Menu


Coleta seletiva porta a porta será retomada em Hortolândia nesta segunda-feira (03/08)

A Prefeitura de Hortolândia retorna, a partir desta segunda-feira (03/08), a coleta seletiva de resíduos porta a porta. Após a suspensão, em razão da pandemia do Coronavírus, o serviço volta a ser realizado, seguindo as determinações do Código Sanitário do Estado de São Paulo. A coleta seletiva porta a porta é uma iniciativa das secretarias de Serviços Urbanos e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. O objetivo é oferecer mais comodidade e praticidade ao cidadão, que não precisa se deslocar a outro lugar para descartar os materiais reaproveitáveis, além de contribuir com o meio ambiente.

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, o serviço de coleta seletiva gratuita, na modalidade porta a porta, é realizado em 32 dos 114 bairros (confira onde o serviço funcionará nesta segunda-feira (03/08) e terça-feira (04/08). Naqueles em que ainda não é disponibilizado, há outras formas de coleta seletiva, que dependem da colaboração da comunidade. É a chamada entrega voluntária de resíduos recicláveis que também estão em funcionamento.

O serviço de coleta seletiva porta a porta, implantado pela Prefeitura, recolheu cerca de 375 toneladas de materiais recicláveis em 2019. Em 2018, quando o serviço foi implantado foram recolhidos cerca de 116 toneladas de materiais recicláveis.

PEVs e LEVs também contribuem contra o descarte irregular

Os equipamentos 11 PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Entulho e outros materiais recicláveis) funcionam de segunda a segunda, das 8h às 12h e das 13h às 16h30.  Nestes espaços públicos, os moradores podem descartar com segurança, gratuitamente, resíduos recicláveis e reaproveitáveis, como entulhos de construção, isopor, plástico PET, sofás, colchões velhos, o chamado “resíduo eletrônico”, dentre outros. Neles, não é permitido o descarte de lixo orgânico, resíduos industriais e provenientes dos serviços de saúde.

Já nos LEVs (Local de Entrega Voluntária de Recicláveis) é possível descartar materiais como embalagens de vidro, garrafas pet, plásticos, papéis e papelões, isopor, copo descartável, entre outros materiais. Os LEVs recebem materiais 24h, todos os dias.

Veja os bairros atendidos pela coleta seletiva porta a porta, às segundas e terças-feiras:

às segundas-feiras:

Jd. N. Sra. de Fátima

Jd. Ricardo

Jd. N. Sra. de Lourdes

Chácaras Fazenda do Coelho

Jd. São Benedito

Jd. Santa Cândida

Jd. N. Sra. da Penha

Jd. Viagem

Jd. Sto. Antônio

 

às terças-feiras:

Jd. Adelaide

Terras de Sto. Antônio

Jardim Sta. Esmeralda

Chácaras Assay

Jd. Lírio

Jd. Paulistinha

Jd. Ipê

 

População adere à coleta seletiva e já utiliza PEVs recém-implantados pela Prefeitura

Três novos PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Entulho e outros materiais recicláveis), recém-inaugurados pela Prefeitura de Hortolândia, já recebem o descarte correto de resíduos reaproveitáveis, realizado gratuitamente pela população. Abertos ao público na semana passada, eles ficam nos jardins Santa Emília, Nossa Senhora de Fátima e Santa Esmeralda. Segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, nos primeiros dias de funcionamento, foi grande a presença de usuários para realizar o descarte correto de resíduos.

Os equipamentos funcionam de segunda a segunda, das 8h às 12h e das 13h às 16h30. Eles foram construídos pela Administração Municipal, em parceria com a Caixa Econômica Federal. Com a implantação dos novos equipamentos, a cidade agora conta com 11 PEVs.

"Neste final de semana, tivemos um grande número de usuários realizando o descarte correto dos resíduos. É muito importante que a população continue utilizando os equipamentos, contribuindo com o meio ambiente. Ao realizar o descarte correto destes materiais, a população evita surgimento de focos de queimadas e o abrigo de animais peçonhentos que possam transmitir doenças", explica a secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Eliane Nascimento Oliveira.

