Menu


Banda Municipal realiza concerto especial do Dia das Crianças, nesta quinta-feira (14/10)

A apresentação será presencial, às 20h, com restrição de público e seguindo os protocolos sanitários

Para marcar o Dia das Crianças e estimular nos pequeninos o gosto pela música, a Prefeitura de Hortolândia promove um concerto especial em comemoração à data. A apresentação será com a Banda Municipal, nesta quinta-feira (14/10), às 20h, no CEMMH (Centro de Educação Musical Municipal de Hortolândia), órgão da Prefeitura, localizado na rua Vicente Palhão, s/nº, Jardim Santa Cândida. A apresentação será presencial. 

A Secretaria de Cultura salienta que a retomada dos concertos com público é feita com restrições em razão da pandemia do Coronavírus. O concerto terá capacidade de público limitada a 25 pessoas. A retirada do ingresso deverá ser feita no local 15 minutos antes do início da apresentação. Não será permitida a entrada de pessoas após a lotação ser atingida. A Secretaria de Cultura ainda ressalta que os protocolos sanitários serão mantidos, que incluem o uso obrigatório de máscara e distanciamento. Para quem preferir, a apresentação será transmitida ao vivo on-line na página do Facebook do centro (CLIQUE AQUI).

A Banda Municipal apresentará um programa temático com músicas de filmes, séries, desenhos animados e artistas infantis conhecidos como “Tom & Jerry”, “Chaves”, “Aladdin”, “Moana”, “Frozen”, “Sítio do Picapau Amarelo”, Trem da Alegria e Turma do Balão Mágico. A Banda Municipal já existe há 27 anos. O grupo foi criado junto com o CEMMH, órgão da Prefeitura, por meio da Lei Municipal Nº 188, de 1 de junho de 1994. 

Confira abaixo o programa da apresentação da Banda Municipal desta quinta-feira (14/10):

–  “Tom & Jerry – Blue Cat Blues”

Arranjo: Joe Bellini

– “Chaves e Sua Turma” (Homenagem a Roberto Goméz Bolaños)

Arranjo: Eli Antônio Ferreira

– “Selections from Moana”

Arranjo: Jay Bocook

– “Aladdin”

Arranjo: Paul Jennings 

– “Symphonic Highlights from “Frozen”

Arranjo: Stephen Bulla

– “Sítio do Picapau Amarelo”

Arranjo: Eli Antônio Ferreira

Participação especial: Keyla Jardim Pironelli (cantora)

– “Álbum Infantil Anos 80” (pot-pourri com músicas dos grupos Trem da Alegria e Turma do Balão Mágico: “Pra Ver Se Cola”, “Dona Felicidade”, “Uni Duni Tê” e “Coração de Papelão”)

Arranjo: Eli Antônio Ferreira

Participação especial: Keyla Jardim Pironelli e Eduarda A. de Souza (cantoras)

– “Superfantástico”

Arranjo: Antônio C. Neves Campos  

Participação especial: Keyla Jardim Pironelli e Eduarda A. de Souza (cantoras)

Banda Municipal se apresenta na FACH, neste sábado (12/10)

Que tal levar os pequeninos para se divertir e ouvir boa música? Se você gostou desta combinação, a dica é conferir a apresentação da Banda Municipal de Hortolândia. O grupo é a atração musical do evento em comemoração ao Dia das Crianças que será, neste sábado (12/10), das 12h às 18h, na Faculdade de Hortolândia (FACH), localizada na av. Santana, 1.070, Parque Ortolândia. A Banda se apresentará às 14h.

A Banda Municipal completou 25 anos de existência neste ano. O grupo nasceu junto com o Centro de Educação Musicial Municipal de Hortolândia (CEMMH), órgão da Prefeitura. Atualmente, a banda tem cerca de 50 integrantes, a maioria moradores da cidade, que se formaram no próprio CEMMH. Com a consolidação do trabalho e a demanda por apresentações, a Banda Municipal contribuiu para o surgimento de outros grupos, também vinculados ao CEMMH: Banda Experimental, Da Campana Pra Fora, Madeira Brasil, Sopro de Prata, Vibrasax e Turuntuntun. 

