Menu


Prefeitura fiscaliza ligações irregulares na rede de esgoto do Jardim Novo Ângulo

A fim de evitar o descarte irregular de esgoto em rios, ribeirões e mananciais, prejudicando o meio ambiente, a Prefeitura de Hortolândia fiscaliza periodicamente as ligações residenciais para identificar irregularidades nas redes de esgoto e de águas pluviais. Durante toda esta semana, o trabalho, realizado por meio da Secretaria de Serviços Urbanos, em conjunto com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), aconteceu na quadra de residências localizadas entre as ruas Pedro Júlio da Silva e Damião Antônio da Silva, no Jardim Novo Ângulo. Foram identificadas 40 ligações irregulares, num total de aproximadamente 150 residências fiscalizadas na quadra. A ação via ainda permitir que a cidade atinja os 100% de coleta e tratamento de esgoto. Atualmente, o índice alcançado é de 97,6 %.

Segundo a Secretaria de Serviços Urbanos, durante o serviço, equipes da Administração Municipal realizaram a técnica do fumacê. É aplicada uma fumaça não tóxica nos acessos às tubulações da rede de esgoto, tornando possível verificar lançamentos e ligações indevidas na rede. O trabalho continuará nos próximos dias em diferentes regiões da cidade.

Onde foram detectadas irregularidades, os moradores foram notificados a realizar a ligação correta para regularizar o descarte dos dejetos na rede de esgoto. Também foram orientados  sobre a importância da ligação correta da rede de esgoto para melhoria do saneamento básico e da qualidade de vida.

Após o encerramento do prazo, quem não realizar o procedimento será multado. O valor da multa varia de 50 a 3.000 UFMH (Unidade Fiscal Municipal de Hortolândia), ou seja, de R$171,60 à R$10.296,00.

Mais zeladoria

Além da fiscalização na rede de esgoto em diversos bairros, equipes da Prefeitura realizam, diariamente, serviços para melhorar o saneamento básico em Hortolândia. Nesta sexta-feira (22/05), foram realizados reparos e manutenção na rede de águas pluviais na Região Central. No Jardim Amanda, equipes continuaram a limpeza do espelho d'água das lagoas do bairro com a retirada de aguapés. As plantas nascem na água, em razão do descarte irregular de dejetos domésticos. Estes e outros serviços continuarão ao longo da próxima semana. Atualmente, 97,6% do esgoto em Hortolândia é tratado e coletado.

Colaboração

O descarte irregular de lixo, entulho e resíduos é crime ambiental sujeito a multa, em Hortolândia. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, quem quiser ajudar na identificação de pessoas e veículos que praticam crime ambiental pode enviar fotos e textos para o aplicativo do Programa Agenda Verde. Para baixar o aplicativo, basta fazer o download gratuito nas plataformas Google Play ou App Store do seu smartphone. A identidade dos denunciantes é mantida em sigilo. 

 

 

 

Cinco bairros de Hortolândia têm manutenção nas redes de esgoto e de águas pluviais

A Prefeitura de Hortolândia realiza, nesta semana, serviços de limpeza, manutenção de redes e orientação de moradores, em cinco bairros da cidade. Na Região Central e no Remanso Campineiro, equipes da Administração Municipal, em parceria com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), trabalham no conserto de redes de águas pluviais. Também realizaram conserto em uma adutora no Jardim Terras de Santo Antonio. Já no Jardim Nova Hortolândia e no Parque Perón, moradores receberam orientação para regularizar o descarte do esgoto doméstico. No Parque dos Pinheiros, foi encontrado um descate irregular na rede esgoto. A irregularidade foi consertada.

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, o descarte irregular do esgoto doméstico, além de afetar a saúde das pessoas, prejudica o meio ambiente, atingindo rios, ribeirões, nascentes e mananciais da cidade. Após o encerramento do prazo, os moradores que não realizarem a ligação correta à rede coletora serão multados no valor de 50 a 3.000 UFMH (Unidade Fiscal Municipal de Hortolândia), ou seja, de R$171,60 a R$10.296,00.

Poda do mato e limpeza

Além da manutenção nas redes de esgoto e de águas pluviais, equipes da Prefeitura realizaram poda do mato em espaços públicos, praças e áreas verdes no Jardim Boa Vista, Região Central, Chácaras Recreio Alvorada, avenida da Emancipação, Jardim Amanda e Jardim Santiago.

“Os colaboradores estão trabalhando para manter a cidade limpa, mesmo durante esta pandemia do Coronavírus. Os trabalhos são realizados de acordo com o código sanitário, de maneira segura, preservando a vida de nossas equipes. Pedimos a colaboração da população para preservar nossos espaços limpos e não descartar irregularmente lixo e entulho em vias, espaços públicos e áreas verdes da cidade", orienta o secretário de Serviços Urbanos, Francisco Raimundo da Silva.

 

 

Quatro bairros de Hortolândia têm serviços de manutenção na rede de esgoto

O serviço de manutenção nas redes de esgoto e de águas pluviais de Hortolândia não para. Desde o início da semana, equipes da Prefeitura, em parceria com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), fiscalizam o descarte irregular de esgoto na rede de águas pluviais em dois bairros da cidade: Parque do Horto e Chácaras Recreio Alvorada. Em outros dois bairros, Jd. Amanda e Villagio Ghiraldelli, foi realizada manutenção na rede de esgoto. Durante a execução do trabalho, os agentes cumprem o protocolo de segurança contra a disseminação do Coronavírus (COVID-19).

