Menu


Prefeitura de Hortolândia testa equipamentos de fiscalização do trânsito que integram Nova Central de Monitoramento

Dispositivos estão na Avenida da Emancipação

A Prefeitura de Hortolândia está testando dois equipamentos de fiscalização eletrônica na Avenida da Emancipação, na altura do Jardim Mirante: um radar em frente ao Hospital Municipal Mário Covas, no sentido bairro/centro; e uma lombada eletrônica próxima à sede da Guarda Municipal, no sentido centro-bairro. A instalação dos dispositivos foi concluída nesta quarta-feira (15/09) e, segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, permanecerão em fase de teste por cerca de dez dias. Durante este período de adaptação, nenhum condutor será autuado por eventuais infrações detectadas neles.

Entre os equipamentos, que integram a nova Central de Monitoramento do Trânsito, em implantação pela Prefeitura de Hortolândia, está um radar híbrido, capaz de detectar velocidade, avanço do sinal vermelho e parada sobre faixa de pedestres. Há também uma lombada eletrônica com display que mostra ao condutor, em tempo real, a velocidade com que ele trafega pela via. Todos eles dispõem de tecnologia OCR, que faz a leitura da placa automaticamente.

“Isso permite criar no município uma cerca eletrônica, detectando quando o veículo tem alguma solicitação na Polícia, se é roubado, por exemplo. No momento em que o carro passa em qualquer equipamento de fiscalização eletrônica nosso, poderemos detectar que é roubado e acionar a Polícia. Esta nova Central permitirá o controle e a fiscalização das entradas e saídas da cidade, com estas câmeras de monitoramento”, afirma o diretor de Planejamento e Projetos Ricardo Barbosa.

Nova Central de Monitoramento

A nova Central de Monitoramento do Trânsito irá auxiliar, também, as forças de segurança do município. Neste espaço, agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana poderão observar de perto as imagens geradas pelos equipamentos de fiscalização eletrônica em funcionamento na cidade atualmente, tais como radares fixos e de avanço semafórico, lombadas eletrônicas e câmeras 360° que acompanham o trânsito e a segurança do munícipe, em geral, em locais estratégicos. A futura central, que contará com 12 telas, oito no sistema vídeo wall (série de monitores conectados fisicamente em arranjo, de modo a formar uma grande tela) e 18 estações de trabalho, está sendo implantada no prédio onde funcionava o auditório e observatório de contação de histórias Professora Andréia Marise Borelli, localizado na Rua Francisco Guimarães de Oliveira, 130, no Remanso Campineiro. O município já dispõe de outra central de monitoramento, porém com menos serviços integrados.

De acordo com a Diretoria de Planejamento e Projetos, a Central visa integrar os serviços da mobilidade urbana aos de outras secretarias municipais, como a de Segurança.

“No médio prazo, o objetivo da Secretaria de Mobilidade Urbana é trazer novos serviços para a central, integrando o controle dos semáforos, transporte escolar, iluminação pública e câmeras de segurança”, afirma Barbosa. Entre os equipamentos integrados à central estão 10 pontos de câmera móvel, dois com câmeras 360° para fiscalizar tudo o que acontece em volta 24h por dia e 68 faixas de rolamento para equipamentos de fiscalização eletrônica.

Além das câmeras, a Central receberá informações sobre o trânsito, alertas sonoros e de incidência de fumaça. Tudo isso em tempo real, por meio dos mais de 20 mil sensores instalados nos pontos de iluminação pública em LED. Toda essa rede interligada garantirá mais segurança para a cidade e possibilitará uma resposta mais efetiva das forças policiais e Defesa Civil.

Semáforo próximo à Emeb Interlagos volta a funcionar nesta quarta-feira (15/09)

Ação coincide com a volta às aulas na rede municipal

Com a volta às aulas na rede municipal de Hortolândia, nesta quarta-feira (15/09), motoristas que circulam entre o Jardim Santa Clara do Lago e o Jardim Interlagos precisam estar atentos ao trânsito. A Secretaria de Mobilidade Urbana avisa que o semáforo recém-implantado na Rua Joaquim Marcelino Leite, n° 26, em frente à Emeb (Escola Municipal de Educação Básica) Interlagos, voltará a funcionar normalmente a partir de agora. Nesta terça-feira (14/09), para chamar a atenção, o equipamento funcionou temporariamente, em período de teste, no modo “amarelo piscante”.

