Menu


Guarda Municipal atende mais de 100 ocorrências de aglomeração de pessoas e perturbação do sossego no final de semana

Mesmo com as equipes da Guarda Municipal e da fiscalização da Prefeitura de Hortolândia distribuídas em diversas regiões da cidade, na "Operação Saturação", o município registrou mais uma "quebra de recorde" no número de ocorrências ligadas à perturbação de sossego e aglomeração de pessoas. De acordo com a Secretaria de Segurança, entre as noites de sexta-feira e domingo (03 a 05/07), foram 109 ocorrências do tipo. Além disso, para tentar coibir o problema, foram fiscalizados comércios e montadas "operações-surpresa".

"Infelizmente, não tivemos o apoio necessário da população neste final de semana e, após a diminuição das ocorrências de perturbação do sossego e aglomeração de pessoas no final de semana passada, neste aqui, tivemos um recorde de casos. As 109 ocorrências foram o maior número de registros, desde o início da pandemia do Coronavírus. Antes, o máximo verificado havia sido de 77 casos. É preocupante a falta de colaboração da população, mas continuaremos realizando o que for possível para proteger a vida das pessoas nesta pandemia. Ao se sentir incomodado, o munícipe pode realizar a denúncia (veja números abaixo)", explica a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena Quinete.

Segundo a Secretaria de Segurança, a Guarda Municipal atendeu, desde janeiro deste ano, 1.729 chamadas ligadas à perturbação de sossego e aglomeração de pessoas. Os maiores números de denúncias e ocorrências aconteceram durante os meses de pandemia do Coronavírus.

Como denunciar

O munícipe que flagrar essa situação pode denunciar os infratores. Eles podem ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

 

Guarda Municipal prepara operações para evitar "fluxos" e perturbação do sossego

Com a aproximação de mais um final de semana, a Guarda Municipal, força de segurança da Prefeitura de Hortolândia, estará atenta para evitar aglomerações de pessoas e perturbação de sossego em diversas regiões da cidade. De acordo com a Secretaria de Segurança, serão montadas "operações-surpresa", em diversos pontos da cidade, da noite de sexta-feira até o domingo (26 a 28/06) com o objetivo de evitar este tipo de ação, além de coibir os "fluxos", bailes irregulares que acontecem em espaços públicos do município.

"O crescente número de registros de casos de aglomeração de pessoas e perturbação de sossego estão acontecendo, principalmente, aos finais de semana, em espaços públicos e privados. A central da Guarda Municipal recebe muitas denúncias. Algumas pessoas estão colocando em risco suas vidas e a vida do próximo. Portanto, trabalharemos, ainda mais, para evitar esta situação, proteger as pessoas e barrar o recorde de ocorrências que crescem a cada final de semana", explica a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena Quinte.

Recordes de denúncias e aumento dos números

Segundo a Secretaria de Segurança, no final de semana passado, foi registrado mais um novo recorde de denúncias de casos de perturbação de sossego e aglomeração de pessoas em espaços públicos e privados. De sexta-feira a domingo (19 a 21/06), a Guarda Municipal atendeu 77 ocorrências ligadas a este tipo de crime na cidade.  Desde janeiro deste ano, a Guarda Municipal já registrou aproximadamente 1.500 chamadas ligadas a este tipo de delito.

"As reuniões clandestinas acontecem em diferentes espaços públicos, parques, praças e chácaras por toda a cidade. A situação é preocupante. Necessitamos da colaboração das pessoas", explica Michele.

Como denunciar

O munícipe que flagrar essa situação pode denunciar os infratores. Eles podem ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

 

Procon de Hortolândia fiscaliza 155 e multa oito estabelecimentos comerciais da cidade

Em razão da pandemia do Coronavírus, o Procon (Programa de Defesa e Proteção do Consumidor) do município, órgão vinculado à Prefeitura de Hortolândia, intensificou a fiscalização para coibir as práticas de preço abusivo ou de aumento injustificado de preço. De acordo com o órgão, até o momento, já foram fiscalizados 155 estabelecimentos comerciais da cidade, dos quais 55 supermercados, 54 farmácias, 2 escolas, 6 lojas de departamento, 2 açougues, 4 padarias e 34 depósitos de gás. 

De acordo com a diretora do órgão, Ana Paula Portugal Ferreira, foram multados 8 estabelecimentos, quatro destes por desobediência às notificações do órgão e quatro por aumento injustificado de preço. Em virtude da suspensão do atendimento presencial, o órgão realizou 349 atendimentos via WhatsApp. 

