Menu


Guarda Municipal atende 75 chamadas de aglomeração de pessoas e perturbação de sossego no feriadão

Durante o feriado prolongado de 9 de julho, Dia da Revolução Constitucionalista, antecipado para a última segunda-feira (25/05), a Guarda Municipal atendeu 75 chamadas de ocorrências ligadas à perturbação de sossego e aglomeração de pessoas entre áreas públicas e privadas da cidade. Os dados da Secretaria de Segurança da Prefeitura de Hortolândia, mostram que, mais uma vez, o município não alcançou o índice de 70% de isolamento social, fundamental para conter a disseminação do Coronavírus.

"O patrulhamento foi intensificado pelas guarnições, mas, mesmo assim, recebemos um grande número de chamadas ligadas a este tipo de ocorrência. Tivemos um aumento de seis casos do último feriado para este e de um caso deste para o do Dia das Mães, quando, até então, havíamos registrado o maior número de casos. As pessoas precisam respeitar o decreto municipal para evitar esta ação e ajudar a prevenir a disseminação do Coronavírus, além de contribuir com a saúde deles, de seus amigos e familiares", explica a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena Quinette.

Durante o feriado de comemoração  dos 29 anos de emancipação política de Hortolândia, ocorrido na terça-feira (19/05), foi registrado um alto número de denúncias deste tipo de ação. De sexta a terça-feira (15 a 19/05), houve 69 chamadas de ocorrências, mesmo com a ação intensiva da fiscalização para manter a população em segurança e evitar a disseminação do Coronavírus na cidade. 

O total de ocorrências deste tipo durante o final de semana do Dia das Mães, entre a sexta-feira e o domingo (08 a 10/05), foi de 74  atendimentos relacionados ao problema.  No primeiro final de semana deste mês, foram 49 ocorrências de perturbação de sossego e aglomerações. De acordo com a Secretaria de Segurança, de janeiro a maio deste ano, guarnições da GM já atenderam mais de mil chamadas de aglomerações de pessoas e perturbação de sossego.

Desrespeito ao Decreto Municipal pode levar à delegacia

Segundo a Secretaria de Segurança, além de violar um decreto municipal, aglomerar-se é uma ação perigosa, durante a pandemia do Coronavírus, já que as pessoas podem transmitir a doença. O munícipe que flagrar essa situação pode  denunciar os infratores, que podem ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

Orientação ao comércio durante a pandemia

Durante o final de semana prolongado, as equipes da Prefeitura também realizaram, todos os dias,  a Operação de Orientação sobre o Coronavírus nos comércios. De acordo com a Secretaria de Segurança, foram orientados e fiscalizados 2.632 estabelecimentos durante a pandemia. O trabalho orientativo, para conter a disseminação do vírus, é realizado em todas as regiões de Hortolândia por uma força tarefa formada pela Guarda Municipal, pelo Setor de Fiscalização e pela Vigilância Sanitária.

A operação tem-se intensificado, a cada dia. Equipes da Administração Municipal percorrem a cidade, de domingo a domingo, das 9h às 22h, desde 21 de março. O objetivo é garantir o cumprimento do decreto 4.383, de 21/03/2020, que proíbe temporariamente o funcionamento presencial em estabelecimentos comerciais não essenciais para preservar a saúde da população. 

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

 

População deve contribuir para evitar aglomerações em mais um final de semana com feriado

Para alcançar o índice de 70% de isolamento social no município, e com isso conter a disseminação do Coronavírus, a Prefeitura de Hortolândia antecipa o feriado de 9 de julho, dia da Revolução Constitucionalista, para a próxima segunda-feira (25/05). Com a medida, a cidade terá pela frente mais um feriado prolongado e a população deve contribuir para que a porcentagem de isolamento social desejável seja alcançada. De acordo com a Secretaria de Segurança, o número de ocorrências ligadas à aglomeração de pessoas e perturbação de sossego vem aumentando a cada feriado. Para evitar o problema em áreas públicas e privadas, guarnições da Guarda Municipal estarão fazendo o patrulhamento em todas as regiões da cidade e recebendo denúncias da população.

Número crescente de desrespeito durante a pandemia

Durante o feriado de comemoração  dos 29 anos de emancipação política de Hortolândia, ocorrido na terça-feira (19/05), foi registrado um alto número de denúncias deste tipo de ação. De sexta a terça-feira (15 a 19/05), houve 69 chamadas de ocorrências, mesmo com a ação intensiva da fiscalização para manter a população em segurança e evitar a disseminação do Coronavírus na cidade. De acordo com a Secretaria de Segurança, de janeiro a maio deste ano, guarnições da GM já atenderam 1.062 chamadas ligadas a estas situações.

