Menu


Preparação para vestibulares movimenta empréstimos na Biblioteca Municipal de Hortolândia, em outubro

Diante da aplicação do ENEM, biblioteca registra livros preparatórios no topo do ranking

A preparação para o maior vestibular do país movimentou os empréstimos na Biblioteca Municipal Terezinha França de Mendonça Duarte. É o que aponta o ranking organizado pela biblioteca em relação aos livros mais emprestados durante o mês de outubro. A aplicação do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), neste mês, resultou nos empréstimos de títulos como o clássico do realismo literário brasileiro, o Romance “Dom Casmurro”, de Machado de Assis, e o livro de gramática de Nílson Teixeira. O ranking também apresenta uma obra literária do gênero fantasia e um clássico da literatura infantojuvenil (consulte o ranking completo abaixo).

Estudar para o vestibular mais popular do país exige uma preparação sólida, sobretudo no que diz respeito ao desenvolvimento das linguagens, códigos e suas tecnologias, uma das competências cobradas pelo ENEM. Com esse propósito, o livro “Gramática completa para concursos e vestibulares” se tornou o segundo livro mais emprestado pela Biblioteca Municipal de Hortolândia. Além de apresentar conceitos teóricos sobre fonemas, morfologia e sintaxe da Língua Portuguesa, o manual contém mais de 500 testes com respostas comentadas pelo professor Nílson Teixeira de Almeida. 

No ranking organizado pela Biblioteca Central Terezinha Mendonça, uma das obras mais aclamadas mundialmente do gênero infantojuvenil continua no topo da lista. “Diário de um Banana: Rodrick é o Cara” estimula a imaginação e percepção visual dos leitores infantis por meio de várias ilustrações, anotações e recortes no meio da escrita. O livro, que utiliza uma narrativa universal para retratar os dilemas e problemas típicos da pré-adolescência, compõe a série de Jeff Kinney, coleção que já vendeu mais de 40 milhões de exemplares ao redor do mundo. 

O coordenador da Biblioteca Municipal de Hortolândia, Rafael Antônio da Silva, analisa o perfil dos leitores. “O ranking da leitura de outubro traz o ‘Diário de um Banana’ que é nosso campeão de empréstimos na biblioteca e outros livros títulos que são reflexo do público frequentador da biblioteca, jovens em idade escolar e vestibulandos, o que mostra que a biblioteca é equipamento que os jovens buscam não somente para a leitura de entretenimento, mas também como um recurso para se prepararem para os estudos e vestibulares. Também podemos destacar o título ‘A crise no Islã: guerra santa e terror profano’, que provavelmente despertou o interesse dos leitores devido a relação com temas atuais como os conflitos na Faixa de Gaza”, opina Rafael Antônio.

 

CADASTRO

Atualmente, a biblioteca tem mais de 6.000 leitores cadastrados. Para quem ainda não é usuário, o cadastro pode ser feito on-line por meio deste LINK. Quem preferir, também pode fazer o cadastro presencialmente na biblioteca. É necessário foto e cópias da Carteira de Identidade e de um comprovante de endereço. 

Menores de idade devem levar a cópia da Carteira de Identidade do pai, mãe ou responsável, e autorização assinada por algum deles. Pessoas que não moram na cidade também podem fazer o cadastro. Para isso, elas devem comprovar ter algum vínculo com a cidade (trabalho ou estudo). 

Inicialmente, o usuário é cadastrado na categoria Leitor Comum. Se ele for um leito assíduo, com o tempo pode subir para as categorias Leitor Vip e Leitor Prime. O acervo da biblioteca tem mais de 17.000 obras, e pode ser consultado por meio deste site

A Biblioteca Municipal Terezinha França de Mendonça Duarte está localizada na rua Luiz Camilo de Camargo, 581, região central, no piso inferior do Open Shopping. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Para mais informações, os usuários e o público podem entrar em contato com a biblioteca pelo telefone (19) 3887-1684, pelo BiblioZap, ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

 

Consulte o ranking dos livros mais emprestados em outubro pela Biblioteca Municipal de Hortolândia:

