Menu


Vias do Jardim Santiago ganham sinalização viária

Técnicos da Equipe de Pintura da Prefeitura de Hortolândia trabalham, nesta quarta-feira (11/08), em vias próximas à Avenida Brasil, no Jardim Santiago, onde implantam sinalização viária. Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, a medida visa a ampliar a segurança de quem trafega pelo bairro, contribuindo para evitar acidentes.

Entre os trechos que recebem o serviço estão o do cruzamento da Av. Brasil com a Rua Costa Rica, onde acontece a pintura de lombadas, linhas duplas amarelas, faixa de retenção e legendas de "PARE” e “DEVAGAR”. Outro trecho contemplado é o da Brasil com a Rua Rio de Janeiro, que ganha legenda de “PARE” e linha dupla amarela. O mesmo acontece junto às ruas Clarinda Maria de Jesus e Herculano Gonçalves do Santos. Na Rua Joaquim Gomes Calixto, na altura do número 160, houve pintura de lombada. 

“Nestes locais, não havia sinalização. Então, ninguém sabia de quem era a preferencial. Agora, todas as lombadas estão sinalizadas, têm ‘PARE’ e a indicação de preferência para quem pode seguir ou não. Solicitamos que os motoristas respeitem a sinalização e evitem acidentes tanto com pedestre, ciclistas e outros motoristas”, afirma o diretor de Operações, José Eduardo Vasconcellos.

Mutirão de tapa-buraco continua em andamento nas diferentes regiões de Hortolândia

A etapa da Operação Tapa-Buraco da Prefeitura de Hortolândia foi realizada, nesta quarta-feira (23/06), em quatro bairros da cidade. O trabalho foi concluído na rua das Violetas, localizada no Jardim Santiago. Além do bairro, a Administração Municipal realizou a ação na rua Anízio Bonfim de Almeida, no Jardim Sumarezinho, na rua José Zacarias da Costa, no bairro Villagio Ghiraldelli, e na rua Chile, próximo da lagoa do Jardim Santa Clara do Lago. O mutirão foi realizado todos os dias desta semana, em diferentes regiões da cidade e a ação permanece nos próximos dias.

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, a prioridade do serviço nestas ruas é para contribuir com a segurança viária e evitar acidentes. De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, nos cinco primeiros meses do ano, a Administração Municipal já utilizou aproximadamente 500 mil toneladas de massa asfáltica para a recuperação das ruas em todas as regiões de Hortolândia.

As equipes iniciam o trabalho pelo corte e limpeza do buraco, para, assim, fazer a aplicação de cascalho e a pintura de ligação sobre o local a ser aplicado o novo pavimento. Após toda essa preparação, é realizado o enchimento do buraco com a massa asfáltica aquecida e, por fim, a passagem do rolo compressor. Se a área for muito ampla, também é aplicado o rolo de pneus.

Moradores recebem título de regularização fundiária

Em meio à pandemia do Coronavírus, cerca de 100 famílias de moradores de Hortolândia alcançaram uma grande conquista em suas vidas neste fim de semana. A Prefeitura de Hortolândia realizou a entrega de 102 títulos de posse de regularização fundiária para moradores de lotes nos bairros Jardim Girassol, Jardim Santa Fé e Parque Orestes Ôngaro. A entrega foi feita na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Professora Marleciene Priscila Presta Bonfim, neste sábado (19/06). O evento contou com a participação do prefeito José Nazareno Zezé Gomes e do secretário de Habitação, Rogério Mion. 

O prefeito ressaltou que a entrega do título oficializa para os moradores a posse de suas moradias. Com o documento, as famílias poderão obter a escritura e o registro de seus respectivos imóveis. “Hoje é um dia especial na vida dessas famílias dos bairros Jardim Girassol, Parque Orestes Ôngaro e Jardim Santa Fé. Entregamos para os moradores os títulos de regularização fundiária, garantindo no papel a posse definitiva da moradia. A partir de agora, cada família terá o direito de efetivar a escritura e o registro do imóvel. É uma conquista que garante cidadania e segurança jurídica necessária para cada uma dessas pessoas. É a concretização do sonho de uma vida”, destacou Zezé Gomes. 

