Menu


Hortolândia recebe mais dois profissionais de saúde do programa federal “Mais Médicos”

  • Publicado em Saúde

Médicos generalistas começaram a atuar nesta quarta-feira (08/11) nas UBSs Amanda I e Orestes Ôngaro 

Hortolândia ganha um importante reforço profissional na rede pública de saúde. O município recebeu mais dois médicos generalistas selecionados pelo programa “Mais Médicos”, do governo federal. Eles começaram a trabalhar nesta quarta-feira (08/11). Com a vinda desses dois médicos, Hortolândia completou as 11 vagas que foram abertas pelo programa. Os primeiros nove profissionais selecionados chegaram à cidade em julho deste ano.

Uma das novas profissionais que começou a atender na UBS (Unidade Básica de Saúde) Amanda I, nesta quarta-feira, é Elia Peralta Ortiz. A médica está feliz em iniciar seu trabalho na unidade. “A sensação é que parece que acabei de me formar. Estou animada em atender a população. Trabalhar em UBS é uma grande experiência porque cada região da cidade é diferente, com características próprias”, conta a profissional. 

Nascida em Cuba, onde se formou em medicina, Elia destaca que a UBS tem um espaço bem organizado. “A unidade é ampla. A começar pela recepção, que é acolhedora e abraça as pessoas logo na entrada quando elas chegam”, elogia a médica. De acordo com a coordenação da UBS Amanda I, a unidade atende, em média, em torno de 200 pessoas por dia.

CAPACITAÇÃO

Além de receber novos profissionais, Hortolândia teve papel de destaque na formação dos médicos selecionados pelo programa. A convite do Ministério da Saúde, o SAMU de Hortolândia ministrou uma capacitação sobre Suporte Básico de Vida para 1.040 profissionais de saúde selecionados pelo programa em evento realizado em Brasília, em agosto.  

MAIS MÉDICOS 

Hortolândia deverá receber mais médicos em breve. De acordo com a Secretaria de Saúde, está prevista a vinda de mais seis médicos generalistas para atuar no município. 

A vinda desses profissionais será viabilizada por meio de um novo modelo do programa “Mais Médicos”, ao qual Hortolândia já fez a adesão. Esse modelo, instituído pelo governo federal e denominado “Coparticipação”, estabelece que metade do valor do salário pago aos médicos seja arcado pelo governo federal e a outra metade pelo município. De acordo com a Secretaria de Saúde, a chegada desses novos médicos deve ocorrer até o fim deste ano.

Leia mais ...

Projeto de mapeamento genético começa a coletar amostras de sangue de voluntários na UBS Dom Bruno

  • Publicado em Saúde

Equipe do projeto “gen-t do Brasil” estará na UBS a partir da segunda-feira (21/08)

Você quer saber como está sua saúde e, de quebra, ajudar no mapeamento genético da população brasileira? Então, participe do projeto “gen-t do Brasil” que está em Hortolândia. A partir da segunda-feira (21/08), a equipe do projeto estará na UBS (Unidade Básica de Saúde) Dom Bruno Gamberini para coletar amostras de sangue de voluntários. A coleta será feita de segunda a sexta-feira, das 7h15 às 11h30. A UBS está localizada na avenida São Francisco de Assis, 46, Vila Real. Moradores interessados em participar do projeto devem fazer o agendamento por meio deste LINK, ou podem ir diretamente na UBS. 

O objetivo do projeto, criado pela startup gen-t, é mapear o genoma de cerca de 200.000 brasileiros. O mapeamento genético é feito pela coleta de uma amostra de sangue. Genoma é o conjunto de todos os genes que integram o organismo humano. Cada gene é formado por uma sequência específica de DNA (ácido desoxirribonucleico). Isso significa que cada pessoa é única, uma vez que a sequência do DNA de cada indíviduo é diferente da dos outros. Os genes têm as informações hereditárias que formam cada pessoa e suas características, como por exemplo as características físicas. De acordo com pesquisas científicas, o genoma humano é formado por cerca de 20.000 genes. 

O projeto chegou em Hortolândia no início de agosto com a previsão de ficar dois meses. De acordo com a startup, a meta é coletar amostras de sangue de cerca de 5.000 moradores. A coleta também é feita na UBS Amanda I, que fica na rua Almada Negreiros, 1.299, Jardim Amanda. 