Ranking dos livros mais emprestados – Outubro de 2023

Biblioteca Municipal Terezinha França de Mendonça Duarte

Título

Autor

Diário de um banana : Rodrick é o cara

Jeff Kinney

Gramática completa para concursos e vestibulares : mais de 500 testes com respostas comentadas

Nílson Teixeira de Almeida

Dom Casmurro

Machado de Assis

Insânia: nos domínios do pesadelo

Felipe Nani

Ano um : crônicas da escolhida : livro 1

Nora Roberts

Divergente : uma escolha pode te transformar

Veronica Roth

O jogo do amor / ódio

Sally Thorne

Diário de um banana : as memórias de Greg Heffley

Jeff Kinney

The ice boy

Patricia Elliott

Historia da pintura ocidental : um guia para jovens

Juliet Heslewood

A crise do Islã: guerra santa e terror profano

Bernard Lewis

Olhos azuis, cabelos pretos

Marguerite Duras

Murder by art

Janet McGiffin

Piadinhas e cia

Luciana Garcia

Me poupe! : 10 passos para nunca mais faltar dinheiro no seu bolso /

Nathalia Arcuri

O mundo de Sofia : romance da história da filosofia

Jostein Gaarder

Meninos não entram

Michelle Medlock Adams

Pai rico, pai pobre para jovens : o que a escola não ensina sobre dinheiro

Robert T. Kiyosaki

O encontro inesperado

Lucius (Espírito)

Os segredos dos homens mais ricos do mundo : realize seus sonhos impossíveis

Steven Scott

Leia mais ...

Escritora Maria Vilani é a convidada da Parada Poética desta segunda-feira (06/11)

Evento terá início às 19h, na Estação Jacuba

A poesia e a prosa manifestadas em trechos literários de autores renomados e de escritores autorais. Essa é a proposta da “Parada Poética”, evento que será promovido pela Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Cultura, nesta segunda-feira (06/11). A atividade cultural gratuita e aberta ao público com 16 anos ou mais tem início às 19h, no Museu Municipal de Hortolândia Estação Jacuba, localizado na Rua Rosa Maestrello, 2, na Vila São Francisco.

O sarau “Parada Poética” foi criado em 2013, pelo poeta, mestre de cerimônia e rapper Renan Inquérito. A proposta do evento é estimular a prática da leitura e da composição literária em pessoas de diferentes idades. Para participar do evento cultural, os interessados devem apenas comparecer ao espaço da antiga Estação Jacuba. No local, os entusiastas da Literatura terão a oportunidade de declamar trechos de autores renomados no cenário nacional e internacional, assim como compartilhar textos autorais. Além das narrativas, poesias e construções literárias, os participantes poderão prestigiar o talento do DJ Viny e seu toca-discos. O Museu Estação Jacuba também conta com uma área de alimentação com food trucks.

Em 2019 e 2020, em parceria com a Prefeitura, Renan realizou o sarau “Aqui Trem Poesia”. Já em 2021, em virtude da pandemia, o evento teve edições on-line ao vivo. A primeira edição do sarau, em parceria com a Secretaria de Cultura de Hortolândia, aconteceu em março de 2022. Desde então, o evento já recebeu artistas renomados, como Lirinha, líder do grupo Cordel do Fogo Encantado, Zeca Baleiro, Arnaldo Antunes, entre outros.

 

Conheça Maria Vilani

Maria Vilani iniciou sua jornada como escritora em 1991, quando publicou o livro “Cinco Contos sem Desconto e de Quebra Dois Poemas”. Desde então, a escritora, natural do Ceará, coleciona trabalhos autorais no âmbito da Literatura nacional. Já são seis livros publicados, além de ter participado em oito coletâneas. Maria Vilani é também idealizadora de alguns projetos culturais, como o Movimento pela Cidadania Artística da Periferia, Rodas de Construção do Conhecimento, Ateliê de Escrita e do CAPSArtes (Centro de Arte e Promoção Social), entre outros. Atualmente, a autora, que possui pós-graduação em Filosofia Clínica, Língua, Literatura e Semiótica e Psicopedagogia, se dedica à curadoria do CAPSArtes e ao lançamento do seu primeiro romance, o livro “Memórias de Maria e um Pouquinho de Mim”.

