Menu


Jovens e adultos estudantes da Prefeitura batem papo sobre prevenção ao câncer de mama

Série de rodas de conversa, promovida pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, integra programação especial do “Outubro Rosa”, em Hortolândia

Estudantes da EJA (Educação de Jovens e Adultos) 1 e 2, na rede municipal de ensino, participaram, nesta segunda-feira (04/10), de uma roda de conversa para discutir de maneira leve e descontraída sobre um tema que preocupa mulheres em todo o mundo: o câncer de mama. O bate-papo sobre prevenção foi com a enfermeira Fátima Gomes, da Secretaria de Saúde, e aconteceu na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Caio Fernando Gomes Perreira, no Jd. Nossa Senhora Auxiliadora. 

A ação integra a programação do “Outubro Rosa”, mês de prevenção ao câncer de mama, promovido pela Prefeitura de Hortolândia. Para conhecer toda a campanha, clique neste link: http://www2.hortolandia.sp.gov.br/secretariadegoverno/item/18891-outubro-rosa-tera-programacao-especial-em-hortolandia.

Diariamente, ao longo da semana, o tema volta a pauta, numa série de rodas de conversa, nas outras três escolas polo da EJA, sempre às 19h: terça-feira (05/10), na Emef Marleciene Priscila P. Bonfim, no Remanso Campineiro; na quarta (06/10), na Emef Nicolas Tiago dos Santos Lofrani, no Jardim Sumarezinho; e na quinta (07/10), na Emef CAIC, no Jardim Amanda.

“O Outubro é um mês especial de conscientização para todos nós, principalmente quando o assunto é levar a informação e educação para os nossos alunos sobre o tema. É fundamental incentivar mulheres e homens a realizar os exames de prevenção, sempre que necessário, e ações como a roda de conversa ajudam muito nesse trabalho de compreender a importância do autocuidado para garantir a saúde de todos”, avalia a secretária adjunta de Educação, Ciência e Tecnologia, Roberta Diniz.

“A roda de conversa é uma ferramenta importante, por meio da qual a gente faz um diálogo com estes pacientes para falar sobre a importância do autocuidado, da prevenção, da mudança de estilos de vida. O Outubro Rosa não é sinônimo só de mamografia, ultrassom e peito. É um alerta para que a pessoa possa se cuidar, observar o próprio corpo, se teve alguma alteração, algum sinal que precisa cuidar. Estamos levando a essas pessoas a oportunidade de tirarem dúvidas, esclarecerem pensamentos errôneos que têm frente ao Outubro Rosa e o autocuidado e de fortalecer a nossa rede de educação em saúde com as ferramentas que temos. É uma proposta do despertar para o autocuidado”, afirmou a enfermeira Fátima Gomes.

OUTUBRO ROSA

 06/10 - 7h - Café da manhã, caminhada e palestras -  Local: UBS Orestes Ôngaro / UBS Dom Bruno

 07/10 - 8h30 - Roda de Conversa - Local: UBS Figueiras

08/10-13h30 - Palestras sobre o tema / Coleta de Papanicolau - Local: UBS Campos Verdes

09/10 - 11h - Palestra sobre o tema - Local: UBS Santa Clara

 12/10 - 9h - Orientações sobre o Outubro Rosa - Local: Associação de Moradores do Jd. São Sebastião 

13/10 - 8h - Entrega de folhetos, roda de conversa com autoexame - Local: UBS São Jorge 

13/10 - 7h-Café da manhã / Palestras sobre o tema - Local: UBS Taquara Branca 

14/10 - 14h - Palestra de prevenção e orientação - Apresentação musical e Coleta Papanicolau - Local: UBS Amanda I

14/10 - Dia todo - Palestras e rodas de conversa sobre o tema -Local: UBS Amanda II 

14/10 - 9h - Roda de conversa: “Alimentação saudável e sua influência na saúde da mulher” - 9h - Palestra “Cuidados com a saúde mental”- 14h - Palestra “Cuidados com a saúde mental”  -Local: UBS São Bento 

17/10 - 9h - Contação de Histórias e Caminhada -10h - Roda de conversa “Como cultivar plantas medicinais” - Local: Observatório Ambiental Parque Escola 