Também no sábado, moradores de lotes localizados nos bairros Jardim Aline, Jardim Conceição, Jardim Santiago e Vila Guedes cumpriram uma importante etapa para regularizar a situação de seus imóveis. A Prefeitura e a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo), órgão do governo estadual, promoveram um mutirão de assinatura de contratos. A ação aconteceu na Emef Dayla Cristina Souza de Amorim.   

De acordo com a Secretaria de Habitação, foram assinados 42 contratos. No evento também foram feitas correções em 15 contratos e atendimento de orientação e informação para 38 famílias que já assinaram os contratos. Ainda de acordo com a Secretaria de Habitação, está prevista a realização de mais etapas do mutirão de assinaturas pela CDHU, em datas ainda a serem definidas.

Prefeitura e CDHU realizam mutirão de assinaturas de regularização fundiária, neste sábado (19/06)

A Prefeitura de Hortolândia segue com o trabalho para garantir moradia digna para a população. Neste sábado (19/06), a Administração Municipal e a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo), órgão do governo estadual, realizam mais uma etapa do mutirão de assinaturas de regularização fundiária. A ação será, das 9h às 12h, na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Dayla Cristina Souza de Amorim, localizada na rua Salvador (antiga rua Projetada 4), 500, Jardim Santiago.

De acordo com a CDHU, a ação beneficiará famílias que moram em 1.149 lotes nos bairros Jardim Aline, Jardim Conceição, Jardim Santiago e Vila Guedes. Já foram realizadas quatro etapas do mutirão, que aconteceram no sábado passado (12/06) e em janeiro deste ano. Em cada etapa foram chamadas 120 famílias, de acordo com o órgão estadual.

A Prefeitura solicita às famílias para que compareçam ao mutirão com a menor quantidade possível de pessoas para evitar aglomeração em virtude da pandemia. Para conter a disseminação do Coronavírus, a Prefeitura adotará os protocolos sanitários exigidos. Na entrada, haverá medição de temperatura das pessoas. Será disponibilizado álcool em gel para higienizar as mãos. O uso de máscaras é obrigatório. O atendimento será realizado com distanciamento.

Região do Jardim Santiago recebe trabalho de educação ambiental

A manutenção da limpeza e a conservação das vias e espaços públicos do município é uma responsabilidade compartilhada entre o poder público e os moradores. Cada um faz sua parte e, assim, colabora para que toda a cidade tenha melhor qualidade de vida. A Prefeitura de Hortolândia continua a fazer a parte dela com o trabalho de zeladoria, que inclui o recolhimento de lixo e entulho descartados irregularmente, em diferentes áreas da cidade. Mas de nada adianta este trabalho da Prefeitura se a população também não fizer sua parte. É por este motivo que a Prefeitura realiza regularmente ação de educação ambiental. Nesta semana, a ação acontece na região do Jardim Santiago, no entorno do PEV (Pontos de Entrega Voluntária de entulho e outros materiais recicláveis) existente no bairro. 

Na ação, os agentes do Núcleo de Educação Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável fazem visitas casa a casa. Os agentes orientam e distribuem material informativo para os moradores sobre a importância de fazer o descarte correto de resíduos no PEV. O trabalho é feito de acordo com os protocolos sanitários para evitar a disseminação da COVID-19 com distanciamento e uso obrigatório de máscaras por parte dos agentes e dos moradores.

MAIS DOIS PEVs

Para incentivar ainda mais a população a fazer o descarte adequado de recicláveis, a Prefeitura ampliará a quantidade de PEVs no município. Já estão em construção as unidades no Jardim Nova Alvorada e no Jardim São Sebastião. A implantação destes novos PEVs é viabilizada com recursos do convênio firmado pela Prefeitura com o Ministério das Cidades, por meio da Caixa Econômica Federal. Com estas duas unidades novas, Hortolândia passará a ter 13 PEVs (confira abaixo os endereços dos PEVs).  

Nos PEVs, os moradores podem descartar com segurança, gratuitamente, resíduos recicláveis e reaproveitáveis, como entulhos de construção, isopor, plástico PET, sofás, colchões velhos e aparelhos eletrônicos (televisão, computador, ventilador, entre outros). Neles, não é permitido o descarte de lixo orgânico, resíduos industriais e provenientes dos serviços de saúde. 

