Menu


“Prática pedagógica” será debatida por profissionais da educação de Hortolândia nesta segunda-feira (18/10)

Aberto ao público, evento da Prefeitura busca contribuir para a construção do currículo próprio da Educação no município

A “Prática pedagógica: ensinar e aprender” é o tema da quarta sessão formativa, promovida pela Prefeitura de Hortolândia, com vistas à construção participativa do currículo da Educação do município. O evento, que acontece nesta segunda-feira (18/10), às 19h, é aberto a toda a comunidade escolar, sendo voltado a profissionais do Ensino Fundamental da rede municipal de Educação. Para acompanhar a discussão, basta acessar o seguinte link:  www.youtube.com/secretariadeeducacaocienciaetecnologiahortolandia.

O encontro terá a participação da pedagoga Rúbia Cristina Cruz, membro do GEPEC (Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Continuada) da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). O evento, mediado pelo educador e sociólogo César Callegari, será transmitido ao vivo pelo YouTube, por meio do canal da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia da Prefeitura, onde poderá ser consultado mesmo após a realização do bate-papo.

A criação do currículo próprio para a rede municipal é parte integrante da proposta da educação, na atual gestão: "Hortolândia, território de saberes: a educação como conceito de integralidade". A partir das experiências e dos saberes, a ideia é construir uma rede ativa e participativa para a educação no município. A ação beneficiará mais de 26 mil alunos da Educação Infantil, do Ensino Fundamental e da EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Saiba um pouco mais sobre a convidada:

A Profa. Rúbia Cristina Cruz é pedagoga formada pela PUC-Campinas (1993), Mestre (2004) e Doutora (2012) pela Unicamp. Cursou Magistério pela EEPSG Carlos Gomes (1986). É Diretora Educacional Aposentada (2020) pela PMCampinas e Professora Universitária em cursos de Graduação e Pós-Graduação. Atuou como Professora, Orientadora Pedagógica, Diretora Educacional na Educação Básica, e como Diretora Pedagógica da Secretaria Municipal de Campinas (2003-2004), como Representante Regional da Região Sudoeste (2002) e Leste (2005) de Campinas, assessora da Coordenadoria do Ensino Fundamental e Supletivo (2001), do Gabinete da Secretaria de Educação (2003), Assessora de Currículo e Programas (2012). Coordenou a Pós-Graduação do Centro Universitário Salesiano de São Paulo – Campus São José e Liceu (2012 a 2015). É membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Continuada – GEPEC/Unicamp (desde 1997).

Experiência de Hortolândia na prevenção e combate às violências será discutida em webinário nesta segunda-feira (18/10)

Evento, promovido pelo Ministério Público Estadual de São Paulo, é aberto ao público e inscrições encerram-se nesta sexta-feira (15/10)

A experiência de Hortolândia na prevenção e enfrentamento às violências estará em pauta durante o webinário “A Lei da Escuta Protegida: experiências de implementação”, que acontece nesta segunda-feira (18/10), às 9h30, com transmissão ao vivo pelo canal da ESMP (Escola Superior do Ministério Público) no YouTube. O encontro é promovido pelo MPSP (Ministério Público do Estado de São Paulo), o CEAF (Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional)/ESMP, o Centro de Apoio Operacional - Infância e Juventude e o Instituto Alana.

O evento é gratuito, aberto ao público e contará com tradutor de Libras. Interessados podem se inscrever até às 17h desta sexta-feira (15/10), por meio de formulário online, disponível na página do CEAF/ESMP (www.esmp.mpsp.mp.br). A lista de inscritos estará disponível no site da Escola Superior. O link de acesso à transmissão e as instruções serão enviados para o e-mail informado na inscrição.

As políticas públicas em vigor e as recém-implementadas em Hortolândia, nesta área, serão apresentadas, durante a roda de conversa, pela supervisora educacional da rede municipal de ensino, Jane Aparecida Nery de Carvalho, membro do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Hortolândia) e coordenadora do comitê de enfrentamento à violência contra crianças no município.

