Menu


Diminui número de acidentes de trânsito com vítimas em Hortolândia durante "quarentena"

Hortolândia apresenta, mais uma vez, histórico positivo na redução de acidentes de trânsito com vítimas em ruas, avenidas e rodovias que cruzam a cidade. De acordo com dados do Infosiga (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo), entre 24 de março e 30 de abril deste ano, período da "quarentena" no Estado por conta do Coronavírus,  foram registrados 34 acidentes com vítimas nas vias e rodovias do município. No mesmo período, em 2019, foram 47 acidentes com vítimas. As ações da Prefeitura, nos últimos anos, contribuíram para a redução em 28% dos acidentes com vítimas na cidade.

No mês passado, a cidade já havia alcançado mais uma meta estabelecida pelo Governo Estadual. De janeiro a março deste ano, foram registrados três óbitos causados por acidentes nas vias de Hortolândia. Mesmo com a redução no número de acidentes com vítimas e com vítimas fatais, a Prefeitura continua o  trabalho para salvar vidas e diminuir, ainda mais, os acidentes de trânsito, fortalecendo a segurança viária na cidade.

Desde o início da semana, equipes da Administração Municipal, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana, realizam mutirão de implantação e reforço de sinalização viária em ruas do Jardim Minda. Na região, a Prefeitura implantada faixas brancas zebradas e duplas amarelas contínuas, que indicam vias  de mão dupla, além de retenções, onde são instalados tachões e a pintura de lombadas. O objetivo da ação é alertar motoristas que trafegam pelo local e ajudar na diminuição da velocidade no tráfego pela região. O serviço no bairro continuará nos próximos dias. Além disso, desde o início do mês, a implantação de lombadas é realizada em diversos bairros.

"Estas ações, a longo prazo, contribuem para a melhoria dos índices de segurança viária no município e ajudam a salvar vidas", explica o diretor de operações da Secretaria de Mobilidade Urbana, José Eduardo Vasconcellos.

Trânsito mais seguro dos últimos cinco anos

Segundo o Infosiga, além das metas cumpridas no primeiro trimestre deste ano, Hortolândia registra os menores índices de violência no trânsito desde 2015, quando o órgão passou a disponibilizar as estatísticas, por meio do site oficial da entidade.

O pacote de medidas para reduzir os acidentes de trânsito, criado pela Prefeitura de Hortolândia, em 2017, inclui o reforço na sinalização, instalação de radares para fiscalização, que funcionam desde janeiro do ano passado, e ações educativas com motoristas e a comunidade em geral.

 

Ruas do Jardim Minda recebem reforço e implantação de sinalização viária

As ações diárias da Prefeitura de Hortolândia para reforçar a segurança viária acontecem em toda a cidade. Nesta terça-feira (26/06), equipes da Administração Municipal reforçaram a sinalização viária no Jardim Minda. No cruzamento entre as ruas Nossa Senhora do Carmo e Severino José da Silva, foram implantadas faixas brancas zebradas e duplas amarelas contínuas, que indicam que a via é de mão dupla, além de retenções, onde serão instalados tachões e a pintura de uma lombada. O objetivo da ação é alertar motoristas que trafegam pelo local e ajudar na diminuição da velocidade no tráfego pela região. O serviço no bairro continuará nos próximos dias.

"Continuamos o trabalho para contribuir com a segurança viária. Com estas ações, a Prefeitura evita acidentes de trânsito e ajuda a salvar vidas", explica o diretor de operações da Secretaria de Mobilidade Urbana, José Eduardo Vasconcellos.

Trânsito mais seguro dos últimos cinco anos

De janeiro a março deste ano, foram registrados três óbitos causados por acidentes nas vias de Hortolândia. Os dados do Infosiga (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo) apontam que o município cumpriu a meta estabelecida pelo Governo Estadual para o período.

Segundo o Infosiga, além da meta cumprida no primeiro trimestre deste ano, Hortolândia registra os menores índices de violência no trânsito desde 2015, quando o órgão passou a disponibilizar as estatísticas, por meio do site oficial da entidade.

O pacote de medidas para reduzir os acidentes de trânsito, criado pela Prefeitura de Hortolândia, em 2017, inclui o reforço na sinalização, instalação de radares para fiscalização, que funcionam desde janeiro do ano passado, e ações educativas com motoristas e a comunidade em geral.

