Menu


Hortolândia imuniza mais de 1.300 pessoas no sábado (25/06)

  • Publicado em Saúde

Ação realizada pela Prefeitura na UBS Amanda II vacinou contra COVID-19, Influenza e Sarampo

Hortolândia imunizou 1.314 pessoas contra COVID-19, Influenza e Sarampo. Esse é o balanço da vacinação que a Prefeitura realizou na UBS (Unidade Básica de Saúde) Amanda II, no sábado (25/06). Foram aplicadas 594 doses contra COVID-19, 700 contra Influenza e 20 contra Sarampo. 

Para quem não se conseguiu ir, a Secretaria de Saúde reforça que a vacinação contra COVID-19 continua durante a semana em diferentes UBSs a cada dia

A Secretaria ainda salienta que desde segunda-feira (27/06), pessoas com 40 anos ou mais já podem receber a 4ª dose. 

Influenza 

A Prefeitura ainda ressalta que a campanha de vacinação contra a Influenza já foi ampliada para a população em geral. A vacinação acontece das 8h às 15h30 nas UBSs, inclusive naquelas que fazem a vacinação contra COVID-19. De acordo com a Secretaria de Saúde, a campanha será realizada enquanto o munícipio tiver estoque do imunizante, conforme determinação do Ministério da Saúde. 

A ampliação da campanha é feita em razão da baixa cobertura vacinal verificada na campanha deste ano em todos os públicos-alvos. A recomendação da Secretaria de Saúde é que a população deve tomar a vacina contra Influenza uma vez por ano. O município já imunizou até o momento 44.862 pessoas (vide abaixo a cobertura vacinal).

Também continuam a ser imunizados os públicos-alvos da campanha deste ano, que são os seguintes: caminhoneiros; trabalhadores do transporte coletivo; forças de segurança, de salvamento e armadas; funcionários do sistema prisional; pessoas privadas de liberdade; profissionais das redes pública e particular de Educação; pessoas com comorbidades e deficiência a partir de 5 anos; crianças de seis meses a menos de 5 anos; gestantes; puérperas; idosos de 60 anos ou mais e profissionais das redes pública e particular de Saúde. 

Pessoas com comorbidades devem apresentar atestado, relatório médico ou receituário para comprovar que têm as referidas doenças (confira no anexo abaixo a lista das comorbidades abrangidas pela campanha). Já pessoas com deficiência também devem apresentar algum atestado que comprove a deficiência, com exceção dos deficientes físicos. 

Gestantes devem levar a carteira de pré-natal. Puérperas devem apresentar relatório de alta ou Certidão de Nascimento do bebê. Podem receber a vacina puérperas com até 45 dias após o parto. Profissionais de Educação e de Saúde devem apresentar algum documento que comprove sua atuação nas áreas.

Cobertura Vacinal contra a Influenza

GRUPO

DOSES APLICADAS

%

Caminhoneiros

147

Trabalhadores do transporte coletivo

398

Trabalhadores portuários

3

Forças Armadas

10

Forças de segurança e salvamento

141

Funcionários do sistema prisional

370

População privada de liberdade

5.596

91%

Profissionais de Educação

1.359

64%

Pessoas com comorbidades

6.060

39%

Pessoas com deficiência

46

0,7%

Crianças

6.040

40%

Gestantes

959

45%

Puérperas

170

48%

Idosos

17.999

64%

Profissionais de saúde

3.449

50%

Outros grupos sem comorbidade (vacinação feita somente em clínicas particulares)

2.115

_

Total

44.862

55%

 *Obs.: A cobertura vacinal é calculada com base nos dados de 2021 das populações estimadas dos públicos-alvos

Sarampo

A campanha de vacinação contra o Sarampo foi encerrada na sexta-feira (24/06). No total, Hortolândia imunizou 7.283 crianças de seis meses a menos de 5 anos de idade (vide cobertura vacinal abaixo). A campanha também vacinou profissionais das redes pública e particular de Saúde. A cobertura da campanha deste ano foi de 51%, abaixo da meta de imunizar 95% de crianças. A Secretaria de Saúde salienta que, apesar do fim da campanha, a vacina continua disponível nas UBSs.

