Menu


Prefeitura já distribuiu aproximadamente 11.000 cestas básicas durante pandemia

Durante a pandemia do Coronavírus (COVID-19), a Prefeitura de Hortolândia já distribuiu, até esta sexta-feira (15/05), aproximadamente 11.000 cestas básicas para a população em vulnerabilidade social. O auxílio, realizado por meio da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, começou a ser prestado no dia 1º de abril e continuará  por tempo indeterminado.

“A triagem para a entrega das cestas básicas e de outros materiais de necessidade da população continua e é realizada  por telefone, WhatsApp e e-mail para facilitar a triagem. Pedimos tranquilidade à população. Quem tiver direito continuará recebendo as cestas nos CRASs (Centro de Referência de Assistência Social)" , esclarece o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Régis Athanázio Bueno.

Triagem para obter as cestas básicas

A triagem pode ser agendada, das 9h às 15h, de segunda a sexta-feira, por telefone, WhatsApp ou e-mail, segundo a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social.  A presença na unidade de assistência é apenas para a retirada dos materiais, sem aglomerações para preservar a vida da população, evitando a disseminação do Coronavírus.

Além dos alimentos essenciais que vêm nas cestas básicas, a Prefeitura também entrega fraldas a idosos acamados e PCDs (Pessoas com Deficiência) e latas com fórmula infantil, leite usado por crianças de até um ano de idade.

Para solicitar a cesta básica ou outros produtos emergenciais, o morador deve entrar em contato com o CRAS da região em que mora. A cidade conta atualmente com quatro CRASs. Eles estão localizados na Região Central e nos jardins Amanda, Novo Ângulo e Primavera.

Veja abaixo os critérios estabelecidos para a retirada dos materiais:

O artigo 6º da resolução 04 do Conselho Municipal de Assistência Social de Hortolândia aponta que os Benefícios Eventuais serão concedidos para residentes em Hortolândia, de acordo com nível de prioridade, sendo:

I. Indivíduo e/ou família, desprovida de qualquer renda ou benefício (Federal, Estadual ou Municipal).

II. Indivíduo e/ou família, com renda mensal per capta de R$ 0, 00 a R$ 89,00 (extrema pobreza).

III. Indivíduo e/ou família, com renda mensal per capta de R$ 89,00 a R$178,00 (pobreza).

IV. Indivíduo e/ou família, com renda mensal per capta de até 1/4 de salário mínimo.

V. Famílias atingidas por situação de calamidade pública

VI. Demais complexidades a serem observadas pela equipe técnica.

Confira abaixo os canais de contato com os CRASs para agendamento e esclarecimento de dúvidas:

999763206

 

3909-3642 (CRAS Amanda)

3909-2140 (CRAS Amanda)

99976-1602 (CRAS Amanda)

 

3865-1133 (CRAS Central)

3897-2519 (CRAS Central)

99817-0620 (CRAS Central)

 

3845-7629 (CRAS Novo Ângulo)

3809-1945 (CRAS Novo Ângulo)

99910-9085 (CRAS Novo Ângulo)

 

3909-2292 (CRAS Primavera)

3909-0627 (CRAS Primavera)

99976-1874 (CRAS Primavera)

 

WhatsApp: (19) 99976-4011

 

Email:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

 

Instituições ligadas ao CMDCA recebem as doações de máscaras e álcool em gel

A fim de promover a saúde e o bem-estar da população, em tempos de pandemia do Coronavírus, a Prefeitura de Hortolândia doa máscaras de proteção individual e álcool em gel a pessoas em situação de vulnerabilidade social. Desde o início desta semana, a Administração Municipal distribuiu pelo menos 931 máscaras e  8 galões de 25 litros de álcool gel para instituições ligadas ao CMDCA  (Conselho Municipal do Direito da Criança e do Adolescente) da cidade. Até sexta-feira (15/05), as 14 instituições já terão recebido os materiais.

 "São 14 instituições ligadas ao CMDCA que podem receber as doações de máscaras e álcool em gel. Oito já receberam o kit completo, cinco instituições retiraram o álcool em gel e ainda podem solicitar as máscaras e uma ainda não pediu nenhum material, mas pode solicitar à Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social da Prefeitura até sexta-feira, último dia das entregas destes materiais. No total, iremos doar mais de mil máscaras de pano reutilizáveis e cada instituição recebe um galão de álcool gel", explica Átila Paz, presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente de Hortolândia.

De acordo com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, as máscaras são usadas pelos atendidos nas instituições e suas famílias, além dos funcionários que estão realizando trabalhos internos e externos para que os atendimentos continuem normalmente. As peças são confeccionadas por bolsistas do programa Acerte (Ação Cidadã de Requalificação Trabalho e Educação), realizado pela Prefeitura.

 "Continuaremos ajudando pessoas em situação de vulnerabilidade social. Os quatro CRASs (Centros de Referência de Assistência Social) de Hortolândia intensificam as doações cestas básicas e máscaras para proteção individual. O Ginásio Poliesportivo Victor Savala está recebendo pessoas em situação de rua. Além disso, ampliamos as linhas telefônicas para atendimento da população sem que as pessoas precisem sair de casa. Continuaremos as ações para proteção da vida das pessoas", explica o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Régis Athanázio Bueno.