 

Prefeitura realiza mutirão de implantação e reforço de sinalização de solo

Para melhorar o trânsito no município, a Prefeitura de Hortolândia intensifica as ações de segurança viária. Nesta quarta-feira (20/05), equipes da Secretaria de Mobilidade Urbana realizaram um mutirão de implantação e reforço na pintura de solo em diferentes bairros. Na Vila Real, o serviço foi realizado em duas lombadas, nos sentidos bairro-Centro e Centro-bairro, da Av. Ana Thereza Cecon Breda. A pintura das lombadas também foi concluída na rua Jair da Silva Guimarães, no Jardim do Braz, e na rua Adriana Martinho Barbosa, no Jardim Girassol, onde também foi implantada faixa dupla amarela contínua, que serve para identificar que a rua possui duas mãos.

No Remanso Campineiro, as ruas Aparício Costa Camargo, Antonio Bernardes e José Cláudio Alves do Santos ganharam pintura de faixa amarela próximo à guia das calçadas, indicando que as vias possuem  embarque e desembarque de ônibus, além da palavra ÔNIBUS, que ajuda o motorista a redobrar a atenção ao trafegar pelo local.

"Esta ação contribui para a melhoria dos índices de segurança viária no município e ajuda a salvar vidas", explica o diretor de operações da Secretaria de Mobilidade Urbana, José Eduardo Vasconcellos.

Trânsito mais seguro dos últimos cinco anos

De janeiro a março deste ano, foram registrados três óbitos causados por acidentes nas vias de Hortolândia. Os dados do Infosiga (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo), divulgados no início desta semana, apontam que o município cumpriu a meta estabelecida pelo Governo Estadual para o período.

Segundo o Infosiga, além da meta cumprida no primeiro trimestre deste ano, Hortolândia registra os menores índices de violência no trânsito desde 2015, quando o órgão passou a disponibilizar as estatísticas, por meio do site oficial da entidade.

O pacote de medidas para reduzir os acidentes de trânsito, criado pela Prefeitura de Hortolândia, em 2017, inclui o reforço na sinalização, instalação de radares para fiscalização, que funcionam desde janeiro do ano passado, e ações educativas com motoristas e a comunidade em geral.

 

Prefeitura implanta mão dupla em via do Remanso Campineiro

Diversas ruas da Região Central, entre o Parque São Miguel e o Remanso Campineiro, passam por readequação no tráfego.  Desde o início da semana, agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana trabalham na inversão do sentido de ruas (veja as mudanças abaixo), implantação de sinalização viária e instalação de placas. Nesta sexta-feira (15/05), o serviço foi realizado na rua Aparício Costa Camargo, próximo ao cruzamento com a avenida Olívio Franceschini. A via tinha apenas um sentido e, agora, parte dela passa a ser mão dupla. Além da sinalização de solo e da implantação de faixa de pedestres, foi instalado um semáforo. 

O objetivo da Prefeitura de Hortolândia com a ação é melhorar o fluxo do trânsito e a segurança viária para pedestres e motoristas que trafegam na região.  Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, a nova engenharia de trânsito já está valendo. Na região, foram realizadas novas adaptações com implantação de pintura de solo, como faixas de pedestres, faixas duplas amarelas contínuas e alertas como ÔNIBUS, além da instalação de placas orientativas.

Fique atento e confira a mudança dos sentidos

A rua Maria Crizante, agora, tem um trecho de mão dupla, desde o cruzamento com a avenida Olívio Franceschini. Antes, a via tinha apenas um sentido. A rua Agnaldo Roberto Zanre, na mesma região, teve o sentido invertido no acesso bairro-centro para facilitar a chegada dos motoristas à rua Amélia Camargo Blumer, que agora, é uma via de mão única. Antes da adequação, esta rua era mão dupla. Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, as mudanças acontecem para melhorar a segurança viária em todo este trecho.

“As vias são intercaladas. Por isso, é necessário uma adequação gradual, em todas as ruas, para adaptar a nova engenharia de tráfego. Pedimos a colaboração dos motoristas e pedestres, principalmente nestes primeiros dias do novo tráfego desenhado para a região. É necessário dirigir com cuidado e seguir as placas ", explica o diretor de operações da Secretaria de Mobilidade Urbana, José Eduardo Vasconcellos.

