Menu


Hortolândia incentiva hábito da leitura entre alunos de escolas municipais

Por meio de projeto da Prefeitura, escolas realizam atividades nesta semana e na próxima voltadas para estudantes e pais

A Prefeitura de Hortolândia realiza duas grandes ações de incentivo à leitura durante o ano. A primeira é a festa literária Hortolendo, que acontece em maio no Creape (Centro de Referência em Educação Ambiental Parque Escola) por ocasião do aniversário do município. A segunda é o projeto “Hortolendo Na Escola”, que mobiliza todas as 57 unidades da rede municipal de ensino. Cada escola deverá realizar atividades, nesta semana ou na próxima, com o objetivo de estimular os alunos a adquirir o hábito da leitura.

Uma das escolas que desenvolverá atividades nesta semana é o CIER (Centro Integrado de Educação e Reabilitação Romildo Pardini), localizado na av. Olívio Franceschini, no Parque Santo André. Alunos farão, nesta segunda-feira (29/08), apresentações de música e dança. “As atividades também ajudam os alunos a se soltarem mais”, explica a diretora da escola, Zilda Rodrigues Rossi. O CIER atende 132 alunos deficientes, entre crianças e adultos.

Outra escola que também realizará atividades nesta segunda-feira é a Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Villagio Ghiraldelli, que atende cerca de 400 alunos. Estão programadas encenações teatrais, contação de histórias e exposição de trabalhos dos estudantes. A diretora da escola, Maria Aparecida da Silva Lopes, ressalta a importância das famílias também participarem das atividades. “Além de conhecerem o projeto, os pais também ajudam a incentivar os alunos a lerem em casa”, destaca. Dentre outras ações que o projeto Hortolendo desenvolve estão a formação de profissionais de educação e distribuição gratuita de livros.

Prefeitura promove no domingo maior festa literária da região

Evento que marca os 25 anos de Hortolândia terá distribuição de livros

Hortolândia celebrará 25 anos em clima de histórias infantis. É o Hortolendo, que chega a 6ª edição. A festa literária acontecerá neste domingo (15/05), a partir das 10h, no Creape (Centro de Referência em Educação Ambiental Parque Escola), na rua Bolívia, 290, Jardim Santa Clara do Lago II.

Realizado pela Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Educação, o evento gratuito tem como objetivo despertar em crianças e jovens o gosto pela leitura. Para isso, haverá distribuição gratuita de 25 mil livros em oito tendas espalhadas pelo Creape. Serão distribuídos cinco títulos: “A Princesa e A Sombra do Duende”, de Rosane Nicolau; “O Lobo Que Queria Ser Príncipe”, de Cícero Edno; “Enrola, Enrola Até Fazer Uma Bola”, de Luciene Tognetta; “Contos Recontados em Quadrinhos”, de Alexandre Rodrigues Mendonça e Stevan Richter; e “A Bela e A Fera”, de Guilherme Mateus dos Santos. Leitores de todas as idades poderão conhecer novas obras literárias ou aumentar a coleção de títulos por meio da Banca de troca de livros.

Neste ano, o tema do Hortolendo é “Era uma vez... contos de fadas e outras histórias”. Por conta disso, haverá 17 tendas literárias, cada uma dedicada a contos de fadas como Rapunzel, A Bela Adormecida, Os Três Porquinhos, entre outros. Dentre as tendas, haverá duas para contação de histórias. Uma delas é a “Era Uma Vez... Contos de Fadas e Outras Histórias”. Haverá ainda contadores de histórias nas três ilhas Hora de Ler, espaços com tapetes e almofadas onde o público terá livros à sua disposição.

A criançada poderá também se divertir com pintura de rosto e escultura com bexigas. A programação terá ainda apresentações artístico-culturais e atrações musicais, que acontecerão no palco central.

Para que o público possa passar o dia no Hortolendo, a estrutura montada contará com praça de alimentação, equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e banheiros químicos, inclusive para pessoas com deficiência. Quem quiser deixar o carro em casa, haverá esquema especial de transporte com pontos de saída de ônibus em 11 escolas municipais.