“Este semáforo é novo e foi colocado lá por causa da escola. Em razão da pandemia, ficou desligado. Mas agora, com a volta às aulas, volta a funcionar”, esclarece o diretor de Operações, José Eduardo Vasconcellos.

No outro lado da cidade, foram realizadas ações para reforçar a segurança viária em Hortolândia. No Jardim São Camilo, equipes do Setor de Pintura reforçaram a pintura de lombadas na Rua Três e também na Estrada Carlos Roberto Pratavieira, próximo à empresa Amsted Maxion. Já na Vila Real Continuação, a repintura foi na Rua João Batista da Silva, em frente ao número 137, bem como em frente ao 694. Junto com a pintura dos redutores de velocidade, houve pintura de linha contínua branca de aproximação.

 

Prefeitura de Hortolândia reforça sinalização no novo complexo viário da SP-101

Alças implantadas na altura do km 5 da Rodovia Francisco Aguirre Proença, no sentido Campinas-Monte Mor, foram liberadas para uso na última sexta-feira (10/09)

A fim da ampliar a segurança de quem utiliza o novo complexo viário sobre o km 5 da rodovia Jornalista Francisco Aguirre de Proença, a SP-101, a Prefeitura de Hortolândia reforçou, nesta segunda-feira (13/09), a sinalização de solo próximo às novas entradas e saídas. Equipes da Secretara de Mobilidade Urbana estiveram no local desde cedo para implantar legenda de "Dê a Preferência" no novo viaduto, na faixa de quem vem no sentido Monte Mor-Hortolândia (bairro-centro).

Segundo a Diretoria de Operações, a sinalização visa evitar confronto e acidentes de veículos de quem vem de Campinas rumo a Hortolândia, pela marginal, seguindo no mesmo sentido. Logo na entrada, à direita, foi implantado semáforo com luz piscante, para quem busca acesso ao complexo prisional. Além disso, o piso ganhou 13 balizadores no zebrado, bem como placa de “Dê a preferência”, no trecho entre o Corredor Metropolitano e a Rua Jair da Silva Guimarães, no Parque Perón.

De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, o dispositivo deve absorver uma demanda de aproximadamente 16 mil veículos por dia. Os dados fazem parte de um estudo realizado pela Prefeitura. Além de criar uma nova entrada para Hortolândia, o corredor expresso integra diversas cidades da região, desde Americana, passando por Santa Bárbara D’Oeste, Nova Odessa, Sumaré, Hortolândia, até Campinas. O novo acesso ajudará a reduzir o volume de tráfego rodoviário, amenizando a sobrecarga de trânsito nas principais vias da cidade e da região.

Com o novo complexo viário, motoristas que seguem da Rodovia dos Bandeirantes, no sentido Hortolândia, poderão entrar na cidade com mais facilidade, desafogando o fluxo de veículos na Avenida da Emancipação, no km 9 da SP-101, atual acesso ao município.

Para os motoristas que seguem de Campinas, o novo acesso evitará o gargalo de veículos que se forma na rodovia, principalmente em horário de pico, e agilizará o trajeto de quem precisa chegar a Hortolândia com rapidez. Já no sentido inverso, na saída de Hortolândia pela região do Parque Perón, o viaduto serve aos motoristas que vêm de diversas cidades, utilizando o Corredor Metropolitano rumo a Campinas ou sentido Rodovia dos Bandeirantes/Monte Mor.