No caso dos resíduos de construção, a quantidade de descarte é limitada a 1m³ por pessoa por mês, quantidade que equivale a 1.300kg, ou seja, cerca de 26 sacos de ráfia de 50kg ou o volume de uma caixa d’água de 1.000 litros.

Já nos LEVs (Locais de Entrega Voluntária de Recicláveis) é possível descartar materiais como embalagens de vidro, garrafas pet, plásticos, papéis e papelões, isopor, copo descartável, entre outros materiais. Os LEVs recebem materiais 24h, todos os dias (Confira abaixo a lista dos LEVs existentes na cidade).

Os materiais recebidos nos PEVs e LEVs são encaminhados para a URE (Usina de Reciclagem de Entulhos), no Parque Peron, e para a Cooperativa Águia de Ouro, parceira da Prefeitura. O valor obtido pela cooperativa com coleta, triagem e venda de recicláveis gera renda para as mais de 20 pessoas em situação de vulnerabilidade social que trabalham na cooperativa.

PANDEMIA

Em razão da pandemia do Coronavírus, os PEVs estão com horário de funcionamento alterado, das 9h às 15h, de segunda a sábado. A medida é para diminuir a circulação de pessoas e evitar a contaminação da COVID-19. A exceção são os PEVs do Jardim Santa Emília, Jardim Nossa Senhora de Fátima e Jardim Santa Esmeralda, que, em regime de plantão, seguem com funcionamento todos os dias, inclusive aos finais de semana, das 8h às 12h e das 13h às 18h. A Prefeitura reforça a orientação que as pessoas devem manter o uso obrigatório de máscara ao fazer o descarte de materiais nos PEVs.

Confira a lista de PEVs e LEVs existentes na cidade:

PEVs:

– PEV 1 Jardim Nossa Senhora Auxiliadora: rua Antônio João de Amorim, esquina com a rua Sebastiana Oliveira da Silva

– PEV 2 Jardim Adelaide: rua Paulo Roberto Soares (antiga rua 9), esquina com a Rua Benedito Macedo

– PEV 3 Parque Gabriel: avenida Joaquim Martarolli, 2.005

– PEV 4 Jardim Interlagos: rua Rio Tapajós (antiga rua 5)

– PEV 5 Vila Real: rua Orlando Cavalcante, esquina com a rua Joaquim Gregório de Moraes

– PEV 6 Jardim Amanda: rua Augusto dos Anjos, s/nº

– PEV 7 Orestes Ôngaro: rua Rio Pardo (antiga rua 13), 50, dentro do Aterro de Inertes

– PEV 8 Jardim Santiago: rua João Joaquim Calixto, 230

– PEV 9 Jardim Nossa Senhora de Fátima: rua Manoel Antônio da Silva, 610

– PEV 10 Jardim Santa Emília: rua Luísa Febrônio Marini

– PEV 11 Jardim Santa Esmeralda: rua Ágata, s/nº 

PEVs em construção:

– PEV 12 Jardim Nova Alvorada: rua Alcebíades Marques (antiga rua 5), próxima ao Parque Socioambiental Lago da Fé

– PEV 13 Jardim  São Sebastião: rua Prof. Lúcio Alves da Costa (praça 2), Loteamento Adventista Campineiro, próximo à AMCRESS (Associação dos Moradores do Jardim São Sebastião)

LEVs:

– LEV 1 Pq. Ortolândia: praça Vereador José Costa Camargo, na rua Pastor Germano Ritter, próximo à Sabesp, Parque Ortolândia

– LEV 2 Jd. Firenze: rua Veneza, perto do Fórum

– LEV 3 Amanda: rua Tiradentes (em frente à lagoa)

– LEV 4 Parque Socioambiental Chico Mendes: rua João Mendes, s/nº, Parque Ortolândia

– LEV 5 Jardim Everest: rua Pico do Atatiaia, em frente ao número 88

– LEV 6 Lago da Fé: av. Wesley Dias Rodrigues, Jardim Nova Alvorada

– LEV 7 Vila Real: av. São Francisco de Assis, na Praça da Paróquia Nossa Senhora do Rosário