Confira abaixo a programação completa do 6º Hortolendo:

10h – Abertura Oficial com a Banda Municipal de Hortolândia, regência do maestro Márcio Beltrami

11h – Apresentação banda de fanfarra da EE (Escola Estadual) Profª Liomar Freitas Câmara

11h30 – Apresentação cultural da Emef (Escola Municipal de Educação Fundamental) Viva Mais

12h15 – Apresentação com a Orquestra de Viola Caipira de Hortolândia e grupo Pioneiros do Catira, sob coordenação de Mestre Chiquinho

13h – Apresentação cultural da Emeb (Escola Municipal de Educação Básica) Jardim Interlagos

13h30 – Apresentação do grupo Da Campana Pra Fora, regência do maestro Márcio Beltrami

14h – Apresentação cultural do CCE (Centro de Convivência Educacional) “Carlos Vilela”

14h15 – Apresentação do coral do Núcleo de Crianças Vinde a Mim

14h30 – Apresentação do grupo Madeira Brasil, regência do maestro Márcio Beltrami

15h – Apresentação do coral da Associação “Casa da Criança Feliz”

15h30 – Espetáculo de contação de histórias “A Bebê Princesa”, com Bruna Potenza e Jane Oses

16h – Apresentação “Brincando com a Música”, com professores de música da rede municipal de ensino de Hortolândia

16h30 – Espetáculo de contação de histórias “O Lobo Que Queria Ser Príncipe”, com Cícero Edno

Tendas temáticas:

– Alice no País das Maravilhas:

Emef Nicolas Thiago dos Santos Fofrani, Emef Salvador Zacharias Pereira Junior e Emef João Calixto

– Bebeteca:

Emei Chácaras Acarai, Emei Jardim Amanda III, Emei Jardim Amanda I, Emei Jardim Amanda II e Emei Jardim Santa Clara do Lago I

– A Bela Adormecida:

Emef Profª Patrícia Maria Capelato Basso, Emef Taquara Branca Agenor Miranda da Silva e Emei Jardim Três Casas

– A Bela e A Fera:

Emef Fernanda Grazielle Resende Covre, Emef Armelinda Espúrio da Silva e CCE Carlos Vilela

– Branca de Neve:

Emei Sumarezinho, Emei Santa Emília, Emeief Leni Pereira Prata, Emei Jardim Adelaide e Emei Jardim Nossa Senhora de Fátima Leonilda Alves Valenzuela

– Cinderela:

Emei Emiliano Sanchez, Emei Residencial São Sebastião, Emei Taquara Branca e Emei Miguel Camillo

– Chapeuzinho Vermelho:

Emef Dona Ana José Bodini Januário, Emef Renato da Costa Lima e Emef Zilda Arns Neumann

– Contos Africanos:

Emef Profª Zenaide Ferreira Lira Seorlin, Emei Jardim Santa Amélia, Emei Rosimar Bertão e Emei Jardim Santiago

– Iara, Saci e Outras Histórias da Cultura Popular:

Instituto Federal de São Paulo Campus Hortolândia

– João e Maria:

Emef Tarsila do Amaral, Emef Jardim Amanda I e Emef Profª Maria Célia Cabral Amaral

– Pequeno Polegar:

Emei Jardim Santa Esmeralda, Emei Jardim São Pedro e Emei Jardim Novo Cambuí

– Pinóquio:

Emef Prof. Cláudio Roberto marques, Emef Profª. Lilian Cristiane Martins de Araújo, Emef Profª. Marleciene Priscila Presta Bonfim, Emef Jardim Santiago e Emef Jardim Nova Europa

– A Rainha da Neve (Frozen):

Emef Caio Fernando Gomes Pereira, Emef Janilde Flores Gaby do Vale, Emef José Roque de Moura e Emef Jardim Primavera

– Rapunzel:

Emef Viva Mais, Emeb Interlagos, Emef Villagio Ghiraldelli e Emef Helena Futava Takahashi

– Os Três Porquinhos:

Emeief Sebastiana das Dores Moura, Emei José Natalino Fonseca, Emei Orestes Ôngaro, Emeief João Carlos do Amaral e Emei Nossa Senhora Auxiliadora

Tendas Especiais:

– Era uma vez... Contos de Fadas e Outras Histórias:

Contação de histórias com Vanessa Aranha Morimoto e espetáculos interativos com o escritor Cícero Edno

– Vivendo Contos com Arte:

Tenda com professores de arte da rede municipal de ensino de Hortolândia

Praça de alimentação:

– Creape: sorvete

– CAPS Vida: pastel e biscoito caseiro

– CIER: churrasco e doces

– Associação Pestalozzi: cachorro-quente

– CCART: lanche de pernil e pastel

Parque Creape vira palco de atrações livres no Hortolendo 2016

Brincadeiras como pintura de rosto e jogos serão realizadas durante todo o dia na 6ª edição da festa literária

Entre as inúmeras atividades que a festa literária Hortolendo 2016 vai oferecer, algumas são sucesso absoluto entre a garotada. Além das tendas temáticas, trocas de livros e apresentações no palco principal, os pequenos que forem ao Parque Creape (Centro de Referência Ambiental Parque Escola), localizado na rua Bolívia, 290, Jd. Santa Clara do Lago II, poderão participar de brincadeiras e jogos interativos. 

Uma das campeãs de procura, em todas as edições do Hortolendo, é a pintura de rosto. Haverá também teatro, com histórias de contos de fadas, que fazem parte da imaginação das crianças. Contação de histórias, que acontece nos espaços livres, bate-papo com escritores infantis presentes no evento, que acontece neste domingo (15/05), das 10h às 17h. A realização da 6ª edição é da Prefeitura Municipal de Hortolândia, por meio das secretarias de Educação e Cultura. 

Além de degustar livros, participantes do Hortolendo poderão também se deliciar com as atrações da Praça de alimentação instalada no Parque Creape. As refeições feitas durante o Hortolendo terão um gostinho de solidariedade. Haverá quiosques de instituições beneficentes, que terão toda a renda revertida em ações de entidades como o CCart (Centro de Convivência, Aprendizagem, Reabilitação e Trabalho), CIER (Centro Integrado de Educação e Reabilitação) e Associação Pestalozzi.

Hortolendo 2016 terá transporte gratuito para estudantes da rede municipal

Em cinco regiões da cidade, ônibus sairão das escolas com destino ao evento em horários alternados

A Prefeitura vai fornecer transporte gratuito a alunos municipais e familiares até o Creape (Centro de Referência em Educação Ambiental Parque Escola), local da 6ª edição do Hortolendo, festa literária que integra a programação do aniversário de 25 anos de Hortolândia. O traslado será feito entre escolas da rede municipal e o local do evento, que acontece neste domingo (15/05), das 10h às 17h, rua Bolívia, 290, Jardim Santa Clara do Lago. O evento é gratuito e aberto ao público. 

O transporte terá 11 pontos de embarque, em cinco regiões da cidade, a partir de escolas municipais, com parada nas demais Emefs (Escola Municipal de Ensino Fundamental). Com a ação, a Administração Municipal visa facilitar ainda mais o acesso das crianças aos livros e ao estímulo pelo prazer da leitura. A festa literária é uma consequência direta de uma política pública municipal de incentivo à leitura.

Em 2015, com a homenagem ao escritor Monteiro Lobato, o evento teve a participação de 35 mil pessoas. Neste ano, os contos de fadas chegam a Hortolândia em tendas temáticas, contação de histórias, pintura de rosto, feira de troca de livros, jogos e brincadeiras, teatro e muitas atrações musicais. Haverá, também, praça de alimentação, com variedade de opções e a possibilidade da prática da boa ação, uma vez que a renda obtida com a venda dos produtos alimentícios nos quiosques beneficiará instituições da cidade, como CCart (Centro de Convivência, Aprendizagem, Reabilitação e Trabalho),  CIER (Centro Integrado de Educação e Reabilitação) e Associação Pestalozzi. 

Acompanhe os pontos de embarque e horários no anexo:

Além de tendas literárias, 6º Hortolendo terá apresentações artísticas no palco feitas por alunos da rede municipal

Estudantes de três escolas farão contação de história, desfile de fantasia e apresentação musical

Três escolas municipais farão apresentações no Hortolendo tendo como mote histórias infantis conhecidas: “Chapeuzinho Vermelho”, “A Bela e A Fera”, “Os Três Porquinhos”, entre outras.

Festa literária realizada pela Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Educação, a edição deste ano do Hortolendo acontecerá no dia 15 de maio, em comemoração ao aniversário de 25 anos do município, a partir das 10h, no Creape (Centro de Referência em Educação Ambiental Parque Escola), na rua Bolívia, 290, Jardim Santa Clara do Lago II. O objetivo do evento é despertar em crianças e jovens o gosto pela leitura.