Nestes espaços públicos, os moradores podem descartar com segurança, gratuitamente, resíduos recicláveis e reaproveitáveis, como entulhos de construção, isopor, plástico PET, sofás, colchões velhos, o chamado “resíduo eletrônico”, dentre outros. Neles, não é permitido o descarte de lixo orgânico, resíduos industriais e provenientes dos serviços de saúde. No caso dos resíduos de construção, a quantidade de descarte é limitada a 1m³ por pessoa mensalmente (1.300kg, ou seja, cerca de 26 sacos de ráfia de 50kg ou o volume de uma caixa d’água de 1.000 litros).

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, só poderá utilizar os novos equipamentos para descarte regular quem estiver utilizando máscaras de proteção individual. A medida, que visa evitar a disseminação do Coronavírus, segue o Código Sanitário do Estado de São Paulo.

“Também estão em construção dois outros PEVs. Eles ficarão localizados no Jd. São Sebastião e no Jd. Nova Alvorada. O objetivo é aumentar o cuidado com o meio ambiente, oferecendo à população destas regiões novas opções para o descarte correto dos resíduos", afirma Eliane.

LEVs também são parceiros do meio ambiente

A rede de equipamentos públicos da Prefeitura de Hortolândia para o descarte correto de materiais recicláveis conta, ainda, com os LEVs (Local de Entrega Voluntária de Recicláveis). Nestes locais, é possível descartar materiais como embalagens de vidro, garrafas pet, plásticos, papéis e papelões, isopor, copo descartável, entre outros materiais. Os LEVs recebem materiais 24h, todos os dias.

Cada contêiner tem capacidade de armazenar 2,5 m³ de recicláveis. Ao serem recolhidos pelo caminhão coletor, estes produtos são destinados à Cooperativa de Reciclagem parceira da Administração Municipal. Há 21 equipamentos em uso, distribuídos pela cidadeConfira o endereço dos PEVs:

EM FUNCIONAMENTO:

•PEV 1 – Auxiliadora, Rua Antônio João de Amorim, esquina com a Rua Sebastiana Oliveira da Silva

•PEV 2 – Adelaide, Rua Paulo Roberto Soares (Antiga 9), esquina com a Rua Benedito Macedo

•PEV 3 - Parque Gabriel, Avenida Joaquim Martarolli, 2005

•PEV 4 – Interlagos, Rua Rio Tapajós (Antiga Rua 5)

•PEV 5 - Vila Real, Rua Orlando Cavalcante, esquina com a Rua Joaquim Gregório de Moraes

•PEV 6 - Jardim Amanda, Rua Augusto dos Anjos, s/n

•PEV 7 – Orestes Ôngaro, Rua Rio Pardo (antiga Rua 13), 50, dentro do Aterro de Inertes

•PEV 8 – Jd. Santiago, Rua João Joaquim Calixto, 230

•PEV 9 – Jd. Nossa Senhora de Fátima, Rua Manoel Antônio da Silva, nº 610

•PEV 10 – Jd. Santa Emília, Rua Luísa Febrônio Marini

•PEV 11 – Jd. Santa Esmeralda, Rua Ágata

EM CONSTRUÇÃO:

•PEV 12 – Jd. Nova Alvorada, Rua Alcebíades Marques (antiga Rua 5), próxima ao Parque Socioambiental Lago da Fé (em construção)

•PEV 13 – São Sebastião, Rua Prof. Lúcio Alves da Costa (praça 2), no Loteamento Adventista Campineiro, próximo à AMCRESS (em implantação)

Confira onde há LEVs implantados:

1. LEV Parque Ortolândia – Praça Vereador José Costa Camargo, Rua Pastor Germano Riter - Próximo a Sabesp;

2. LEV Jardim Firenze - Rua Veneza, em frente ao Fórum;

3. LEV Jardim Amanda - Rua Tiradentes, em frente à lagoa;

4. LEV Parque Chico Mendes - Rua João Mendes, s/n, Parque Ortolândia;

5. LEV Jardim Everest - Rua Pico do Atalaia, 88;

6. LEV Lago Da Fé – Av. Wesley Dias Rodrigues, Jardim Alvorada;

7. LEV Vila Real - Av. São Francisco de Assis, Praça da Paróquia do Rosário;

8. LEV Jardim Santa Esmeralda - Rua Turmalina;

9. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima - Rua Cicero Ramos Meira- Escola Estadual Pastor;

10. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima - Rua Albina Rodrigues Pereira - Praça do Pastel;

11. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima – Rua Armelinda Espúrio da Silva,785, em frente à Emeb Josias da Silva Macedo;

12. LEV São Sebastião (Contêiner Metálico) - Rua Pastor Ernesto Roth, 705;

13. LEV Jardim Novo Horizonte - Rua Moacir de Souza Campos, em frente à Emef Taquara Branca;

14. LEV Palácio das Águas - Rua José Claudio Alves Dos Santos, 585, Remanso Campineiro;

15. LEV Câmara Municipal - Rua Joseph Paul Julien Burlandy, 250, Parque Gabriel;

16. LEV Centro - Rua Luiz Camilo de Camargo, 630, Remanso Campineiro, Centro;

17. LEV Remanso - Rua Alda Lourenço, Remanso Campineiro, na Praça Bambino;

18. LEV E.E. Profa. Conceição Aparecida Terez Gomes Cardinales - Rua Visconde do Rio Branco, Jardim Amanda;

19. LEV do Remanso das Águas - Estrada Municipal Sabina Batista de Camargo;

20. LEV Creape - Rua Bolívia, 290 - Jardim Santa Clara do Lago II;

21. LEV Orestes Ôngaro - Rua Domingos Batista de Souza, Praça ao lado do quiosque - Parque Orestes Ôngaro.

 

Hortolândia conta agora com três novos PEVs para descarte correto de recicláveis

A Prefeitura de Hortolândia inaugurou, na manhã desta terça-feira (21/07), três novos PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Entulho e outros materiais recicláveis). Os espaços para descarte correto de resíduos reaproveitáveis ficam nos jardins Santa Emília, Nossa Senhora de Fátima e Santa Esmeralda. Eles foram construídos pela Administração Municipal, em parceria com a Caixa Econômica Federal. Os equipamentos já atendem a população, funcionando de segunda a segunda, das 8h às 12h e das 13h às 16h30. Com a implantação dos novos equipamentos, a cidade agora conta com 11 PEVs.

Nestes espaços públicos, os moradores podem descartar com segurança, gratuitamente, resíduos recicláveis e reaproveitáveis, como entulhos de construção, isopor, plástico PET, sofás, colchões velhos, o chamado “resíduo eletrônico”, dentre outros. Neles, não é permitido o descarte de lixo orgânico, resíduos industriais e provenientes dos serviços de saúde. No caso dos resíduos de construção, a quantidade de descarte é limitada a 1m³ por pessoa mensalmente (1.300kg, ou seja, cerca de 26 sacos de ráfia de 50kg ou o volume de uma caixa d’água de 1.000 litros).

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, só poderá utilizar os novos equipamentos para descarte regular quem estiver utilizando máscaras de proteção individual. A medida, que visa evitar a disseminação do Coronavírus, segue o Código Sanitário do Estado de São Paulo. Dois outros PEVs seguem em construção no Jd. São Sebastião e no Jd. Nova Alvorada.

LEVs também são parceiros do meio ambiente

A rede de equipamentos públicos da Prefeitura de Hortolândia para o descarte correto de materiais recicláveis conta, ainda, com os LEVs (Local de Entrega Voluntária de Recicláveis). Nestes locais, é possível descartar materiais como embalagens de vidro, garrafas pet, plásticos, papéis e papelões, isopor, copo descartável, entre outros materiais. Os LEVs recebem materiais 24h, todos os dias.

