Menu


Prefeitura faz reforma administrativa para reduzir despesas

Prefeitura faz reforma administrativa para reduzir despesas

Administração diminui de 18 para 15 o número de secretarias: economia de mais R$ 1 milhão/ano

 

A Prefeitura de Hortolândia funcionará com nova estrutura administrativa. A Câmara de Vereadores aprovou, na sessão desta segunda-feira (6/02), o projeto de lei do prefeito Angelo Perugini que reduz o número de secretarias de 18 para 15.Com as mudanças, a Prefeitura espera melhorar a prestação de serviços à população e economizar mais de R$ 1 milhão/ano.

Na nova estrutura, a Prefeitura unificou as secretarias de Cultura e Esporte, as secretarias de Obras e Serviços Urbanos e juntou as secretarias de Administração e Gestão de Pessoas. 

A Secretaria de Chefia de Gabinete foi extinta e será um departamento dentro da Secretaria de Governo.A estrutura administrativa ganhou a Secretaria de Mobilidade Urbana e a Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, além de novos departamentos (veja abaixo).

“A criação dessas secretarias são necessárias para acompanhar o desenvolvimento de Hortolândia, encontrar soluções modernas para as áreas de trânsito, transporte e preparar a cidade para os próximos 50 anos, tudo com muito planejamento”, argumentou o secretário de Governo, Carlos Augusto César, o Cafu.

ECONOMIA

O secretário destaca que a reforma administrativa vai proporcionar economia aos cofres públicos. Segundo ele, antes da reforma, a Prefeitura poderia contratar até 617 funcionários comissionados, número de que caiu para 599.

“Somente essa redução significa uma economia de mais de R$ 1 milhão por ano. Como vamos contratar bem menos do que permite a lei, estamos prevendo uma economia de mais de R$ 3 milhões por ano”, contabiliza o secretário.

Com a reforma, a Prefeitura passará a contar com o cargo de secretário municipal adjunto, que tem a função de auxiliar os secretários municipais nos projetos em realização e substituí-los em caso de necessidade. Para criar a nova função, a Administração extinguiu cargos de assistentes executivos.

DEPARTAMENTOS

Com a reforma, foram criados novos departamentos na estrutura administrativa para organizar melhor as políticas públicas e ampliar a capacidade do município de buscar recursos financeiros externos para realização de projetos. 

Entre os departamentos criados estão: o Departamento de Ciência e Tecnologia (Secretaria de Educação), Departamento de Proteção e Bem Estar Animal (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável) e o Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres (Secretaria de Governo).

“O principal objetivo do prefeito Angelo Perugini com a reforma é otimizar e qualificar os serviços prestados à população, além de gerar economia aos cofres públicos”, ressaltou o secretário de governo.

 

NOVA ESTRUTURA ADMINISTRATIVA

>Secretaria de Governo

>Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica

>Secretaria de Assuntos Jurídicos

>Secretaria de Finanças

>Secretaria de Administração e Gestão de Pessoas

>Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

>Secretaria de Segurança

>Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo

>Secretaria de Obras e Serviços Urbanos

>Secretaria de Mobilidade Urbana

>Secretaria de Habitação

>Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social

>Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia

>Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer

>Secretaria de Saúde

voltar ao topo