 

SERVIÇO

Parada Poética, com Maria Vilani

Data: segunda-feira, 06 de novembro

Horário: 19h

Local: Museu de Hortolândia Estação Jacuba, Rua Rosa Maestrello, 2, Vila São Francisco

Gratuito, classificação – 16 anos

Leia mais ...

Apresentações artísticas reúnem famílias no 2º Literalendo, em Hortolândia

Evento literário registra público de 8.000 pessoas em tarde marcada pela apresentação do grupo Palavra Cantada

Mesmo sob chuvisco, 8.000 pessoas compareceram, nesse domingo (28/05), ao 2º Literalendo, evento literário promovido pela Prefeitura de Hortolândia. O encontro, realizado no Pq. Socioambiental Irmã Dorothy Stang, no Jd. Nossa Senhora de Fátima, integrou as atividades em comemoração ao aniversário de 32 anos da cidade.

Com o tema “Por uma Alfabetização de Bons Sentimentos”, a segunda edição do evento literário foi organizada pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. Durante a festividade, o público prestigiou atividades artístico-culturais, como a exposição de máscaras africanas, contação de histórias, apresentações de alunos de escolas municipais, além de assistir às performances da Banda Municipal, da dupla Zé Victor e João, do grupo de rap Renan Inquérito e do aclamado grupo de canções infantis Palavra Cantada. O evento também impulsionou a renda de empreendedores cadastrados no programa EcoSol (Economia Solidária), promovido pela Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social.

O prefeito de Hortolândia, José Nazareno Zezé Gomes, ressaltou a colaboração dos professores na construção do projeto de cidade inteligente e sustentável. “O Literalendo é uma grande marca que deixamos na nossa cidade, uma mensagem de que é possível enfrentar as adversidades do dia a dia com diálogo, com alegria e diversão. Eu gostaria de apontar a importância dos professores, que utilizam dos livros para transformar a vida das nossas crianças. Todo desenvolvimento que presenciamos na nossa cidade começa na sala de aula”, avalia.

Nem mesmo a fraca chuva que tomou conta do Pq. Socioambiental Dorothy Stang, nesse domingo (28/05), afastou os fãs do grupo musical Palavra Cantada, principal atração do evento. Desde o início da tarde, crianças acompanhadas dos pais se concentravam na grade de proteção em frente ao palco, ansiosos pelo espetáculo do grupo reconhecido nacionalmente pelas melodias que unem brincadeira e educação. É o caso da garotinha Maria Clara, uma das mais animadas entre o público infantil. “Eu amo eles, acompanho desde bebê. Minha música favorita é ‘Amazônia’”, comenta. Durante o show, Maria Clara demonstrou familiaridade com as músicas da Palavra Cantada ao cantar sucessos como “Tchibum da Cabeça ao Bumbum”, “Criança não Trabalha”, “Menina Moleca”, “Pé com Pé”, “Ciranda” e “Sopa”. 

Fundado pelos músicos Sandra Peres e Paulo Tatit em 1994, o grupo Palavra Cantada coleciona prêmios. O grupo comenta o reconhecimento adquirido pela criação poética que inspira o aprendizado e criatividade de muitas crianças há quase três décadas. “A sensação é de missão cumprida, porque nosso trabalho é inspirar as crianças, ampliar universos de percepção da vida. Esses shows que fazemos ao ar livre e de graça são ainda mais especiais, porque nosso trabalho acaba atingindo mais pessoas. Ver, hoje, o pessoal debaixo de uma garoa para assistir ao nosso show é uma satisfação enorme, o sonho de qualquer artista”, afirma a Palavra Cantada.

O Secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Fernando Gomes de Moraes, avalia positivamente a realização do evento. “O Literalendo é uma grande festa da literatura, que possibilita à população de Hortolândia um momento de reflexão sobre a capacidade da arte, da cultura e dos livros em promover o aprendizado dos alunos e em potencializar a união das famílias. O objetivo de possibilitar o encontro da família, da comunidade, da cidade, foi atingido, já pessoas de todas as regiões da cidade compareceram. O Literalendo é mais do que um evento, pois tem uma proposta pedagógica que está contemplada no eixo do nosso currículo da educação municipal”, comenta.

Além das atrações artístico-culturais, o 2º Literalendo realizou a distribuição de livros da literatura infantojuvenil para estudantes da rede municipal de ensino presentes no Pq. Dorothy. O evento está alinhado com outro programa promovido pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, o “Hortolendo”, cujo propósito é incentivar a leitura entre os moradores de Hortolândia e os alunos das 60 escolas municipais e das 40 particulares contratadas por meio do programa Bolsa Creche.

Leia mais ...

Representatividade negra na literatura infantil é tema de webinário em Hortolândia, nesta quinta-feira (18/11)

Palestra gratuita, promovida pela Prefeitura dentro da programação do Hortolendo, começa às 19h, com transmissão ao vivo pelo YouTube 

Na segunda semana de atividades do Hortolendo 2021, política pública municipal de incentivo à leitura, a Prefeitura de Hortolândia promove, nesta quinta-feira (18/11), às 19h, um webinário gratuito que enfoca os “personagens negros e a literatura infantil no espaço escolar”. O tema será desenvolvido por duas pesquisadoras da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), instituição pública de ensino superior parceira da Prefeitura: a Profa. Ms. Maria Fernanda Luiz e a Profa. Ayodele Floriano Silva, integrantes do Neab (Núcleo de Estudos Afro-brasileiros)/UFSCar.

O evento, realizado para convidados na plataforma Zoom, terá transmissão ao vivo pelo YouTube, por meio do canal da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, disponível neste link: www.youtube.com/secretariadeeducacaocienciaetecnologiahortolandia. Interessados em receber o certificado de participação devem acompanhar a transmissão da palestra e preencher o formulário, que será disponibilizado no chat ao longo do encontro. É possível enviar pelo chat perguntas e comentários que serão respondidos conforme a disponibilidade de tempo das palestrantes.

O 11º Hortolendo tem como tema “Territórios de Saberes: a leitura e seus afetos”. A tradicional festa literária de incentivo e apoio à leitura é anual e mobiliza toda a equipe da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. Nesta edição, o evento se estende ao longo do mês, em formato híbrido, com agenda presencial nas 59 unidades escolares, que inclui distribuição de livros e contação de histórias, e programação remota, propondo aos participantes diversas atividades pedagógico-literárias e formativas gratuitas como esta, com foco nos “Territórios de Saberes: a leitura e seus afetos”. No último dia 11, houve o primeiro webinário, com o jornalista e escritor Inácio de Loyola Brandão, sobre “Como os professores podem inspirar e formar leitores”.

Saiba mais sobre as convidadas:   

Maria Fernanda Luiz é vice-diretora Educacional na Prefeitura Municipal de Campinas, doutoranda em educação pelo PPGE (Programa de Pós-Graduação em Educação) da UFSCar e pesquisadora do Neab/UFSCar. 

Ayodele Floriano Silva é Professora da Educação Infantil da rede particular da cidade de São Carlos, mestranda em educação pelo PPGE/UFSCar e pesquisadora do Neab/UFSCar.

Leia mais ...

Oficina ensina como criar história em quadrinhos a partir de um texto literário

Você tem vontade de aprender a criar histórias em quadrinhos e como adaptar um texto literário para a forma de arte sequencial? Então, a dica é se inscrever para a oficina online “Linhas Paralelas Entre Quadrinhos e Literatura”, que será realizada pelo Ponto MIS (Museu da Imagem e do Som) em parceria com a Prefeitura de Hortolândia. As inscrições devem ser feitas por meio deste LINK. São 50 vagas disponíveis. Podem participar pessoas com idade a partir de 14 anos. 

