Menu


Isolamento social é fundamental para evitar risco à saúde de pessoas vulneráveis ao Coronavírus

Isolamento social é fundamental para evitar risco à saúde de pessoas vulneráveis ao Coronavírus

A Prefeitura trabalha para evitar a disseminação de casos de Coronavírus em Hortolândia. Para isso, é importante que a população entenda como funciona o isolamento social e a importância de evitar aglomerações. A permanência das pessoas em casa protege não só quem pode aderir à medida, mas também evita a proliferação de vírus entre aqueles que precisam sair. Quando uma pessoa vai ao supermercado, por exemplo, encontra pessoas conhecidas, as cumprimenta, conversa, toca em balcões, faz pagamento e adota outras posturas comuns à vida social. Atitudes que, diante da pandemia de COVID-19, podem colocar em risco vida de pessoas com baixa imunidade, como idosos e doentes crônicos.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a decisão de ficar em casa colabora para que as pessoas suspeitas de contaminação e as contaminadas com o vírus causador do COVID-19 não passem a doença para pessoas saudáveis. Isso porque o contágio acontece por gotículas, espalhadas ao falar, ao tossir ou espirrar. Neste momento, aqueles que puderem permanecer em casa, devem optar pelo isolamento social para proteger sua saúde e de toda a comunidade.

Já as pessoas que, por motivo de trabalho ou força maior, tiverem a necessidade de circular em locais públicos, devem adotar medidas preventivas. É preciso higienizar as mãos, ao sair e ao chegar em casa. Neste caso, lave a palma e o dorso da mão com água e sabão; se possível, finalize a limpeza com álcool em gel 70%. Evite tocar em corrimãos. Ao abrir portas, utilize o cotovelo como apoio na maçaneta. Ao tossir ou espirrar, cubra o nariz e a boca com o antebraço (a parte de dentro do cotovelo).

Em casa e no trabalho, limpe superfícies de contato com produtos desinfetantes ou álcool 70%. Se tiver sintomas de gripe, procure usar máscaras descartáveis e as substitua a cada três horas ou sempre que ela estiver úmida. Se não estiver doente, não precisa usar máscara, mas lembre-se de fugir das aglomerações.

“Contamos com a conscientização de todos para que as pessoas fiquem em casa, evitando circular em locais públicos e com aglomeração, para que juntos possamos combater este vírus”, enfatizou a Secretaria de Saúde, Mary Guimar Almeida Rocha.

voltar ao topo