Menu


Rapper Spinardi apresenta suas rimas velozes em Hortolândia

Artista é a atração do evento Batalhas, Rimas & Conhecimento, que a Prefeitura realiza na segunda-feira (10/06)

Spinardi é conhecido por rimar na velocidade de um carro possante. O rapper é a atração da próxima edição do evento Batalhas, Rimas & Conhecimento, que a Prefeitura de Hortolândia promove na segunda-feira (10/06). A batalha será, às 19h, no Teatro Elizabeth Keller de Matos, que fica na Unidade Cultural Arlindo Zadi, localizada na rua Graciliano Ramos, 280, Jardim Amanda. A classificação indicativa do evento é para maiores de 16 anos. 

A batalha é aberta ao público. Para participar é só “colar” no dia e se inscrever das 19h às 19h30. De acordo com a Secretaria de Cultura, a batalha contará com oito MCs, dos quais quatro serão sorteados dentre aqueles que fizerem inscrição no dia do evento.

Na batalha é proibido falar palavrões, ofender qualquer tipo de público, comunidades étnicas e LGBTQIAPN+, mulheres, pessoas com deficiência (PcD), ou fazer qualquer outro tipo de insulto ou discriminação. Também é proibido aos participantes consumir bebida alcóolica ou usar qualquer tipo de entorpecente.

O anfitrião que dá as boas-vindas aos participantes é o MC Crônica Mendes. A batalha tem ainda as discotecagens do DJ Romeu. Além de Spinardi, o evento abrirá espaço para artistas de rap e hip hop da cidade. O esquenta será com o grupo Junção Brasileira, que terá participação especial do rapper Duchoc 019. 

SPINARDI 

Graças à habilidade de rimar com rapidez, Spinardi entrou para o livro Guiness de recordes mundiais, em 2021, com a música “King Kong”, na qual rimou 7,86 palavras por segundo, conquistando o recorde de rap mais rápido do mundo em língua portuguesa. 

Spinardi é integrante do grupo Haikaiss, que gravou a música “Rap Lord”, em 2017, que foi incluída na trilha sonora do game “Need fo speed – Payback”. Ainda com o grupo, lançou outras músicas conhecidas, tais como “Existência”, “Dias difíceis”, “A praga” e “Sem graça”. O rapper é também o criador do grupo Damassaclan. 

O QUE É BATALHA DE RIMAS? 

As batalhas de rima surgiram praticamente junto com a cultura hip hop nos Estados Unidos, entre os anos 1970 e 1980. As batalhas são duelos travados entre MCs (mestres de cerimônia), que fazem rimas de improviso na hora. 

Para estimular a arte da rima entre os jovens, a Prefeitura de Hortolândia começou a realizar o evento “Batalhas, rimas & conhecimento”, em 2022. Neste ano, o evento já recebeu Edi Rock (Racionais MC’s), a dupla Faixa Rosa, a cantora Jovem MK e Nego Max.

Leia mais ...

Show de Edi Rock integra programação de aniversário de Hortolândia

Rapper dos Racionais MC’s foi a atração do evento Batalhas, Rimas e Conhecimento, na praça A Poderosa, na nesta segunda-feira (13/05)

Edi Rock, integrante dos Racionais MC’s, animou Hortolândia com suas rimas. O artista foi a atração do evento Batalhas, Rimas e Conhecimento, promovido pela Prefeitura, na noite desta segunda-feira (13/05), na praça A Poderosa. A batalha integra a programação comemorativa do aniversário de 33 anos de emancipação política do município.   

Diante de um público que compareceu em grande número, o rapper apresentou músicas conhecidas dos Racionais que ele compôs e de sua carreira solo. Edi Rock foi recepcionado pelo anfitrião do evento, Crônica Mendes, com quem cantou junto a primeira música do show. 