Cobertura Vacinal contra o Sarampo

6 meses a 1 ano

963

 

1 ano

1.309

 

2 anos

1.535

 

3 anos

1.685

 

4 anos

1.791

 

Total

7.283

51%

 

Hortolândia realiza vacinação contra COVID-19, Influenza e Sarampo, neste sábado (25/06)

  • Publicado em Saúde

Imunização acontecerá das 8h às 15h30 na UBS Amanda II

Aproveite este fim de semana para proteger a sua saúde e a da sua família! A Prefeitura de Hortolândia fará vacinação contra COVID-19 (1ª, 2ª, 3ª e 4ª doses), Influenza e Sarampo, neste sábado (25/06), das 8h às 15h30. A vacinação será na UBS (Unidade Básica de Saúde) Amanda II, localizada na avenida Brasil, 800.

A Prefeitura de Hortolândia reforça a orientação que é obrigatório o uso de máscara, inclusive de pessoas acompanhantes, dentro da unidade de saúde durante as vacinações. 

Para receber a imunização contra a COVID-19, nos casos de 2ª, 3ª ou 4ª dose, é necessário apresentar o comprovante de vacinação.

Influenza

A Secretaria de Saúde salienta que a imunização contra gripe será oferecida para a população em geral. É necessário apresentar documento com foto para receber a vacina. 

Já crianças com até 11 anos que, porventura, tenham sido imunizadas contra COVID-19, somente poderão receber a vacina contra gripe após cumprir o intervalo de 15 dias. 

A recomendação da Secretaria de Saúde é que a população deve tomar a vacina contra Influenza uma vez por ano. A Secretaria de Saúde ainda salienta que a cobertura vacinal na campanha deste ano está baixa em todos os públicos-alvos.

Também poderão ser vacinados contra a gripe neste sábado os públicos-alvos da campanha deste ano, que são os seguintes: caminhoneiros; trabalhadores do transporte coletivo; forças de segurança, de salvamento e armadas; funcionários do sistema prisional; pessoas privadas de liberdade; profissionais das redes pública e particular de Educação; pessoas com comorbidades e deficiência a partir de 5 anos; crianças de seis meses a menos de 5 anos; gestantes; puérperas; idosos de 60 anos ou mais e profissionais das redes pública e particular de Saúde. 

Pessoas com comorbidades devem apresentar atestado, relatório médico ou receituário para comprovar que têm as referidas doenças (confira no anexo abaixo a lista das comorbidades abrangidas pela campanha). Já pessoas com deficiência também devem apresentar algum atestado que comprove a deficiência, com exceção dos deficientes físicos. 

Gestantes devem levar a carteira de pré-natal. Puérperas devem apresentar relatório de alta ou Certidão de Nascimento do bebê. Podem receber a vacina puérperas com até 45 dias após o parto. Profissionais de Educação e de Saúde devem apresentar algum documento que comprove sua atuação nas áreas.

Sarampo

As famílias e os responsáveis também devem aproveitar a vacinação deste sábado para imunizar as crianças contra Sarampo. A vacinação é para crianças de seis meses a menos de 5 anos de idade e profissionais das redes pública e particular de Saúde. 

A Secretaria de Saúde salienta que neste ano a cobertura vacinal das crianças contra a doença está baixa. É importante que famílias e responsáveis se conscientizem que o Sarampo é uma doença grave, cujas complicações podem deixar sequelas para o resto da vida e até mesmo levar a óbito, principalmente crianças de seis meses a cinco anos. Por isso, é importante elas serem imunizadas.

A Secretaria de Saúde orienta para que as famílias verifiquem a carteirinha de vacinação de suas crianças. Caso elas tenham recebido a última dose da vacina contra o Sarampo há 30 dias ou mais, elas poderão ser vacinadas neste sábado. Já os trabalhadores da saúde que não tiverem comprovação da vacinação contra o Sarampo deverão receber 2 doses, com intervalo de 30 dias entre a 1ª e 2ª dose.