Para ser voluntário, os requisitos são os seguintes: ser brasileiro; ter 18 anos ou mais; apresentar algum documento com foto; estar de jejum há pelo menos oito horas; e responder a um questionário sobre saúde. Mais informações sobre o projeto e o agendamento podem ser obtidas via WhatsApp por meio do número (11) 91270-5554.

A startup salienta que os dados dos voluntários permanecerão anônimos e não serão divulgados. No dia agendado para a coleta da amostra de sangue, cada voluntário receberá informações sobre o projeto, os procedimentos e os exames que serão realizados. 

RISCO CARDIOVASCULAR 

O mapeamento genético também possibilita saber se uma pessoa tem predisposição para determinadas doenças. Por isso, o projeto oferecerá exames laboratoriais gratuitos para os voluntários. Por meio dos exames o projeto fará uma avaliação geral da saúde de cada voluntário. 

Os exames também são importantes para identificar fatores de risco e detectar doenças. De acordo com a startup, os voluntários receberão os resultados dos exames por e-mail e SMS em até quatro dias. Durante cinco anos, o projeto retornará ao município anualmente para realizar novos exames nos voluntários. 

“Além dos exames, os voluntários também recebem um relatório de saúde global sobre risco de doenças e problemas cardiovasculares”, explica a head de operações da startup, Barbara Godoy.  

BANCO GENÉTICO 

A partir do mapeamento, o projeto criará um banco genético dos brasileiros. Os dados poderão ser utilizados em pesquisas para desenvolver  rémedios e tratamentos mais eficientes de acordo com o perfil genético das diferentes etnias que formam a população do Brasil. 

Com o banco genético, a expectativa da startup é que os benefícios da medicina de precisão se tornem acessíveis para as pessoas. A medicina de precisão é uma área que alia os dados genéticos de cada indivíduo com informações colhidas por meio dos exames já habitualmente realizados pela medicina.

“As descobertas do projeto podem se traduzir no desenvolvimento de novos medicamentos mais eficazes, específicos e inteligentes. E o melhor de tudo: este não é um benefício apenas para o indivíduo, é um benefício para todos”, destaca a CEO da startup gen-t, Lygia da Veiga Pereira.

Leia mais ...

Prefeitura de Hortolândia realiza campanha de vacinação, neste sábado (15/04)

  • Publicado em Saúde

Vacinação será das 8h às 15h30 na UBS Amanda I; serão disponibilizadas doses contra gripe, COVID-19 e do Calendário Nacional de Vacinação

Você está a fim de um programa que faz bem para a saúde? Compareça na campanha de vacinação que a Prefeitura de Hortolândia promove neste sábado (15/04). Chame sua família, parentes e amigos para também irem! A campanha será das 8h às 15h30 na UBS (Unidade Básica de Saúde) Amanda I, localizada na rua Almada Negreiros, 1.299, Jardim Amanda.  Haverá vacinação contra a Influenza (gripe) e a COVID-19, para crianças com idade a partir de 12 anos. Na campanha também haverá aplicação de doses do Calendário Nacional de Vacinação.

A Secretaria de Saúde reforça que a campanha de vacinação contra a gripe tem novidade. Diferentemente das campanhas anteriores, neste ano a vacinação é feita para todos os grupos prioritários sem escalonamento. Hortolândia iniciou a campanha na terça-feira (11/04), quando aplicou mais de 2.400 doses.  

Na campanha deste sábado também haverá aplicação da vacina bivalente contra a COVID-19. Podem recebê-la idosos com idade acima de 60 anos, imunossuprimidos, gestantes, puérperas, pessoas com deficiência permanente, profissionais de saúde e do sistema prisional e pessoas com comorbidade a partir de 18 anos. 

A Secretaria de Saúde reforça que para receber a vacina bivalente a pessoa precisa ter cumprido o intervalo de quatro meses após ter sido imunizada com a dose anterior. 

Também serão aplicadas neste sábado doses dos imunizantes que integram o Calendário Nacional de Vacinação. A população e as crianças poderão  atualizar a proteção contra Poliomielite, Sarampo, Febre Amarela, Meningite, entre outras doenças. A Secretaria de Saúde reforça para que as pessoas tragam a carteirinha de vacinação.

Leia mais ...

