Menu


Projeto da PUC de Campinas conta as memórias de idosos do Jardim Rosolém em série de podcasts, lançada nesta terça-feira (14/09)

Produção tem o apoio da Prefeitura de Hortolândia

As memórias de vidas dedicadas a cuidar do outro, de idosas e idosos moradores da Região do Jd. Rosolém, em Hortolândia, estão agora eternizadas em mensagens sonoras que as gerações futuras poderão consultar, navegando pelas ondas da rede mundial de computadores. Elas serão contadas em diversos episódios, num formato próximo ao do rádio, porém, mais moderno e flexível: o podcast, disponibilizado gratuitamente via internet. Nesta terça-feira (14/09), a equipe do Projeto de Extensão “ARTiculadas”, responsável por transformar pesquisa em produto técnico-cultural, lança o primeiro episódio da série “Sísifo e o cuidado”, que poderá ser ouvido em seis plataformas de “streaming” (veja abaixo). O projeto é desenvolvido por extensionistas da PUCCampinas (Pontifícia Universidade Católica de Campinas), em parceria com a Prefeitura de Hortolândia, por meio do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) Novo Ângulo, órgão da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social. 

O trailer já está disponível. Para ouvi-lo basta clicar no seguinte link: https://open.spotify.com/episode/5Oxu9lbxnsNB6s2RGQZHAh?si=7GiyqoKqSY20-koLuQm0Uw&utm_source=whatsapp&dl_branch=1. A cada semana, um novo episódio será publicado.

Após contatos travados ainda em 2019, os relatos de vida foram coletados em plena pandemia do Coronavírus, no segundo semestre de 2020, depois que os pesquisadores começaram a acompanhar as atividades socioeducativas realizadas de maneira remota com os grupos de idosos vinculados ao CCS (Centro de Convivência Social) do Jardim Rosolém. O contato foi fundamental para que fosse identificado o perfil sociocultural do grupo. 

“Tratava-se de um grupo majoritariamente formado por mulheres acima de 60 anos, migrantes estabelecidas na região desde a emancipação de Hortolândia e que haviam tido uma trajetória de vida marcada pelo trabalho do cuidado: o cuidado direto e indireto das pessoas da família e as ações voluntárias de cuidado do outro no âmbito das pastorais católicas, organizações da sociedade civil e comunidades do bairro. Em 2021, passamos a realizar a coleta dessas memórias do cuidado, por meio da aplicação da metodologia da História Oral, com vistas a produção de materiais socioeducativos que promovessem a sensibilização da sociedade para a importância do trabalho cuidado para a reprodução social, valorizando, ao mesmo tempo, as histórias de vida das mulheres idosas do CCS do Jardim Rosolém de Hortolândia e fortalecendo o Grupo da Melhor Idade do qual fazem parte. O resultado principal dessa ação tem sido o retorno positivo da própria população ouvida pela equipe de alunos voluntários de extensão, sobre o sentimento de valorização que o contato com o projeto tem trazido. Consideramos que esses relatos de alegria e satisfação de contar sua história de vida são importantes indicadores de que a valorização da pessoa idosa e de sua contribuição para a reprodução social de sua família e comunidade, são mecanismos sociais fundamentais para a garantia dos direitos humanos e sociais da pessoa idosa”, ressalta a Prof.ª Dr.ª Stela Cristina de Godoi, da Faculdade de Ciências Sociais e também extensionista da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da PUC Campinas, que está à frente do projeto.

Para a coordenadora do CRAS Novo Ângulo, ao qual o CCS Jd. Rosolém está ligado, Eliane Silva, “o objetivo é valorizar o trabalho invisível de cada um, e também identificar a importância deste trabalho na construção da nossa cidade”, comenta ela. 