Campanhas de vacinação contra Influenza e Sarampo terminam nesta sexta-feira (24/06)

  • Publicado em Saúde

Imunização pode ser feita nas UBSs de Hortolândia, inclusive naquelas onde é feita vacinação contra COVID-19

O inverno começa nesta terça-feira (21/06). Com a chegada da estação mais fria do ano, é importante imunizar-se, em especial crianças, idosos, gestantes e pessoas com comorbidades, contra a Influenza, uma das doenças respiratórias que mais acometem as pessoas nesta época. Por isso, a Prefeitura de Hortolândia reforça que a campanha de vacinação contra a gripe termina nesta sexta-feira (24/06). A vacinação é feita das 8h às 15h30 nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), inclusive naquelas que realizam a vacinação contra a COVID-19. Até o momento, o município já imunizou mais de 41.000 pessoas contra a Influenza (vide a cobertura vacinal abaixo). A meta é vacinar 90% das pessoas dos públicos-alvos. A recomendação da Secretaria de Saúde é que a população deve tomar a vacina contra a Influenza uma vez por ano. A Secretaria de Saúde ainda salienta que a cobertura vacinal na campanha deste ano está baixa em todos os públicos-alvos. 

A Prefeitura de Hortolândia reforça a orientação para os moradores que é obrigatório o uso de máscara, inclusive de pessoas acompanhantes, dentro das unidades de saúde durante as vacinações. 

A vacinação contra Influenza continua para os públicos-alvos já definidos pela campanha: caminhoneiros; trabalhadores do transporte coletivo; forças de segurança, de salvamento e armadas; funcionários do sistema prisional; pessoas privadas de liberdade; profissionais das redes pública e particular de Educação; pessoas com comorbidades e deficiência a partir de 5 anos; crianças de seis meses a menos de 5 anos; gestantes; puérperas; idosos de 60 anos ou mais e profissionais das redes pública e particular de Saúde.

Pessoas com comorbidades devem apresentar atestado, relatório médico ou receituário para comprovar que têm as referidas doenças (confira no anexo abaixo a lista das comorbidades abrangidas pela campanha). Já pessoas com deficiência também devem apresentar algum atestado que comprove a deficiência, com exceção dos deficientes físicos. 

Gestantes devem levar a carteira de pré-natal. Puérperas devem apresentar relatório de alta ou Certidão de Nascimento do bebê. Podem receber a vacina puérperas com até 45 dias após o parto. Profissionais de Educação e de Saúde devem apresentar documento que comprove sua atuação nas áreas.

Cobertura Vacinal contra a Influenza

GRUPO

DOSES APLICADAS

%

Caminhoneiros

136

Trabalhadores do transporte coletivo

384

Trabalhadores portuários

3

Forças Armadas

10

Forças de segurança e salvamento

124

Funcionários do sistema prisional

368

População privada de liberdade

5.596

91%

Profissionais de Educação

1.232

58%

Pessoas com comorbidades

5.470

35%

Pessoas com deficiência

45

0,7%

Crianças

5.637

38%

Gestantes

891

41%

Puérperas

158

45%

Idosos

17.700

63%

Profissionais de saúde

3.381

49%

Outros grupos sem comorbidade (vacinação feita somente em clínicas particulares)

572

 

Total

41.707

53%

*Obs.: A cobertura vacinal é calculada com base nos dados de 2021 das populações estimadas dos públicos-alvos

Sarampo

As famílias e os responsáveis também devem levar suas crianças para serem imunizadas contra o Sarampo. A campanha de vacinação contra a doença também termina nesta sexta-feira (24/06). A imunização é para crianças de seis meses a menos de 5 anos de idade e profissionais das redes pública e particular de Saúde. A vacinação também é feita das 8h às 15h30 nas UBSs, inclusive naquelas que fazem a vacinação contra a COVID-19. Até o momento, Hortolândia já imunizou mais de 6.000 crianças contra o Sarampo (vide a cobertura vacinal abaixo). A meta é imunizar 95% dos dois públicos-alvos.