O artista destacou que as batalhas de rima são um dos formatos, dentro do rap e da cultura hip hop, que possibilitam o surgimento de novos artistas. “São vários formatos. Batalha de rima é free style, ao vivo. Eu sou de uma época diferente. Sou da geração dos bailes”, explicou o rapper. 

Com letras que abordam temas como discriminação racial e desigualdade social, e a mensagem de empoderamento dos negros os Racionais MC’s se tornaram o principal grupo de rap do Brasil. Mas, para Edi Rock, o rap não é apenas discurso crítico. “Rap é sentimento, coração, música. E a música não tem fronteira. Rap é como a vida. Você tem a liberdade de cantar o que quiser no rap. É mais um canal de comunicação”, salientou o músico. 

O artista destacou que o trabalho dos Racionais e de outros rappers pioneiros como Thaíde abriram o caminho para que hoje existam artistas com estilos diferentes dentro do rap brasileiro. “Nossos filhos estão indo bem!”, disse, em tom de brincadeira. “É a geração da tecnologia. Eles já nasceram sabendo como usá-la. Eles estão levando o rap adiante, bem ou mal, com a tecnologia”, opinou o rapper. 

Edi Rock salientou o poder da tecnologia e das para ter contato com novos artistas de outras regiões do país. Foi justamente por meio das mídias digitais que Edi Rock conheceu o trabalho do jovem artista Dow Raiz, de Curitiba. O cantor tem trabalhado junto com Edi Rock em seus shows solo. “É um orgulho e uma satisfação trabalhar com Edi Rock. É um grande aprendizado. As letras dos Racionais são uma grande influência pra todo mundo que é do rap”, destacou o jovem artista.

O prefeito José Nazareno Zezé Gomes destacou a importância do show de Edi Rock e da batalha de rima como forma de valorização da cultura na cidade. “É com grande satisfação que estive na ‘Batalha de Rimas e Conhecimento’. Um evento marcante realizado na Praça A Poderosa. A presença do renomado rapper e compositor Edi Rock, do Racionais MC's, trouxe uma energia única e contagiante em uma noite de cultura e celebração. A participação de Hortolândia no circuito paulista dos grandes shows é motivo de orgulho para todos nós. Este evento é um reflexo do compromisso da nossa administração em promover e valorizar a cultura em todas as suas formas. A cultura é uma ferramenta poderosa de inclusão e transformação social, e estamos empenhados em garantir que Hortolândia continue sendo um centro vibrante de atividades culturais. Agradeço a todos os envolvidos na organização e realização deste evento. Juntos, vamos continuar fortalecendo nossa cena cultural e tornando Hortolândia um lugar ainda melhor para se viver”, destacou o prefeito. 

Já o secretário de Cultura, Régis Athanázio Bueno, destacou que a realização da batalha de rima é parte das ações feitas pela Prefeitura para desenvolver diferentes linguagens culturais. “Estamos aqui hoje na batalha de rima, um evento que começou há dois, que mostra a diversidade e a cultura urbana da própria cidade para a população. Com a batalha provamos que Hortolândia tem muito hip hop para os jovens. A Prefeitura tem ajudado a desenvolver várias  linguagens culturais na cidade. E temos um crinho especial pelo rap. E mais especial é esta noite com o show de Edi Rock”, destacou o secretário.

Além da apresentação de Edi Rock, o público ainda torceu e acompanhou as batalhas de rimas disputadas por oitos MCs que já haviam vencido outras edições do evento. O grande vencedor da noite desta segunda-feira foi Kriollo.

Leia mais ...