O total de ocorrências deste tipo foi o maior durante o final de semana do Dia das Mães, quando, entre a sexta-feira e o domingo (08 a 10/05), os agentes atenderam 74 ocorrências relacionadas ao problema.  No primeiro final de semana deste mês, foram 49 ocorrências de perturbação de sossego e aglomerações.

Guarda Municipal pede a colaboração das pessoas

“Mesmo com o número crescente de infectados e mortes na pandemia do Coronavírus, é comum as guarnições da Guarda Municipal atenderem este tipo de ocorrência nos feriados e finais de semana. Pedimos a colaboração da população para evitar esta ação. A população que se sentir incomodada pode acionar a corporação para denunciar perturbação de sossego 24 horas por dia", observa a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena Quinette.

Desrespeito ao Decreto Municipal pode levar à delegacia

Segundo a Secretaria de Segurança, além de violar um decreto municipal, aglomerar-se é uma ação perigosa, durante a pandemia do Coronavírus, já que as pessoas podem transmitir a doença. O munícipe que flagrar essa situação pode  denunciar os infratores, que podem ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

 

Para evitar aglomerações, Prefeitura montará tendas em agências da Caixa Econômica Federal

Quem trafega pela Região Central de Hortolândia precisa estar atento às mudanças no trânsito. Nesta quarta-feira (06/05), a partir das primeiras horas da manhã, equipes da Prefeitura de Hortolândia iniciam a montagem de tendas e a instalação de cadeiras em frente à Caixa Econômica Federal, localizada na Rua Luiz Camilo de Camargo, entre a loja Marabraz e a agência bancária. A ação das secretarias de Governo e de Mobilidade Urbana visa evitar que as pessoas que precisam ir até o prédio fiquem expostas ao sol ou passem muito tempo de pé esperando a vez de serem atendidas.

"Pedimos a colaboração dos motoristas que trafegarem pela Região Central nas primeiras horas desta quarta-feira para redobrar a atenção. No local, trabalhadores da Administração Municipal iniciarão a montagem das tendas e a instalação das cadeiras. É importante que quem passe pela região respeite os limites de velocidade, além de tomar cuidado para não invadir o espaço", observa o diretor de operação da Secretaria de Mobilidade Urbana, José Eduardo Vasconcellos.

Segundo a Secretaria de Governo, as cadeiras serão instaladas com espaço de dois metros entre elas para evitar a disseminação do Coronavírus. A quantidade de cadeiras instaladas ainda será definida. A instalação deve ser concluída no final desta quarta-feira. Na quinta-feira (06/05), já poderão ser utilizadas pela população.

"Após a conclusão do serviço na Região Central, realizaremos a mesma operação nas agências da Caixa Econômica Federal dos jardins Rosolen e Amanda. No Jardim Amanda, a estrutura ficará instalada no estacionamento do prédio. Já no Jardim Rosolen, as tendas e as cadeiras devem ser instaladas no estacionamento do Supermercado Pague Menos. A montagem das estruturas nas agências será concluída até o final da próxima semana. Elas ficarão instaladas por tempo indeterminado", explica a secretária adjunta de Governo, Silvania Anizio da Silva.

Serviços sociais durante a pandemia

A fim de auxiliar a população em vulnerabilidade social, afetada pandemia do Coronavírus, a Prefeitura aumentou os canais de atendimento a quem precisa dos serviços sociais prestados pela Administração Municipal. Desde o início do mês, há 16 linhas telefônicas, aplicativo WhatsApp específico e e-mail para tirar dúvidas da população (veja abaixo).

De acordo com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, 90% dos questionamentos feitos por estes canais são relacionados a como obter o Auxílio Emergencial do Governo Federal. As demais ligações são sobre entrega de máscaras de proteção individual e retirada das cestas básicas pelo município ou sobre a entrega do kit de alimentação para alunos de escolas estaduais.