18 a 21/10 - Semana de prevenção ao câncer de mama - Local: Caism 

19/10 - 8h - Palestra “Câncer de Mama: nós podemos vencer essa doença” - Local: Caism 

19/10 - 9h - Roda de conversa sobre o tema - Local: CCS Jardim Rosolém 

20/10 -8h30 - Café da manhã / Roda de conversa - Local: UBS Adelaide 

20/10 - 9h - Palestra sobre o tema / Aulão de ginástica - Local: Centro Poliesportivo Nelson Cancian 

20/10 - 9h - Roda de conversa / Coleta de Papanicolau - Local: UBS Santa Esmeralda 

21/10 - 9h - Palestra sobre o tema - Local: CRAS Primavera 

22/10 - 14h - Roda de conversa - Local: UBS Santa Esmeralda

22/10 - 9h - Roda de conversa -Local: CCS Jardim Brasil

24/10 - 8h - Alongamento / Pedal / Caminhada / Zumba - Parque Socioambiental “Chico Mendes” 

26/10 - 9h - Roda de conversa sobre o tema - Local: CRAS Novo Ângulo 

26/10 - 9h-Palestra sobre o tema / Coleta de Papanicolau - Local: UBS Santiago 

28/10 - 9h - Palestra sobre o tema - Local: UBS Novo Ângulo 

29/10 - 10h - Palestra sobre o tema - Local: UBS  Rosolém 

30 e 31/10 - 4º edição do Jacuba Festival de Grafitti: edição especial com artistas mulheres - Local: Caism

 

Prefeitura abre inscrição para turma da Educação de Jovens e Adultos no 2° semestre

Moradores de Hortolândia interessados em ingressar na EJA (Educação de Jovens e Adultos), já podem se inscrever, a partir dessa quinta-feira, (01/07), para as turmas do 2º semestre letivo de 2021. A ação da Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, é voltada a jovens com 15 anos completos ou mais e adultos interessados em concluir o Ensino Fundamental, do 1º ao 9º ano, em escolas municipais. As inscrições vão até dia 12 de julho. 

Surdos também podem participar. Segundo a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, há vagas disponíveis para eles também, na escola polo do Remanso Campineiro, a Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Marleciene Priscila Presta Bonfim (veja abaixo).

Para se inscrever é preciso ser morador de Hortolândia, ter a idade mínima exigida (15 anos completos) e declarar interesse entrando em contato pelo telefone: (19) 3897-8400 ou e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . É possível também entrar em contato com a escola mais próxima para agendar um horário de atendimento, levando cópias de RG e CPF, certidão de nascimento ou casamento, comprovante de endereço com CEP. 

Na rede municipal de Hortolândia, quatro escolas oferecem vagas para a EJA. As aulas diárias ocorrem no período noturno e, devido a pandemia do Coronavírus, estão sendo realizadas de maneira remota, via postagem de atividades pedagógicas no Portal Educação na Rede e, também, através do programa no canal do Youtube da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia “Hortolândia: Território de Saberes”. Os profissionais disponibilizam também atividades impressas nas unidades escolares, garantindo assim a rotina de estudo dos alunos. De acordo com a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, a cada semestre na EJA, os alunos concluem um ano do Ensino Fundamental. 

Formação Ampliada

Desde o ano de 2017 a EJA em Hortolândia tem foco ampliado: além de permitir acesso gratuito à educação básica, oferece também cursos profissionalizantes e capacitação para empreender ou atuar no mercado de trabalho, por meio do projeto “Pólos de Tecnologia e Educação Profissional”, realizado pela Prefeitura de Hortolândia. Atualmente, a EJA beneficia cerca de 600 alunos, a cada semestre.

Confira as escolas polo que oferecem EJA:

Emef Marleciene Priscila Presta Bonfim (vagas também para deficientes auditivos) - (19) 3897-4175

R. Maria de Lourdes Cangleriani Cancian, 92, Remanso Campineiro

Emef Nicolas Thiago dos Santos Lofrani – (19) 3809-2010 

Ou (19) 3845-4260

R. Lealdo José dos Santos, 170, Jardim Sumarezinho

Emef Jardim Amanda I (CAIC) – 3897-6055

Rua Graciliano Ramos, 689, Jardim Amanda I

Emef Caio Fernandes Gomes Pereira – (19) 3819-6093

Rua Aurora Prado Tanachi, 995, Jardim Nossa Senhora Auxiliadora

 

Professores da EJA participam de formação para utilização de ferramenta virtual

Professores da EJA (Educação de Jovens e Adultos), modalidade de ensino disponibilizada pela Prefeitura de Hortolândia, participaram, nesta segunda-feira (01/03), de formação sobre como utilizar a ferramenta Google Meet em aulas remotas. O encontro foi realizado via plataforma Zoom e contou com a participação de mais de 30 profissionais da rede municipal de educação.  