Cada contêiner tem capacidade de armazenar 2,5 m³ de recicláveis. Ao serem recolhidos pelo caminhão coletor, estes produtos são destinados à Cooperativa de Reciclagem parceira da Administração Municipal. Há 21 equipamentos em uso, distribuídos pela cidade.

Confira o endereço dos PEVs:

EM FUNCIONAMENTO:

•PEV 1 – Auxiliadora, Rua Antônio João de Amorim, esquina com a Rua Sebastiana Oliveira da Silva

•PEV 2 – Adelaide, Rua Paulo Roberto Soares (Antiga 9), esquina com a Rua Benedito Macedo

•PEV 3 - Parque Gabriel, Avenida Joaquim Martarolli, 2005

•PEV 4 – Interlagos, Rua Rio Tapajós (Antiga Rua 5)

•PEV 5 - Vila Real, Rua Orlando Cavalcante, esquina com a Rua Joaquim Gregório de Moraes

•PEV 6 - Jardim Amanda, Rua Augusto dos Anjos, s/n

•PEV 7 – Orestes Ôngaro, Rua Rio Pardo (antiga Rua 13), 50, dentro do Aterro de Inertes

•PEV 8 – Jd. Santiago, Rua João Joaquim Calixto, 230

•PEV 9 – Jd. Nossa Senhora de Fátima, Rua Manoel Antônio da Silva, nº 610

•PEV 10 – Jd. Santa Emília, Rua Luísa Febrônio Marini

•PEV 11 – Jd. Santa Esmeralda, Rua Ágata

EM CONSTRUÇÃO:

•PEV 12 – Jd. Nova Alvorada, Rua Alcebíades Marques (antiga Rua 5), próxima ao Parque Socioambiental Lago da Fé (em construção)

•PEV 13 – São Sebastião, Rua Prof. Lúcio Alves da Costa (praça 2), no Loteamento Adventista Campineiro, próximo à AMCRESS (em implantação)

Confira onde há LEVs implantados:

1. LEV Parque Ortolândia – Praça Vereador José Costa Camargo, Rua Pastor Germano Riter - Próximo a Sabesp;

2. LEV Jardim Firenze - Rua Veneza, em frente ao Fórum;

3. LEV Jardim Amanda - Rua Tiradentes, em frente à lagoa;

4. LEV Parque Chico Mendes - Rua João Mendes, s/n, Parque Ortolândia;

5. LEV Jardim Everest - Rua Pico do Atalaia, 88;

6. LEV Lago Da Fé – Av. Wesley Dias Rodrigues, Jardim Alvorada;

7. LEV Vila Real - Av. São Francisco de Assis, Praça da Paróquia do Rosário;

8. LEV Jardim Santa Esmeralda - Rua Turmalina;

9. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima - Rua Cicero Ramos Meira- Escola Estadual Pastor;

10. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima - Rua Albina Rodrigues Pereira - Praça do Pastel;

11. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima – Rua Armelinda Espúrio da Silva,785, em frente à Emeb Josias da Silva Macedo;

12. LEV São Sebastião (Contêiner Metálico) - Rua Pastor Ernesto Roth, 705;

13. LEV Jardim Novo Horizonte - Rua Moacir de Souza Campos, em frente à Emef Taquara Branca;

14. LEV Palácio das Águas - Rua José Claudio Alves Dos Santos, 585, Remanso Campineiro;

15. LEV Câmara Municipal - Rua Joseph Paul Julien Burlandy, 250, Parque Gabriel;

16. LEV Centro - Rua Luiz Camilo de Camargo, 630, Remanso Campineiro, Centro;

17. LEV Remanso - Rua Alda Lourenço, Remanso Campineiro, na Praça Bambino;

18. LEV E.E. Profa. Conceição Aparecida Terez Gomes Cardinales - Rua Visconde do Rio Branco, Jardim Amanda;

19. LEV do Remanso das Águas - Estrada Municipal Sabina Batista de Camargo;

20. LEV Creape - Rua Bolívia, 290 - Jardim Santa Clara do Lago II;

21. LEV Orestes Ôngaro - Rua Domingos Batista de Souza, Praça ao lado do quiosque - Parque Orestes Ôngaro.

 