De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, a principal mudança na região é na rua Amélia Camargo Blumer. A via é um importante acesso do bairro para a Região Central com muitos comércios e grande movimentação. Com a implantação de sentido único nesta rua, a segurança viária será melhorada já que, no local, por exemplo, era possível observar carros estacionados em sentidos opostos na via, podendo causar acidentes. Nestes primeiros dias, alguns agentes estão no local para ajudar na orientação dos motoristas.

Transportes coletivos

A mudança na região não causará grande impacto nas linhas dos transportes coletivos urbanos, municipais e intermunicipais, segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, uma vez que a alteração será apenas no sentido centro-bairro, sem mudanças no percurso no sentido oposto.

Confira as linhas de ônibus que terão o itinerário alterado

Linhas Metropolitanas: 668 – Sumaré (Terminal Rodoviário de Sumaré)/ Hortolândia (Rosolém) e 698 – Hortolândia (Terminal Metropolitano de Hortolândia)/ Campinas (Terminal Metropolitano de Campinas).

Linhas Urbanas: 310 (Terminal Metropolitano de Hortolândia/ Intersaúde/Centro de Especialidades – Via Centro); 311 (Jd.Sta Clara do Lago/Centro – Via Jd.Campos Verdes); 340 (Jd.Sta Esmeralda/Terminal Metropolitano de Hortolândia – Via Jd.Rosolém); e 341 (Jd.Adelaide/Terminal Metropolitano de Hortolândia– Via Câmara Municipal).

Mudança será apenas no sentido Centro-bairro

Itinerário segue normal até a rua Antônio Bernardes;

Na rua Antônio Bernardes o itinerário continua até a rua José de Camargo acessando a rua Aparício da Costa Camargo e entrando na rua José Cláudio Alves dos Santos, onde  seguirá o itinerário normal.

 

Número de demandas online recebidas pela Mobilidade Urbana chega a quase 300

Em funcionamento desde o início de março, a ferramenta online da Secretaria de Mobilidade Urbana, criada pela Prefeitura de Hortolândia, já recebeu 276 solicitações da população, até agora. Por meia dela, a população pode consultar multas de trânsito, pontuações na CNH (Carteira Nacional de Habilitação), além de recursos em caso de defesa de autuação. A Administração Municipal foi uma das pioneiras do Brasil a implantar este tipo de sistema, que hoje é usado por cidades de diferentes Estados, inclusive metrópoles.

O serviço, que visa evitar que as pessoas saiam de casa para resolver este tipo de questão, além  de contribuir para a não disseminação do Coronavírus, continuará em funcionamento após a pandemia. O sistema é modernizado e rápido, sem burocracias. Para utilizar o portal de serviços ligados à Mobilidade Urbana, basta acessar o site http://www2.hortolandia.sp.gov.br/ e clicar nas abas na abas Cidadão > Mobilidade Urbana > Portal de Serviços.

De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, a maioria dos serviços solicitados dizem respeito à indicação de condutores que levaram multa em veículos registrados em nome de outra pessoa. Em seguida, vêm as defesas de autuação e recursos em primeira instância. Todos os serviços estão funcionando. 

“Esta maneira é ágil e rápida para a população solicitar os serviços necessários. Fomos uma das primeiras cidades do país a implantar este sistema e, a cada dia, recebemos mais solicitações da população”, explica o secretário de Mobilidade Urbana, Atílio André Pereira.

Acesso aos serviços disponíveis 

Para solicitar os serviços disponíveis, o usuário deve seguir as instruções descritas no próprio Portal da Mobilidade Urbana de Hortolândia. Para consultar as multas recebidas, por exemplo, o proprietário do automóvel deverá informar o Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores) e o CPF (Cadastro de Pessoa Física) ou CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) do proprietário. De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, a consulta vale apenas para multas aplicadas dentro de Hortolândia, não sendo possível para multas recebidas em outras cidades ou em rodovias. O prazo é de 30 dias, após a aplicação, para a multa estar no sistema e poder ser consultada.