Confira abaixo as instituições ligadas ao CMDCA beneficiadas com as doações

Núcleo Vinde a Mim

Casa Betânia da Paz

CCART

CENDEFI

Centro Comunitário São Pedro

CONTATO - Obras sociais e educacionais

Centro de Treinamento Integral Moriah

Organização Sociedade Amigos de Hortolândia

CIER

ASBAFE

Casa da Criança Feliz

IESEHR

Instituto Esperançar

Patrulheiros e Guarda Mirim de Hortolândia

 

Em parceria com a Prefeitura, Pozelli Alimentos doa kits de higienização à população vulnerável

A "onda" da solidariedade está cada vez mais forte em Hortolândia. Ajuda ao próximo e união são importantes para superar a pandemia do Coronavírus. Para estender a mão a quem mais precisa, a Prefeitura de Hortolândia conta com parceiros solidários, como a Pozelli Alimentos, que atua no ramo de produtos alimentícios congelados. A empresa, localizada no Parque Ortolândia, doou aproximadamente 200 kits de higienização, que serão entregues juntos com as cestas básicas distribuídas à população em vulnerabilidade social, por meio dos CRASs (Centros de Referência de Assistência Social). O kit contém máscaras para proteção individual, álcool em gel e sabonete líquido.

Quem retirar a cesta básica nesta sexta-feira (08/05) já receberá o kit de higienização. Durante a pandemia do Coronavírus (COVID-19), a Prefeitura de Hortolândia já distribuiu, via Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, quase cinco mil cestas básicas para a população em vulnerabilidade social. O auxílio começou a ser prestado no dia 1º de abril. A entrega continua  por tempo indeterminado, já que a Administração Municipal mantém os serviços essenciais na área da Assistência Social.

Como retirar a cesta básica?

A triagem pode ser agendada, das 9h às 15h, de segunda a sexta-feira, por telefone, WhatsApp ou e-mail, segundo a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social.  A presença na unidade de assistência é apenas para a retirada dos materiais, sem aglomerações para preservar a vida da população, evitando a disseminação do Coronavírus.

Confira abaixo os canais de contato com os CRASs para agendamento e esclarecimento de dúvidas:

3909-3642 (CRAS Amanda)

3909-2140 (CRAS Amanda)

99976-1602 (CRAS Amanda)

 

3865-1133 (CRAS Central)

3897-2519 (CRAS Central)

99817-0620 (CRAS Central)

 

3845-7629 (CRAS Novo Ângulo)

3809-1945 (CRAS Novo Ângulo)

99910-9085 (CRAS Novo Ângulo)

 

3909-2292 (CRAS Primavera)

3909-0627 (CRAS Primavera)

99976-1874 (CRAS Primavera)

 

 WhatsApp: (19) 99976-4011

 

Email:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

 

 

Ginásio Poliesportivo Victor Savala abriga mais de 20 pessoas em situação de rua

 

Em Hortolândia, atualmente, pelo menos 22 pessoas em situação de rua estão abrigadas no Ginásio Poliesportivo Victor Savala, no Jardim Nossa Senhora de Fátima. O espaço está aberto para o atendimento das pessoas que mais precisam desde o início da pandemia do Coronavírus. Com mais esta medida protetiva, a Prefeitura visa evitar a disseminação da doença no município.

De acordo com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, o espaço funciona 24 horas, todos os dias da semana, por tempo indeterminado. O Ginásio está localizado na Rua Agnaldo Gomes Cardoso, 500. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone 3965-5951. 

“O amplo espaço que o ginásio possui evita a aglomeração. Para quem necessita desta ajuda, a Prefeitura oferece três refeições por dia: café da manhã, às 8h; almoço, ao meio-dia, e jantar, às 19h.  As refeições são realizadas na arquibancada, com espaço amplo de distância para evitar contaminação”, informa o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Régis Athanázio Bueno.

Medidas de proteção e segurança

Além das refeições, a Administração Municipal também disponibiliza banho e itens de uso pessoal. De acordo com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, o banho é realizado individualmente, nos vestiários. Na instalação, há cômodo especial para as mulheres, além da entrega de roupas, roupas de cama e colchões. Os atendidos recebem orientação para uma melhor higienização, inclusive com álcool em gel e, se necessário, recebem máscara para proteção. As luzes do ginásio se apagam às 22h para o repouso. A ação de acolhimento é feita junto com o Instituto Esperançar. A entidade social recolhe moradores de ruas que estavam em abrigos da cidade. A medida visa evitar a aglomeração nestes espaços.