Prefeitura implanta mais três PEVs nesta terça-feira (21/07)

Hortolândia ganha mais três PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Entulho e outros materiais recicláveis), a partir desta terça-feira (21/07): os do Jd. Santa Emília, Jd. Nossa Senhora de Fátima e Jd. Santa Esmeralda. Construídos pela Prefeitura de Hortolândia, em parceria com a Caixa Econômica Federal, os equipamentos começam a funcionar de imediato, abrindo para atender a população de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 16h30. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, as equipes que trabalham nos locais receberam treinamento. 

Nestes espaços públicos, os moradores podem descartar com segurança, gratuitamente, resíduos recicláveis e reaproveitáveis, como entulhos de construção, isopor, plástico PET, sofás, colchões velhos, o chamado “resíduo eletrônico”, dentre outros. Neles, não é permitido o descarte de lixo orgânico, resíduos industriais e provenientes dos serviços de saúde. No caso dos resíduos de construção, a quantidade de descarte é limitada a 1m³ por pessoa mensalmente (1.300kg, ou seja, cerca de 26 sacos de ráfia de 50kg ou o volume de uma caixa d’água de 1.000 litros).

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, só poderá utilizar os novos equipamentos para descarte regular quem estiver utilizando máscaras de proteção individual. A medida, que visa evitar a disseminação do Coronavírus, segue o Código Sanitário do Estado de São Paulo. Dois outros PEVs seguem em construção no Jd. São Sebastião e no Jd. Nova Alvorada. 

LEVs também são parceiros do meio ambiente 

A rede de equipamentos públicos da Prefeitura de Hortolândia para o descarte correto de materiais recicláveis conta, ainda, com os LEVs (Local de Entrega Voluntária de Recicláveis). Nestes locais, é possível descartar materiais como embalagens de vidro, garrafas pet, plásticos, papéis e papelões, isopor, copo descartável, entre outros materiais. Os LEVs recebem materiais 24h, todos os dias. 

Cada contêiner tem capacidade de armazenar 2,5 m³ de recicláveis. Ao serem recolhidos pelo caminhão coletor, estes produtos são destinados à Cooperativa de Reciclagem parceira da Administração Municipal. Há 21 equipamentos em uso, distribuídos pela cidade.

Incentivo ao crescimento, com sustentabilidade

A ampliação do número de PEVs e LEVs no município faz parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento). O PIC prevê mais de 100 obras e serviços, que serão realizados em todas as regiões da cidade. O Programa busca criar condições urbanas, ambientais, sociais e humanas para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. Para realizar o programa, a Prefeitura viabilizou recursos financeiros por meio de parcerias com os governos estadual, federal e a com a iniciativa privada. 

Confira o endereço dos PEVs:

EM FUNCIONAMENTO:

•PEV 1 – Auxiliadora, Rua Antônio João de Amorim, esquina com a Rua Sebastiana Oliveira da Silva

•PEV 2 – Adelaide, Rua Paulo Roberto Soares (Antiga 9), esquina com a Rua Benedito Macedo

•PEV 3 - Parque Gabriel, Avenida Joaquim Martarolli, 2005

•PEV 4 – Interlagos, Rua Rio Tapajós (Antiga Rua 5)

•PEV 5 - Vila Real, Rua Orlando Cavalcante, esquina com a Rua Joaquim Gregório de Moraes

•PEV 6 - Jardim Amanda, Rua Augusto dos Anjos, s/n

•PEV 7 – Orestes Ôngaro, Rua Rio Pardo (antiga Rua 13), 50, dentro do Aterro de Inertes 

•PEV 8 – Jd. Santiago, Rua João Joaquim Calixto, 230 

•PEV 9 – Jd. Nossa Senhora de Fátima, Rua Manoel Antônio da Silva, nº 610 (entra em funcionamento 21/07)