Hortolândia realiza campanha de vacinação, neste sábado (15/04)

  • Publicado em Saúde

Haverá imunização contra Influenza, COVID-19 e vacinas do calendário vacinal, das 8h às 15h, na UBS Amanda I

Você já olhou sua carteirinha de vacinação? Se você está com alguma vacina atrasada, aproveite para fazer a atualização neste fim de semana. A Prefeitura de Hortolândia promove campanha de vacinação, neste sábado (15/04). A vacinação será, das 8h às 15h, na UBS (Unidade Básica de Saúde) Amanda I, localizada na rua Almada Negreiros, 1.299, Jardim Amanda. Haverá vacinação contra Influenza, COVID-19 e aplicação de doses do Calendário Nacional de Vacinação.

Diferententemente dos anos anteriores, a Secretaria de Saúde reforça que neste ano a vacinação contra a gripe é feita para todos os grupos prioritários sem escalonamento. 

Na campanha deste sábado também haverá aplicação da vacina bivalente contra a COVID-19. Podem recebê-la idosos com idade acima de 60 anos, imunossuprimidos, gestantes, puérperas, pessoas com deficiência permanente, profissionais de saúde e do sistema prisional e pessoas com comorbidade com idade a partir de 18 anos. 

A Secretaria de Saúde reforça que para receber a vacina bivalente a pessoa precisa ter cumprido o intervalo de quatro meses após ter sido imunizada com a dose anterior. 

Também serão aplicadas as vacinas que integram o Calendário Nacional de Vacinação. A população poderá atualizar a proteção contra doenças como Poliomielite, Sarampo, Febre Amarela, Meningite, entre outras.

Leia mais ...

Prefeitura realiza vacinação contra a COVID-19, neste sábado (09/04)

  • Publicado em Saúde

Imunização será nas UBSs Amanda I e Dom Bruno, das 8h às 15h30

Se você está atrasado, aproveite para completar seu esquema vacinal contra a COVID-19. A Prefeitura de Hortolândia realiza vacinação, neste sábado (09/04), das 8h às 15h30. A vacinação será nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) Amanda I, que fica na rua Almada Negreiros, 1.299, e Dom Bruno Gamberini, localizada na avenida São Francisco de Assis, 46, Vila Real. De acordo com a Secretaria de Saúde, serão disponibilizadas 1.000 doses para cada UBS.  

A Secretaria de Saúde informa que as unidades imunizarão adolescentes com idade a partir de 12 anos, jovens, adultos e idosos, além de idosos acima de 60 anos com a 4ª dose. Diferentemente do que havia sido divulgado, a Secretaria de Saúde decidiu realizar a vacinação neste sábado em razão da grande quantidade de pessoas faltosas com as 2ª e 3ª doses no município, principalmente adultos e adolescentes de 12 anos ou mais. De acordo com dados da Secretaria de Saúde, o número total de faltosos da 2ª dose é 11.303 pessoas. Já os faltosos da 3ª dose são 72.301 pessoas. 

ADULTOS

A Secretaria de Saúde salienta que o intervalo da 1ª para a 2ª dose para quem recebeu a Coronavac é de 28 dias. Quem recebeu a AstraZeneca, o intervalo é de 8 semanas. Já para quem foi imunizado com a Pfizer, o intervalo da 1ª para a 2ª dose é de 21 dias para adultos e de 8 semanas para adolescentes. Para quem recebeu a 1ª dose da Janssen, o intervalo para a dose de reforço é de 2 meses. Já o intervalo da 2ª para 3ª dose para todas as vacinas, com exceção da Janssen, é de 4 meses. Para os imunossuprimidos, o intervalo da 2ª para a 3ª dose é de 28 dias.

Quem for receber a 1ª dose deve apresentar Carteira de Identidade ou algum documento com foto, CPF (Cadastro de Pessoa Física) e comprovante de endereço.

Já para receber a 2ª ou a 3ª doses, é necessário levar o comprovante de vacinação, Carteira de Identidade ou algum outro documento com foto e CPF. Os adolescentes podem receber a 2ª dose desacompanhados de pai, mãe ou responsável.

IDOSOS

A Secretaria de Saúde salienta que poderão receber a 4ª dose idosos que já receberam a 3ª dose há quatro meses ou mais. Os idosos deverão apresentar comprovante da vacinação da 3ª dose e CPF (Cadastro de Pessoa Física). Idosos que tenham sido imunizados em outro município e que atualmente morem em Hortolândia deverão apresentar comprovante de residência. 

Idosos com problema de mobilidade poderão ir à UBS com um acompanhante. Familiares, parentes e/ou responsáveis por idosos acamados, deverão entrar em contato com a UBS de referência para agendar a data da vacinação na casa do idoso.