Confira os canais de acesso:

3965-1438

3965-1400, ramal 8220

3965-1400, ramal 8210

3965-1400, ramal 8204

 

3909-3642 (CRAS Amanda)

3909-2140 (CRAS Amanda)

99976-1602 (CRAS Amanda)

 

3865-1133 (CRAS Central)

3897-2519 (CRAS Central)

99817-0620 (CRAS Central)

 

3845-7629 (CRAS Novo Ângulo)

3809-1945 (CRAS Novo Ângulo)

99910-9085 (CRAS Novo Ângulo)

 

3909-2292 (CRAS Primavera)

3909-0627 (CRAS Primavera)

99976-1874 (CRAS Primavera)

 

WhatsApp: (19) 99976-4011

e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Guarda Municipal realiza quase 50 atendimentos por aglomeração e perturbação do sossego no feriadão

A GM (Guarda Municipal), força de segurança da Prefeitura de Hortolândia, registrou, durante o feriado prolongado do Dia do Trabalho (de 01 a 03/05), 49 atendimentos relacionados à perturbação de sossego e aglomerações em toda a cidade. De acordo com a Secretaria de Segurança, apesar de ainda estar alto, o número de ocorrências foi inferior ao registrado nos outros feriados prolongados ocorridos durante a quarentena de contenção à disseminação do Coronavírus.

"As equipes da Guarda Municipal realizam, diariamente, patrulhamento nas ruas e avenidas da cidade para manter a população protegida. Mesmo com o isolamento social no município, ainda estamos recebendo um grande número de denúncias relacionadas a aglomerações, em espaços públicos e particulares. Porém, neste feirado prolongado da semana passada, diminuímos quase à metade o atendimento a este tipo de ocorrência, se compararmos ao feriado prolongado do Dia de Tiradentes", explica a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena Quinette.

De acordo com a Secretaria de Segurança, entre o penúltimo final de semana do mês de abril e o feriado de Tiradentes, as equipes da GM realizaram 88 atendimentos ligados a perturbação do sossego e aglomerações em espaços públicos, como praças e vias, ou em espaços privados, como chácaras. No final de semana da Páscoa, foram registrados 69 atendimentos pelo mesmo motivo. Apesar da diminuição de ocorrências de aglomeração de pessoas e perturbação de sossego, nos três últimos feriados, a Guarda Municipal atendeu ao todo 206 denúncias dessas infrações.

Desrespeito ao Decreto Municipal pode levar à delegacia

Segundo a Secretaria de Segurança, além de violar um decreto municipal, aglomerar-se é uma ação perigosa, durante a pandemia do Coronavírus, já que as pessoas podem transmitir a doença O munícipe que flagrar a situação pode realizar a  denuncia e os infratores poderão ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

Orientação ao comércio

Além da intensificação do patrulhamento para evitar aglomerações e perturbação de sossego, até agora, a Prefeitura de Hortolândia já orientou 1.800 estabelecimentos comerciais não-essenciais do município sobre como contribuir para evitar a disseminação da COVID-19. O mais recente balanço da Operação de Orientação sobre o Coronavírus foi divulgado, nesta terça-feira (05/05), pela Secretaria de Segurança.

A ação, que acontece desde 21 de março, é realizada diariamente pela Guarda Municipal, em conjunto com a Secretaria de Mobilidade Urbana, o Setor de Fiscalização e a Vigilância Sanitária. Os agentes visitam diversos bairros da cidade para garantir o cumprimento do decreto 4.383, de 21/03/2020, que proíbe temporariamente o funcionamento presencial neste tipo de comércio. No último dia 30 de março, a Prefeitura autorizou o funcionamento do comércio no sistema de delivery, walk-thru e drive-thru.

A operação é realizada para informar os comerciantes sobre como manter o estabelecimento funcionando de acordo com o decreto. Agora, quem descumprir a medida estará sujeito a autuação, multa e interdição por parte do Poder Público. 

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

 

População deve evitar aglomerações no feriado prolongado

Com a comemoração do Dia do Trabalho nesta sexta-feira (1º/05), o final de semana será prolongado. Enquanto isso, os agentes da Guarda Municipal de Hortolândia, força de segurança da Prefeitura, continuarão o patrulhamento nas ruas e avenidas da cidade para manter a população protegida. A Administração Municipal orienta que a população colabore e mantenha o isolamento social para conter a disseminação do Coronavírus no município.