“O podcast ‘Sísifo e o Cuidado’ vem de um projeto de ampla escuta dos nossos idosos do CRAS Novo Ângulo, mais especificamente do CCS Jardim Rosolém. Essa escuta é de suma importância para o desenvolvimento de tudo o que acontece dentro do equipamento CRAS, mas ela serve como valorização dos nossos munícipes, pois eles trazem a sua historicidade, a sua bagagem, pois nos ajudaram a construir a nossa cidade”, afirma o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Francisco Raimundo da Silva.

Sobre o mito de Sísifo

Na mitologa grega, Sísifo era um homem que ousou desafiar os deuses. Capturado, sofreu punição severa. Para toda eternidade, teria de empurrar uma pesada pedra da base até o topo de uma montanha; a pedra rolaria para baixo e ele teria que começar tudo novamente, a cada dia. Para o filósofo Albert Camus, que trouxe às gerações atuais importantes reflexões sobre este mito, ele enfoca um ser que, mesmo condenado a uma tarefa sem sentido, vive a vida ao máximo, lutando contra a morte. Mesmo reconhecendo a falta de sentido no que faz, Sísifo continua executando sua tarefa diária.

Confira a descrição do podcast no Spotify 

Os afazeres domésticos com a casa, o cuidado direto com as pessoas (as crianças, os idosos, os enfermos), todas essas atividades ocupam boa parte de nossas vidas e são fundamentais para o nosso bem-estar físico e emocional. Nós humanos, somos seres de cuidado, somos todos Sísifo trabalhando pela nossa reprodução biológica e social. O trabalho do cuidado é uma pedra pesada de carregar sozinha e, pior de tudo, ela é invisível, sobretudo se você for mulher. https://open.spotify.com/show/0MEmUW1M53YEAglaOWVmWb 

O podcast estará disponível nas seguintes plataformas de streaming:

Âncora: https://anchor.fm/stela-godoi

Disjuntor: https://www.breaker.audio/sisifo-e-o-cuidado

Podcast do Google: https://www.google.com/podcasts?feed=aHR0cHM6Ly9hbmNob3IuZm0vcy82OGFiMzBjMC9wb2RjYXN0L3Jzcw==

Pocket Casts: https://pca.st/mggkit3c

Radio Public:https://radiopublic.com/ssifo-e-o-cuidado-6vPNjl

SpotifY: https://open.spotify.com/show/0MEmUW1M53YEAglaOWVmWb

 

Em comemoração ao Dia do Idoso, Prefeitura de Hortolândia abre inscrições para a 7ª Gincana da Melhor Idade

A Prefeitura de Hortolândia, por meio do CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade) do Remanso Campineiro, abre nesta quarta-feira (08/09) as inscrições para a 7ª Gincana da Melhor Idade, que neste ano retoma em formato mais enxuto por conta dos protocolos sanitários de segurança de prevenção à Covid-19. A gincana, que tem por objetivo promover a integração entre os membros da melhor idade, é uma atividade alusiva as comemorações pelo Dia Mundial do Idoso, celebrado no dia 1° de outubro.
De acordo com a coordenadora do CCMI do Remanso Campineiro, Fernanda Fadiga, as inscrições são limitadas e podem ser feitas até o dia 15 de setembro. “Por conta do avanço da pandemia, no ano passado, não realizamos a gincana e, neste ano retomamos as atividades de forma reduzida. Em vez dos quatro dias de atividades, faremos em apenas dois dias. O número de participantes também será restrito, portanto, os idosos que tenham interesse em participar devem fazer a inscrição o quanto antes para assegurar a vaga”, explicou Fernanda.
As inscrições para a edição 2021 da gincana são oferecidas aos membros da Melhor Idade do Remanso Campineiro e do Jardim Amanda. “Por conta das restrições impostas pelo protocolo sanitário, em vez das mais de 250 inscrições realizadas em anos anteriores, neste ano atípico, apenas 100 vagas estarão à disposição. Vamos trabalhar com capacidade reduzida justamente para respeitar o distanciamento social. É importante destacar que poderão participar apenas os idosos que realizaram o ciclo completo de vacinação contra a Covid-19”, destacou a coordenadora.
A abertura da 7ª Gincana da Melhor Idade esta marcada para o dia 29 de setembro, com a presença de autoridades municipais. No total, quatro equipes estarão na disputa das atividades. A primeira prova, a de solidariedade, começa já no próximo dia 20 de setembro, onde os idosos deverão arrecadar alimentos e produtos de limpeza. Haverá ainda provas culturais, de atividades físicas (brincadeiras) e provas surpresa. “Na prova de solidariedade, cada item arrecadado possui uma pontuação específica e todos os itens serão somados. Os produtos arrecadados serão encaminhados ao Fundo Social de Solidariedade e parte dos itens de limpeza permanecem no CCMI”, comentou Fernanda.