No último dia 14 de setembro, o prefeito José Nazareno Zezé Gomes assinou decreto criando o “Plano Municipal de Enfrentamento das Violências contra crianças e adolescentes”. Além deste, dois outros documentos complementares e igualmente importantes também foram publicados na ocasião: o “Diagnóstico Social da Infância e Juventude da Cidade de Hortolândia” e o “Fluxo Intersetorial de Atendimento às violências contra crianças e adolescentes”. Com estas medida, o município deu mais um importante passo no sentido de proteger crianças e jovens, moradores da cidade, de situações de violência, inclusive a sexual, agravada no Brasil pelo isolamento social decorrente da pandemia do Coronavírus.

Cozinha Escola Comunitária da Prefeitura de Hortolândia promove cursos gratuitos de “Receitas de Natal”, abertos à comunidade

Formações, voltadas à geração de renda, acontecem entre 19 e 22 deste mês, no Jardim Novo Ângulo

Gosta de cozinhar e quer ganhar um dinheirinho a mais neste final de ano, produzindo delícias natalinas? Então fique atento à seguinte oportunidade. A Prefeitura de Hortolândia está com vagas abertas para o curso gratuito “Receitas de Natal”, que acontecerá na Cozinha Escola Comunitária, órgão da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia localizado na Rua Osvaldo de Souza, 375, no Jardim Novo Ângulo.

Há 30 vagas disponíveis, 15 por turma, sendo um grupo no período da tarde e outro no da manhã. A primeira turma se reúne na próxima terça e quarta-feira (19 e 20/10), das 13h às 16h30. Já a segunda terá a aula na quinta e sexta-feira (21 e 22/10), das 8h30 às 12h.

As inscrições devem ser feitas exclusivamente pelo telefone (19) 3845-6630. Podem participar moradores de Hortolândia, a partir dos 16 anos de idade. A formação será ministrada pela gastrônoma da Cozinha Escola, Virgínia Fernandes.

Com carga horária de sete horas/aula, a formação tem foco na geração de renda, ensinando receitas fáceis, saborosas e rentáveis, como panetone e biscoito de natal.

 

Instituto Federal abre vagas para cursos técnicos gratuitos em Hortolândia

Ação conta com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia

O IFSP (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo), câmpus Hortolândia, abriu 200 vagas para cursos técnicos gratuitos, no município, para o primeiro semestre de 2022. Há vagas para cursos integrados, concomitantes ou subsequentes ao Ensino Médio. As inscrições se encerram no dia 14 de novembro e devem ser realizadas exclusivamente neste link: https://processoseletivo.ifsp.edu.br/.

Todos os cursos são gratuitos, sem cobrança de mensalidade. Porém, para se inscrever, é necessário pagar uma taxa, que varia de R$ 30 (técnicos concomitantes ou subsequentes) a R$ 60 (técnicos integrados). Interessados em pedir isenção da taxa de inscrição têm até o dia 21 de outubro para formalizar a solicitação. Outras informações sobre o processo seletivo estão no Edital nº 400/2021 e podem ser obtidas no site do IFSP, www.ifsp.edu.br, ou no seguinte aplicativo: (11) 98781-0008.

O IFSP reserva 50% das vagas para estudantes que cursaram o Ensino Fundamental integralmente em escolas públicas. Também têm direito às vagas reservadas candidatos em vulnerabilidade econômica e social, pretos, pardos ou indígenas, e deficientes.

As provas, presenciais, serão realizadas no dia 19 de dezembro, na mesma cidade, ou município da mesma região, da localização do câmpus escolhido na inscrição, e terá duração de três horas.

Veja abaixo a relação de vagas:

Hortolândia – 200 vagas

Técnico Integrado ao Ensino Médio

Automação Industrial (40vagas- período integral)

Informática (40- período integral)

Mecânica (40 vagas- período integral)

Técnico Concomitante/Subsequente ao Ensino Médio

Eletroeletrônica (40 vagas - período noturno)

Fabricação Mecânica (40 vagas- período noturno)

Comissão da Prefeitura de Hortolândia prepara 11ª edição do Hortolendo

Em razão da pandemia do Coronavírus, festa literária acontecerá em novo formato neste ano

A Prefeitura de Hortolândia prepara com carinho a 11ª edição do Hortolendo, política pública municipal de incentivo à leitura que tem como ação mais visível a tradicional festa literária, promovida pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. O tema deste ano será “Territórios de Saberes: A leitura e seus afetos”. A abertura será no domingo, dia sete de novembro, com atrações de leitura que serão transmitidas pelo canal da Secretaria no YouTube. 

