Menu


Curso de Instalador e Reparador de Equipamentos de Telecomunicações contrata aprendizes

Formação profissionalizante aceitará inscrições até sexta-feira (15/12) na sede do Fundo Social de Hortolândia

O Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia, órgão vinculado à Secretaria de Governo, receberá, até sexta-feira (15/12), as inscrições para o curso profissionalizante de Instalador e Reparador de Equipamentos de Telecomunicações, firmado em parceria com o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e com a Desktop, empresa provedora de internet. Para efetivar a inscrição, os candidatos deverão possuir Ensino Fundamental completo, ter entre 18 a 22 anos no 1º dia de aula, possuir ou adquirir a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) até o último dia de aula e residir em Hortolândia, Sumaré ou Nova Odessa. Poderão se inscrever candidatos de ambos os sexos. Assim que aprovados no processo seletivo, os alunos serão contratados pela empresa Desktop como aprendizes, recebendo, já no primeiro mês de aula, remuneração, vale alimentação e vale transporte. Ao todo, serão ofertadas 18 vagas. Para efetivar a inscrição, os interessados devem comparecer à sede do Fundo Social, localizado na Rua José Athanázio Bueno, 260, no Jd. Santana. O edital completo do curso pode ser consultado neste LINK.

Com uma carga total de 800 horas, o curso gratuito de Instalador e Reparador de Equipamentos de Telecomunicações terá início no dia 23 de janeiro de 2024, no Senai de Sumaré, localizado na Av. Rebouças, 3965. O término das aulas está previsto para dezembro do ano que vem. A formação profissionalizante gratuita será organizada em aulas práticas e teóricas. Às segundas e terças-feiras, das 6h às 12h, os alunos participarão das aulas práticas profissionais ministradas na Desktop de Sumaré. Já às quartas-feiras, das 13h às 17h, às quintas e sextas-feiras, das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h, os alunos participarão dos módulos teóricos, realizados no Senai, também em Sumaré.

O objetivo da formação profissionalizante é capacitar o aluno a planejar, diagnosticar e reparar defeitos, assim como realizar instalações e manutenções de redes internas e externas e de equipamentos de telecomunicações, seguindo os padrões técnicos, de qualidade, de saúde e segurança no trabalho. Ao final da formação, os alunos receberão certificado de conclusão e terão chances de serem efetivados pela empresa.

O curso profissionalizante será organizado em sete módulos, nos quais os alunos aprenderão os fundamentos das telecomunicações e das redes, entenderão os conceitos teóricos de Eletricidade Básica, Tecnologia da Informação e Comunicação em Multimeios, além de aprenderem técnicas para a instalação de redes e de equipamentos e para manutenção de linhas. Após a conclusão do curso, espera-se que os formandos estejam aptos a atuar em serviços de instalação, manutenção e reparo de redes e sistemas de telecomunicações diversos, como rede de telefonia, fibra óptica, redes sem fio e sistemas estruturados.

 

SERVIÇO

Curso de Instalador e Reparador de Equipamentos de Telecomunicações

Realização: Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia em parceria com o Senai e Desktop

Inscrições: presencialmente

Local: Fundo Social de Hortolândia

Endereço: Rua José Athanázio Bueno, 260, Jd. Santana

Requisitos: Ensino Fundamental Completo, ter entre 18 a 22 anos, possuir ou adquirir CNH até o final do curso, residir em Hortolândia, Sumaré ou Nova Odessa

Duração das aulas: de 23 de janeiro a 17 de dezembro de 2024

Leia mais ...

Bolsistas do programa “ACERTE” se formam em Hortolândia

Formandos receberam cestas de Natal doadas pelo Fundo Social de Solidariedade

A Prefeitura de Hortolândia promoveu, nessa quinta-feira (07/12), a formatura de 260 bolsistas do programa social “Acerte” (Ação Cidadã de Requalificação, Trabalho e Educação), ligado à Secretaria de Governo. A cerimônia de certificação aconteceu na EMEF (Escola Municipal do Ensino Fundamental) Prof.ª Marleciene Priscila Presta Bonfim, no Remanso Campineiro.

Desenvolver habilidades e competências necessárias para impulsionar o próprio negócio. Foi esse o objetivo dos três cursos ministrados pelo programa “Acerte”. Na formação “Comece seu Planejamento Financeiro”, os bolsistas aprenderam a fazer planejamento financeiro, controlar as finanças e entender planos e modelos de negócios.