O consumidor pode entrar em contato com o órgão pelos telefones (19) 3819-1024, (19) 3965-1400, ramais 7034 e 7035, (19) 99979-5162 e (19) 99635-4208, estes dois últimos números são WhatsApp, ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h.  

Caso o consumidor queira fazer uma denúncia, para que a mesma tenha validade, a diretora reforça a orientação que o consumidor precisa enviar as informações necessárias, tais como nome e endereço do estabelecimento, informações descritivas do produto (marca, peso, entre outras), imagens que mostrem o produto e o preço. Ao fazer a denúncia, o consumidor precisa ainda se identificar e informar dados pessoais. O órgão garante o sigilo da denúncia.

Prefeitura pede a colaboração da população contra aglomerações no feriado prolongado de Corpus Christi

Mesmo com a flexibilização para o funcionamento do comércio no município, a Prefeitura de Hortolândia conta com a colaboração da população para evitar aglomerações, em espaços públicos e privados, durante o feriadão de "Corpus Christi", que vai desta quinta-feira (11/06) até o domingo (14/06), uma vez que na sexta-feira, haverá ponto facultativo na cidade. De acordo com a Secretaria de Segurança, o número de ocorrências ligadas à aglomeração de pessoas e perturbação de sossego vem aumentando a cada feriado e, no final de semana passado, bateu recorde. Para evitar o problema, a Guarda Municipal fará patrulhamento em todas as regiões e receberá denúncias da população.

"Pedimos que as pessoas evitem festas e aglomerações nos espaços privados e públicos. Mesmo com a flexibilização do comércio, é importante que elas evitem esta ação para proteção contra a disseminação do Coronavírus", explica a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena Quinette.

O final de semana passado teve recorde de denúncias de aglomerações. De acordo com a Secretaria de Segurança, de sexta-feira a domingo (05 a 07/06),  as guarnições da Guarda Municipal atenderam 76 denúncias ligadas a aglomeração de pessoas e perturbação do sossego, em diversas regiões da cidade. Só no domingo, foram 38 ocorrências verificadas pelos agentes da segurança pública. Desde janeiro deste ano, a Guarda Municipal já registrou 1.307 chamadas ligadas a este tipo de delito.

Durante o feriado de comemoração dos 29 anos de emancipação política de Hortolândia, ocorrido no dia 19 de maio, foi registrado um alto número de denúncias deste tipo de ação. Houve 69 chamadas de ocorrências, mesmo com a ação intensiva da fiscalização para manter a população em segurança e evitar a disseminação do Coronavírus na cidade. 

O total de ocorrências deste tipo, durante o final de semana do Dia das Mães, foi de 74 chamadas. No primeiro final de semana do mês passado, foram 49 ocorrências de perturbação de sossego e aglomerações. "Percebemos que os números estão só aumentando, mesmo com a pandemia apresentando alto número de infectados", analisou Michele.

O munícipe que flagrar essa situação pode  denunciar os infratores, que podem ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

Guarda Municipal registra mais um final de semana com denúncias de aglomerações e perturbação ao sossego

A Guarda Municipal de Hortolândia atendeu, entre a sexta-feira (29/05) e o domingo (31/05), 59 chamadas de ocorrências ligadas à perturbação de sossego e aglomeração de pessoas entre áreas públicas e privadas da cidade. De janeiro a maio deste ano, a corporação já registrou 1.231 chamadas ligadas a este tipo de delito. Os dados são da Secretaria de Segurança da Prefeitura de Hortolândia.

"Neste final de semana, tivemos uma diminuição no número de ocorrências deste tipo, se compararmos aos últimos feriados prolongados na cidade, mas o número ainda é grande. O patrulhamento das guarnições está intensificado por toda a cidade.  As pessoas precisam evitar esta ação e ajudar a prevenir a disseminação do Coronavírus, além de contribuir com a saúde deles, de seus amigos e familiares", explica a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena Quinette.

Feriados tiveram desrespeito e grande número de ocorrências

Durante o feriado de comemoração dos 29 anos de emancipação política de Hortolândia, ocorrido no dia 19 de maio, foi registrado um alto número de denúncias deste tipo de ação. Do dia 15 ao dia 19, houve 69 chamadas de ocorrências, mesmo com a ação intensiva da fiscalização para manter a população em segurança e evitar a disseminação do Coronavírus na cidade.