Batalha de rima de Hortolândia tem edição especial de trap com Faixa Rosa e Jovem MK

Evento da Prefeitura acontece nesta segunda-feira (08/04), às 19h, no Teatro Elizabeth Keller de Matos

O trap é atualmente um dos gêneros musicais favoritos do público jovem. Prova disso é o predomínio de artistas de trap nas playlists de serviços de streaming de música e na programação de grandes festivais. Em sintonia com o gosto da galera, a Prefeitura de Hortolândia promove uma edição especial do evento Batalhas, Rimas & Conhecimento, nesta segunda-feira (08/04). O trap será a grande atração com os pocket shows da dupla Faixa Rosa (foto) e da cantora Jovem MK. A batalha de rima será travada, a partir das 19h, no Teatro Elizabeth Keller de Matos, que fica dentro da Unidade Cultural Arlindo Zadi, localizado na rua Graciliano Ramos, 280, Jardim Amanda. A classificação indicativa do evento é para maiores de 16 anos.

A batalha é aberta ao público. Para participar, é só “colar” no dia e se inscrever das 19h às 19h30. Na batalha é proibido falar palavrões, ofender qualquer tipo de público, comunidades étnicas e LGBTQIAPN+, mulheres, pessoas com deficiência (PcD), ou fazer qualquer outro tipo de insulto ou discriminação. Também é proibido aos participantes consumir bebida alcóolica ou usar qualquer tipo de entorpecente. O anfitrião é o MC Crônica Mendes. O evento tem ainda as discotecagens do DJ Romeu. 

O trap é um subgênero do rap que surgiu em Atlanta (Estados Unidos), nos anos 1990. Lá, Gucci Mane e Lil Wayne são dois artistas do gênero que mais fazem sucesso. Por aqui, o trap tem se misturado com funk e outros gêneros. Um dos novos nomes do gênero que começa a fazer sucesso é a dupla Faixa Rosa, formada pelas irmãs Wynne e Wirla, moradoras de Hortolândia. Elas já têm marcado presença forte na playlist da molecada com as músicas “Pro chefin”, em parceria com DJ Japa NK e Mano Alemão, e “Na movimentação”, em parceria com MC Livinho. 

Já Jovem MK é velha conhecida da batalha de rima. A cantora, que também é de Hortolândia, já participou do evento em 2022. Contratada pela produtora Kondzilla, cujo cast reúne artistas de grande sucesso de trap e funk, Jovem MK lançou, no ano passado, a música “Favelinha”, que já virou hit. Em março deste ano, a artista lançou o disco “Meu karma”. 

O QUE É BATALHAS DE RIMA? 

As batalhas de rima surgiram praticamente junto com a cultura hip hop nos Estados Unidos, entre os anos 1970 e 1980. As batalhas são duelos travados entre MCs (mestres de cerimônia), que fazem rimas de improviso na hora. 

Para estimular a arte da rima entre os jovens, a Prefeitura de Hortolândia começou a realizar o evento em 2022. Neste ano, o evento já recebeu a cantora Bivolt e o rapper Nego Max.

Leia mais ...

Cantora Bivolt é atração da batalha de rima em Hortolândia

Evento da Prefeitura será na segunda-feira (11/03), às 19h, no Teatro Elizabeth Keller de Matos

Para comemorar o Dia e o Mês da Mulher e inspirar o público feminino a fazer rimas, Hortolândia recebe uma artista que entende bem dessa arte. A cantora Bivolt (foto) é a atração do evento “Batalhas, Rimas & Conhecimento”, que a Prefeitura promove na segunda-feira (11/03). A batalha será, às 19h, no Teatro Elizabeth Keller de Matos, que fica dentro da Unidade Cultural Arlindo Zadi, localizada na rua Graciliano Ramos, 280, Jardim Amanda. O evento tem classificação indicativa de 16 anos.  

A batalha é aberta ao público. Para participar, é só “colar” no dia do evento e fazer inscrição das 19h às 19h30. Os participantes disputam dois rounds. Em caso de empate, é disputado o terceiro round. Quem terminou a sequência de rimas não recomeça.. A batalha tem regras. É proibido falar palavrões, insultar, fazer ofensas ou discriminação contra qualquer tipo de público, comunidades étnicas e LGBTQIAPN+, mulheres, pessoas com deficiência (PcD), ou fazer qualquer outro tipo de insulto ou discriminação. Também é proibido para os participantes consumir bebida alcóolica ou usar qualquer tipo de entorpecente durante a batalha.