ENGENHARIA DE ALTA COMPLEXIDADE

As alças de acesso foram construídas sobre vigas com 32 metros de comprimento depositadas no vão central do viaduto, sobre a linha férrea da Rumo. O novo dispositivo de entroncamento, com elevado e alças de acesso, tem 130 metros de extensão e pista de sentido duplo, com faixas de rolamento com 3,50 metros, de acordo com o Governo do Estado. O primeiro dos três viadutos foi inaugurado em setembro passado. A construção deste primeiro viaduto foi conduzida pela concessionária Rodovias do Tietê, sob a regulação da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), com apoio da Prefeitura, que acompanhou todos os trabalhos executados na cidade. Já a construção dos outros dois viadutos, liberados nesta sexta-feira, ficou sob a responsabilidade da EMTU, com a participação da Prefeitura de Hortolândia.

 

 

 

Prefeito de Hortolândia cobra do Estado recursos para a saúde e mobilidade urbana

O prefeito de Hortolândia, José Nazareno Zezé Gomes, participou nesta quinta-feira (09/09) de reunião com o secretário da Casa Civil do Governo do Estado de São Paulo, Cauê Macris, onde cobrou recursos para a saúde e para a mobilidade urbana. O encontro aconteceu no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, e contou com a presença do deputado estadual Rafa Zimbaldi e do secretário municipal de Governo Carlos Augusto César, o Cafú.

De acordo com o prefeito hortolandense, a reunião intermediada pelo deputado teve por objetivo estreitar relações com o Governo João Doria e viabilizar recursos para ser implementados no Hospital e Maternidade Municipal “Governador Mário Covas”, que vem passando por reforma e que em breve contará com uma sala de tomografia computadorizada. “Estreitar relações com o Governo do Estado é fundamental e com a presença do deputado Rafa Zimbaldi, conversamos com o secretário da Casa Civil, Cauê Macris, onde externamos as nossas necessidades. Na saúde, estamos conduzindo a reforma do Hospital. Há cerca de dois meses entregamos o Pronto Socorro, uma ala totalmente reformada e preparada para receber a nossa comunidade, e estamos avançando nos trabalhos. Em breve entregaremos a sala de tomografia computadorizada, que sem dúvida será um importante marco para a saúde pública municipal de Hortolândia. Nossa meta é continuar avançando nessas melhorias no hospital e, para isso, é fundamental uma parceria com o Governo do Estado”, destacou Zezé.

Outra importante demanda apontada pelo prefeito diz respeito à mobilidade urbana. Um dos pleitos mais aguardados é a confirmação da construção do viaduto que ligará o Jardim Nova Europa, em Hortolândia, ao Jardim Bandeirantes, em Sumaré, criando acesso à rodovia Anhanguera. Essa obra vem sendo discutida pelos municípios junto ao Governo Paulista há mais de 15 anos e, que agora, deve se tornar realidade. “A construção do viaduto do Nova Europa é um sonho antigo, não só da comunidade, como das empresas que estão localizadas na região do Nova Europa, e da própria Prefeitura. Sabemos que esse viaduto terá uma grande capacidade de potencializar o desenvolvimento desta região. Digo isso porque o nosso super viário, que está em construção, ligará a Vila Real até a avenida Panaíno. Faremos a duplicação do trecho da avenida Sabina Baptista de Camargo, via que faz ligação a região do Nova Europa. Portanto, toda essa área terá um grande potencial de desenvolvimento, atraindo investimentos, novos empreendimentos, emprego e renda. A cidade como um todo ganha muito”, justificou o prefeito.

A terceira demanda apresentada por Hortolândia foi o projeto de construção de uma alça de acesso da rodovia dos Bandeirantes à rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP-101), sentido ao Jardim Amanda/Monte Mor. “Essa alça, além de garantir uma nova via de mobilidade urbana, encurtando o acesso da Bandeirantes ao Jardim Amanda, a sua construção impactaria diretamente na diminuição de veículos no trevo de acesso a avenida da Emancipação. A sua construção seria muito benéfica e vem ao encontro do nosso projeto de Cidade do Futuro”, finalizou o prefeito hortolandense.