O total de ocorrências deste tipo durante o final de semana do Dia das Mães, do dia 08 ao 10 de maio foi de 74  atendimentos relacionados ao problema. No primeiro final de semana deste mês, foram 49 ocorrências de perturbação de sossego e aglomerações.

O munícipe que flagrar essa situação pode denunciar os infratores, que podem ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

Orientação ao comércio durante a pandemia

Durante o final de semana, as equipes da Prefeitura também realizaram, todos os dias, a Operação de Orientação sobre o Coronavírus nos comércios. De acordo com a Secretaria de Segurança, foram orientados e fiscalizados 2.671 estabelecimentos durante a pandemia. O trabalho orientativo, para conter a disseminação do vírus, é realizado em todas as regiões de Hortolândia por uma força tarefa formada pela Guarda Municipal, pelo Setor de Fiscalização e pela Vigilância Sanitária. A operação tem-se intensificado, a cada dia. Equipes da Administração Municipal percorrem a cidade, de domingo a domingo, das 9h às 22h, desde 21 de março.

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

 

Guarda Municipal atende 75 chamadas de aglomeração de pessoas e perturbação de sossego no feriadão

Durante o feriado prolongado de 9 de julho, Dia da Revolução Constitucionalista, antecipado para a última segunda-feira (25/05), a Guarda Municipal atendeu 75 chamadas de ocorrências ligadas à perturbação de sossego e aglomeração de pessoas entre áreas públicas e privadas da cidade. Os dados da Secretaria de Segurança da Prefeitura de Hortolândia, mostram que, mais uma vez, o município não alcançou o índice de 70% de isolamento social, fundamental para conter a disseminação do Coronavírus.

"O patrulhamento foi intensificado pelas guarnições, mas, mesmo assim, recebemos um grande número de chamadas ligadas a este tipo de ocorrência. Tivemos um aumento de seis casos do último feriado para este e de um caso deste para o do Dia das Mães, quando, até então, havíamos registrado o maior número de casos. As pessoas precisam respeitar o decreto municipal para evitar esta ação e ajudar a prevenir a disseminação do Coronavírus, além de contribuir com a saúde deles, de seus amigos e familiares", explica a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena Quinette.

Durante o feriado de comemoração  dos 29 anos de emancipação política de Hortolândia, ocorrido na terça-feira (19/05), foi registrado um alto número de denúncias deste tipo de ação. De sexta a terça-feira (15 a 19/05), houve 69 chamadas de ocorrências, mesmo com a ação intensiva da fiscalização para manter a população em segurança e evitar a disseminação do Coronavírus na cidade. 

O total de ocorrências deste tipo durante o final de semana do Dia das Mães, entre a sexta-feira e o domingo (08 a 10/05), foi de 74  atendimentos relacionados ao problema.  No primeiro final de semana deste mês, foram 49 ocorrências de perturbação de sossego e aglomerações. De acordo com a Secretaria de Segurança, de janeiro a maio deste ano, guarnições da GM já atenderam mais de mil chamadas de aglomerações de pessoas e perturbação de sossego.

Desrespeito ao Decreto Municipal pode levar à delegacia

Segundo a Secretaria de Segurança, além de violar um decreto municipal, aglomerar-se é uma ação perigosa, durante a pandemia do Coronavírus, já que as pessoas podem transmitir a doença. O munícipe que flagrar essa situação pode  denunciar os infratores, que podem ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

Orientação ao comércio durante a pandemia

Durante o final de semana prolongado, as equipes da Prefeitura também realizaram, todos os dias,  a Operação de Orientação sobre o Coronavírus nos comércios. De acordo com a Secretaria de Segurança, foram orientados e fiscalizados 2.632 estabelecimentos durante a pandemia. O trabalho orientativo, para conter a disseminação do vírus, é realizado em todas as regiões de Hortolândia por uma força tarefa formada pela Guarda Municipal, pelo Setor de Fiscalização e pela Vigilância Sanitária.

A operação tem-se intensificado, a cada dia. Equipes da Administração Municipal percorrem a cidade, de domingo a domingo, das 9h às 22h, desde 21 de março. O objetivo é garantir o cumprimento do decreto 4.383, de 21/03/2020, que proíbe temporariamente o funcionamento presencial em estabelecimentos comerciais não essenciais para preservar a saúde da população. 

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

 

Assinar este feed RSS