A ação da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia visa capacitar os profissionais da educação a fim de que eles disponham de mais recursos para desenvolver as atividades pedagógicas e atender os alunos da EJA. Durante o encontro, os participantes puderam trocar informações, tirar dúvidas e aprender mais a respeito da ferramenta de videochamada.    

Em razão dos protocolos de segurança e distanciamento social, a formação foi realizada via plataforma Zoom e teve início às 18h30. Os formadores, Fabiana Rodrigues, Mariane Fagundes, Alcides Xavier Júnior e Mariana Rodrigues, fazem parte da equipe do Departamento de Ciência e Tecnologia. 

“A instrumentalização da rede de educação é uma das premissas do Departamento de Ciência e Tecnologia. Nós estamos focados em promover esse tipo atividade formativa justamente para que os nossos profissionais adquiram o conhecimento a respeito dessas ferramentas que vão auxiliar cada vez mais nas atividades das aulas e na acessibilidade do conteúdo que é oferecido para a rede”, ressaltou o diretor de Ciência e Tecnologia, Felipe Amaro dos Santos Neto.

 

 

 

Terminam nesta sexta (04/12) inscrições para novas turmas da Educação de Jovens e Adultos em 2021

Se você mora em Hortolândia e está interessado em ingressar na EJA (Educação de Jovens e Adultos), disponibilizada pela Prefeitura, é melhor se apressar. Terminam nesta sexta-feira (04/12) as inscrições para as turmas do 1º semestre letivo de 2021. A modalidade de ensino – com preparação para o mundo do trabalho -- é voltada a jovens com 15 anos completos ou mais e adultos interessados em concluir o Ensino Fundamental, do 1º ao 9º ano, em escolas municipais. 

Surdos também podem participar. Segundo a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, há vagas disponíveis para eles na escola polo do Remanso Campineiro, a Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Marleciene Priscila Presta Bonfim (veja abaixo).

Para se inscrever é preciso morar na cidade, ter a idade mínima exigida (15 anos completos) e procurar a secretaria da escola polo mais próxima, levando cópias de RG e CPF, certidão de nascimento ou casamento, comprovante de endereço com CEP, histórico escolar e foto 3x4. A matrícula deve ser feita na secretaria da escola, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone 3897-8400 ou no site hortolandia.sp.gov.br.

Na rede municipal de Hortolândia, quatro escolas oferecem vagas para a EJA. As aulas diárias ocorrem no período noturno, possibilitando a conciliação dos estudos com o trabalho. A cada semestre na EJA, os alunos concluem um ano do Ensino Fundamental, segundo a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. 

Atualmente, a EJA beneficia 600 alunos, a cada semestre. Antes da pandemia do Coronavírus, os inscritos recebiam merenda escolar, no horário de entrada na escola. Além disso, quatro linhas do transporte escolar da Prefeitura percorrem os bairros próximos das escolas polo, beneficiando 120 inscritos na modalidade.

Desde 2017, a EJA em Hortolândia tem foco ampliado: além de permitir acesso gratuito à educação básica, oferece também cursos profissionalizantes e capacitação para empreender ou atuar no mercado de trabalho.

