Menu


Prefeitura de Hortolândia realiza descontaminação de vias próximas à comércios essenciais

A Prefeitura de Hortolândia realiza o combate à propagação do Coronavírus. Por meio da Secretaria de Serviços Urbanos, a segunda etapa do serviço acontece em dias alternados, com a desinfecção de vias, no entorno de unidades de ensino, supermercados, farmácias, bancos, padarias e postos de gasolina. O objetivo é reduzir a circulação de microrganismos críticos para saúde pública, como fungos, bactérias e o próprio Coronavírus.

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, na primeira semana de descontaminação, realizada apenas em unidades de saúde, foram usados quatro caminhões-pipas com capacidade para 8.000 e 8.500 litros de água com a mistura de 30 litros de hipoclorito para formular a solução desinfectante. Nesta etapa, já em andamento, são usados dois caminhões, com a mesma capacidade, também realizando a lavagem com esta solução.

 “Estamos somando esforços para proteger a população não só do Coronavírus, mas também de outras doenças que podem surgir. Mas nada disso será efetivo se as pessoas não fizerem a sua parte. É tempo de ficar em casa, de cuidar do seu quintal, de cuidar do seu lixo dando a destinação correta, de cuidar de si e assim proteger a todos”, observou o secretário de Serviços Urbanos, Francisco Raimundo da Silva.

MAIS ZELADORIA

A Prefeitura de Hortolândia também mantém os serviços essenciais de limpeza e zeladoria por toda cidade. Diariamente, é realizada a poda do mato e a limpeza em diversos bairros. De acordo com o secretário de Serviços Urbanos, este é um trabalho fundamental para prevenir a contaminação e proliferação de outras doenças que podem surgir através do lixo e acúmulo de mato, como a Dengue, Zica, Chikungunya, Lesptospirose, entre outras, além do ambiente propício para o surgimento de escorpiões, baratas, ratos, aranhas, entre outros.

Confira abaixo os telefones disponíveis para informações e dúvidas sobre o Coronavírus:

(19) 99976-2434

(19) 99929-8987

(19) 97171-5369

(19) 99976-2498

(19) 99976-2276

(19) 99920-3204

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

 

Descumprimento de decreto pode render multa e interdição de estabelecimentos comerciais

Agora, em Hortolândia, os estabelecimentos comerciais não-essenciais que descumprirem o decreto 4.383, de 21/03/2020, que proíbe temporariamente o funcionamento presencial, estão sujeitos a autuação e interdição por parte do Poder Público. A medida da Prefeitura visa conter a disseminação da COVID-19, doença transmitida pelo Coronavírus. Além disso, podem receber multa, que varia entre 10 e 10 mil UFESP (Unidade Fiscal do Estado de São Paulo). Cada UFESP custa R$ 27,10 e os valores das multas podem ser de R$ 276,10 até 27.610,00, dependendo da reincidência. Também será elaborado um boletim de ocorrência para o proprietário do local que descumprir o decreto. 

Há duas semanas, a Prefeitura de Hortolândia realiza a Operação de Orientação sobre o Coronavírus, durante o dia e a noite, em toda a cidade. A Operação mobiliza a Guarda Municipal, força de segurança da Prefeitura de Hortolândia; a Secretaria de Mobilidade Urbana; o Setor de fiscalização e a Vigilância Sanitária. De acordo com a Secretaria de Segurança, até agora, mais de 500 estabelecimentos comerciais não-essenciais, flagrados funcionando, tiveram que fechar as portas durante a operação.

“No início, estávamos orientando os proprietários dos estabelecimentos comerciais não-essenciais para que cumprissem o decreto da Prefeitura e zelassem pela saúde das pessoas. Agora, as medidas foram reforçadas e as consequências para quem descumprir o decreto serão maiores", explica a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena Quinette.

A força-tarefa intensificou, diariamente, o patrulhamento em toda a cidade. A Operação de Orientação sobre o Coronavírus é realizada com o apoio de um carro de som, que passa mensagens informativas. Segundo a Secretaria de Segurança, os flagrantes mais comuns são realizados em bares e lojas de material para construção. Em caso de desobediência ao decreto municipal, a ação poderá ser considerada crime e os envolvidos, encaminhados para a delegacia e responder pelos atos.

“É necessária a compreensão de todos para zelarmos pela saúde da população", explica o secretário de Segurança, Joldemar Nunes Correa.

Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas podem ser realizadas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

Confira abaixo os telefones disponíveis para informações e dúvidas sobre o Coronavírus:

(19) 99976-2434

(19) 99929-8987

(19) 97171-5369

(19) 99976-2498

(19) 99976-2276

(19) 99920-3204

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

 

Agora, dá pra ter aula online de ginástica funcional

Preocupados com o isolamento social em tempos de Coronavírus, professores do Projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura de Hortolândia realizam ações para melhorar a saúde e o bem-estar das pessoas. O profissional de educação física Thiago Gean, que dá aulas de vôlei de praia na Praça de Esportes do Jardim Santa Clara do Lago (CIF), pelo projeto da Administração Municipal, é um deles. Agora, com a suspensão temporária das atividades esportivas presenciais, o educador físico usa a própria rede social (Instagram) para disponibilizar aulas gratuitas online de ginástica funcional, às terças e quintas-feiras, a partir das 19h. Para participar da atividade interativa, basta clicar no link https://www.instagram.com/thiagogean?r=nametag.

“A aula está disponível para todos participarem. A ginástica funcional é recomendada pelos profissionais de educação física para ajudar no emagrecimento e condicionamento físico. A atividade também envolve alongamento. É importante manter o corpo em movimento durante este período. Na semana passada, aproximadamente 90 pessoas acompanharam a aula online. Alunos do projeto da Prefeitura e a população em geral estão convidados a participar", afirma Gean.

AULA VIRTUAL DE ZUMBA TAMBÉM É OPÇÃO

Outro integrante do projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura a participar da iniciativa é a professora de Educação Física, Mariana Lopes. Ela disponibiliza, desde o dia 23 deste mês, aulas virtuais de zumba, em suas redes sociais. A atividade acontece todos os dias, às 19h.

Interessados em participar da aula virtual de zumba podem acessar o Instagram (marilopes_personal) ou o Facebook da professora (Mariana Lopes) e, mesmo “trancado” em casa, pôr o corpo em movimento. Mariana dá aulas da modalidade no Ginásio Poliesportivo Victor Savala, no Jardim Nossa Senhora de Fátima, e na quadra da Emef Jd. Amanda I (CAIC), no Jardim Amanda.

“Praticar exercícios, mesmo em quarentena, ajuda no bem-estar e na saúde das pessoas. Nossos professores, com estas ações, mostram preocupação com a população e buscam incentivar todos a cuidar da saúde, tanto física quanto mental. A tecnologia é nossa aliada nesses momentos e, mesmo estando longe uns dos outros, devemos nos manter ativos. Cada atitude faz bem, neste momento”, afirma o secretário de Esporte e Lazer da Prefeitura, Marcos Panício, o Mercadão.

ESCOLINHAS ESPORTIVAS

No início de 2017, quando o prefeito Angelo Perugini assumiu a Prefeitura, as Escolinhas Esportivas atendiam seis mil alunos em 21 modalidades. Atualmente, são 9.500 pessoas beneficiadas em 30 modalidades. A reestruturação do projeto e a implantação de novos espaços esportivos permitiram a criação de quase quatro mil novas vagas em outras nove modalidades.

Superada a pandemia do Coronavírus (COVID-19), as atividades serão restabelecidas no projeto da Administração Municipal, tanto para treinos em alto rendimento quanto para treinos normais. De acordo com a Secretaria de Esporte e Lazer, ninguém perderá a vaga nos treinos de suas respectivas modalidades, se já estiver inscrito. Quem está em lista de espera, lá permanecerá, normalmente, a espera de vaga.

 

 

Coleta seletiva será suspensa a partir desta terça-feira (31/03)

 

As medidas de prevenção e combate ao Coronavírus, adotadas pela Prefeitura de Hortolândia, avançam. A partir desta terça-feira (31/03), a coleta seletiva de resíduos estará suspensa, por tempo indeterminado, no município. A iniciativa das secretarias de Serviços Urbanos e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável segue as recomendações do Consimares (Consórcio Intermunicipal de Manejo de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana de Campinas), do qual Hortolândia faz parte, e visa proteger a saúde daqueles que trabalham com o recolhimento dos materiais recicláveis, considerando o período de permanência do vírus na superfície dos itens coletados.