Serviço:
7ª Gincana da Melhor Idade
Inscrições limitadas: de 8 a 15 de setembro
Abertura: 29 de setembro às 8h
Encerramento: 30 de setembro
Local: Centro de Convivência da Melhor Idade – Rua Euclides Pires de Assis, 200, Remanso Campineiro.

Idosos devem se imunizar contra a Influenza

  • Publicado em Saúde

Se você é responsável por um idoso, é importante protegê-lo contra a Influenza, gripe causada pelo vírus H1N1. A melhor proteção é por meio da vacina. A Prefeitura de Hortolândia reforça que a campanha de vacinação contra a doença continua na cidade. Nesta etapa, os públicos-alvos são idosos com idade acima de 60 anos e profissionais das redes pública e particular de Educação. O município já imunizou 3.480 idosos e 467 profissionais da Educação (confira a cobertura vacinal na tabela abaixo). A meta é imunizar 90% destas pessoas. De acordo com o cronograma do Ministério da Saúde, a campanha deste ano vai até o dia 9 de julho.

De acordo com a coordenadora dos programas de imunização da Secretaria de Saúde, Ana Paula Fernandes, o comparecimento do público idoso tem sido baixo na campanha, em especial o público com idade acima de 75 anos. “Vale lembrar que os idosos devem dar um intervalo de 15 dias para serem imunizados contra a gripe, caso já tenham sido vacinados contra a COVID-19. Portanto, os idosos de 75 anos ou mais, que estão entre os primeiros grupos a serem protegidos contra o Coronavírus, já podem receber a vacina contra a Influenza”, reforça Ana Paula. 

Neste ano, o Ministério da Saúde deixa a critério dos municípios definirem a data do Dia D da campanha de vacinação, quando as unidades de saúde abrem aos sábados para ampliar a cobertura vacinal. A Secretaria de Saúde ainda divulgará quando será o Dia D em Hortolândia.

Cobertura Vacinal Influenza – *Balanço de 21/05/2021

GRUPO

DOSES APLICADAS

%

Idosos acima de 60 anos

3.480

9%

Profissionais da Educação

467

22%

Crianças > 6 meses < 5 anos

9.263

70%

Gestantes

1.158

52%

Puérperas

240

65%

Trabalhadores da Saúde

2.572

37%

Total*

17.180

 

Confira abaixo os endereços e os horários dos pontos de vacinação contra a Influenza:

UBSs que funcionam das 7h às 15h30:

– Adelaide: rua Julio Cesar do Nascimento, 355

– Campos Verdes: rua da Confibra, 155

– Figueiras: rua Maraci Aparecida Martarolli Campos, 66

– Nova Europa: rua Wanderley Paes Soarez, 301 

– Orestes Ôngaro: rua Domingos Batista de Souza, 605

– Santa Esmeralda: rua Turquesa, 171

– Santiago: rua Projetada, 100 

– São Bento: rua Tom Jobim, 440

– São Jorge: rua Goiás, 1.140 

– Taquara Branca: rua Onze de Agosto, s/nº (a vacinação acontece às terças e quintas-feiras)

 

UBSs que funcionam das 7h30 às 15h30:

– UBS Amanda I: rua Almada Negreiros, 1.299

 

UBSs que funcionam das 7h às 16h:

– UBS Novo Ângulo: rua Edézio Vieira de Moraes, 146

– UBS Rosolém: rua osmar Antonio Meira, 300

– UBS Santa Clara: rua dos Estudantes, 415

 

Pontos de vacinação que funcionam das 8h às 15h:

– Emef Amanda I “CAIC”: av. Graciliano Ramos, 698 (para idosos com idade acima de 60 anos e profissionais da Educação atendidos pela UBS Amanda II) 

– Ginásio Poliesportivo Nelson Cancian: rua João Barreto da Silva, 505 (para idosos com idade acima de 60 anos e profissionais da Educação atendidos pelas UBSs Parque do Horto e Nova Hortolândia)

Prefeitura de Hortolândia altera locais de vacinação contra a gripe para evitar aglomeração

  • Publicado em Saúde

A Prefeitura de Hortolândia altera três locais da campanha de vacinação contra a Influenza. A partir desta terça-feira (11/05), idosos acima de 60 anos e profissionais das redes pública e particular de educação que tem a UBS (Unidade Básica de Saúde) Amanda II como referência, poderão ser vacinados na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Amanda I “CAIC”, localizada na avenida Graciliano Ramos, 698. Já a vacinação para que têm como referência a UBS Parque do Horto e a Emeief (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental) João Carlos do Amaral Soares será realizada no Ginásio Poliesportivo Nelson Cancian, que fica na rua João Barreto da Silva, 505, Jardim Nova Hortolândia. A vacinação nesses novos locais acontece das 8h às 15h. De acordo com a Secretaria de Saúde, a mudança é para evitar aglomeração nessas três unidades, uma vez que tanto a Emef CAIC quanto o ginásio são mais amplos e arejados. A vacinação nesses novos locais acontece das 8h às 15h. 

Já nas demais UBSs do município a vacinação para idosos acima de 60, profissionais da educação e públicos-alvos da 1ª etapa da campanha (crianças com idade de seis meses a menos de seis anos, gestantes, puérperas e trabalhadores das redes pública e particular de saúde) continua a ser feita normalmente. De acordo com o cronograma do Ministério da Saúde, a campanha deste ano vai até o dia 9 de julho. 

Neste ano, o Ministério da Saúde deixa a critério dos municípios definirem a data do Dia D da campanha de vacinação, quando unidades de saúde abrem aos sábados para ampliar a cobertura vacinal. A Secretaria de Saúde ainda divulgará quando será o Dia D em Hortolândia.

Confira abaixo as UBSs do município e os horários de funcionamento:

UBSs que funcionam das 7h às 15h30:

– Adelaide: rua Julio Cesar do Nascimento, 355

– Campos Verdes: rua da Confibra, 155

– Figueiras: rua Maraci Aparecida Martarolli Campos, 66

– Nova Europa: rua Wanderley Paes Soarez, 301 

– Orestes Ôngaro: rua Domingos Batista de Souza, 605

– Santa Esmeralda: rua Turquesa, 171

– Santiago: rua Projetada, 100 

– São Bento: rua Tom Jobim, 440

– São Jorge: rua Goiás, 1.140 

– Taquara Branca: rua Onze de Agosto, s/nº (a vacinação acontece às terças e quintas-feiras)

 

UBSs que funcionam das 7h30 às 15h30:

– UBS Amanda I: rua Almada Negreiros, 1.299

 

UBSs que funcionam das 7h às 16h:

– UBS Novo Ângulo: rua Edézio Vieira de Moraes, 146

– UBS Rosolém: rua osmar Antonio Meira, 300

– UBS Santa Clara: rua dos Estudantes, 415

Prefeitura de Hortolândia inicia vacinação contra a COVID-19 para idosos nascidos até 1960

  • Publicado em Saúde

Hortolândia avança na imunização contra a COVID-19. Nesta sexta-feira (07/05), a Prefeitura inicia a vacinação para idosos nascidos até 1960 cujos cadastros foram validados. A vacinação acontece no Centro de Convivência da Melhor Idade (CCMI), localizado na rua Euclides Pires de Assis, 200, Remanso Campineiro. O horário da vacinação é das 8h às 12h, e das 13h às 16h. O local não realiza mais o esquema de drive-thru.  