A Secretaria de Saúde também salienta que a cobertura vacinal das crianças na campanha está baixa. É importante que famílias e responsáveis se conscientizem que o Sarampo é uma doença grave, cujas complicações podem deixar sequelas para o resto da vida e até mesmo levar a óbito, principalmente crianças de seis meses a cinco anos. Por isso, é importante elas serem imunizadas.

A Secretaria de Saúde orienta para que as famílias verifiquem a carteirinha de vacinação de suas crianças. Caso elas tenham recebido a última dose da vacina contra o Sarampo há 30 dias ou mais, elas poderão ser vacinadas na campanha. Já os trabalhadores da saúde que não tiverem comprovação da vacinação contra o Sarampo deverão receber 2 doses durante a campanha, com intervalo de 30 dias entre a 1ª e 2ª dose.

Cobertura Vacinal contra o Sarampo

6 meses a 1 ano

879

 

1 ano

1.219

 

2 anos

1.449

 

3 anos

1.568

 

4 anos

1.670

 

Total

6.785

48%

Hortolândia imuniza mais de 600 pessoas no “Arraiá da vacina”

  • Publicado em Saúde

Prefeitura reforça orientação que campanhas de vacinação contra Influenza e Sarampo vão até o dia 24 deste mês nas UBSs

O frio não espantou o público que compareceu em grande número para se imunizar no “Arraiá da vacina”, promovido pela Prefeitura de Hortolândia, na UBS (Unidade Básica de Saúde) Dom Bruno Gamberini, no domingo (12/06). A ação aplicou um total de 638 doses, das quais 468 contra COVID-19, 150 contra Influenza e 20 contra Sarampo.

Quem não conseguiu ir ao evento, pode garantir sua imunização contra Influenza e Sarampo durante a semana nas UBSs. A Secretaria de Saúde reforça para a população que as campanhas de vacinação contra as duas doenças vão até o dia 24 deste mês. A vacinação é feita das 8h às 15h30, inclusive nas UBSs onde é feita imunização contra COVID-19.

Influenza

A vacinação contra Influenza é feita para os seguintes públicos-alvos: caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo, forças de segurança, de salvamento e armadas, funcionários do sistema prisional, pessoas privadas de liberdade, profissionais das redes pública e particular de Educação, pessoas com comorbidades e deficiência a partir de 5 anos, crianças de seis meses a menos de 5 anos, gestantes, puérperas, idosos de 60 anos ou mais e profissionais das redes pública e particular de Saúde. A Secretaria de Saúde orienta que as pessoas devem tomar a vacina contra a Influenza uma vez por ano. A meta é vacinar 90% dos públicos-alvos.

Pessoas com comorbidades devem apresentar atestado, relatório médico ou receituário para comprovar que têm as referidas doenças (confira no anexo abaixo a lista das comorbidades abrangidas pela campanha). Já pessoas com deficiência também devem apresentar algum atestado que comprove a deficiência, com exceção dos deficientes físicos. 

Gestantes devem levar a carteira de pré-natal. Puérperas devem apresentar relatório de alta ou Certidão de Nascimento do bebê. Podem recebem a vacina puérperas com até 45 dias após o parto. Profissionais de Educação e de Saúde deverão apresentar algum documento que comprove sua atução nas áreas. 

Sarampo

Já a vacinação contra Sarampo é para crianças de seis meses a menos de cinco anos e profissionais das redes pública e particular de saúde. A meta é imunizar 95% dos dois públicos-alvos. 

A Secretaria de Saúde orienta para que as famílias verifiquem a carteirinha de vacinação de suas crianças. Caso elas tenham recebido a última dose da vacina contra o Sarampo há 30 dias ou mais, elas poderão ser vacinadas no domingo. Já os trabalhadores da saúde que não tiverem comprovação da vacinação contra o Sarampo deverão receber 2 doses, com intervalo de 30 dias entre a 1ª e 2ª dose.