Confira abaixo os telefones disponíveis para informações e dúvidas sobre o Coronavírus em Hortolândia:

(19) 99976-2434

(19) 99929-8987

(19) 97171-5369

(19) 99976-2498

(19) 99976-2276

(19) 99920-3204

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

Prefeitura distribui mais de 4 mil cestas básicas durante pandemia do Coronavírus

Durante a pandemia do Coronavírus (COVID-19), a Prefeitura de Hortolândia já distribuiu, até esta segunda-feira (04/05), 4.405 cestas básicas para a população em vulnerabilidade social. O auxílio, que acontece por meio da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, começou a ser prestado no dia 1º de abril. A entrega continua  por tempo indeterminado, já que a Administração Municipal mantém os serviços essenciais na área da Assistência Social.

“A triagem para a entrega das cestas básicas e de outros materiais de necessidade da população continua. Ampliamos os atendimentos por telefone, WhatsApp e e-mail para facilitar a triagem. Pedimos tranquilidade à população. Quem tiver direito continuará recebendo as cestas nos CRASs (Centro de Referência de Assistência Social)" , esclarece o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Régis Athanázio Bueno.

A triagem pode ser agendada, das 9h às 15h, de segunda a sexta-feira, por telefone, WhatsApp ou e-mail, segundo a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social.  A presença na unidade de assistência é apenas para a retirada dos materiais, sem aglomerações para preservar a vida da população, evitando a disseminação do Coronavírus.

Além dos alimentos essenciais que vêm nas cestas básicas, a Prefeitura também entrega fraldas a idosos acamados e PCDs (Pessoas com Deficiência) e latas com fórmula infantil, leite usado por crianças de até um ano de idade.

Centros de Referência de Assistência Social

Para solicitar a cesta básica ou outros produtos emergenciais, o morador deve entrar em contato com o CRAS da região em que mora. A cidade conta atualmente com quatro CRASs. Eles estão localizados na Região Central e nos jardins Amanda, Novo Ângulo e Primavera.

Veja abaixo os critérios estabelecidos para a retirada dos materiais:

O artigo 6º da resolução 04 do Conselho Municipal de Assistência Social de Hortolândia aponta que os Benefícios Eventuais serão concedidos para residentes em Hortolândia, de acordo com nível de prioridade, sendo:

I. Indivíduo e/ou família, desprovida de qualquer renda ou benefício (Federal, Estadual ou Municipal).

II. Indivíduo e/ou família, com renda mensal per capta de R$ 0, 00 a R$ 89,00 (extrema pobreza).

III. Indivíduo e/ou família, com renda mensal per capta de R$ 89,00 a R$178,00 (pobreza).

IV. Indivíduo e/ou família, com renda mensal per capta de até 1/4 de salário mínimo.

V. Famílias atingidas por situação de calamidade pública

VI. Demais complexidades a serem observadas pela equipe técnica.

Confira abaixo os canais de contato com os CRASs para agendamento e esclarecimento de dúvidas:

 

3909-3642 (CRAS Amanda)

3909-2140 (CRAS Amanda)

99976-1602 (CRAS Amanda)

 

3865-1133 (CRAS Central)

3897-2519 (CRAS Central)

99817-0620 (CRAS Central)

 

3845-7629 (CRAS Novo Ângulo)

3809-1945 (CRAS Novo Ângulo)

99910-9085 (CRAS Novo Ângulo)

 

3909-2292 (CRAS Primavera)

3909-0627 (CRAS Primavera)

99976-1874 (CRAS Primavera)

 

WhatsApp: (19) 99976-4011

 

Email:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Prefeitura disponibiliza cartaz gratuito sobre uso obrigatório de máscaras na cidade

A fim de auxiliar o comércio local a funcionar de maneira segura, de modo a preservar vidas durante a pandemia do Coronavírus, a Prefeitura de Hortolândia disponibiliza em seu site oficial (www.hortolandia.sp.gov.br) cartaz informativo gratuito sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção individual na cidade. O uso de máscaras passou a ser obrigatório desde 20 de abril, em qualquer tipo de deslocamento, quer a pessoa apresente ou não sintomas de COVID-19, em razão do decreto municipal 4.425. 

O cartaz informa onde a pessoa deve utilizá-las (confira abaixo). O comerciante ou prestador de serviço interessado em imprimir o cartaz deve entrar no site da Prefeitura de Hortolândia. No lado direito da tela, abaixo do ícone "Serviços para Turistas", está o banner do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (Covid-19). Ao clicar neste banner, o interessado deve abaixar a tela do computador até a parte do "Download de Manuais". Basta clicar no cartaz e realizar a impressão.

Distribuição das máscaras à população carente

Até o momento, a Administração Municipal já produziu e distribuiu  3.933 máscaras descartáveis, feitas com o tecido TNT, e mais 3.456 peças produzidas com outro tecido, lavável e reutilizável, totalizando quase 7.400 máscaras fabricadas e entregues à população carente. A triagem para a retirada do utensílio pelas pessoas em situação de vulnerabilidade social continua. Os dados foram divulgados, nesta terça-feira (28/04), pela Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social.

Onde é obrigatório o uso da máscara?

. No transporte público coletivo e nos terminais de embarque de ônibus

. Em táxis e transportes por aplicativo

. Nos estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços (autorizados a manter atendimento presencial)

. Nas áreas comuns e de lazer dos condomínios residenciais

. Em cartórios e bancos

 

Assinar este feed RSS