Menu


Entorno do condomínio popular do Jd. Boa Esperança receberá melhorias

Área externa no entorno do conjunto habitacional receberá calçadas e implantanção de trecho da rede coletora de águas pluviais

A Prefeitura de Hortolândia continua a avançar com as obras das unidades habitacionais no Jardim Boa Esperança. De acordo com a Secretaria de Obras, que monitora os trabalhos em conjunto com a Secretaria de Habitação, a empresa Construz Construções, contratada para concluir o empreendimento, iniciou a limpeza da área externa no entorno do condomínio para a implantação de calçadas e de trecho da rede coletora de águas pluviais. Em paralelo a essa ação, a construtora prossegue com a obra de pavimentação no pátio interno do conjunto habitacional com a colocação de piso intertravado. Também são executados os serviços de instalação da fiação elétrica e dos postes de luz internos do condomínio. Já a pintura externa foi concluída. Além disso, o condomínio já está com o reservatório d´água instalado. 

O empreendimento é formado por cinco blocos de cinco andares. Cada bloco tem 20 apartamentos, dos quais um é para PCD (Pessoa Com Deficiência). Cada unidade tem dois quartos, sala, cozinha e banheiro. No total, são 100 unidades habitacionais. 

A construção do empreendimento começou em 2011, com recursos do governo federal. Atrasos na obra, em razão de alterações no projeto, impediram a renovação do contrato, paralisado desde 2014. Em junho de 2019, a Prefeitura conseguiu recuperar recursos para finalizar a obra. A Secretaria de Habitação assinou a ordem de serviço para a retomada dos trabalhos em setembro de 2019. De acordo com a Secretaria de Obras, a previsão de conclusão das obras é para o primeiro semestre do próximo ano.

Obras das unidades habitacionais do Jd. Boa Esperança seguem em ritmo acelerado

A Prefeitura de Hortolândia mantém o ritmo acelerado nas obras das unidades habitacionais no Jardim Boa Esperança. De acordo com a Secretaria de Obras, que monitora os trabalhos em conjunto com a Secretaria de Habitação, a empresa Construz Construções, contratada para concluir o empreendimento, executa vários trabalhos nesta semana. Um deles é a instalação da caixa d´água que abastecerá o condomínio. Também foram iniciadas a instalação da rede elétrica e a compactação do solo para a colocação do piso intertravado nas áreas internas do condomínio. O trabalho de pintura externa das fachadas prossegue também nesta semana.

O empreendimento é formado por cinco blocos de cinco andares. Cada bloco tem 20 apartamentos, dos quais um é para PCD (Pessoa Com Deficiência). Cada unidade tem dois quartos, sala, cozinha e banheiro. No total, são 100 unidades habitacionais. 

A construção do empreendimento começou em 2011, com recursos do governo federal. Atrasos na obra, em razão de alterações no projeto, impediram a renovação do contrato, paralisado desde 2014. Em junho de 2019, a Prefeitura conseguiu recuperar recursos para finalizar a obra. A Secretaria de Habitação assinou a ordem de serviço para a retomada dos trabalhos em setembro de 2019. De acordo com a Secretaria de Obras, a previsão de conclusão das obras é para o segundo semestre deste ano.

Unidades habitacionais no Jd. Boa Esperança recebem pintura externa e colocação de piso intertravado

As obras das unidades habitacionais no Jardim Boa Esperança estão em ritmo acelerado. Nesta semana, a Prefeitura de Hortolândia continua a implementar várias benfeitorias nos apartamentos. De acordo com a Secretaria de Obras, que monitora as obras em conjunto com a Secretaria de Habitação, a empresa Construz Construções, contratada para concluir o empreendimento, começou a pintura externa das fachadas das unidades habitacionais. Também foi iniciada a colocação de piso intertravado nas áreas internas do condomínio. 

O empreendimento é formado por cinco blocos de cinco andares. Cada bloco tem 20 apartamentos, dos quais um é para PCD (Pessoa Com Deficiência). Cada unidade tem dois quartos, sala, cozinha e banheiro. No total, são 100 unidades habitacionais. 

A construção do empreendimento começou em 2011, com recursos do governo federal. Atrasos na obra, em razão de alterações no projeto, impediram a renovação do contrato, paralisado desde 2014. Em junho de 2019, a Prefeitura conseguiu recuperar recursos para finalizar a obra. A Secretaria de Habitação assinou a ordem de serviço para a retomada dos trabalhos em setembro de 2019. De acordo com a Secretaria de Obras, a previsão de conclusão das obras é para o segundo semestre deste ano.