COVID-19

Para a vacinação contra a COVID-19, a Secretaria de Saúde salienta que as pessoas devem apresentar o comprovante de vacinação e CPF (Cadastro de Pessoa Física). A vacinação acontece das 8h às 15h30 em diferentes UBSs em cada dia da semana.

Vale lembrar também que pessoas com 50 anos ou mais e profissionais das redes pública e particular de saúde já podem receber a 4ª dose, conforme determinação do governo estadual.

Hortolândia imuniza mais de 38.000 pessoas contra Influenza

  • Publicado em Saúde

Prefeitura promove o “Arraiá da vacina”, neste domingo (12/06), que terá imunização contra gripe, Sarampo e COVID-19

Já levou suas crianças e seus idosos para serem vacinados contra Influenza, Sarampo e COVID-19? Se ainda não, aproveite para fazer isso no fim de semana. A Prefeitura de Hortolândia realiza o “Arraiá da vacina”, neste domingo (12/06). A ação será das 8h às 12h na UBS (Unidade Básica de Saúde) Dom Bruno Gamberini, localizada na avenida São Francisco de Assis, 46, Vila Real. Será feita vacinação contra as três doenças. Para animar a população, a unidade terá decoração temática junina e a equipe estará vestida a caráter. 

A Secretaria de Saúde reforça que é obrigatório o uso de máscara, inclusive de pessoas acompanhantes, dentro da unidade durante a vacinação.

INFLUENZA

A vacinação contra gripe será feita para os seguintes públicos-alvos: caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo, forças de segurança, de salvamento e armadas, funcionários do sistema prisional, pessoas privadas de liberdade, profissionais das redes pública e particular de Educação, pessoas com comorbidades e deficiência a partir de 5 anos, crianças de seis meses a menos de 5 anos, gestantes, puérperas, idosos de 60 anos ou mais e profissionais das redes pública e particular de Saúde. A Secretaria de Saúde orienta que as pessoas devem tomar a vacina contra a Influenza uma vez por ano. Até o momento, o município já imunizou 38.190 pessoas contra Influenza (confira abaixo a cobertura vacinal).

Pessoas com comorbidades devem apresentar atestado, relatório médico ou receituário para comprovar que têm as referidas doenças (confira no anexo abaixo a lista das comorbidades abrangidas pela campanha). Já pessoas com deficiência também devem apresentar algum atestado que comprove a deficiência, com exceção dos deficientes físicos. 

Gestantes devem levar a carteira de pré-natal. Puérperas devem apresentar relatório de alta ou Certidão de Nascimento do bebê. Podem recebem a vacina puérperas com até 45 dias após o parto. Profissionais de Educação e de Saúde deverão apresentar algum documento que comprove sua atução nas áreas.

Cobertura Vacinal contra a Influenza

GRUPO

DOSES APLICADAS

%

Caminhoneiros

118

Trabalhadores do transporte coletivo

364

Trabalhadores portuários

1

Forças Armadas

9

Forças de segurança e salvamento

114

Funcionários do sistema prisional

217

População privada de liberdade

4.383

71%

Profissionais de Educação

1.162

55%

Pessoas com comorbidades

4.930

32%

Pessoas com deficiência

40

0,6%

Crianças

5.242

36%

Gestantes

831

39%

Puérperas

143

41%

Idosos

16.865

60%

Profissionais de saúde

3.253

47%

Outros grupos sem comorbidade (vacinação feita somente em clínicas particulares)

518

 

Total

38.190

51%

*Obs.: A cobertura vacinal é calculada com base nos dados de 2021 das populações estimadas dos públicos-alvos

Sarampo

Já a vacinação contra Sarampo será feita para crianças de seis meses a menos de cinco anos e profissionais das redes pública e particular de saúde. O município já imunizou (confira abaixo a cobertura vacinal).