Confira as escolas polo, que oferecem EJA:

 

Emef Marleciene Priscila Presta Bonfim (vagas também para deficientes auditivos) - 3819-6093

R. Maria de Lourdes Cangleriani Cancian, 92, Remanso Campineiro

 

Emef Nicolas Thiago dos Santos Lofrani – 3809-2010

R. Lealdo José dos Santos, 170, Jardim Sumarezinho

 

Emef Jardim Amanda I (CAIC) – 3897-6055

Rua Graciliano Ramos, 689, Jardim Amanda I

 

Emef Caio Fernandes Gomes Pereira – 3819-6093

Rua Aurora Prado Tanachi, 995, Jardim Nossa Senhora Auxiliadora

Inscrições para novas turmas da Educação de Jovens e Adultos em 2021 se encerram nesta sexta (04/12)

Moradores de Hortolândia, interessados em ingressar na EJA (Educação de Jovens e Adultos), disponibilizada pela Prefeitura de Hortolândia, precisam se apressar. As inscrições para as turmas do 1º semestre letivo de 2021 se encerram nesta sexta-feira (04/12). A modalidade de ensino – com preparação para o mundo do trabalho -- é voltada a jovens com 15 anos completos ou mais e adultos interessados em concluir o Ensino Fundamental, do 1º ao 9º ano, em escolas municipais. 

Surdos também podem participar. Segundo a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, há vagas disponíveis para eles também, na escola polo do Remanso Campineiro, a Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Marleciene Priscila Presta Bonfim (veja abaixo).

Para se inscrever é preciso ser morador de Hortolândia, ter a idade mínima exigida (15 anos completos) e procurar a secretaria da escola polo mais próxima, levando cópias de RG e CPF, certidão de nascimento ou casamento, comprovante de endereço com CEP, histórico escolar e foto 3x4. A matrícula deve ser feita na secretaria da escola, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone 3897-8400 ou no site hortolandia.sp.gov.br.

Na rede municipal de Hortolândia, quatro escolas oferecem vagas para a EJA. As aulas diárias ocorrem no período noturno, possibilitando a conciliação dos estudos com o trabalho. A cada semestre na EJA, os alunos concluem um ano do Ensino Fundamental, segundo a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. 

Atualmente, a EJA beneficia 600 alunos, a cada semestre. Antes da pandemia do Coronavírus, os inscritos recebiam merenda escolar, no horário de entrada na escola. Além disso, quatro linhas do transporte escolar da Prefeitura percorrem os bairros próximos das escolas polo, beneficiando 120 inscritos na modalidade.

Desde 2017, a EJA em Hortolândia tem foco ampliado: além de permitir acesso gratuito à educação básica, oferece também cursos profissionalizantes e capacitação para empreender ou atuar no mercado de trabalho.

 

Confira as escolas polo, que oferecem EJA:

Emef Marleciene Priscila Presta Bonfim (vagas também para deficientes auditivos) - 3819-6093

R. Maria de Lourdes Cangleriani Cancian, 92, Remanso Campineiro

 

Emef Nicolas Thiago dos Santos Lofrani – 3809-2010

R. Lealdo José dos Santos, 170, Jardim Sumarezinho

 

Emef Jardim Amanda I (CAIC) – 3897-6055

Rua Graciliano Ramos, 689, Jardim Amanda I

 

Emef Caio Fernandes Gomes Pereira – 3819-6093

Rua Aurora Prado Tanachi, 995, Jardim Nossa Senhora Auxiliadora

Com aulas online, Educação de Jovens e Adultos forma mais de 100 alunos

Com muita emoção e dedicação, 134 alunos da rede municipal se formam, nesta segunda-feira (27/07), na EJA (Educação de Jovens e Adultos), modalidade de ensino oferecida gratuitamente pela Prefeitura de Hortolândia. Com a suspensão das aulas presenciais, medida adotada para conter a disseminação do Coronavírus, a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia adotou, desde o dia 23 de março, meios remotos que possibilitaram a continuidade dos estudos.

Os mais de cem alunos que completaram o nono ano do Ensino Fundamental, por meio da EJA, neste semestre, receberão o certificado de conclusão. Para evitar aglomerações, na retirada dos históricos escolares, que permitirão a continuidade dos estudos no Ensino Médio, os gestores entrarão em contato com os alunos para organizar a entrega, agendando data e horário. Para a prevenção, será necessário comparecer utilizando máscara de proteção, higienizar as mãos com álcool em gel, manter distanciamento social e levar a própria caneta. Neste período de aulas presenciais suspensas, as escolas estão abertas das 9h às 15h.

Para dar continuidade às aulas, os gestores e professores das escolas foram fundamentais para auxiliar na condução deste processo. A modalidade de Educação de Jovens e Adultos é uma  aprendizagem desafiadora, que necessita de aulas mais práticas e dinâmicas, pois os alunos trabalham durante o dia e estudam à noite. Por isso, oferecer aulas online, para os profissionais, exigiu ainda mais criatividade.