O QUE É BATALHAS DE RIMA?

As batalhas de rima surgiram praticamente junto com a cultura hip hop nos Estados Unidos, entre os anos 1970 e 1980. As batalhas são duelos travados entre MCs (mestres de cerimônia), que fazem rimas de improviso na hora.

Para estimular a arte da rima entre os jovens, a Prefeitura de Hortolândia começou a realizar o evento “Batalhas, rimas & conhecimento”, em 2022. Desde então, o evento já teve atrações de renome da cena de rap e hip hop do Brasil, como Nego Max, Dexter e Face da Morte.

BIVOLT

Bivolt é uma das artistas mais consagradas da nova geração feminina do rap brasileiro. Nascida na favela do Boqueirão, localizada na zona sul da cidade de São Paulo, Barbara Bivolt iniciou sua carreira na adolescência justamente em batalhas de rima.

Em 2017, foi a primeira artista feminina de rap a se apresentar no festival Rock In Rio. Dois anos depois, a artista fez uma volta às suas origens ao lançar a música “Vista Loka”, cujo clipe foi gravado na comunidade onde nasceu. No ano seguinte, Bivolt gravou seu primeiro disco, intitulado com seu nome. O repertório foi formado por 14 músicas próprias, nas quais trouxe influências do pop e do r&b. Nesse trabalho, Bivolt contou ainda com participações de artistas jovens de diferentes gêneros e estilos musicais: Xenia França, Tasha & Tracie, Dada Yute, Jé santiago e Lucas Boombeat.

Em 2021, Bivolt alcançou um público maior ao ter sua música “Cubana” incluída na trilha sonora da novela “ Um lugar ao sol”. Ainda nesse ano, lançou seu segundo disco, intitulado “Nitro”, com oito músicas. Uma delas é “Raspa Placa”, gravada em parceria com a cantora Duda Beat. 

Bivolt alcançou outra importante conquista na carreira, desta vez em âmbito internacional. Ela se apresentou no prestigiado festival SXSW (South By Southwest), no Texas (Estados Unidos). Ao longo de sua carreira, a cantora fez parcerias com outros artistas de renome, como Gloria Groove, na música “Pimenta”, e o rapper Emicida, na música “Eu & Tu!”. O mais recente trabalho da cantora é o disco “Chave”, lançado em 2023, com 11 músicas próprias.

Leia mais ...

Hortolândia promove 1ª batalha de rima do ano nesta segunda-feira (12/02)

Evento será, às 19h, no Teatro Elizabeth Keller de Matos, com participação do rapper Nego Max

Em meio ao clima de carnaval, Hortolândia terá um desfile de rimas poderosas. A Prefeitura promove a primeira edição do ano do evento Batalhas, Rimas & Conhecimento, nesta segunda-feira (12/02). O duelo começa, às 19h, no Teatro Elizabeth Keller de Matos, que fica dentro da Unidade Cultural Arlindo Zadi, localizada na rua Graciliano Ramos, 280, Jardim Amanda. Sob comando do MC Crônica Mendes e com as discotecagens do DJ Romeu, o evento terá como atração musical o rapper Nego Max (foto). O evento tem classificação indicativa para maiores de 16 anos.

Quem quiser participar da batalha é só “colar” no evento e fazer a inscrição na hora. Podem participar moradores de Hortolândia e região. Os participantes disputam dois rounds. Em cada round, cada participante tem que mandar oito rimas. Em caso de empate, é disputado o terceiro round, seguindo a mesma contagem. Quem terminou a sequência de rimas não recomeça. Para esquentar o terceiro round, a organização do evento indica um tema de alguma área do conhecimento sobre o qual os rimadores terão que improvisar. Caso o empate persista, um jurado definirá quem será o vencedor da batalha.