Além de música, o evento terá diversão com brinquedos infláveis, inclusive para crianças com deficiência, passeio de trenzinho, food trucks, entre outras atrações e atividades. Outro destaque será a presença de Ricardinho, ex-levantador da seleção brasileira de vôlei. O evento é promovido pela organização Guardiões do Futuro, vinculada à holding Tree Part.

Dia das Crianças – Guardiões do Futuro, com apresentação da Banda Municipal:

Data: 12/10/2019 

Horário: 14h (apresentação da Banda Municipal)

Local: Faculdade de Hortolândia (FACH)

Endereço: av. Santana, 1.070, Parque Ortolândia

Procon de Hortolândia orienta consumidores sobre compras do Dia das Crianças

As famílias já estão na correria em busca dos presentes para o Dia das Crianças, que será neste sábado (12/10). Para evitar que os mimos se tornem motivo de choro ou causem problemas aos pequeninos, o Procon (Programa de Defesa e Proteção do Consumidor) de Hortolândia, órgão vinculado à Prefeitura, orienta os consumidores a tomar cuidados na hora da compra dos presentes. 

Os brinquedos são os produtos mais procurados. Por isso, o órgão alerta para se prestar atenção em detalhes importantes. Brinquedos devem trazer informações claras, precisas e adequadas sobre preço, características, qualidade, quantidade, origem, composição, garantia, identificação do fabricante, selo de segurança do órgão federal INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), riscos que podem provocar, instruções de uso e manuseio e peças que compõem o produto. “É importante também observar a faixa etária indicada de cada brinquedo”, salienta a diretora do órgão, Ana Paula Portugal Ferreira. 

Para garantir segurança às crianças, devem ser evitados brinquedos com as seguintes características: com partes pontiagudas, cantos afiados, quinas ou arestas cortantes; com cordões superiores a 30 cm; com peças pequenas que as crianças possam engolir; com abertura que possam prender os dedos; cuja base seja de material inflamável; com voltagem superior a 36 volts; com materiais que incluam vidros ou que se quebrem facilmente; e com materiais tóxicos ou que soltem tintas.

Ana Paula ainda ressalta que brinquedos que produzam ruídos excessivos podem causar danos auditivos nas crianças, e produtos com cheiro e imagens que lembrem alimentos podem ser ingeridos pelos pequenos.

A diretora destaca que a Lei Estadual Nº 8.124 de 1992 obriga o fornecedor de produtos que contenham gravações fonográficas e videográficas, de revistas ou publicações, de brinquedos, jogos, artigos para divertimentos ou para esportes e produtos congêneres, cuja exposição para venda ao público seja feita de forma lacrada ou não, a manter amostra de cada produto sem lacre para que o consumidor possa examiná-lo. “Produtos comercializados por vendedores ambulantes são, em geral, mais baratos, mas podem trazer riscos à saúde e à segurança das crianças, uma vez que podem não estar de acordo com as normas e regulamentos técnicos”, alerta a diretora. 

TROCA

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor, os estabelecimentos comerciais não são obrigados a fazer a troca de presentes se isso não tiver sido previamente oferecido. As condições para a troca devem ser informadas no ato da venda ao consumidor, exceto no caso de defeitos no produto não forem sanados no prazo de 30 dias. Ana Paula explica que se o estabelecimento ofertar a possibilidade de troca do produto, deve cumpri-la. “O consumidor não deve aceitar somente informações verbais sobre a ‘política de troca’ da loja. Ele deve pedir por escrito na nota fiscal, recibo ou encarte, o prazo e as condições de troca”, salienta a diretora. 

Em caso de o produto apresentar defeito, a troca ou a devolução do valor da compra não será imediata. O artigo 18 do Código de Defesa do Consumidor estabelece que, sendo constatado um defeito no período da garantia, o fornecedor tem 30 dias para realizar o conserto.