•PEV 10 – Jd. Santa Emília, Rua Luísa Febrônio Marini (entra em funcionamento 21/07)

•PEV 11 – Jd. Santa Esmeralda, Rua Ágata (entra em funcionamento 21/07)

EM CONSTRUÇÃO:

•PEV 12 – Jd. Nova Alvorada, Rua Alcebíades Marques (antiga Rua 5), próxima ao Parque Socioambiental Lago da Fé (em construção)

•PEV 13 – São Sebastião, Rua Prof. Lúcio Alves da Costa (praça 2), no Loteamento Adventista Campineiro, próximo à AMCRESS (em implantação)

Confira onde há LEVs implantados:

1. LEV Parque Ortolândia – Praça Vereador José Costa Camargo, Rua Pastor Germano Riter - Próximo a Sabesp;

2. LEV Jardim Firenze - Rua Veneza, em frente ao Fórum;

3. LEV Jardim Amanda - Rua Tiradentes, em frente à lagoa; 

4. LEV Parque Chico Mendes - Rua João Mendes, s/n, Parque Ortolândia;

5. LEV Jardim Everest - Rua Pico do Atalaia, 88;

6. LEV Lago Da Fé – Av. Wesley Dias Rodrigues, Jardim Alvorada; 

7. LEV Vila Real - Av. São Francisco de Assis, Praça da Paróquia do Rosário;

8. LEV Jardim Santa Esmeralda - Rua Turmalina; 

9. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima - Rua Cicero Ramos Meira- Escola Estadual Pastor; 

10. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima - Rua Albina Rodrigues Pereira - Praça do Pastel; 

11. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima – Rua Armelinda Espúrio da Silva,785, em frente à Emeb Josias da Silva Macedo;

12. LEV São Sebastião (Contêiner Metálico) - Rua Pastor Ernesto Roth, 705;

13. LEV Jardim Novo Horizonte - Rua Moacir de Souza Campos, em frente à Emef Taquara Branca;

14. LEV Palácio das Águas - Rua José Claudio Alves Dos Santos, 585, Remanso Campineiro; 

15. LEV Câmara Municipal - Rua Joseph Paul Julien Burlandy, 250, Parque Gabriel;

16. LEV Centro - Rua Luiz Camilo de Camargo, 630, Remanso Campineiro, Centro;

17. LEV Remanso - Rua Alda Lourenço, Remanso Campineiro, na Praça Bambino;

18. LEV E.E. Profa. Conceição Aparecida Terez Gomes Cardinales - Rua Visconde do Rio Branco, Jardim Amanda;

19. LEV do Remanso das Águas - Estrada Municipal Sabina Batista de Camargo;

20. LEV Creape - Rua Bolívia, 290 - Jardim Santa Clara do Lago II;

21. LEV Orestes Ôngaro - Rua Domingos Batista de Souza, Praça ao lado do quiosque - Parque Orestes Ôngaro;

 

Fiscalização Ambiental intensifica ações contra crimes ambientais durante a pandemia do Coronavírus

A equipe de Fiscalização Ambiental da Prefeitura de Hortolândia intensifica as ações de orientação e fiscalização contra o descarte irregular de entulho e outros resíduos em espaços públicos. Além disso, a força tarefa monitora focos de queimadas, de restos de poda do mato e de galhos e outros tipos de crimes ambientais. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, os fiscais percorrem as áreas com maior incidência, em todas as regiões da cidade, inclusive aos finais de semana, mesmo durante a pandemia do Coronavírus.

"A fiscalização segue em andamento, todos os dias, além do monitoramento e das denúncias recebidas via aplicativo do programa ‘Agenda Verde’. Prezamos sempre pelo serviço de orientar os munícipes a não praticar crimes ambientais e procurar os locais corretos para o descarte dos resíduos. Caso haja flagrante, o infrator é orientado a recolher o resíduo descartado, além de poder receber multas (veja valores abaixo)", explica a secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Eliane Nascimento Oliveira.