Leia mais ...

Hortolândia realiza vacinação contra a COVID-19, neste sábado (02/04)

  • Publicado em Saúde

Vacinação será na UBS Amanda II para crianças de 5 a 11 anos; já a imunização para adolescentes com idade a partir de 12 anos, jovens, adultos e da 4ª dose para idosos com 80 anos ou mais será na UBS Amanda I

Você e as pessoas da sua família ainda não estão totalmente protegidos contra a COVID-19? Então, aproveite e leve seus entes queridos para completarem a imunização neste fim de semana. A Prefeitura de Hortolândia realiza vacinação, neste sábado (02/04), das 8h às 15h30. A vacinação para crianças de 5 a 11 anos será na UBS (Unidade Básica de Saúde) Amanda II, que fica na avenida Brasil, 800. Serão disponibilizadas para os pequenos 600 doses. Já a vacinação para adolscentes com idade a partir de 12 anos, jovens e adultos será na UBS Amanda I, localizada na rua Almada Negreiros, 1.299. Serão disponibilizadas 1.000 doses para esses públicos. A UBS Amanda II também fará a vacinação de 4ª dose para idosos com 80 anos ou mais.

Em virtude do baixo comparecimento da população na vacinação nos fins de semana, a partir de abril a Secretaria de Saúde salienta que fará vacinação somente no primeiro e último sábado do mês. 

CRIANÇAS

A Secretaria de Saúde salienta que o intervalo da 1ª para a 2ª dose é de 28 dias para crianças de 5 a 11 anos que receberam a Coronavac, e de 8 semanas para crianças imunizadas com a Pfizer. 

Para crianças que forem receber a 1ª dose, a Secretaria de Saúde salienta que as famílias devem fazer o cadastro das crianças no site Vacina Já (CLIQUE AQUI), do governo do Estado. O cadastro serve para deixar a vacinação mais rápida, e assim evitar filas e aglomeração. Para fazer o cadastro é necessário informar o CPF (Cadastro de Pessoa Física) da criança. Caso a criança ainda não tenha o documento, a Secretaria de Saúde orienta para que a família ou o responsável providencie a emissão do documento da criança em alguma das agências do Correios da cidade ou no site do Poupatempo (CLIQUE AQUI)

As crianças deverão ir acompanhadas de um adulto. É necessário apresentar Carteira de Identidade e CPF da criança e comprovante de endereço. Para receber a 2ª dose, a criança deve vir acompanhada de um adulto e apresentar o comprovante da vacinação da 1ª dose, CPF (Cadastro de Pessoa Física) e cartão do SUS (Sistema Único de Saúde).     

ADULTOS

A Secretaria de Saúde salienta que o intervalo da 1ª para a 2ª dose para quem recebeu a Coronavac é de 28 dias. Quem recebeu a AstraZeneca, o intervalo é de 8 semanas. Já para quem foi imunizado com a Pfizer, o intervalo da 1ª para a 2ª dose é de 21 dias para adultos e de 8 semanas para adolescentes. Para quem recebeu a 1ª dose da Janssen, o intervalo para a dose de reforço é de 2 meses. Já o intervalo da 2ª para 3ª dose para todas as vacinas, com exceção da Janssen, é de 4 meses. Para os imunossuprimidos, o intervalo da 2ª para a 3ª dose é de 28 dias.

Quem for receber a 1ª dose deve apresentar Carteira de Identidade ou algum documento com foto, CPF (Cadastro de Pessoa Física) e comprovante de endereço.

Já para receber a 2ª ou a 3ª doses, é necessário levar o comprovante de vacinação, Carteira de Identidade ou algum outro documento com foto e CPF. Os adolescentes podem receber a 2ª dose desacompanhados de pai, mãe ou responsável.

IDOSOS

A Secretaria de Saúde salienta que poderão receber a 4ª dose idosos que já receberam a 3ª dose há quatro meses ou mais. Os idosos deverão apresentar comprovante da vacinação da 3ª dose e CPF (Cadastro de Pessoa Física). Idosos que tenham sido imunizados em outro município e que atualmente morem em Hortolândia deverão apresentar comprovante de residência. 

Já os idosos que tenham problema de mobilidade, eles poderão ir à UBS com um acompanhante. Familiares, parentes e/ou responsáveis por idosos acamados, deverão entrar em contato com a UBS de referência para agendar a data da vacinação na casa do idoso.

Leia mais ...