Uma comissão, formada por 17 servidores municipais, foi formada para definir como será o evento que, neste ano, será diferente das edições anteriores, em razão da pandemia do Coronavírus. A listagem completa dos integrantes da comissão está disponível na edição 1.322 do Diário Oficial Eletrônico do município, publicada no dia 27 de setembro e disponível neste link: https://publicacoesmunicipais.com.br:8443/api/acts/hortolandia/1322. De acordo com a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, a abertura contará com a participação de vários convidados contando histórias, entre eles professores, educadores e alunos. A ideia é realizar o Hortolendo de maneira híbrida, parte remota e parte presencial, mas somente nas escolas, nos moldes do já conhecido “Hortolendo nas Escolas”, com atividades em cada uma das 59 unidades da rede municipal de ensino. Além das apresentações de atividades feitas pelos próprios alunos nas escolas, que serão separadas para não causar aglomeração, haverá atividades culturais e webinários voltados aos profissionais da educação. Haverá distribuição de livros e visita de autores nas escolas. 

Anteriormente, o programa acontecia em duas frentes: a festa literária no domingo, em um dos parques da cidade (o Observatório Ambiental Parque Escola ou o Parque Irmã Dorothy) e a programação nas unidades escolares. 

Já em 2020, primeiro ano da pandemia, o Hortolendo aconteceu de forma remota, no formato de sarau literário transmitido ao vivo, pelo canal da Secretaria no Youtube, e disponível neste link: https://www.youtube.com/watch?v=HtsJqNa-rDI. O tema foi “Contos daqui e de acolá”.

Confira os integrantes da Comissão do Hortolendo:

    1. Aparecido Donizeti Chagas de Faria

    2. Roberta Morais Diniz

    3. Simone Cristina Locatelli de Medeiros

    4. José Luis Menegoro

    5. Renato Mucillo

    6. Fátima Colevate

    7. Adriane Gomes Tognolo

    8. Laura Gonçalves Marques de Barros

    9. Simone Antoniel

    10. Juliana Folva Poinha

    11. Solange Cachimiro Ferreira de Biazzio

    12. Nednaldo Nogueira Pinto

    13. Marlon Araújo Zanardi

    14. Maria Valdirene Morari Lordano

    15. Adelson dos Santos

    16. Midriani Rangel de Viveiros

    17. Cleonice Ferreira Sant’Ana

Jovens e adultos estudantes da Prefeitura batem papo sobre prevenção ao câncer de mama

Série de rodas de conversa, promovida pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, integra programação especial do “Outubro Rosa”, em Hortolândia

Estudantes da EJA (Educação de Jovens e Adultos) 1 e 2, na rede municipal de ensino, participaram, nesta segunda-feira (04/10), de uma roda de conversa para discutir de maneira leve e descontraída sobre um tema que preocupa mulheres em todo o mundo: o câncer de mama. O bate-papo sobre prevenção foi com a enfermeira Fátima Gomes, da Secretaria de Saúde, e aconteceu na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Caio Fernando Gomes Perreira, no Jd. Nossa Senhora Auxiliadora. 

A ação integra a programação do “Outubro Rosa”, mês de prevenção ao câncer de mama, promovido pela Prefeitura de Hortolândia. Para conhecer toda a campanha, clique neste link: http://www2.hortolandia.sp.gov.br/secretariadegoverno/item/18891-outubro-rosa-tera-programacao-especial-em-hortolandia.

Diariamente, ao longo da semana, o tema volta a pauta, numa série de rodas de conversa, nas outras três escolas polo da EJA, sempre às 19h: terça-feira (05/10), na Emef Marleciene Priscila P. Bonfim, no Remanso Campineiro; na quarta (06/10), na Emef Nicolas Tiago dos Santos Lofrani, no Jardim Sumarezinho; e na quinta (07/10), na Emef CAIC, no Jardim Amanda.