A oficina acontecerá ao vivo, de forma online e remota pela plataforma Zoom, nas próximas segunda, quarta e sexta-feira (9, 11 e 13/08), das 19h às 21h. A confirmação da inscrição será enviada por e-mail pela Secretaria de Cultura. O certificado também será enviado por e-mail aos participantes posteriormente após o término da oficina. De acordo com o Ponto MIS, serão necessários na oficina ter acesso à internet, folhas de sulfite ou caderno, lápis HB preto, borracha e materiais de desenho. 

As histórias em quadrinhos se tornaram uma linguagem universal com sua mistura de escrita e imagens e uso de recursos como balões, que expressam falas e pensamentos dos personagens, e onomatopeias. Hoje, no mercado de entretenimento audiovisual, são produzidas várias adaptações de histórias em quadrinhos conhecidas para televisão, cinema e internet. Os quadrinhos também são úteis no processo de alfabetização das crianças, uma vez que elas começam a exercitar a percepção visual pela leitura das imagens e sequências narrativas apresentadas.

A oficina ensinará o passo a passo para produzir uma história em quadrinhos e as técnicas para se adaptar um texto literário para o formato de arte sequencial. Também será mostrado um breve panorama das histórias em quadrinhos e quais seus principais elementos. A oficina ainda irá propor aos participantes uma atividade prática de criação de quadrinhos e análise dos trabalhos feitos. A oficina será ministrada pelo quadrinista e cineasta David Ribeiro. O profissional já dirigiu e roteirizou várias produções audiovisuais, tais como o filme “Malgrado”, adaptação de um conto francês, e um documentário sobre a poeta paulista Orides Fontela. Entre 2014 e 2016, publicou as tiras em quadrinhos “O Cinemundo de Flicks”. Já em 2020 realizou uma serie de ilustrações em homenagem aos 50 anos do personagem Chapolin Colorado. Atualmente, desenvolve a graphic novel autoral “Cósmica”.

Confira abaixo o conteúdo da oficina:

Primeira aula:

– O que é uma história em quadrinhos? 

– De onde vem essa mania de contarmos histórias?

– Linguagens e narrativas dos quadrinhos

– Elementos das histórias em quadrinhos (balão/calha/requadro) 

Segunda aula:

– O entendimento de uma história: o que ela nos diz? 

– Criando uma storyline 

– Como traduzir do texto para os quadrinhos 

– Pensando em imagens 

– Elaborando um roteiro

– Como fazer o roteiro de uma página do seu quadrinho 

Terceira aula:

– Desenhando e produzindo minha tira

– Como organizar minha página

– Análise dos trabalhos produzidos

Leia mais ...

3ª roda de conversa reúne profissionais dos setores de artes visuais e literatura

A Prefeitura de Hortolândia prossegue com a agenda de encontros online com os diferentes setores artístico-culturais do município. Nesta terça-feira (23/03), às 19h30, a terceira roda de conversa será com profissionais das áreas de literatura e artes visuais. A participação também é aberta para a população. Quem quiser acompanhar, deve enviar mensagem via WhatsApp para o telefone (19) 99979-5576 para receber o link de acesso do encontro.

O secretário de Cultura, Régis Athanázio Bueno, explica que o objetivo é receber as propostas dos setores culturais da cidade e da população e, a partir daí, traçar novas estratégias e propostas de políticas públicas para ampliar ainda mais o acesso dos moradores à cultura e fomentar a produção cultural da cidade.

Régis ressalta que o contato entre a Prefeitura e o setor cultural da cidade se fortaleceu em função do repasse dos recursos da lei federal Aldir Blanc, que socorreu artistas e empresas do ramo que tiveram as atividades afetadas pela pandemia de Coronavírus. Coube à Prefeitura a tarefa de mapear e identificar os profissionais que poderiam ser contemplados com os recursos da lei federal.

De acordo com o mapeamento da Secretaria de Cultura, cerca de 40 profissionais do município atuam nas áreas de literatura e artes visuais. A última roda de conversa está marcada para a próxima terça-feira (30/03), com os segmentos de teatro, dança e circo. A Secretaria de Cultura reforça que continua com o cadastramento de profissionais da cidade por meio do site Mapa da Cultura.

Leia mais ...