A batalha tem regras. É proibido falar palavrões, insultar, fazer ofensas ou discriminação contra qualquer tipo de público considerado minoritário (comunidades étnicas, público LGBTQIAPN+, mulheres, pessoas com deficiência (PCDs), entre outros). Também é terminantemente proibido aos participantes fazer uso de bebida alcóolica ou quaisquer entorpecentes durante a batalha. 

NEGO MAX 

Para inspirar os rimadores, a batalha terá a apresentação de Nego Max. Um dos grandes nomes do hip hop brasileiro atual, o rapper iniciou sua carreira em 2010. Desde então, já lançou três discos, “Testemunha criação” (2015), “Afrokalipse” (2018) e “Carbono” (2021). Dentre as músicas mais conhecidas do artista estão “Eu não sou racista”, “Heavy mental” e “Destravei”. Ao longo da carreira realizou parcerias musicais com outros artistas renomados do rap como Sandrão RZO, Kamau e DJ Cia.  

BATALHAS DE RIMA

As batalhas de rima surgiram praticamente junto com a cultura hip hop nos Estados Unidos. As batalhas são duelos travados entre MCs (mestres de cerimônia), que fazem rimas de improviso na hora. 

Para estimular a arte da rima entre os jovens, a Prefeitura de Hortolândia começou a realizar o evento “Batalhas, rimas & conhecimento” em 2022. Desde então, o evento já teve apresentações de artistas renomados, como o grupo Face da Morte, os rappers DBS Gordão Chefe  e Dexter.

Leia mais ...

Hortolândia promove última batalha de rima do ano nesta terça-feira (12/12)

Evento será às 18h no Teatro Elizabeth Keller de Matos, com os artistas DJ From, Luking e Nicio AK

Hortolândia faz uma convocação geral para os rimadores e as rimadoras. A Prefeitura promove a última edição do ano do evento “Batalhas, rimas & conhecimento”, na próxima terça-feira (12/12). Para fechar a temporada em grande estilo, a batalha será, às 18h, no Museu Municipal Estação Jacuba, localizado na rua Rosa Maestrello, 2, Vila São Francisco. Sob comando do MC Crônica Mendes e com as discotecagens do DJ Romeu, os convidados da edição derradeira serão os artistas DJ From, Luking e Nicio AK.

Quem quiser participar da batalha é só “colar” no local e fazer a inscrição até às 19h30. Podem participar moradores de Hortolândia e região. Na edição desta terça-feira a batalha será com oito participantes. 

Os participantes disputam dois rounds. Em cada round, cada participante tem que mandar oito rimas. Em caso de empate, é disputado o terceiro round, seguindo a mesma contagem. Quem terminou a sequência de rimas não recomeça. Para esquentar o terceiro round, a organização do evento indica um tema de alguma área do conhecimento sobre o qual os rimadores terão que improvisar. Caso o empate persista, um jurado definirá quem será o vencedor da batalha. 

A batalha tem regras. É proibido falar palavrões, insultar, fazer ofensas ou discriminação contra qualquer tipo de público (comunidades étnicas, público LGBTQIAPN+, mulheres, pessoas com deficiência (PCDs), entre outros). Também é terminantemente proibido aos participantes fazer uso de bebida alcóolica ou quaisquer entorpecentes durante a batalha.

BATALHAS DE RIMA

As batalhas de rima surgiram praticamente junto com a cultura hip hop nos Estados Unidos. As batalhas são duelos travados entre MCs (mestres de cerimônia), que fazem rimas de improviso na hora. Neste ano, a cultura hip hop, cujos três elementos são o rap, o break e o grafite, completa 50 anos.

Para estimular a arte da rima entre os jovens, a Prefeitura de Hortolândia começou a realizar o evento “Batalhas, rimas & conhecimento” em 2022. Desde então, o evento já teve apresentações de artistas renomados, como o grupo Face da Morte, os rappers DBS Gordão Chefe e Dexter.

Leia mais ...