“O Outubro é um mês especial de conscientização para todos nós, principalmente quando o assunto é levar a informação e educação para os nossos alunos sobre o tema. É fundamental incentivar mulheres e homens a realizar os exames de prevenção, sempre que necessário, e ações como a roda de conversa ajudam muito nesse trabalho de compreender a importância do autocuidado para garantir a saúde de todos”, avalia a secretária adjunta de Educação, Ciência e Tecnologia, Roberta Diniz.

“A roda de conversa é uma ferramenta importante, por meio da qual a gente faz um diálogo com estes pacientes para falar sobre a importância do autocuidado, da prevenção, da mudança de estilos de vida. O Outubro Rosa não é sinônimo só de mamografia, ultrassom e peito. É um alerta para que a pessoa possa se cuidar, observar o próprio corpo, se teve alguma alteração, algum sinal que precisa cuidar. Estamos levando a essas pessoas a oportunidade de tirarem dúvidas, esclarecerem pensamentos errôneos que têm frente ao Outubro Rosa e o autocuidado e de fortalecer a nossa rede de educação em saúde com as ferramentas que temos. É uma proposta do despertar para o autocuidado”, afirmou a enfermeira Fátima Gomes.

OUTUBRO ROSA

 06/10 - 7h - Café da manhã, caminhada e palestras -  Local: UBS Orestes Ôngaro / UBS Dom Bruno

 07/10 - 8h30 - Roda de Conversa - Local: UBS Figueiras

08/10-13h30 - Palestras sobre o tema / Coleta de Papanicolau - Local: UBS Campos Verdes

09/10 - 11h - Palestra sobre o tema - Local: UBS Santa Clara

 12/10 - 9h - Orientações sobre o Outubro Rosa - Local: Associação de Moradores do Jd. São Sebastião 

13/10 - 8h - Entrega de folhetos, roda de conversa com autoexame - Local: UBS São Jorge 

13/10 - 7h-Café da manhã / Palestras sobre o tema - Local: UBS Taquara Branca 

14/10 - 14h - Palestra de prevenção e orientação - Apresentação musical e Coleta Papanicolau - Local: UBS Amanda I

14/10 - Dia todo - Palestras e rodas de conversa sobre o tema -Local: UBS Amanda II 

14/10 - 9h - Roda de conversa: “Alimentação saudável e sua influência na saúde da mulher” - 9h - Palestra “Cuidados com a saúde mental”- 14h - Palestra “Cuidados com a saúde mental”  -Local: UBS São Bento 

17/10 - 9h - Contação de Histórias e Caminhada -10h - Roda de conversa “Como cultivar plantas medicinais” - Local: Observatório Ambiental Parque Escola 

18 a 21/10 - Semana de prevenção ao câncer de mama - Local: Caism 

19/10 - 8h - Palestra “Câncer de Mama: nós podemos vencer essa doença” - Local: Caism 

19/10 - 9h - Roda de conversa sobre o tema - Local: CCS Jardim Rosolém 

20/10 -8h30 - Café da manhã / Roda de conversa - Local: UBS Adelaide 

20/10 - 9h - Palestra sobre o tema / Aulão de ginástica - Local: Centro Poliesportivo Nelson Cancian 

20/10 - 9h - Roda de conversa / Coleta de Papanicolau - Local: UBS Santa Esmeralda 

21/10 - 9h - Palestra sobre o tema - Local: CRAS Primavera 

22/10 - 14h - Roda de conversa - Local: UBS Santa Esmeralda

22/10 - 9h - Roda de conversa -Local: CCS Jardim Brasil

24/10 - 8h - Alongamento / Pedal / Caminhada / Zumba - Parque Socioambiental “Chico Mendes” 

26/10 - 9h - Roda de conversa sobre o tema - Local: CRAS Novo Ângulo 

26/10 - 9h-Palestra sobre o tema / Coleta de Papanicolau - Local: UBS Santiago 

28/10 - 9h - Palestra sobre o tema - Local: UBS Novo Ângulo 

29/10 - 10h - Palestra sobre o tema - Local: UBS  Rosolém 

30 e 31/10 - 4º edição do Jacuba Festival de Grafitti: edição especial com artistas mulheres - Local: Caism

 

Assinar este feed RSS