Menu


Via de acesso ao Jardim Novo Horizonte passa por readequação viária

Prefeitura de Hortolândia mudou sentido de direção na Rua Lázaro Simeão de Camargo, que agora tem pistas de sentindo único, em cada lado da via, separadas pelo canteiro central

Quem trafega pela região da Taquara Branca, trecho de área rural em Hortolândia, precisa estar atento às mudanças no trânsito. A Prefeitura acaba de readequar a circulação de veículos na Rua Lázaro Simeão de Camargo, no Jd. Novo Horizonte.

A partir de agora, esta rua que fica na entrada do bairro passa a ter pistas únicas de circulação em cada lado da via, separadas pelo canteiro central. Anteriormente, para entrar na região ou dela sair, havia pistas duplas em cada lado da pista. A mudança visa aumentar a segurança viária, evitando acidentes.

Nesta quinta-feira (07/10), a Equipe de Sinalização da Secretaria de Mobilidade Urbana trabalhou no local para sinalizar lombadas e pintar linhas contínuas e seccionadas brancas, zebrado branco e legenda de “PARE” na rua. Houve também pintura de linhas duplas amarelas e linhas amarelas seccionadas na Estrada Municipal “Pedrina Guilherme”. Além disso, no cruzamento da Rua Lázaro Simeão de Camargo com a Moacir de Souza, foram implantadas placas indicativas do sentido da via e de contramão.

Prefeitura trabalha para regularizar imóveis no Jd. Novo Horizonte

A Prefeitura continua a trabalhar para garantir moradia digna para a população. Um exemplo disso é o processo de regularização fundiária de cerca de 50 lotes no Jardim Novo Horizonte, localizado ao lado do Taquara Branca. De acordo com o diretor da Secretaria de Habitação, Rafael Bassi, a etapa de recebimento de documentação por parte dos moradores será concluída dentro de duas semanas. Por meio da regularização fundiária, a Administração ajuda os moradores a obter a documentação que assegura a posse de seus imóveis. 

A Administração também prossegue com a regularização de imóveis do residencial João Luiz, localizado próximo à rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença. Bassi destaca que 50% dos moradores já entregaram a documentação necessária para a Secretaria de Habitação.

O residencial é formado por 220 lotes, com população estimada entre 280 a 300 famílias. A Prefeitura espera concluir o processo de regularização até o fim do ano. O prefeito Angelo Perugini se reuniu, em julho deste ano, com os moradores do residencial para anunciar o início da regularização dos imóveis. Com a regularização, Perugini cumpre o compromisso feito no início de seu mandato atual em resolver a situação da comunidade do residencial.

Assinar este feed RSS