Prefeitura executa várias benfeitorias nas unidades habitacionais do Jd. Boa Esperança

A Prefeitura de Hortolândia continua com o trabalho para garantir moradia digna para a população. Nas últimas semanas, várias benfeitorias foram feitas nas 100 unidades habitacionais do Jardim Boa Esperança. De acordo com a Secretaria de Obras, que monitora as obras em conjunto com a Secretaria de Habitação, a empresa Construz Construções, contratada para concluir o empreendimento, finalizou a construção das calçadas e da base do reservatório de água que abastecerá o condomínio. A empresa também realizou o plantio de grama nas áreas internas do conjunto habitacional e o trabalho de pintura interna.

O empreendimento é formado por cinco blocos de cinco andares. Cada bloco tem 20 apartamentos, dos quais um é para PCD (Pessoa Com Deficiência). Cada unidade tem dois quartos, sala, cozinha e banheiro. No total, são 100 unidades habitacionais. 

A construção do empreendimento começou em 2011, com recursos do governo federal. Atrasos na obra, em razão de alterações no projeto, impediram a renovação do contrato, paralisado desde 2014. Em junho de 2019, a Prefeitura conseguiu recuperar recursos para finalizar a obra. A Secretaria de Habitação assinou a ordem de serviço para a retomada dos trabalhos em setembro de 2019. De acordo com a Secretaria de Obras, a previsão de conclusão das obras é para o segundo semestre deste ano.

Prefeitura implanta reservatório de água que abastecerá apartamentos do Jd. Boa Esperança

Prosseguem em ritmo acelerado as obras que a Prefeitura de Hortolândia realiza nas unidades habitacionais em construção no Jardim Boa Esperança. Nesta semana, de acordo com a Secretaria de Obras, que monitora os trabalhos junto com a Secretaria de Habitação, a empresa Construz Construções, contratada para concluir o empreendimento, executa a instalação do reservatório de água que abastecerá os apartamentos. A empresa também continua com o trabalho de instalação do sistema de drenagem de águas pluviais. 

O empreendimento é formado por cinco blocos de cinco andares. Cada bloco tem 20 apartamentos, dos quais um é para PCD (Pessoa Com Deficiência). Cada unidade tem dois quartos, sala, cozinha e banheiro. No total, são 100 unidades habitacionais. 

A construção do empreendimento começou em 2011, com recursos do governo federal. Atrasos na obra, em razão de alterações feitas no projeto, impediram a renovação do contrato, que ficou paralisado desde 2014. Em junho de 2019, a Prefeitura conseguiu recuperar recursos para finalizar as obras. A Secretaria de Habitação assinou a ordem de serviço para a retomada dos trabalhos em setembro de 2019. De acordo com a Secretaria de Obras, a previsão de entrega das unidades habitacionais é para o segundo semestre deste ano.

Avançam obras das unidades habitacionais do Jardim Boa Esperança

Mesmo com a pandemia, a Prefeitura de Hortolândia mantém o trabalho nas obras das unidades habitacionais do Jardim Boa Esperança. A empresa Construz Construções, contratada para concluir o empreendimento, executa, no momento, a construção do estacionamento externo. Já o trabalho de instalação da grade de cercamento em volta da área onde está o condomínio foi concluído. De acordo com a Secretaria de Obras, que monitora o serviço em conjunto com a Secretaria de Habitação, a empresa deve iniciar o trabalho de selagem com impermeabilizante no lado externo das unidades habitacionais.

O empreendimento é formado por cinco blocos de cinco andares. Cada bloco tem 20 apartamentos, dos quais um é para PCD (Pessoa Com Deficiência). Cada unidade tem dois quartos, sala, cozinha e banheiro. No total, são 100 unidades habitacionais. 

A construção do empreendimento começou em 2011, com recursos do governo federal. Atrasos na obra, em razão de alterações no projeto, impediram a renovação do contrato, paralisado desde 2014. Em junho de 2019, a Prefeitura conseguiu recuperar recursos para finalizar a obra. A Secretaria de Habitação assinou a ordem de serviço para a retomada dos trabalhos em setembro de 2019. De acordo com a Secretaria de Obras, a previsão de conclusão das obras é para o segundo semestre deste ano.