Já na formação “Seja Mais Seguro nas Decisões da Sua Empresa com Inteligência Emocional”, os alunos desenvolveram conhecimentos para gerir emoções e relacionamentos no ambiente empresarial. O projeto também ministrou a formação “Seja a Direção do Seu Futuro”, que estimulou os bolsistas a encontrarem oportunidades para fortalecer as atitudes empreendedoras.

A secretária adjunta de Governo de Hortolândia, Jéssica Guimarães Alves Bastos, avalia o programa “Acerte” sob dois aspectos. “A Prefeitura de Hortolândia entende que a promoção de programas sociais como o ‘Acerte’ tem impactos diretos nas vidas das pessoas. Primeiro, porque estimula a busca pelo conhecimento, pelo desenvolvimento pessoal. Depois, porque oferece a oportunidade de reinserção no mercado de trabalho, o que reflete diretamente na geração de emprego. Portanto, criar políticas públicas de desenvolvimento social significa pensar no cuidado e valorização das pessoas”, explicou Jéssica Guimarães.

A moradora do Jd. Santa Clara I, Uélida Miranda, foi uma das bolsistas formadas pelo programa. Ela pretende aplicar os conhecimentos que adquiriu no curso para alavancar o trabalho que já desenvolve em artesanato de customização de roupas e acessórios. “Eu já tinha um pouco de noção sobre planejamento financeiro, mas faz mais de treze anos que não estudava sobre. Esse tipo de conhecimento foi benéfico para eu me desenvolver, aprender a administrar meu próprio negócio”, comenta Uélida.

 

O programa também contribuiu para a formação de alunos que não possuíam conhecimentos prévios de empreendedorismo. É o caso da bolsista Rosemary Farias de Andrade. “Eu gostei porque o curso foi aquilo que eu pensava. Aprendemos como buscar os primeiros clientes e também como organizar o primeiro espaço de trabalho”, opina Rosemary, que pretende empreender na área de alimentação.

O programa “Acerte” foi idealizado com o propósito de oferecer qualificação profissional a moradores do município em situação de vulnerabilidade social. Entre os cursos disponibilizados pelo programa, neste ano, estão costura industrial, design de sobrancelhas, depilação facial, barbearia, maquiagem, manicure e pedicure, confeitaria, auxiliar administrativo e fabricação de bombons, além das formações em educação financeira e emocional. Cada bolsista ligado ao programa recebe um benefício mensal no valor de R$710,00, além de uma cesta básica. A jornada de estudo dos bolsistas é de quatro horas diárias de aprendizado profissional.

 

Entrega de cestas de Natal

Além de se formarem nos cursos de empreendedorismo, os bolsistas do programa “Acerte” também receberam cestas de Natal distribuídas pelo Fundo Social de Hortolândia. A ação compõe as doações realizadas pelo FunSol, neste mês, em virtude da campanha “Natal Solidário”.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia, Maria dos Anjos, parabenizou os formandos pela dedicação nos cursos. “Essa entrega de cestas de Natal aos bolsistas do programa ‘Acerte’ é um mimo do Fundo Social aos alunos que tanto se dedicaram para conseguir essa formação. Temos que lembrar que na casa desses alunos existem crianças, filhos, esposa, marido, netos. Então, é uma forma que encontramos de alegrar o Natal dessas famílias. A busca pela capacitação profissional deve sempre ser exaltada. Todos os bolsistas estão de parabéns e podem, com certeza, contar com os cursos gratuitos ofertados pelo Fundo Social caso queiram continuar estudando”, encerra Maria dos Anjos.

Leia mais ...

Jd. Amanda recebe bazar da solidariedade do Fundo Social de Hortolândia, neste final de semana

Público poderá adquirir peças masculinas novas por preços entre R$ 5,00 a R$ 30,00

Quem não conseguiu aproveitar o “Bazar da Solidariedade” do último final de semana terá mais uma oportunidade para adquirir peças de roupas novas masculinas por um preço acessível. Isso porque o Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia, órgão vinculado à Secretaria de Governo, realizará, neste sábado e domingo (09 e 10/12), a segunda edição do bazar. Com a mensagem de que “A Moda é Fazer o Bem”, o bazar será organizado das 9h às 17h, no ginásio da EMEF (Escola Municipal do Ensino Fundamental) Jd. Amanda CAIC, localizado na Rua Graciliano Ramos, 698.