Já a consulta de pontuação da CNH poderá ser realizada apenas com o número do documento. Em caso de novas multas neste período, o acréscimo da pontuação na carteira de habilitação pode demorar até 60 dias, conforme método usado pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Serviços como indicação de um condutor permitem que o proprietário do veículo identifique o real condutor no momento em que este foi autuado. Recursos de defesa de autuação e defesa em primeira instância também poderão ser realizados pelo portal, mas será necessário anexar os documentos solicitados, como fotos, cópia da CNH, cópia do documento do veículo e formulários assinados. As instruções estarão claras para que o munícipe possa realizar o procedimento de maneira correta.

 

 

 

Para melhorar o fluxo viário, Prefeitura faz adaptações em ruas do Remanso Campineiro

Para melhorar o fluxo do trânsito e a segurança viária para pedestres e motoristas que trafegam entre o Parque São Miguel e o Remanso Campineiro, a Prefeitura de Hortolândia realiza readequações e mudanças de sentidos em ruas desta região. Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, a nova engenharia de trânsito já está valendo e, nesta quarta-feira (13/05), equipes da Administração Municipal realizaram novas adaptações nos locais, com implantação de pintura de solo, como faixas de pedestres, faixas duplas amarelas contínuas e alertas como ÔNIBUS, além da instalação de placas orientativas.

A rua Maria Crizante, agora, tem um trecho de mão dupla, desde o cruzamento com a avenida Olívio Franceschini. Antes, a via tinha apenas um sentido. A rua Agnaldo Roberto Zanre, na mesma região, teve o sentido invertido no acesso bairro-centro para facilitar a chegada dos motoristas à rua Amélia Camargo Blumer, que agora, é uma via de mão única. Antes da adequação, esta rua era mão dupla. Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, as mudanças acontecem para melhorar a segurança viária em todo este trecho.

“As vias são intercaladas e, para realizar a mudança de uma via, é necessário uma adequação, gradual, em todas as ruas da engenharia de tráfego. Continuamos pedindo a colaboração dos motoristas e pedestres, principalmente nestes primeiros dias do novo tráfego desenhado para a região. É necessário dirigir com cuidado e seguir as placas e a sinalização que foram implantadas. As novas adequações vão melhorar o fluxo no trânsito e a segurança", explica o diretor de operações da Secretaria de Mobilidade Urbana, José Eduardo Vasconcellos.

De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, a principal mudança na região será na rua Amélia Camargo Blumer. A via é um importante acesso do bairro para a Região Central com muitos comércios e grande movimentação. Com a implantação de sentido único nesta rua, a segurança viária será melhorada já que, no local, por exemplo, era possível observar carros estacionados em sentidos opostos na via, podendo causar acidentes. Nestes primeiros dias, alguns agentes estão no local para ajudar na orientação dos motoristas.

Transportes coletivos

A mudança na região não causará grande impacto nas linhas dos transportes coletivos urbanos, municipais e intermunicipais, segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, uma vez que a alteração será apenas no sentido centro-bairro, sem mudanças no percurso no sentido oposto.

Confira as linhas de ônibus que terão o itinerário alterado

Linhas Metropolitanas: 668 – Sumaré (Terminal Rodoviário de Sumaré)/ Hortolândia (Rosolém) e 698 – Hortolândia (Terminal Metropolitano de Hortolândia)/ Campinas (Terminal Metropolitano de Campinas).

Linhas Urbanas: 310 (Terminal Metropolitano de Hortolândia/ Intersaúde/Centro de Especialidades – Via Centro); 311 (Jd.Sta Clara do Lago/Centro – Via Jd.Campos Verdes); 340 (Jd.Sta Esmeralda/Terminal Metropolitano de Hortolândia – Via Jd.Rosolém); e 341 (Jd.Adelaide/Terminal Metropolitano de Hortolândia– Via Câmara Municipal).

Mudança será apenas no sentido Centro-bairro

Itinerário segue normal até a rua Antônio Bernardes;

Na rua Antônio Bernardes o itinerário continua até a rua José de Camargo acessando a rua Aparício da Costa Camargo e entrando na rua José Cláudio Alves dos Santos, onde  seguirá o itinerário normal.

 

Assinar este feed RSS