Para a assistente de direção da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Marleciene Priscila Presta Bonfim, Dairce de Oliveira Iembo, este ano o trabalho foi de extrema dedicação da equipe dos professores e da gestão escolar. “Nós buscamos atingir todos os alunos, através do uso do blog, do WhatsApp, ligações e, também, disponibilizando aos alunos atividades impressas. Fizemos uma força-tarefa para as avaliações, disponibilizando na escola, para os alunos que podiam vir retirar, e levamos até as casas dos idosos ou dos que não tinham como vir buscar. Para o segundo semestre, vamos intensificar ainda mais este trabalho. Nosso foco é atender 100% dos nossos alunos”, ressaltou a gestora.

Para os profissionais da Educação, o desafio de ensinar de maneira remota aos alunos da EJA foi um tempo de descoberta e reinvenção. Para o professor de Língua Portuguesa, da Emef Marleciene Priscila Presta Bonfim, Jefferson Barbosa de Souza está sendo gratificante saber que seus alunos estão bem e poder aprender e inovar.

“Um ponto positivo durante esse período foi a possibilidade de nos reinventarmos e aprendermos a usar novas ferramentas, principalmente as tecnológicas, também utilizando novos métodos de ensinar e aprender na Educação de Jovens e Adultos. Nós tivemos que sair da nossa zona de conforto, para conseguir engajar e transmitir novos conhecimentos aos alunos, e, acima de tudo, manter o contato e saber que o nosso aluno está bem e se cuidando em casa”, disse o professor.

Este ano, por conta da COVID-19 e do distanciamento social, os alunos não terão o evento de solenidade tradicional, realizado em cada semestre, mas o sentimento que fica é ainda de muita alegria e vitória. Para a aluna Mônica Coelho Costa, da Emef Marleciene Priscila Presta Bonfim, essa fase de fazer as aulas em casa foi difícil, mas o amor pelos estudos e a vontade de aprender e de continuar, alcançando até o diploma  do Ensino médio e de nível superior é ainda maior.

“Retornar os estudos foi a melhor coisa que eu fiz. Na verdade, a escola era como estar numa segunda casa e lá encontramos pessoas que farão parte das nossas vidas para sempre. Me fez muito bem voltar aos estudos. Até com a minha timidez ajudou, me soltei mais. Sou uma nova pessoa. Eu agradeço aos professores e a todos os demais funcionários, que trabalham para concretizar nossos sonhos”, disse Mônica que tem 48 anos e é autônoma.

A EJA é voltada a pessoas, a partir de 15 anos, que não puderam completar os estudos na idade adequada. As aulas apresentam conteúdos que vão do 1° ao 9° ano do Ensino Fundamental. O objetivo é fazer jovens e adultos voltarem à sala de aula, de forma gratuita, para que ampliem os horizontes pessoais e profissionais. O segundo semestre da EJA, para os novos alunos matriculados e para os que darão continuidade aos estudos, as aulas iniciam a partir desta terça-feira (28/07).

De acordo com a secretária de Educação, Ciência e Tecnologia, Sandra Fagundes Freire, foi tempo de reaprender e utilizar a tecnologia para o ensino a distância neste período difícil da pandemia. "Eu parabenizo a equipe da Educação, gestores, professores e cada aluno que se dedicou e teve garra de não desistir e sim persistir, sabendo que os estudos são valiosos na construção de uma sociedade mais justa, com ênfase na qualidade cultural, econômica, social e educacional", destacou.

Veja abaixo as escolas municipais que oferecem a EJA:

Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Caio Fernando Gomes Pereira - Rua Aurora P. Tanachi, 995, Jd. Nossa Senhora Auxiliadora, telefone: 3819-6093

Emef Nicolas Thiago dos Santos Lofrani - Rua Lealdo José dos Santos, 170, Jd. Sumarezinho, telefone: 3809-2010

Emef Profª Marleciene Priscila Presta Bonfim - Rua Maria de Lourdes Cangleriane Cancian, 92, Remanso Campineiro, telefone: 3865-2844

Emef Jd. Amanda I (CAIC) - Av. Graciliano Ramos, 698, Jd. Amanda, telefone: 3897-6055

Assinar este feed RSS