A primeira edição do bazar, organizada no CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade) do Remanso Campineiro entre os dias 01 e 03 de dezembro, foi um verdadeiro sucesso. Segundo o Fundo Social de Hortolândia, a ação atraiu cerca de 2 mil pessoas, que adquiriram quase 10 mil peças de roupas.

Quem comparecer ao “Bazar da Solidariedade” do Jd. Amanda, neste final de semana, terá acesso a uma variedade de modelos e roupas masculinas, desde shorts e camisetas a meias e cuecas. As peças atendem tanto o público infantil quanto homens adultos. Os valores variam entre R$5,00 a R$30,00 e o pagamento poderá ser efetivado em dinheiro ou via PIX.

Todo o dinheiro arrecadado por meio do bazar será destinado às ações promovidas pelo FunSol de Hortolândia, sobretudo para a oferta de cursos profissionalizantes gratuitos à população. As roupas foram doadas à Prefeitura de Hortolândia pela Receita Federal do Brasil mediante a apreensão de lotes que apresentaram irregularidades alfandegárias.

SERVIÇO

Bazar da Solidariedade no Jd. Amanda

Realização: Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia

Data: sábado e domingo, 09 e 10 de dezembro de 2023

Horário: 9h às 17h

Local: EMEF Jd. Amanda CAIC

Endereço: Rua Graciliano Ramos, 698, Jd. Amanda

Leia mais ...

Fundo Social de Hortolândia abre inscrições para curso de Instalador e Reparador de Equipamentos de Telecomunicações

Em 2023, mais de 400 alunos se formaram pelos cursos gratuitos ofertados pelo FunSol

O Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia, órgão vinculado à Secretaria de Governo, iniciou, nessa terça-feira (05/12), em parceria com o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), as inscrições para o curso de Instalador e Reparador de Equipamentos de Telecomunicações. A formação profissionalizante é voltada a pessoas entre 18 a 22 anos que tenham concluído o Ensino Fundamental. Outro requisito é possuir ou adquirir CNH (Carteira Nacional de Habilitação) até o último dia de aula. Para efetivar a inscrição, os interessados devem comparecer à sede do Fundo Social, localizado na Rua José Athanázio Bueno, 260, no Jd. Santana. As aulas terão início no dia 23 de janeiro de 2024, no Senai de Sumaré, localizado na Av. Rebouças, 3965. O término das aulas está previsto para dezembro do ano que vem.

Ministrado às quartas-feiras de manhã e às quintas e sextas-feiras em período integral, o curso de Instalador e Reparador de Equipamentos de Telecomunicações possui uma carga horária total de 800 horas. O objetivo da formação profissionalizante é capacitar o aluno a planejar, diagnosticar e reparar defeitos, assim como realizar instalações e manutenções de redes internas e externas e de equipamentos de telecomunicações, seguindo os padrões técnicos, de qualidade, de saúde e segurança no trabalho. Ao final da formação, todos os alunos receberão certificado de conclusão.

O curso profissionalizante será organizado em sete módulos, nos quais os alunos aprenderão os fundamentos das telecomunicações e das redes, entenderão os conceitos teóricos de Eletricidade Básica, Tecnologia da Informação e Comunicação em Multimeios, além de aprenderem técnicas para a instalação de redes e de equipamentos e para manutenção de linhas. Após a conclusão do curso, espera-se que os formandos estejam aptos a atuar em serviços de instalação, manutenção e reparo de redes e sistemas de telecomunicações diversos, como rede de telefonia, fibra óptica, redes sem fio e sistemas estruturados.

O Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia segue ofertando cursos de maneira gratuita à população. Apenas neste ano, foram 28 cursos firmados em parcerias com entidades e empresas da cidade. Ao todo, cerca de 400 alunos se formaram pelos cursos disponibilizados pelo FunSol. Nessa terça-feira (05/12), o FunSol concedeu condecorações às empresas que colaboraram com as campanhas sociais organizadas pelo órgão, neste ano. Ao todo, foram entregues 103 selos “Empresa Amiga do Fundo Social 2023”.

 

SERVIÇO

Curso de Instalador e Reparador de Equipamentos de Telecomunicações

Realização: Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia em parceria com o Senai

Inscrições: presencialmente

Local: Fundo Social de Hortolândia

Endereço: Rua José Athanázio Bueno, 260, Jd. Santana

Requisitos: Ensino Fundamental Completo, ter entre 18 a 22 anos, possuir ou adquirir CNH até o final do curso

Duração das aulas: de 23 de janeiro a 17 de dezembro de 2024

Leia mais ...