Caso haja descumprimento de oferta por parte do estabelecimento comercial, o consumidor pode solicitar o cancelamento da compra e a restituição da importância paga, monetariamente atualizada, ou aceitar outro produto ou prestação equivalente, ou ainda exigir o cumprimento forçado da obrigação.

No caso de compras feitas via internet, Ana Paula ressalta que o consumidor pode desistir da compra no prazo de sete dias, contados a partir do recebimento do produto ou da assinatura do contrato, sem justificativa alguma. “Basta contatar o fornecedor e pedir o cancelamento, tomando o cuidado de anotar os protocolos, guardar e-mails trocados, ou qualquer outro documento que comprove que o cancelamento foi requerido em tempo hábil”, explica.

Qualquer que seja a modalidade da compra, o consumidor deve exigir a nota fiscal, ela é a principal garantia em caso de problemas com produtos ou serviços.

ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO

Ana Paula salienta que a compra de animal de estimação deve ser consciente e responsável. Afinal, são seres vivos que necessitam de cuidados pois, dependendo da espécie, podem viver muitos anos.

Por isso, caso o consumidor opte pela aquisição de algum animalzinho, deve ter atenção redobrada com alguns detalhes. É recomendado verificar se o estabelecimento que comercialize animais de estimação escolhido funciona regularmente, e se não possui reclamação no Procon, Outro item importante é que o estabelecimento deve fornecer todos os documentos relacionados ao animal, tais como carteira de vacinação, atestado médico veterinário e pedigree, que garante a raça do animal. “O consumidor deve exigir recibo, nota fiscal com a descrição do animal, o estado de saúde, a data de compra e o valor pago”, explica Ana Paula.

O consumidor tem 90 dias após a compra como prazo de garantia pela aquisição do animal. Se o bichinho apresentar problemas de saúde neste prazo, o consumidor deve procurar o estabelecimento comercial onde foi feita a compra para resolver a questão. Caso o problema não seja resolvido no prazo de 30 dias, o consumidor tem, à sua livre escolha, o direito de solicitar a troca do animal por outro, em perfeitas condições; a devolução do valor pago; ou, se possível, o abatimento proporcional no preço. “Lembre-se que existem diversas instituições para adoção de animais. Adotar um bichinho, além de ser importante, é um ato de amor e solidariedade”, salienta Ana Paula.

Em caso de dúvidas ou mais informações, o consumidor pode procurar o Procon, que fica dentro do HORTOFÁCIL, localizado na rua Argolino de Moraes, 405, Vila São Francisco. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h.

Ponto MIS exibe o filme “Castelo Rá-Tim-Bum”, segunda-feira (07/10)

Quer um programa divertido para comemorar o Dia das Crianças? A dica é levar os pequeninos para conferir a sessão especial do Ponto MIS (Museu da Imagem e do Som), nesta segunda-feira (07/10). A atração será “Castelo Rá-Tim-Bum, O Filme”. A exibição será, às 8h30, na Escola de Artes “Augusto Boal”, localizada na rua Casemiro de Abreu, s/nº, Jardim Amanda. A classificação é livre. O filme terá outra sessão no dia 21/10, às 14h, no mesmo local. O Ponto MIS é uma parceria da Prefeitura com o governo estadual para a exibição gratuita de filmes.

O filme é baseado na série de televisão “Castelo Rá-Tim-Bum”, exibida de 1994 a 1997 pela TV Cultura. O enredo tem como protagonista o garoto Nino, de 300 anos, que vive no castelo encantado na família Stradivarius com os tios Dr. Victor e a bruxa Morgana. Nino tem que começar seu aprendizado de feiticeiro. Mas ele é um garoto diferente que busca fazer amigos. Em sua busca, Nino descobre que sua vida e a de todos do castelo estão ameaçadas. O castelo é atacado pela malvada tia Losângela, uma bruxa que consegue roubar os poderes de Morgana e Victor e transformá-los em fantoches. Losângela conta com a ajuda do Dr. Abobrinha e de Rato. Nino é o único que pode salvar os tios e o castelo.

