Menu


Pedal das “Divas” deve receber mais de 300 ciclistas no “Movimento Rosa”

Pedal das “Divas” deve receber mais de 300 ciclistas no “Movimento Rosa”

Ciclistas seguirão do Parque Chico Mendes até a Ponte Estaiada, passando pelo Lago da Fé e Observatório Parque Escola, no Santa Clara, e retornarão, totalizando 13 quilômetros

As ruas de Hortolândia estarão mais rosadas no próximo domingo, dia 24 de outubro, com a realização do Pedal 13k, organizado pelas “Divas que Pedalam”. A ação é uma das atividades previstas no “Movimento Rosa”, evento alusivo à campanha “Outubro Rosa”, mês de conscientização e prevenção ao câncer de mama. Os trabalhos começam a partir das 7h no Parque Socioambiental “Chico Mendes”, localizado na avenida Olívio Franceschini, s/n°, na região Central.


De acordo com a representante do grupo “Divas que Pedalam”, Quezia Garcia, o pedal foi idealizado para marcar o “Outubro Rosa” em Hortolândia. “A pedalada foi pensada em conjunto com a Neuza Ramos, Elivanea Sobral e Daniela Rocha, para celebrar o Outubro Rosa, uma vez que o nosso grupo é formado apenas por mulheres. Além disso tínhamos a ideia de fortalecer o esporte, ainda mais que Hortolândia vem se destacando na criação de ciclovias, e reunir os diversos grupos de pedal que existem na cidade. O pedal, além de ser um ótimo exercício físico, ele é libertador e propicia a interação com outros ciclistas”, comentou Quezia.


Uma das fundadoras do “Divas que Pedalam”, Neuza Ramos, o pedal deve reunir mais de 300 ciclistas de Hortolândia, Sumaré, Monte Mor, Campinas e outras cidades da região. “A pedalada também foi pensada como uma forma de homenagear uma das nossas amigas que descobriu recentemente um câncer de mama. O esporte é uma ferramenta importante em busca de qualidade de vida e prevenção de doenças. Quando fiquei sabendo que uma ‘diva’ descobriu que está com câncer de mama, tive a necessidade de divulgar nosso trabalho e nosso exercício, pois pedalando é possível ajudar muito as meninas a tratar de depressão e de outras doenças. Por isso, teremos no domingo ciclistas de diversas cidades da nossa região. Nosso grupo também já vem desenvolvendo o pedal solidário, com arrecadação de alimentos para famílias necessitadas. Para todos os ciclistas estamos contando com a colaboração e doação de um quilo de alimento não perecível, que será entregue ao Fundo Social de Solidariedade de Hortolândia”, destacou Neuza.


A concentração para o pedal acontece a partir das 7h e a saída por volta das 7h15. A ideia é seguir pelas ruas de Hortolândia até a Ponte da Esperança (estaiada) e depois voltar para o Parque Chico Mendes, um percurso de aproximadamente 13 quilômetros. “Vamos sair do Chico Mendes, sentido Lago da Fé, seguindo para o Observatório Parque Escola (Creape), no Jardim Santa Clara. De lá, subiremos até a avenida da Emancipação, rumo a Ponte Estaiada, de onde retornaremos para o Parque Chico Mendes. Todo esse percurso será monitorado pela equipe de trânsito e Guarda Municipal”, explicou Neuza.
Durante o pedal serão usadas bikes adaptadas para deficientes. No total, sete pessoas com deficiência participarão do Pedal. “Esse trabalho é muito gratificante e fazemos tudo com o coração, inclusive corremos atrás de patrocínios onde faremos o sorteio de brindes aos participantes”, finalizou a ciclista.

MOVIMENTO ROSA

A partir das 7 horas, as secretarias municipais de Serviços Urbanos, Segurança, Mobilidade Urbana, Inclusão Social, Fundo Social de Solidariedade, Saúde, Cultura, Meio Ambiente e Esportes ocuparão as dependências do parque, oferecendo atividades físicas como alongamento, caminhada, zumba e exercícios funcionais. A Saúde estará presente com uma tenda do CAISM (Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher) e da atenção básica, onde farão orientações sobre a importância de realizar o autoexame e a mamografia como ações preventivas ao câncer de mama.


Além disso, o Fundo Social de Solidariedade, junto com o Banco de Alimentos, terá uma tenda para arrecadação de alimentos para o programa “Hortolândia Solidária”. “Você que tem condições de ajudar, doe um quilo de alimento não perecível. Essa contribuição faz diferença na vida de muitas pessoas”, declarou a presidente do Fundo Social, Maria dos Anjos.


O “Movimento Rosa” terá ainda a participação dos artesãos da economia solidária, food truck e apresentações culturais e musicais até o fim o dia. O evento terá ainda o apoio da Guarda Municipal e dos agentes de trânsito, garantindo maior segurança aos pedestres e frequentadores do Parque Chico Mendes.

voltar ao topo