A Secretaria de Saúde salienta que no CCMI acontece a vacinação da 1ª dose somente para idosos cujos cadastros foram validados. Para haver melhor controle da vacinação e evitar fila e aglomeração no local, a vacinação é feita mediante distribuição de senha. São distribuídas 350 senhas no período da manhã e 250 senhas no período da tarde. 

Os idosos deverão levar a impressão do cadastro validado ou foto tirada com celular do cadastro validado, comprovante atualizado de residência no município deste ano no nome do idoso ou do cônjuge, documento com foto ou CPF (Cadastro de Pessoa Física), Cartão Cidadão ou Cartão do SUS (Sistema Único de Saúde).

2ª DOSE

A Secretaria de Saúde salienta, ainda, que a aplicação da 2ª dose da vacina contra a COVID-19 é feita exclusivamente no ponto de vacinação que fica na Emeief (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental) “Professora Zenaide Ferreira de Lima Seorlin”, que fica na rua José Camilo de Camargo, 333, Remanso Campineiro. O horário de vacinação também é das 8h às 12h e das 13h às 16h. O prédio escolar é conhecido como o antigo “Bambino”, próximo do CCMI.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a oferta da 2ª dose da vacina no novo endereço é feita para evitar filas e aglomeração durante a semana no CCMI. Para receber a 2ª dose na Emeief “Professora Zenaide Ferreira de Lima Seorlin”, os idosos devem levar o comprovante de vacinação, que é entregue no dia da aplicação da 1ª dose, e o CPF (Cadastro de Pessoa Física).

A Secretaria de Saúde reforça a orientação para que os idosos que ainda não fizeram o pré-cadastro para que o façam no site da Prefeitura, por meio deste LINK. É importante que famílias e parentes estimulem os idosos a tomar a vacina e os ajudem a fazer o cadastro. A vacina é segura. Após ter o cadastro validado, o idoso deverá ir ao local de vacinação e levar a impressão do cadastro validado ou foto tirada com celular do cadastro validado.

Prefeitura inicia vacinação contra a COVID-19 para idosos nascidos até 1959 nesta quinta-feira (29/04)

  • Publicado em Saúde

A Prefeitura de Hortolândia continua a avançar com a imunização contra a COVID-19 no município. Nesta quinta-feira (29/04), começa a vacinação para idosos nascidos até o ano de 1959, ou seja, aqueles que completam 62 anos em 2021. A vacinação acontece, das 8h às 12h e das 13h às 16h, no Centro de Convivência da Melhor Idade (CCMI), órgão da Prefeitura, localizado na rua Euclides Pires de Assis, 200, Remanso Campineiro. A Secretaria de Saúde salienta que serão imunizados somente os idosos cujo cadastro foi validado.

Os idosos deverão levar a impressão do cadastro validado ou foto tirada com celular do cadastro validado, comprovante de residência no município no nome do idoso ou do cônjuge e que seja deste ano, documento com foto ou CPF (Cadastro de Pessoa Física), Cartão Cidadão ou Cartão do SUS (Sistema Único de Saúde).

A Secretaria de Saúde reforça a orientação para que os idosos que ainda não fizeram o pré-cadastro para que o façam no site da Prefeitura, por meio deste LINK. É importante que famílias e parentes estimulem os idosos a tomar a vacina e os ajudem a fazer o cadastro. A vacina é segura. Após ter o cadastro validado, o idoso deverá ir ao local de vacinação e levar a impressão do cadastro validado ou foto tirada com celular do cadastro validado.

Assinar este feed RSS