A Secretaria de Saúde orienta para que as famílias verifiquem a carteirinha de vacinação de suas crianças. Caso elas tenham recebido a última dose da vacina contra o Sarampo há 30 dias ou mais, elas poderão ser vacinadas no domingo. Já os trabalhadores da saúde que não tiverem comprovação da vacinação contra o Sarampo deverão receber 2 doses, com intervalo de 30 dias entre a 1ª e 2ª dose.

Cobertura Vacinal contra o Sarampo

6 meses a 1 ano

850

 

1 ano

1.142

 

2 anos

1.392

 

3 anos

1.512

 

4 anos

1.579

 

Total

6.475

46%

COVID-19

Para a vacinação contra a COVID-19, a Secretaria de Saúde salienta que as pessoas devem apresentar o comprovante de vacinação e CPF (Cadastro de Pessoa Física). 

Vale lembrar também que pessoas com 50 anos ou mais e profissionais das redes pública e particular de saúde já podem receber a 4ª dose, conforme determinação do governo estadual.

Hortolândia promove “Arraiá de vacina”, neste domingo (12/06)

  • Publicado em Saúde

Ação será das 8h às 12h na UBS Dom Bruno Gamberini, na Vila Real

Que tal curtir as festas juninas com a saúde protegida? No clima dos tradicionais festejos deste mês, a Prefeitura de Hortolândia promoverá o “Arraiá da vacina”, no domingo (12/06). A ação será das 8h às 12h na UBS (Unidade Básica de Saúde) Dom Bruno Gamberini, localizada na avenida São Francisco de Assis, 46, Vila Real. A ação realizará vacinação contra COVID-19 (1ª, 2ª, 3ª e 4ª doses), Influenza e Sarampo. Para animar a população, a unidade terá decoração temática junina e a equipe estará vestida a caráter. 

A Secretaria de Saúde reforça que é obrigatório o uso de máscara, inclusive de pessoas acompanhantes, dentro da unidade durante a vacinação.

Para a vacinação contra a COVID-19, a Secretaria de Saúde salienta que as pessoas devem apresentar o comprovante de vacinação e CPF (Cadastro de Pessoa Física). Vale lembrar também que pessoas com 50 anos ou mais e profissionais das redes pública e particular de saúde já podem receber a 4ª dose, conforme determinação do governo estadual.

A vacinação contra Influenza será feita para os seguintes públicos-alvos: caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo, forças de segurança, de salvamento e armadas, funcionários do sistema prisional, pessoas privadas de liberdade, profissionais das redes pública e particular de Educação, pessoas com comorbidades e deficiência a partir de 5 anos, crianças de seis meses a menos de 5 anos, gestantes, puérperas, idosos de 60 anos ou mais e profissionais das redes pública e particular de Saúde. A Secretaria de Saúde orienta que as pessoas devem tomar a vacina contra a Influenza uma vez por ano.

Pessoas com comorbidades devem apresentar atestado, relatório médico ou receituário para comprovar que têm as referidas doenças (confira no anexo abaixo a lista das comorbidades abrangidas pela campanha). Já pessoas com deficiência também devem apresentar algum atestado que comprove a deficiência, com exceção dos deficientes físicos. 

Gestantes devem levar a carteira de pré-natal. Puérperas devem apresentar relatório de alta ou Certidão de Nascimento do bebê. Podem recebem a vacina puérperas com até 45 dias após o parto. Profissionais de Educação e de Saúde deverão apresentar algum documento que comprove sua atução nas áreas.

Já a vacinação contra Sarampo será feita para crianças de seis meses a menos de cinco anos e profissionais das redes pública e particular de saúde. A Secretaria de Saúde orienta para que as famílias verifiquem a carteirinha de vacinação de suas crianças. Caso elas tenham recebido a última dose da vacina contra o Sarampo há 30 dias ou mais, elas poderão ser vacinadas no domingo. Já os trabalhadores da saúde que não tiverem comprovação da vacinação contra o Sarampo deverão receber 2 doses, com intervalo de 30 dias entre a 1ª e 2ª dose.