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, as cooperativas de reciclagem também irão interromper o trabalho, por prazo indeterminado. “Durante este período, os materiais recicláveis devem ser descartados no mesmo saco dos resíduos orgânicos. É importante que cada morador descarte no dia e período correto para que os sacos não se rasguem, oferecendo risco de contaminação aos trabalhadores. Estamos somando esforços para proteger a todos do Coronavírus. Por isso, a permanência dos profissionais que cuidam da limpeza da cidade é fundamental. É importante que todas as pessoas respeitem e valorizem esta exposição, atendendo às recomendações necessárias para evitar a proliferação e contaminação deste vírus”, orientou o secretário de Serviços Urbanos, Francisco Raimundo da Silva.

Além da coleta seletiva porta a porta, oferecida em 32 bairros e em 13 condomínios da cidade, também fica suspensa aquela feita por meio de LEVs (Locais de Entrega Voluntária). “Neste período, os LEVs serão removidos dos locais, mas os PEVs (Ponto de Entrega Voluntária) permanecerão em funcionamento, das 8h às 12h”, orientou o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável,  José Nazareno Zezé Gomes.

“É importante que, no período desta pandemia, o trabalho de coleta de recicláveis também seja evitado, porque o vírus é resistente e pode estar alojado nos resíduos. É preciso ter muito cuidado no transporte, manejo e triagem destes objetos, considerando que, por causa da pandemia, não está havendo comercialização dos materiais e o acúmulo poderá causar riscos à saúde da população”, preveniu Nazareno Gomes, orientando catadores e recicladores.

Orientação

Se você não tem confirmação positiva para a COVID-19, nem ninguém em casa com sintomas da doença:

·       Máscaras e luvas devem ser descartadas com o lixo comum (não-reciclável);

·       Descarte os resíduos de forma regular (coleta seletiva);

·       Não há necessidade de precauções adicionais

·       Respeite os dias e horários de coleta.

 

Se você está em isolamento domiciliar por suspeita ou confirmação para a COVID-19 ou convive com alguém nesta situação:

·       Não separar o lixo, ou seja, descartar tudo junto;

·       Colocar os resíduos em sacos resistentes e descartáveis, fechados com lacre ou nó, quando o saco tiver até 2/3 (dois terços) de sua capacidade; é importante não enchê-lo até a borda, deixando espaço para fechar sem se contaminar;

·       Utilizar dois sacos (um dentro do outro), resistentes e descartáveis, de modo que os resíduos fiquem acondicionados em sacos duplos;

·       Os sacos devem ser fechados e identificados, de modo a não causar problemas para o trabalhador da coleta, nem para o meio ambiente;

·       Respeitar os dias e horários da coleta.

·       Paciente que reside em condomínio precisa informar sua condição ao síndico ou ao responsável pelas medidas de segurança e higiene do coletor ou funcionário destinado à função.

 

Prefeitura orienta população sobre a forma correta de descartar o lixo para evita a COVID-19

Em tempos de Coronavírus, a Prefeitura de Hortolândia, orienta sobre qual a forma ideal e correta de descartar o lixo doméstico, tanto no caso de pacientes em isolamento por suspeita da doença, quanto no caso de pessoas infectadas (veja abaixo). De acordo com as secretarias de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e de Serviços Urbanos, responsáveis pela atividade no município, os resíduos precisam ser descartados de forma correta para proteger a vida dos munícipes, assim como a dos coletores, uma vez que a transmissão do vírus também é realizada por meio do toque em superfícies contaminadas.

“Estamos somando esforços para proteger a população não só do Coronavírus, mas também de outras doenças que podem surgir. A permanência dos profissionais que cuidam da limpeza da cidade é fundamental, mesmo durante a quarentena, pelo bem de todos. Por isso, devemos respeitar esta exposição, atendendo às recomendações necessárias para evitar a proliferação e contaminação deste vírus, além de valorizar a mão de obra essencial daqueles que estão em exposição”, destacou o secretário de Serviços Urbanos , Francisco Raimundo da Silva.

Veja como descartar corretamente os resíduos domésticos, caso a caso, evitando contaminação.

Se você não tem confirmação positiva para a COVID-19, nem ninguém em casa com sintomas da doença:

·       Máscaras e luvas devem ser descartadas com o lixo comum (não-reciclável);

·       Descarte os resíduos de forma regular (coleta seletiva);

·       Não há necessidade de precauções adicionais

·       Respeite os dias e horários de coleta.