Fundo Social entrega selo “Empresa Amiga” a instituições de Hortolândia

Empresas e entidades colaboraram com campanhas solidárias e ofertas de cursos profissionalizantes

Uma manhã marcada pelo reconhecimento e gratidão. Assim foi a cerimônia de entrega do selo “Empresa Amiga do Fundo Social 2023”, nesta terça-feira (05/12). O evento, promovido pelo Fundo Social de Solidariedade, vinculado à Secretaria de Governo, condecorou 103 instituições da cidade que colaboraram com as campanhas organizadas pelo órgão. A homenagem reuniu empresários, agentes públicos, entidades assistenciais e instituições privadas no Espaço Blue Eventos, na Chácara Luzitana. 

O evento de entrega do selo “Empresa Amiga do Fundo Social” reconhece o apoio de empresas e entidades que colaboraram com as campanhas sociais da Prefeitura de Hortolândia com doações de produtos diversos, como alimentos, agasalhos, brinquedos, itens de higiene, absorventes, medicamentos, entre outros. A cerimônia também reconheceu a parceria de empresas que ofertaram os cursos gratuitos que compõem os programas de empregabilidade e qualificação profissional promovidos pelo Fundo Social. O evento contou com a exibição de dança e coral de crianças atendidas pela Associação MORIAH, com a performance do Quinteto Cultura e com a apresentação musical da cantora mirim Eloá Vanacci, participante do show de talentos “The Voice Kids”.

O prefeito de Hortolândia, José Nazareno Zezé Gomes, destacou as ações promovidas pelo Fundo Social neste ano. “Dezembro é o mês em que avaliamos nossas ações durante o ano. E, nessa avaliação, não poderíamos deixar de sentir gratidão por todos os esforços realizados pelo Fundo Social, que trabalha com o coração, amor, dedicação e carinho para cuidar das pessoas. Gratidão também às entidades e empresas que colaboraram com esse propósito de impactar e abençoar a vida de tantas pessoas. A solidariedade passa em todos os níveis, bastando apenas um coração generoso para se sensibilizar com as necessidade do próximo. Que em 2024 possamos somar ainda mais esforços para continuar fazendo a diferença na vida daqueles que mais precisam”, declarou Zezé Gomes.

Esforços que impactaram positivamente a vida de milhares de pessoas no município. É o que mostram os dados compilados pelo Fundo Social. Apenas neste ano, o órgão realizou a entrega de 3.500 cobertores e mais de 100 mil peças de roupas pela “Campanha do Agasalho”. Por meio da “Campanha Alimento Solidário”, o Fundo Social contabilizou a arrecadação de 75 toneladas de alimentos. As ações sociais também ajudaram mulheres em situação de vulnerabilidade social com a entrega de mais de 160 mil absorventes e de cerca de 1.500 kits maternidade apenas neste ano. Já a campanha “Natal Solidário” arrecadou aproximadamente 6.200 brinquedos para alegrar o final de ano das crianças. Recém-lançada, a campanha "Farmácia Solidária" contabiliza mais de 350 atendimentos.

Para a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Maria dos Anjos, esse saldo positivo é resultado de esforços conjuntos. “Hoje estamos reunidos para celebrar a gratidão. Esse evento simboliza a união de forças para praticar o bem e fazer a diferença na nossa cidade. Eu gostaria de agradecer imensamente a todas as empresas que acreditaram nesse propósito e ajudaram o Fundo Social de Hortolândia a mudar a vida de milhares de pessoas. Neste ano, alavancamos as campanhas do Fundo Social sem deixar ninguém para trás, realizando sonhos e colaborando para o desenvolvimento das pessoas. Isso só foi possível devido à participação das empresas que tanto nos ajudaram”, comenta Maria dos Anjos

A proprietária do Studio Veroni Pilates, Talissa Veroni, é uma das empresárias que esteve presente no evento. “É uma honra para a empresa fazer parte desse projeto tão bonito e acolhedor, que ajuda tantas crianças e famílias na cidade. É muito importante para gente fazer parte disso. Sem dúvidas, pretendemos continuar essa parceria com o Fundo Social em 2024”, revela Talissa.