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, as medidas são necessárias para que o município atinja 100% de coleta e tratamento de esgoto. Atualmente, Hortolândia tem quase 97% do esgoto tratado e coletado.

Não pratique crime contra o meio ambiente

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, o descarte irregular do esgoto doméstico, além de afetar a saúde das pessoas, prejudica o meio ambiente, atingindo rios, ribeirões, nascentes e mananciais da cidade. Após o encerramento do prazo, os moradores que não realizarem a ligação correta à rede coletora serão multados no valor de 50 a 3.000 UFMH (Unidade Fiscal Municipal de Hortolândia), ou seja, de R$171,60 a R$10.296,00.

Prefeitura realiza serviços nas redes de esgoto e águas pluviais em seis bairros

A Prefeitura de Hortolândia realiza serviços de manutenção nas redes de esgoto e águas pluviais do município. Nesta quinta-feira (13/03), equipes da Secretaria de Serviços Urbanos trocaram as tampas de concreto das bocas-de-lobo no Jardim São Sebastião. A medida busca evitar que o material fique deteriorado, podendo causar afundamentos e lesões na população, bem como infiltrações no solo. Em conjunto com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), é feito prolongamento da rede de águas pluviais no Jardim Novo Ângulo e manutenção de redes no Jardim Interlagos. 

Já nos jardins Santa Emília e Santa Izabel, a Prefeitura realizou a fiscalização contra o descarte irregular da rede de esgoto na galeria de águas pluviais. Moradores que praticam este tipo de crime ambiental foram notificados.

Na Vila Real, houve manutenção na rede de esgoto e, no Jardim São Bento, equipes recolheram assinaturas de moradores autorizando o início da ligação regular para coleta dos resíduos domésticos. As medidas são necessárias para que o município atinja 100% de coleta e tratamento de esgoto.

NÃO PRATIQUE CRIME CONTRA O MEIO AMBIENTE

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, o descarte irregular do esgoto doméstico, além de afetar a saúde das pessoas, prejudica o meio ambiente, atingindo rios, ribeirões, nascentes e mananciais da cidade. Após o encerramento do prazo, os moradores que não realizarem a ligação correta à rede coletora serão multados no valor de 50 a 3.000 UFMH (Unidade Fiscal Municipal de Hortolândia), ou seja, de R$171,60 a R$10.296,00.

PIC

Os trabalhos de saneamento básico em Hortolândia fazem parte das atividades da Administração Municipal para a cidade chegar a 100% da coleta e tratamento de esgoto, uma das prioridades do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento).

 

Prefeitura realiza serviços nas redes de esgoto e águas pluviais em três bairros

A Prefeitura de Hortolândia e a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) continuam o trabalho conjunto para o município atingir 100% de coleta e tratamento de esgoto. Nesta quinta-feira (05/03),  foram realizados reparos nas redes de águas pluviais nos jardins Sumarezinho e Santa Isabel. Já no Jardim São Camilo, está em andamento a instalação da rede de esgoto em residências. Serviços para contribuir com o saneamento básico são realizados, diariamente, em diversos bairros. 

DE OLHO NO MEIO AMBIENTE

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, o descarte irregular do esgoto doméstico, além de ser prejudicial à saúde, prejudica o meio ambiente, atingindo rios, ribeirões, nascentes e mananciais da cidade. Após o encerramento do prazo, os moradores que não realizarem o procedimento serão multados no valor de 50 a 3.000 UFMH (Unidade Fiscal Municipal de Hortolândia), ou seja, de R$171,60 à R$10.296,00.

PIC

Os trabalhos de saneamento básico em Hortolândia fazem parte das atividades da Administração para a cidade chegar a 100% da coleta e tratamento de esgoto, uma das prioridades do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento).

Prefeitura realiza panfletaço de conscientização contra o descarte irregular de esgoto em 4 bairros

O trabalho de conscientização para a população descartar corretamente o esgoto doméstico segue em realização por equipes da Prefeitura de Hortolândia. Nesta quinta-feira (27/02), foram distribuídos panfletos informativos, que explicam a importância do descarte regular dos dejetos e pedem a ligação correta do imóvel à rede de esgoto, em ruas do Jardim Amanda, Jardim Adelaide, Jardim São Sebastião e Jardim Nossa Senhora Auxiliadora. Agentes entregaram, casa a casa, o informativo. 

Junto com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), a meta da Prefeitura é para o município atingir 100% de coleta e tratamento de esgoto. De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, o trabalho continua nos próximos dias. Além da entrega dos informativos, a Prefeitura também realiza o trabalho de fiscalização para identificar ligações irregulares de esgoto, diariamente, em diversos bairros de Hortolândia. 

SERVIÇOS

No Jardim Adelaide, equipes da Administração e da Sabesp realizam serviços de manutenção na rede de águas pluviais. O objetivo é evitar infiltrações, entupimentos e o surgimento de ligações clandestinas. 

SANEAMENTO BÁSICO É MAIS SAÚDE

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, o descarte irregular do esgoto doméstico, além de ser prejudicial à saúde, prejudica o meio ambiente, atingindo rios, ribeirões, nascentes e mananciais da cidade. Após o encerramento do prazo para regularização do esgoto, os moradores que não realizarem o procedimento serão multados no valor de 50 a 3.000 UFMH (Unidade Fiscal Municipal de Hortolândia), ou seja, de R$171,60 à R$10.296,00.

PIC

Os trabalhos de saneamento básico em Hortolândia fazem parte das atividades da Administração para a cidade chegar a 100% da coleta e tratamento de esgoto, uma das prioridades do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento).

Assinar este feed RSS