Se você está em isolamento domiciliar por suspeita ou confirmação para a COVID-19 ou convive com alguém nesta situação:

·       Não separar o lixo, ou seja, descartar tudo junto;

·       Colocar os resíduos em sacos resistentes e descartáveis, fechados com lacre ou nó, quando o saco tiver até 2/3 (dois terços) de sua capacidade; é importante não enchê-lo até a borda, deixando espaço para fechar sem se contaminar;

·       Utilizar dois sacos (um dentro do outro), resistentes e descartáveis, de modo que os resíduos fiquem acondicionados em sacos duplos;

·       Os sacos devem ser fechados e identificados, de modo a não causar problemas para o trabalhador da coleta, nem para o meio ambiente;

·       Respeitar os dias e horários da coleta.

·       Paciente que reside em condomínio precisa informar sua condição ao síndico ou ao responsável pelas medidas de segurança e higiene do coletor ou funcionário destinado à função.

Biblioteca Municipal envia por aplicativo dicas de filmes inspirados em livros

Que tal ocupar o tempo em casa, durante o período de isolamento social, com uma atividade de entretenimento? Para ajudar a população a se distrair um pouco neste momento delicado, a Biblioteca Municipal “Terezinha França de Mendonça Duarte”, órgão da Prefeitura de Hortolândia, envia dicas de filmes baseados em livros conhecidos pelo BiblioZap, serviço de atendimento da biblioteca via aplicativo WhatsApp. 

De acordo com o coordenador da biblioteca, Rafael Antonio da Silva, a ideia é despertar a curiosidade do público em assistir filmes e séries inspiradas em best-sellers, que estão disponíveis no acervo da biblioteca e, com isso, estimular posteriormente o hábito da leitura. Para quem já leu os livros que originaram os filmes, as dicas visam estimular a capacidade de análise, a partir do seguinte mote: “Será que o filme é melhor do que o livro?”. 

“Atualmente, a parceria entre literatura e cinema está muito forte. Como a leitura tem o poder de nos transportar para um mundo novo de sensações e sentimentos que imaginamos em nossa mente por meio da narrativa, será que esta mesma história visualizada nas telas de TV e do cinema, incluindo cenários, músicas e atuações, proporciona a mesma sensação? Ou esta é complementada pela leitura?”, destaca o coordenador. 

As dicas são enviadas diariamente por meio do BiblioZap. Quem ainda não é cadastrado no serviço e quer receber as dicas, basta enviar uma mensagem de solicitação de cadastro para o BiblioZap, cujo número é (019) 99578-6759. A biblioteca iniciou o serviço BiblioZap em setembro do ano passado. 

Confira abaixo a lista de dicas de filmes inspirados em livros da Biblioteca Municipal: 

– “A Teoria de Tudo” (inspirado no livro homônimo de Jane Hawking)

Elenco: Eddie Redmayne e Felicity Jones

Direção: James Marsch

 

– “Caixa de Pássaros” (inspirado no livro homônimo de Josh Malerman)

Elenco: Sandra Bullock

Direção: Susanne Bier 

 

– “Jumanji”, (inspirado no livro homônimo de Chris Van Allsburg)

Existem duas produções cinematográficas deste livro. A primeira, de 1995, é estrelada pelo falecido ator Robin Williams, e direção de Joe Johnston. A segunda é deste ano, estrelada por Dwayne Johnson e direção de Jake Kasdan. 

 – “Como Eu Era Antes de Você” (inspirado no livro homônimo de Jojo Moyes)

Elenco: Emilia Clarke e Sam Claflin

Direção: Thea Sharrock 

 

– “12 Anos de Escravidão” (inspirado no livro homônimo de Solomon Northup)

Elenco: Chiwetel Ejiofor e Michael Fassbender

Direção: Steve McQueen 

 

– “The 100” (série de TV inspirada na coleção de livros homônimos de Kass Morgan)

Elenco: Eliza Taylor 

 

– “A Escolha” (inspirado no livro homônimo de Kiera Cass)

Elenco: Benjamin Walker e Teresa Palmer

Direção: Ross Katz 

 

– “Outlander” (série de TV inspirada na coleção de livros homônimos de Diana Gabaldon)

Elenco: Caitriona Balfe, Sam Heughan e Tobias Menzies 

 

– “Animais Fantásticos e Onde Habitam” (inspirado no livro homônimo de J.K. Rowling)

Elenco: Eddie Redmayne

Direção: David Yates 

 

– “Sete Minutos Depois da Meia Noite” (inspirado no livro homônimo de Patrick Ness)

Elenco: Sigourney Weaver e Felicity Jones

Direção: J.A. Bayona 

 

– “Jogos Vorazes Em Chamas” (inspirado na coleção de livros homônimos de Suzanne Collins)

Elenco: Jennifer Lawrence

Direção: Francis Lawrence

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

Assinar este feed RSS