas para ver qual resposta se encaixa melhor);

• Planejar programas em família! (pensar no que cada um gostaria, no que pode acontecer e prevenir se pode acontecer algo inesperado como uma chuva… se acontecer, o que fazer?);

• Adivinhações e enigmas (o que é o que é, qual é a música, qual é o filme, brincar de detetive);

• Piadas;

• Ver filmes, desenhos ou novelas juntos para explicar as brincadeiras (senso de humor) e o sarcasmo e também os sentimentos (porque a personagem chorou ou ficou preocupada?);

• Colocar figuras em ordem para formar uma historinha (previsibilidade);

• Quebra cabeças (previsibilidade);

• Jogos de tabuleiros (previsibilidade, esportiva, saber lidar com frustração e espera).

• Jogos geradores de conversas como o Puxa Conversa e o que você faria se...

• Playmobil (Se colocar no lugar de personagens em castelos, florestas, etc)

• Vídeo game, tablet (previsibilidade, frustração, persistência – junte-se a ele, não o deixe isolado)

• Criar funções diferentes para o mesmo objeto (banana vira telefone, vira uma meia lua, etc)

• Desenhar rostos no quadro ou caderno de acordo com o sentimento falado ou a história contada; na escola procure trabalhar sempre que possível dentro do mesmo conteúdo que está sendo oferecido para sala, talvez seja necessário diversificar as estratégias.

Leia mais ...

"Setembro Roxo": Ponte da Esperança está iluminada na cor roxa para conscientização sobre Fibrose Cística

Ação tem o objetivo de chamar atenção para prevenção e diagnóstico precoce da doença

A iluminação decorativa da Ponte da Esperança (estaiada) contribui para a divulgação de campanhas importantes para a sociedade. De acordo com a Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica da Prefeitura de Hortolândia, a ponte está iluminada na cor lilás para marcar o "Setembro Roxo" de conscientização, prevenção e combate a Fibrose Cística. Ações administrativas do "Setembro Roxo" são necessárias em atenção a Lei 3.706 de 26 de novembro de 2019.

A Fibrose Cística é uma doença genética crônica que afeta principalmente pulmões, pâncreas e o sistema digestivo. A doença atinge aproximadamente 70 mil pessoas em todo mundo.

PONTE ILUMINADA

O sistema de iluminação decorativa da Ponte da Esperança foi instalado na estrutura, de forma permanente, em 2019. Os equipamentos têm a possibilidade de mudar de cor, conforme a programação, marcando o comprometimento da Administração Municipal com diversas causas sociais ou datas comemorativas, como o Natal e a campanha Outubro Rosa de prevenção ao câncer de mama.

De acordo com informações da Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, os refletores do sistema de iluminação decorativa ficam instalados nos estais, no pilar central e na base inferior, com iluminação direcionada às colunas.

 

Leia mais ...

"Semana da Pátria": Ponte da Esperança ficará nas cores verde e amarela para celebrar Independência do Brasil

Ponte ficará decorada nas cores do Brasil por uma semana

A iluminação decorativa da Ponte da Esperança (estaiada) ganhará, na noite desta sexta-feira (03/09), as cores verde e amarela. De acordo com a Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, a iniciativa da campanha tem como objetivo comemorar os 199 anos de independência do Brasil em relação ao Império Português. A Ponte da Esperança, que está iluminada de lilás desde agosto, pela campanha de combate à violência contra a mulher, permanecerá com as cores do país até o dia 10 deste mês.

Para relembrar as aulas de história no ensino médio: A Independência do Brasil foi declarada em 7 de setembro de 1822, por Dom Pedro I,  quando aconteceu o famoso Grito do Ipiranga: Independência ou morte, às margens do Rio Ipiranga em São Paulo. O gesto representou o fim do domínio português sobre o Brasil.

PONTE ILUMINADA

O sistema de iluminação decorativa da Ponte da Esperança foi instalado na estrutura, de forma permanente, em 2019. Os equipamentos têm a possibilidade de mudar de cor, conforme a programação, marcando o comprometimento da Administração Municipal com diversas causas sociais ou datas comemorativas, como o Natal e a campanha Outubro Rosa de prevenção ao câncer de mama.

De acordo com informações da Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, os refletores do sistema de iluminação decorativa ficam instalados nos estais, no pilar central e na base inferior, com iluminação direcionada às colunas.

 

Leia mais ...