Estudantes da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Viva Mais farão a contação de uma história baseada em contos como “Chapeuzinho Vermelho”, “Cinderela”, “Rapunzel”, “A Bela Adormecida”, entre outros. “Uma aluna narrará a história, enquanto que um grupo de 10 crianças fará a encenação, vestindo fantasias”, explica a diretora da escola, Simônica Duarte da Costa Prado.

O CCE (Centro de Convivência Educacional) “Carlos Vilela” fará um desfile de fantasias de fadas e príncipes com 30 crianças de 7 a 11 anos. “Além disso, apresentaremos uma valsa do filme ‘A Bela e A Fera’”, conta a diretora da escola, Ana Lucia da Conceição Pereira.

Para quem quiser soltar a voz, um grupo de 25 crianças de 7 a 10 anos da Emeb (Escola Municipal de Educação Básica) Jardim Interlagos farão uma apresentação musical. “Os alunos cantarão músicas de filmes e contos como ‘Frozen’, ‘Chapeuzinho Vermelho’ e ‘Três Porquinhos’”, revela a assistente de direção Marcia Cristina Gonçalves.

O 6º Hortolendo terá programação com atrações e atividades variadas: pintura de rosto, tendas literárias, banca de troca de livros, escultura de bexigas, apresentações artísticas e musicais e distribuição gratuita de livros. Para que o público possa passar o dia no evento, a estrutura montada contará com praça de alimentação, equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e banheiros químicos, inclusive para pessoas com deficiência.

Instituto Federal leva cultura popular brasileira ao 6º Hortolendo

Folclore típico do Brasil será tema do espaço administrado pelo campus Hortolândia

“Iara, Saci e outras lendas e mitos da cultura popular” estão entre as atrações que o IFSP (Instituto Federal de São Paulo) apresentará na edição de 2016 da festa literária Hortolendo. Realizado pela Prefeitura de Hortolândia, por meio das secretarias de Educação e Cultura, o evento, gratuito e aberto ao público, acontece no dia 15 deste mês, das 10h às 17h, no Parque Creape (Centro de Referência Ambiental Parque Escola), localizado na rua Bolívia, 290, Jd. Santa Clara do Lago. A festa é realizada para estimular o prazer da leitura nas crianças e jovens de Hortolândia.

 As crianças de décadas passadas lembram bem do Curupira, o guardião das matas que tem os pés virados para trás e “desaparece” com pessoas que tentam destruir a flora brasileira. E qual criança não tinha medo do Boitatá ou da Mula-sem-cabeça, que soltava fogo pelo nariz e andava sem rumo pela cidade. Uma das tradições amazonenses mais conhecidas em todo o Brasil é a do Boto. Ele é representado por um homem jovem, bonito e charmoso que encanta mulheres em bailes e festas, as engravida e, no amanhecer, vira boto. É comum que turistas busquem os botos cor-de-rosa em visita ao Amazonas pela curiosidade do conto. Mas, aos poucos, as lendas folclóricas brasileiras sumiram das salas de aula e das rodas de histórias infantis. 

Com o objetivo de resgatar parte desta cultura popular, de grande importância nacional, o IFSP prepara o material que será exposto no evento. Ele foi idealizado e criado pelos alunos do campus Hortolândia. Os minicontos foram produzidos para abrir as portas e trazer de volta as crianças ao folclore brasileiro e reacender nos pequenos as tradições culturais nacionais conhecidas pelos pais e mais velhos. Haverá versões em português e inglês, para atrair público de diversas idades e incentivar o conhecimento em outro idioma. 

O “banquete”, como chama a coordenadora de Extensão, Nirlei Maria Oliveira, será servido à população, convidando-a a degustar os escritos produzidos pelos alunos, além de apresentar aos visitantes o campus. “Nós, estudantes, docentes e técnicos administrativos estaremos lá. Participamos com alegria dessa festa!”, convida. 

O momento de interação com a comunidade foi o chamariz para a participação do IFSP, em seu segundo ano. E para divulgar os cursos de extensão, pesquisa e ensino oferecidos no campus. A troca de livros, tradicional no Hortolendo, tem espaço garantido na tenda do IFSP. O público pode ainda conhecer poemas do projeto “Janelas para a Poesia”, desenvolvido pela Instituição, que fará a distribuição de marcadores de página.