– LEV 8 Jd. Santa Esmeralda: rua Turmalina, em frente a EM Jd. Santa Esmeralda

– LEV 9 Jd. Nossa Senhora de Fátima: rua Cícero Ramos Meira, na “Praça do Doceiro”

– LEV 10 Jd. Nossa Senhora de Fátima: rua Albina Rodrigues Pereira, s/nº

– LEV 11 Jd. Nossa Senhora de Fátima: rua Armelinda Espúrio da Silva, 785 (dentro da Emeb Josias da Silva Macedo)

– LEV 12 São Sebastião (metálico): rua Pastor Ernesto Roth, 705, Loteamento Adventista Campineiro, divisa com Residencial São Sebastião

– LEV 13 Jd. Novo Horizonte: rua Moacir de Souza Campos (em frente à EMEF Taquara Branca)

– LEV 14 Palácio das Águas: rua José Cláudio Alves dos Santos, 585, Remanso Campineiro

– LEV 15 Câmara Municipal: rua Joseph Paul Julien Burlandy, 250, Parque Gabriel

– LEV 16: rua Luiz Camilo de Camargo, número 630, Remanso Campineiro (ao lado da Casas Bahia)

– LEV 17: rua Alda Lourenço (em frente ao número 221, na Praça do Bambino, Remanso Campineiro)

– LEV 18 Escola E.E. Priscila Fernandes da Rocha: rua Santos Dumont, Jardim Amanda

– LEV 19 E.E. Prof. Conceição Aparecida Terza Gomes Cardinales: rua Visconde do Rio Branco, Jardim Amanda

– LEV 20 Remanso das Águas: Estrada Municipal Sabina Batista de Camargo (perto do quiosque)

– LEV 21 Jd. Santa Clara do Lago: rua Bolívia (ao lado do CREAPE, em frente a EMEF Viva Mais)

– LEV 22: rua Domingos Batista de Souza (em frente ao quiosque, Pq. Orestes Ôngaro)

– LEV 23: rua das Rosas, 137, Jardim Malta

– LEV 24: Praça na rua Benedito Pedro Lacerda, na altura do número 215, Jd. Adelaide

– LEV 25 EMEI Jardim Novo Cambuí: rua Professor Timóteo Mendes de Oliveira, Jd. Novo Cambuí

– LEV 26: praça A Poderosa, Jd. Rosolém

– LEV 27 Terminal Metropolitano de Hortolândia: av. Santana (próximo ao MC Donald’s)

– LEV 28 Praça da EMEI Jardim Minda: rua Gisele França Gomes, altura do número 205

– LEV 29 UPA Jd. Nova Hortolândia: rua José Martim dos Anjos, 185

– LEV 30: Praça na rua 1, Jd. Terras de Santo Antônio

– LEV 31 USF Jardim São Bento: rua do Cartola, Jd. São Bento

Última etapa de mutirão de assinaturas de regularização fundiária é neste sábado (23/01)

Para garantir moradia digna para a população, a Prefeitura de Hortolândia, em parceria com a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo), realiza a última etapa do mutirão de assinaturas de regularização fundiária, neste sábado (23/01). O mutirão será das 9h às 11h30, na EMEF (Escola Municipal de Educação Fundamental) Dayla Cristina Souza de Amorim, localizada na rua Salvador (antiga rua Projetada 4), 500, Jardim Santiago.

De acordo com a CDHU, o mutirão beneficia famílias que moram nos bairros Jardim Santiago, Jardim Aline, Jardim Conceição e Vila Guedes. A regularização fundiária destes lotes integra o pacote de ações dos 100 primeiros dias da atual Administração.

De acordo com a Secretaria de Habitação, está última etapa será para as famílias que ainda não haviam sido convocadas e para aquelas que não compareceram nas duas etapas anteriores. As famílias assinam, com a CDHU, o documento que regulariza os imóveis onde já viviam irregularmente. O mutirão é realizado em três etapas. As duas primeiras aconteceram nos dias 9 e 16 deste mês.

Para evitar a disseminação do Coronavírus, a Prefeitura adotará os protocolos sanitários. Na entrada, haverá medição de temperatura. Será disponibilizado álcool em gel para higienização das mãos e o atendimento será realizado com o distanciamento necessário. A Prefeitura salienta que o uso de máscara é obrigatório.