Menu


Projeto disponibiliza material gratuito online para educadores infantis

A infância é uma fase vital em que o ser humano começa a desenvolver habilidades que utilizará na vida adulta. Durante este período, os educadores desempenham um papel importante na formação das crianças. Para ajudá-los em seu trabalho, o projeto “Ouvindo, Pintando & Aprendendo” disponibilizará material de apoio gratuito, neste domingo (21/02), às 14h, no canal do YouTube da Secretaria de Cultura da Prefeitura de Hortolândia (Clique aqui). O projeto é um dos contemplados com recursos da lei federal Aldir Blanc, que oferece subsídio para artistas, coletivos, profissionais e empresas artístico-culturais do município que tiveram as atividades paralisadas pela pandemia do Coronavírus.   

O projeto consiste de um vídeo com 10 clipes interativos e um álbum para colorir, que estará disponível para download. O link para baixar o álbum estará disponível na descrição do vídeo. Os clipes inspiram a criança a pintar o álbum enquanto ela assiste o vídeo. A trilha sonora dos clipes são versões instrumentais de canções infantis conhecidas, tais como “Marcha Soldado” e “O cravo brigou com a rosa”.

O projeto foi criado pelo violinista e professor de música, Marcos de Lazzari, e sua esposa, a enfermeira Luciana de Lazzari. “O objetivo é que o projeto sirva de material de apoio para educadores que trabalhem com crianças de zero a 7 anos de idade”, explica Marcos. O músico ressalta que o projeto visa estimular a criança a desenvolver a percepção musical e a experimentação dos timbres sonoros de diferentes instrumentos musicais.

Coral de profissionais da Educação abre programação de fim de ano do Shopping Hortolândia

Apresentação acontece nesta terça-feira (22/11), às 19h, na praça de alimentação e tem apoio da Prefeitura de Hortolândia

Um coral de 60 profissionais da rede municipal de ensino se apresenta nesta terça-feira (22/11), às 19h, na praça de alimentação do Shopping Hortolândia. O evento gratuito abre a programação de fim de ano do estabelecimento.

Formado por professores de música e outras disciplinas e educadores da Prefeitura de Hortolândia, o coral apresentará músicas natalinas em português, espanhol e inglês.

Serviço – Apresentação do coral de profissionais da rede municipal de Educação:

Data: 22/11/2016

Horário: 19h

Local: Praça de alimentação do Shopping Hortolândia

Endereço: rua José Camilo de Camargo, 5, Remanso Campineiro

Prefeitura de Hortolândia realiza Projeto "Ética e Cidadania Na Escola"

Projeto, que oferece formação para gestores, professores e educadores, trabalha neste ano o tema “Bullying: quem tem medo?”

Quando uma brincadeira deixa de ser saudável e se torna bullying? Quais os sinais que delimitam essa diferença? Essas e outras questões desafiam diariamente pais e professores. Para combater e impedir esta prática entre alunos, a Prefeitura de Hortolândia realiza o projeto “Ética e Cidadania Na Escola”. Neste ano, o tema é “Bullying: quem tem medo?”. O objetivo é oferecer formação a gestores, professores e educadores da rede municipal de ensino para que trabalhem a convivência pacífica e respeitosa entre estudantes e demais membros da comunidade escolar.

Criado em 2014, o projeto inclui a distribuição de livros, jogos e materiais didáticos para os 24 mil alunos da rede municipal. De acordo com a Secretaria de Educação, serão distribuídos neste ano mais de 80 mil livros. Dentre os materiais estão a Caixa Bullying: quem tem medo? e o Kit Yellow. Já a lista de livros inclui os títulos “Da violência escolar à cooperação na sala de aula”, de Maria José Diaz-Aguado (para 6º ao 9º anos), “História da menina e do medo da menina” (para Jardins I e II) e “O Medo da Bia” (para 1º e 2º anos), ambos de Luciene Regina Paulino Tognetta, e “Subterrâneo Sinistro” (para 6º ao 9º anos), de Leila Seleguini.

O projeto também prevê realização de várias ações ao longo do ano. Uma delas são encontros com as famílias para orientação do projeto desenvolvido com os alunos.

Desta vez, o projeto vem com nova configuração. Foram definidos 21 núcleos de formações que acontecerão durante o ano em escolas/espaços municipais, chamados polos. Cada polo foi organizado a partir de modalidades de trabalho pedagógico específicas para cada nível e ano escolares. As formações são ministradas pela equipe do GEPEM/UNICAMP (Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Moral da Universidade Estadual de Campinas), coordenada pela Profª Drª Luciene Tognetta. Os coordenadores pedagógicos das demais escolas municipais (as que não são polos) ministram a formação para os professores em suas respectivas unidades escolares.

#hortolandiatrabalhandoparatodos

Prefeitura abre inscrições para cursos voltados a profissionais do Terceiro Setor

Realizados em parceria com o Senac Campinas, cursos têm como objetivo formar e fortalecer entidades cadastradas no C.A.F.E.

Cada vez mais o Terceiro Setor ganha importância dentro da sociedade. Atenta a esse fato, a Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, realiza uma série de cursos gratuitos, destinados a gestores e educadores de entidades cadastradas no C.A.F.E. (Centro de Apoio e Fortalecimento às Entidades). Com o objetivo de formar e fortalecer o Terceiro Setor, os cursos são uma ação em parceria com o SENAC Campinas (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial).

Serão oferecidos seis cursos: Educador social, Noções de contabilidade para não contadores, Captação de recursos para o desenvolvimento organizacional, Gestor de projetos sociais, Grupos socioeducativos e Como trabalhar limites e regras com crianças e adolescentes.

As inscrições já estão abertas e vão até o dia 8 de abril. Os interessados devem se inscrever de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, no C.A.F.E., na rua Alberto Gomes, 18, Jardim das Paineiras (atrás do Open Shopping). Para a inscrição são necessárias cópias de RG e CPF e comprovante de residência. Os cursos têm duração até setembro. As aulas ocorrerão no próprio C.A.F.E.. Os dias e horários de cada curso ainda serão definidos em função da demanda. Confira abaixo a carga horária de cada um:

– Como trabalhar limites e regras com crianças e adolescentes – 4 h/a

– Educador social – 160 h/a

– Noções de contabilidade para não contadores – 30 h/a

– Captação de recursos para o desenvolvimento organizacional – 16 h/a

– Gestor de projetos sociais – 160 h/a

– Grupos socioeducativos – 16 h/a

Assinar este feed RSS