Prefeitura de Hortolândia demarca vagas de idoso e deficiente em frente ao Parque Creape

Após implantarem ciclofaixa e pista de caminhada, equipes da Secretaria de Mobilidade Urbana voltaram ao local para concluir sinalização viária

Um dia após implantarem ciclofaixa e pista de caminhada no interior do Parque Creape (Centro de Referência em Educação Ambiental Parque Escola), equipes da Secretaria de Mobilidade Urbana voltaram ao local, nesta quinta-feira (09/09), para concluir a sinalização de trânsito nesta unidade de educação ambiental da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. Desta vez, os técnicos trabalharam na área externa, reforçando a sinalização de solo na Rua Bolívia, no Jardim Santa Clara do Lago, próximo ao número 290, onde está localizado o acesso ao Creape.

Bem em frente à portaria, onde fica o setor administrativo, demarcaram duas vagas especiais: uma para idoso e outra para deficiente. Além da pintura com tinta branca e do desenho de pictogramas (símbolos indicativos) específicos, afixaram ainda placas informativas ao lado de cada vaga.

O cruzamento da Rua Bolívia com Argentina ganhou nova pintura de linhas duplas amarelas e legenda de “PARE”. Já em frente ao número 455, houve repintura de lombada. Ao longo da quadra foi feita, ainda, pintura de linha amarela seccionada.

Embora seja vinculado à Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, o Parque Creape recebe serviços de zeladoria feitos por equipes das secretarias de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e de Serviços Urbanos. Este espaço pedagógico, de convivência e educação ambiental, permanecerá fechado ao público por mais um tempo, enquanto passa por outras obras de reforma e revitalização.

Ciclofaixa do Parque Creape é demarcada pela Prefeitura de Hortolândia

Equipes da Secretaria de Mobilidade Urbana também implantam placas, separando pistas de caminhada e de ciclismo

A antiga pista de caminhada do Parque Creape (Centro de Referência em Educação Ambiental Parque Escola), órgão da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, localizado na Rua Bolívia, 290, no Jardim Santa Clara do Lago, acaba de ganhar sinalização viária completa. Agora, dividida ao meio, tem espaço certo e organizado para quem caminha e também para quem curte passear de bicicleta, em meio à natureza.

Equipes da Prefeitura de Hortolândia trabalharam duro na pista que cerca o lago, nesta quarta-feira (08/09), para que o serviço fosse concluído o mais breve possível pela Secretaria de Mobilidade Urbana. O espaço pedagógico, de convivência e educação ambiental, já havia sido pré-marcado antes do feriado e permanecerá fechado ao público por mais um tempo, enquanto passa por outras obras de reforma e revitalização.

Os trabalhos começaram logo cedo com a pintura da ciclofaixa que fica no trecho da pista mais próximo à lagoa. Aí, na parte mais externa, a via ganhou linhas brancas de bordo, indicativas de limite, e vermelhas em seu interior. Dentro destas, exibe também agora “tapetes vermelhos” com pictogramas – desenhos simbólicos – de bicicleta e setas apontando o sentido de direção. No trecho de faixa ao lado, mais à direita, a via ganhou pictogramas de caminhada.

Ao longo do percurso, foram implantadas placas informativas de 100 em 100 metros para orientar ciclistas e caminhantes, mostrando o uso do espaço para ambas as finalidades, ciclismo e caminhada, porém em faixas diferentes, lado a lado.

Segundo a Diretoria de Operações da Secretaria de Mobilidade Urbana, a ciclofaixa e a pista de caminhada se estendem por 1 km, envolvendo o lago existente no parque. Nesta quinta-feira (09/09), as equipes de pintura voltam ao local para demarcar vagas de deficiente e de idoso, junto à portaria do Creape.

“Solicitamos aos ciclistas que respeitem os pedestres e aos pedestres também que respeitem o espaço do ciclista. É importante haver esta conscientização, quanto o espaço for liberado para uso”, ressalta o diretor de Operações, José Eduardo Vasconcellos.

Embora seja vinculado à Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, o Parque Creape recebe serviços de zeladoria feitos por equipes das secretarias de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e de Serviços Urbanos.