O descarte irregular de lixo, entulho e outros resíduos pode trazer doenças à população. Objetos que acumulam água podem servir de criadouro para o mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a Dengue, Chikungunya e Zika. Garrafas, baldes e outros recipientes precisam ficar protegidos da água da chuva.

Época do ano é propícia a queimadas

Além da poluição, de acordo com a Defesa Civil de Hortolândia, é necessário a população redobrar os cuidados e evitar queimadas. A ação contribui com o surgimento de problemas respiratórios, que são mais comuns nesta época do ano, e há também o agravante da pandemia do Coronavírus.

"A umidade do ar é mais baixa, principalmente, no final do Inverno e início da Primavera. O pico da baixa umidade do ar acontece no período da tarde, entre 12h e 16h. A concentração da poluição ajuda a aumentar os casos de gripe, viroses, doenças respiratórias e alergias. Outros sintomas frequentes são dores de cabeça, tonturas, náuseas e irritação nos olhos, nariz e garganta e, neste ano, temos a pandemia do Coronavírus. É necessária a colaboração da população para que a saúde de todos seja preservada", explica o gerente da Defesa Civil de Hortolândia, Iluíde Carbonero.

Denúncias pelo aplicativo da "Agenda Verde"

A Prefeitura pede a colaboração da população para não descartar irregularmente entulho e resíduos nem praticar queimadas. Estas ações são crime ambiental e estão sujeitas a multa. Atualmente, os valores variam de R$ 340 a R$ 34.000.

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, quem quiser ajudar na identificação de pessoas e veículos que praticam crime ambiental pode enviar fotos e textos para o aplicativo do Programa Agenda Verde. Para baixar o aplicativo, basta fazer o download gratuito nas plataformas Google Play ou App Store do smartphone. A identidade dos denunciantes é mantida em sigilo.

 

Prefeitura retoma coleta seletiva por meio de contêineres

A partir desta quarta-feira (01/07), a Prefeitura de Hortolândia retomou o serviço de coleta seletiva realizado por meio dos LEVs (Locais de Entrega Voluntária), que estava suspenso desde abril, para conter a disseminação da COVID-19. A ação, realizada por meio das secretarias de Serviços Urbanos e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, faz parte do plano de retorno gradual das atividades de coleta seletiva no município.

A iniciativa segue as recomendações do Consimares (Consórcio Intermunicipal de Manejo de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana de Campinas) e prevê o retorno de forma gradativa das atividades da Cooperuni (Cooperativa de Produção, Coleta, Manuseio, Processamento e Comercialização de Materiais Reutilizáveis e Recicláveis Unidos para Vencer), parceira da Prefeitura. A medida visa garantir a proteção da saúde pública, dos colaboradores e a prevenção da disseminação do vírus.

Segundo o secretário de Serviços Urbanos, Francisco Raimundo da Silva, o objetivo é garantir que tudo aconteça com responsabilidade. “Com o passar dos meses, sentimos a necessidade de retomada gradativa das ações da coleta seletiva desenvolvidas no município de Hortolândia e estamos trabalhando para que tudo seja realizado com bastante segurança. Estamos somando esforços para proteger a todos do Coronavírus”, disse.

Todos os resíduos recicláveis que forem coletados nos LEVs serão destinados para a cooperativa. Os resíduos serão acondicionados em sacolões (big bags) por dois coletores cedidos pela empresa prestadora dos serviços de coleta de resíduos sólidos urbanos no município, utilizando todos os equipamentos necessários para a sua segurança, a fim de que seja realizada a quarentena de 72 horas para posterior manuseio pelas cooperadas.

Nesta etapa, o plano segue as diretrizes técnicas e jurídicas para a coleta seletiva e triagem de materiais recicláveis durante a pandemia de COVID-19, elaborada pelo Conselho Nacional do Ministério Público

O serviço de coleta seletiva porta a porta, oferecido em 32 bairros e 13 condomínios da cidade, permanece suspenso, mas os PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Entulho e outros materiais recicláveis) continuam em funcionamento, em horário normal de atendimento.

A secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Eliane Nascimento Oliveira, ressalta a importância da ação. “Durante o período de três meses, os serviços da coleta seletiva foram suspensos no município por conta da pandemia. Houve suspensão também das atividades da Cooperativa que recebeu apoio da Prefeitura, através de Bolsa de Projeto Social e Cesta Básica. A coleta seletiva, além de contribuir para reduzir os impactos ambientais, contribui também com a limpeza da cidade e para o fortalecimento da cooperativa de reciclagem, gerando renda aos cooperados. É muito importante que cada morador separe seus resíduos e contribua com a coleta seletiva da cidade”, afirma a ambientalista.

O que são LEVs

Nos LEVs é possível descartar diversos tipos de recicláveis, tais como embalagens de vidro, garrafas pet, plásticos, papéis e papelões, isopor, copo descartável, entre outros materiais. Os LEVs recebem materiais 24h, todos os dias. Cada contêiner tem capacidade de armazenar 2,5 m³ de recicláveis.

Em Hortolândia, o serviço de coleta seletiva gratuita tem ainda a modalidade porta a porta, atualmente suspenso, e outros oito equipamentos de descarte voluntário, disponibilizados em todas as regiões da cidade, os PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Entulho e outros materiais recicláveis). Nestes é possível descartar também entulho e volumosos, como colchões, sofás e outros móveis inservíveis, lixo eletrônico (celular, computador, chapinha), entre outros. Em breve, a Prefeitura inaugurará mais cinco novos PEVs.

Confira onde há LEVs implantados:

1. LEV Parque Ortolândia – Praça Vereador José Costa Camargo, Rua Pastor Germano Riter - Próximo a Sabesp; 2. LEV Jardim Firenze - Rua Veneza, em frente ao Fórum;
3. LEV Jardim Amanda - Rua Tiradentes, em frente à lagoa; 
4. LEV Parque Chico Mendes - Rua João Mendes, s/n, Parque Ortolândia;
5. LEV Jardim Everest - Rua Pico do Atalaia, 88;
6. LEV Lago Da Fé – Av. Wesley Dias Rodrigues, Jardim Alvorada; 
7. LEV Vila Real - Av. São Francisco de Assis, Praça da Paróquia do Rosário;
8. LEV Jardim Santa Esmeralda - Rua Turmalina; 
9. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima - Rua Cicero Ramos Meira- Escola Estadual Pastor; 
10. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima - Rua Albina Rodrigues Pereira - Praça do Pastel; 
11. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima – Rua Armelinda Espúrio da Silva,785, em frente à Emeb Josias da Silva Macedo;
12. LEV São Sebastião (Contêiner Metálico) - Rua Pastor Ernesto Roth, 705;
13. LEV Jardim Novo Horizonte - Rua Moacir de Souza Campos, em frente à Emef Taquara Branca;
14. LEV Palácio das Águas - Rua José Claudio Alves Dos Santos, 585, Remanso Campineiro; 
15. LEV Câmara Municipal - Rua Joseph Paul Julien Burlandy, 250, Parque Gabriel;
16. LEV Centro - Rua Luiz Camilo de Camargo, 630, Remanso Campineiro, Centro;
17. LEV Remanso - Rua Alda Lourenço, Remanso Campineiro, na Praça Bambino;
18. LEV E.E. Profa. Conceição Aparecida Terez Gomes Cardinales - Rua Visconde do Rio Branco, Jardim Amanda;
19. LEV do Remanso das Águas - Estrada Municipal Sabina Batista de Camargo;
20. LEV Creape - Rua Bolívia, 290 - Jardim Santa Clara do Lago II;
21. LEV Orestes Ôngaro - Rua Domingos Batista de Souza, Praça ao lado do quiosque - Parque Orestes Ôngaro;

Assinar este feed RSS