O longa-metragem tem elenco cheio de estrelas: Sérgio Mamberti (Dr. Victor), Marieta Severo (bruxa Losângela), e atores que atuaram na série de TV, dentre eles, Rosi Campos (bruxa Morgana), Pascoal da Conceição (Dr. Abobrinha) e Ângela Dip (Penélope). Outro destaque é o menino Diegho Kozievitch, que interpreta Nino. O filme tem ainda a participação especial de Matheus Nachtergaele (Rato).

A direção é de Cao Hamburguer, co-criador da série de TV junto com Flavio de Souza. O filme ganhou vários prêmios, dentre os quais o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro (2001) e o troféu do júri infantil de Melhor Filme Internacional no Festival de Chicago (Estados Unidos), em 2000.

Ponto MIS Especial Dia das Crianças – “Castelo Rá-Tim-Bum, O Filme”:

Data: 07/10/2019 (segunda-feira)

Horário: 8h30

Local: Escola de Artes “Augusto Boal”

Endereço: rua Casemiro de Abreu, s/nº, Jd. Amanda

Classificação: Livre

Procon de Hortolândia retoma fiscalização em estabelecimentos

Órgão realizou neste mês duas pesquisas de preços de brinquedos para o Dia das Crianças

Para garantir cada vez mais os direitos do consumidor, o Procon (Programa de Defesa e Proteção do Consumidor) de Hortolândia retoma o trabalho de fiscalização em estabelecimentos comerciais. Uma das ações que integram este trabalho é a pesquisa de preços de produtos.

Por ocasião do Dia das Crianças, uma das principais datas comerciais do ano, uma equipe de fiscais do órgão realizou, nesta quinta-feira (26/09), pesquisa de preços de brinquedos em seis lojas da cidade. No início deste mês, os fiscais realizaram uma primeira pesquisa nos mesmos estabelecimentos.

A diretora do órgão, Ana Paula Portugal Ferreira, explica que o objetivo é verificar e comparar a diferença dos preços praticados pelas lojas visitadas. O levantamento levou em conta os preços encontrados nos quatro estabelecimentos que apresentaram maior variedade de produtos.

Na primeira pesquisa, foram verificados os preços de 17 produtos, dos quais cinco foram encontrados nas quatro lojas pesquisadas. O produto que apresentou a maior variação de preço, cerca de 50%, foi o boneco articulado Cat Noir, da marca Sunny. O menor preço encontrado foi R$ 99,99 e o maior R$ 149, 99.

Já a segunda pesquisa verificou os preços de 11 brinquedos, dos quais cinco foram encontrados nas quatro lojas visitadas. O produto com maior variação de preço, quase 80%, foi a cesta com minibrinquedos colecionáveis para meninas Shopkins Surpresa, da marca DTC. O menor preço encontrado foi R$ 39,90 e o maior R$69,99.

ORIENTAÇÃO

Durante as pesquisas, os fiscais também realizaram trabalho de orientação junto aos responsáveis dos estabelecimentos visitados que apresentaram irregularidades na questão do preço. “Os fiscais orientaram os responsáveis das lojas para que informem com clareza e que deixem bem visíveis os preços dos produtos para o consumidor”, destaca Ana Paula Portugal Ferreira. 

A diretora salienta ainda que os consumidores podem fazer denúncias no órgão, que fica dentro do HORTOFÁCIL, localizado na rua Argolino de Moraes, 405, Vila São Francisco. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h. As denúncias precisam ser formalizadas presencialmente no próprio órgão. A orientação é para que os consumidores tragam documentos, tais como a nota fiscal. Para comprovar a prática abusiva por parte dos estabelecimentos, o órgão recomenda que os consumidores façam o registro por meio de fotos tiradas com celular.

Assinar este feed RSS