A gerente comercial da Furlan Participações, Érica Nunes, explica que a solidariedade faz parte da filosofia organizacional da empresa. “A Furlan Participações é muito envolvida nesse tipo de ação, está sempre atuante com trabalhos sociais beneficentes que agregam e ajudam a população. Faz parte da estratégia da direção promover a evolução do ser humano, promovendo o desenvolvimento e incentivando o crescimento das pessoas”, comenta.

Além das ações de cunho social para atender necessidades primárias de famílias em situação de vulnerabilidade, o Fundo Social de Hortolândia impulsionou, neste ano, a oferta de cursos profissionalizantes. Desde o início do ano, foram cerca de 28 cursos gratuitos, que contabilizaram a formação de cerca de 400 alunos.

Uma das entidades que colaborou significativamente com os cursos de qualificação profissional foi o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial). A instituição foi responsável pela formação de 160 alunos por meio de seis cursos ofertados em parceria com o FunSol, como elucida o coordenador técnico do Senai, Vagner Orsi. “Essa parceria com o Fundo Social nos mostra que estamos conseguindo alcançar as pessoas que realmente precisam de qualificação para ingressar no mercado de trabalho. São pessoas que, na maioria dos casos, se encontram em situação de vulnerabilidade, que não tiveram a oportunidade de ter uma qualificação profissional. Essa parceria proporciona a realização dos sonhos dessas pessoas”, explica Vagner.

O secretário de Governo, Carlos Augusto César, o Cafú, destaca a participação das empresas sob dois aspectos. “Além de serem agentes que colaboram para a realização dos sonhos das pessoas, as empresas têm uma participação fundamental no desenvolvimento de Hortolândia. Quando olhamos para nossa cidade de há alguns anos, percebemos que a construção inteligente foi possível devido à participação ativa das empresas. O desenvolvimento planejado de Hortolândia para os próximos 30 anos precisa vir acompanhado do olhar atento e cuidadoso para com as pessoas”, encerra Cafú.

Leia mais ...

Fundo Social de Hortolândia organiza bazar de roupas novas masculinas, neste final de semana

Ação no CCMI do Remanso Campineiro terá peças à venda com valores entre R$5,00 e R$30,00; roupas foram doadas pela Receita Federal

Que tal adquirir uma peça de roupa nova e, de quebra, praticar um ato de solidariedade? Esse é o convite do Fundo Social de Solidariedade, órgão vinculado à Secretaria de Governo, que promove, neste final de semana, o bazar da solidariedade “A moda é Fazer o Bem”. A ação social será realizada no CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade) do Remanso Campineiro, localizado na Rua Euclídes Píres de Assis, 200, na região central. Na sexta-feira (01/12), o bazar para aquisição de peças masculinas será realizado das 18h às 21h. Já no sábado, o bazar será organizado das 9h às 17h e no domingo, das 9h às 13h.

O bazar da solidariedade do FunSol será formado por uma variedade de peças de roupas novas masculinas, tanto para o público infantil quanto para o público adulto. De acordo com o Fundo Social, cerca de 10 mil peças estarão disponíveis para o público, que poderá adquirir as peças mediante o pagamento em dinheiro ou via PIX. Os valores variam entre R$5,00 a R$30,00.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia, Maria dos Anjos, avalia o caráter recíproco da ação. “Essa é uma ótima oportunidade para as pessoas adquirirem peças boas e novas por um preço acessível e, com isso, praticar a solidariedade, já que toda a verba arrecadada com o bazar da solidariedade será utilizada pelo Fundo Social para levar mais qualidade de vida às pessoas. É uma via de mão dupla, portanto, em que as pessoas podem comprar roupas boas e ajudar o próximo”, declara Maria dos Anjos, ao enfatizar que a intenção do órgão é destinar boa parte das verbas para viabilizar a oferta de cursos profissionalizantes gratuitos à população.

Todas as roupas foram doadas à Prefeitura de Hortolândia pela Receita Federal do Brasil mediante a apreensão de lotes que apresentavam irregularidades alfandegárias.

 

SERVIÇO

Bazar da Solidariedade “A Moda é Fazer o Bem”

Realização: Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia

Dias e Horários:

Dia 1º/12, das 18h às 21h

Dia 02/12, das 9h às 17h

Dia 03/12, das 9h às 13h

Local: CCMI do Remanso Campineiro

Endereço: Rua Euclides Pires de Assis, 200, Remanso Campineiro

Leia mais ...