De acordo com a Secretaria de Segurança, as equipes da GM realizaram 88 atendimentos ligados a perturbação do sossego e aglomerações em espaços públicos, como praças e vias, ou em espaços privados, como chácaras, no período que correspondeu ao final de semana passado e o feriado do Dia de Tiradentes. Já no final de semana da Páscoa,  foram registrados 69 atendimentos pelo mesmo motivo. Ou seja, apenas nos dois últimos feriados, a Guarda Municipal atendeu 157 denúncias de perturbação do sossego e aglomeração de pessoas na cidade.

" A corporação intensifica, diariamente, a patrulha e recebe chamadas da população para coibir estas infrações. Além dos 157 atendimentos registrados apenas dois últimos feriados prolongados, no final de semana passado, que não houve feriado, registramos mais 49 atendimentos ligados à este tipo de problema. Em três finais de semana, sendo dois com feriados, registramos mais 200 atendimentos sobre aglomeração e perturbação de sossego em um momento em que as pessoas poderiam estar fazendo o isolamento social para contribuir no combate à Covid-19", explica a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena Quinette.

Desrespeito ao Decreto Municipal pode levar à delegacia

Segundo a Secretaria de Segurança, além de violar um decreto municipal, aglomerar-se é uma ação perigosa, durante a pandemia do Coronavírus, já que as pessoas podem transmitir a doença O munícipe que flagrar a situação pode realizar a  denuncia e os infratores poderão ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

 

Guarda Municipal intensifica patrulha contra aglomeração e perturbação de sossego

A Guarda Municipal de Hortolândia, força de segurança da Prefeitura, trabalha para evitar a disseminação da COVID-19 no município. Os agentes da GM realizaram 88 atendimentos ligados a perturbação do sossego e aglomerações em espaços públicos, como praças e vias, ou em espaços privados, como chácaras, de sexta (17/04) até terça-feira (21/04). O período corresponde ao final de semana passado e o feriado do Dia de Tiradentes. Deste total, houve 50 averiguações e 38 notificações.

A corporação intensifica, diariamente, a patrulha e recebe chamadas da população para coibir estas infrações. "No final de semana da Páscoa, entre a sexta-feira (10/04) e o domingo (12/04), foram registrados 69 atendimentos envolvendo perturbação do sossego e aglomeração de pessoas. Portanto, agora, tivemos um aumento de quase 20 ocorrências. Além de violar um decreto municipal, aglomerar-se é uma ação perigosa, durante a pandemia do Coronavírus, já que as pessoas podem transmitir a doença", orienta a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena Quinette.

Segundo a Secretaria de Segurança, em março deste ano, foram realizadas 61 notificações destas infrações. Em abril, já aconteceram 106 notificações na cidade. "Temos que preservar a vida de todos. O munícipe que flagrar a situação pode denunciar e os infratores poderão ser levados à delegacia", explica Michelle.

Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

Operação de Orientação sobre o Coronavírus em comércios

A Operação de Orientação sobre o Coronavírus, junto aos comércios, continua. Seis equipes da  Prefeitura de Hortolândia percorrem, diariamente, das 9h às 22h, todas as regiões da cidade para orientar sobre o funcionamento dos comércios. Segundo a Secretaria de Segurança, 1.481 estabelecimentos comerciais da cidade já foram visitados pelos agentes até a noite desta quarta-feira (23/04).

A operação, que acontece desde 21 de março, é realizada  pela Guarda Municipal, em conjunto com o Setor de Fiscalização e a Vigilância Sanitária. Os agentes garantem o cumprimento do decreto 4.383, de 21/03/2020, que proíbe temporariamente o funcionamento presencial em estabelecimentos comerciais não essenciais. No dia 30 de março, a Prefeitura autorizou o funcionamento destes comércios no sistema de delivery e drive-thru.

Quem desobedecer o decreto será multado

O comerciante que descumprir a medida estará sujeito a autuação, multa e interdição por parte do Poder Público.  Para quem não seguir as orientações de funcionamento, o valor da multa aplicada varia entre 10 e 10 mil UFESP (Unidade Fiscal do Estado de São Paulo). Cada UFESP custa R$ 27,10 e os valores das multas podem ser de R$ 276,10 até 27.610,00, dependendo da reincidência. Também é elaborado um boletim de ocorrência para o proprietário do local que descumpre o decreto.

A Operação de Orientação sobre o Coronavírus é realizada com o apoio de um carro de som, que passa mensagens informativas. Em caso de desobediência ao decreto municipal, além da multa, a ação poderá ser considerada crime e os envolvidos, encaminhados para a delegacia e responder pelos atos.

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

 

Assinar este feed RSS