Menu


Hortolândia recebe formação sobre “A estrutura emocional do professor no retorno às aulas presenciais”

Evento da Undime-SP contou com a presença do prefeito Zezé Gomes

Cerca de 60 profissionais da educação, dentre eles supervisores e coordenadores educacionais de Hortolândia e outros sete municípios paulistas, participaram, na manhã desta quinta-feira (23.09), da formação sobre “A estrutura emocional do professor no retorno às aulas presenciais”. O evento, realizado no auditório da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Prof.ª Marleciene Priscila Presta Bonfim, no Remanso Campineiro, contou com a presença do prefeito de Hortolândia, José Nazareno Zezé Gomes. Apoiada pela Prefeitura, a formação foi promovida pela Editora Brasil e pela Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação de São Paulo), entidade da qual o secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Fernando Moraes, faz parte, tendo recentemente assumido cargo de delegado titular pelo Estado de São Paulo.   

O tema em pauta foi abordado pela pedagoga, pós-graduada em Psicopedagogia, Patricia Robert, que falou sobre depressão, ansiedade, angústia nos tempos de pandemia.  Ela fez dinâmicas e falou ainda sobre a importância do apoio e acolhimento nesse momento. "O momento atual da educação pede humildade de buscar conhecimento e coragem. As pessoas estão precisando falar, essa situação sufoca”, esclareceu a palestrante.

Hortolândia acaba de retomar as aulas presenciais no último dia 15 deste mês, após 17 meses de atividades remotas. "Temos excelentes profissionais e vamos continuar realizando o trabalho de oferecer alimentação e educação de qualidade, porque um povo que tem boa escolaridade e conhecimento vai sofrer muito pouco nessa vida. Temos o desafio de continuar fazendo a nossa cidade ser um polo tecnológico do qual sempre falamos. A nossa equipe de profissionais em Hortolândia trabalha com o coração mesmo, com amor. Isso faz o diferencial da nossa educação”, ressaltou o prefeito Zezé Gomes.

“Alguns gestores da educação de cidades que não fazem parte da Undime-SP nem imaginam o trabalho e a luta dessa instituição para garantir o direitos à educação. A educação, quando perde seu campo de visão, perde seu motivo de ser. Nós, enquanto Undime-SP e profissionais da educação, temos como campo de visão o aluno, proporcionar o melhor atendimento, ensino e aprendizagem, o empoderamento das crianças, desses jovens, pensando em tudo isso e na educação como um organismo vivo. Agradeço a presença de todos. É muito prazeroso recebê-los aqui na nossa querida cidade, uma cidade de que vocês certamente já ouviram falar bastante. Hortolândia é uma cidade de movimento, uma cidade que tem muito potencial e vontade de aprender muito mais, aprender com vocês, colegas da nossa região, porque com a troca temos um verdadeiro crescimento. A educação é feita por pessoas. Por isso, a palestra de hoje é mais que importante, é essencial, para a gente compreender que, mais importante do que as questões estruturais e físicas, é hora também de a gente se imunizar, acolher”, ressaltou o secretário Fernando Moraes.

A Undime-SP é uma organização sem fins lucrativos cuja finalidade é representar os interesses da educação municipal na luta pelo direito da educação básica e de qualidade para todos. A Undime nacional existe desde 1987 como uma das maiores instituições que lutam pela educação no Brasil. É dividida em polos e atua como órgão de articulação e coordenação das ações comuns das secretarias municipais de Educação do Estado de São Paulo.

Participaram da formação profissionais dos seguintes polos convidados da Undime-SP: Campinas II (Valinhos, Itatiba, Sumaré, Campinas, Hortolândia, Indaiatuba, Nova Odessa e Vinhedo), Limeira, Jundiá e Piracicaba, que reúnem ainda as cidades de Itatiba, Monte-Mor, Jarinu, Iracemápolis e Cordeirópolis.

Hortolândia assumirá cargo na diretoria executiva de órgão nacional de educação

Posse acontecerá durante 18º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação

Hortolândia fará parte da nova diretoria executiva da Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação de São Paulo), responsável pela gestão no biênio 2021-2023. A posse do secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Fernando Moraes, como delegado titular pelo Estado de São Paulo acontecerá durante o 18º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, que começa nesta quarta-feira (15/09) e se estende até sexta.

Durante o evento, que será realizado de maneira híbrida, presencial e também virtual, serão discutidos temas como financiamento da educação, BNCC (Base Nacional Comum Curricular), cumprimento das metas e estratégias dos planos decenais de educação, processo de ensino-aprendizagem durante a pandemia e desafios e demandas para o Dirigente Municipal de Educação. 

Desde fevereiro deste ano, Hortolândia participa da Direção Regional do segundo polo da instituição, localizada em Campinas, e atua como titular da Undime do Estado de São Paulo. Oito municípios compõem o pólo Campinas II: Valinhos, Itatiba, Sumaré, Campinas, Hortolândia, Indaiatuba, Nova Odessa e Vinhedo.

A Undime-SP é uma organização sem fins lucrativos cuja finalidade é representar os interesses da educação municipal na luta pelo direito da educação básica e de qualidade para todos. A Undime nacional existe desde 1987 como uma das maiores instituições que lutam pela educação no Brasil. É dividida em polos e atua como órgão de articulação e coordenação das ações comuns das secretarias municipais de Educação do Estado de São Paulo.

Hortolândia participa de órgão nacional de educação

Hortolândia recebeu, na última sexta-feira (26/02), cargo de representação titular na Undime -SP (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação de São Paulo). A cidade ocupará a Direção Regional do segundo polo da instituição, localizada em Campinas. O órgão nacional atua desde 1987 como uma das maiores instituições que lutam pela educação no Brasil.

A Undime-SP é uma organização sem fins lucrativos que tem por finalidade representar os interesses da educação municipal na luta pelo direito da educação básica e de qualidade para todos. A organização nacional é divida em polos e atua como órgão de articulação e coordenação das ações comuns das secretarias municipais de Educação do Estado de São Paulo. 

A eleição para os novos representantes ocorre a cada dois anos, por meio de um fórum que reúne os membros de cada polo da instituição. Os municípios que participaram da última votação foram Campinas, Indaiatuba, Valinhos, Monte Mor, Hortolândia, Itatiba e Nova Odessa. 

A Prefeitura de Hortolândia, eleita para ocupar a cadeira da presidência do segundo polo, vai trabalhar com as outras secretarias, promovendo a discussão e ações educacionais pertinentes à região. 

“Essa cadeira representa um grande avanço para o município, pois estaremos à frente dessa discussão de educação, com voz ativa e participação nas principais pautas, não apenas da região, como também nas pautas de todo território nacional”, ressalta o secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Fernando Moraes.