Menu


Começa obra de asfalto em três ruas do Parque Peron

  • Publicado em Obras

 

Moradores de três ruas do Parque Peron terão, em breve, melhores condições de tráfego. A Prefeitura de Hortolândia começou a asfaltar as ruas 1, 2 e 6 que, desde o ano passado, recebem investimentos em melhorias viárias. Já foram executadas as etapas de implantação do sistema de drenagem, concretagem de calçadas, guias e sarjetas. Agora, as ruas são preparadas para receber a base do asfalto e do piso intertravado.

 

De acordo com a Secretaria de Obras, um diferencial é que, no trecho de esquina entre a Rua 1 e a Rua 6, o pavimento será de piso de concreto intertravado em razão de existir naquela região uma nascente do Ribeirão Jacuba. “Precisamos garantir o pavimento permeável, para que a água tenha por onde ser escoada até a nascente sem empoçar ou comprometer o asfalto”, explica o secretário de Obras, Sérgio Torrecilas.

 

A continuidade das obras de asfalto no Parque Peron é uma reivindicação antiga da comunidade local e um compromisso assumido pelo prefeito Angelo Perugini. Parte das ruas foi asfaltada num contrato anterior, rompido por descumprimento contratual por parte da empreiteira responsável. Com isso, a Prefeitura precisou contratar uma nova empresa para finalizar as obras, retomadas em março do ano passado.

 

A aplicação de asfalto nas ruas proporcionará um sistema viário mais eficiente para o bairro e mais qualidade de vida à população. No Parque Perón moram aproximadamente 300 famílias.

 

PIC

 

As obras de melhorias urbanas em realização no Parque Peron fazem parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), implantado pelo prefeito Angelo Perugini para estimular o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. O programa prevê mais de 100 obras e serviços, em diversas áreas. Para estas intervenções, o município conta recursos financeiros da iniciativa privada, dos governos estadual e federal, sendo que a principal fonte de recursos é um financiamento junto ao banco internacional CAF.

Serviço de implantação de luminárias de LED na Av. São Francisco de Assis entra na reta final

  • Publicado em Obras

A Prefeitura de Hortolândia trabalha na conclusão do serviço de implantação de postes com luminárias de LED na avenida São Francisco de Assis, no trecho desde a Vila Real até o Parque do Horto. De acordo com a Secretaria de Obras, a via recebeu 119 novos postes e um total de 220 lâmpadas de LED, que conferem maior potencial de luminosidade com economia energética. A previsão é que o novo sistema de iluminação da avenida seja ativado na noite deste sábado (30/05), mais um presente à população pelos 29 anos de Hortolândia, completados no dia 19 deste mês.

Conforme projeto da Secretaria de Obras, outras avenidas da cidade também receberão luminárias com lâmpadas de LED, que garantem mais segurança para motoristas e pedestres, além de embelezar as vias públicas. A avenida Olívio Franceschini já começou a ser escavada no canteiro central para colocação dos postes, no trecho que vai desde a sede da Secretaria de Serviços Urbanos até a proximidade do Terminal Metropolitano, no acesso ao Jd. de Mônaco.

As novas luminárias em implantação seguem o padrão das que foram instaladas em 2019, em diversos pontos da cidade. Os demais locais que serão contemplados com o atual contrato de iluminação são: a ponte de ligação do Jd. Novo Cambuí com o Parque Gabriel; a avenida José Augusto de Araújo (Novo Estrela); a ponte do Jd. São Sebastião; o trecho viário de ligação do Jd. Nova Alvorada até o Jd. Santa Clara do Lago II; a rotatória do Hospital Mário Covas; a avenida Panaíno; e a avenida da Emancipação (trecho próximo ao Good Bom).

Troca das lâmpadas dos postes

A meta do prefeito Angelo Perugini é que, até 2021, todos os 22 mil pontos de iluminação pública nas ruas da cidade sejam de LED, tecnologia que coloca Hortolândia na lista das cidades inteligentes do Brasil. A Prefeitura comemora a conclusão da primeira etapa da troca das lâmpadas de vapor de sódio por luminárias de LED, ação finalizada, nas últimas semanas, na região do Jardim Amanda. Agora, o serviço acontece na região do Jd. Rosolen, onde serão substituídas duas mil luminárias dos postes, até o mês de julho.

Para a troca das luzes dos postes, a Prefeitura fez uma PPP (Parceria Público-Privada), que prevê diversas ações de modernização da rede pública de iluminação, que garantirão eficiência energética e economia aos cofres públicos. Com a medida, a Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica estima que a Prefeitura reduza em até 50% os custos com iluminação pública.

PIC

Os investimentos em iluminação pública fazem parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento) implantado pelo prefeito para incentivar o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. O programa prevê mais de 100 obras e serviços, em diversas áreas. Para estas intervenções, o município conta com apoio de recursos da iniciativa privada e dos governos estadual e federal, sendo que a principal fonte de recursos é um financiamento junto ao banco internacional CAF.

Nos 29 anos de Hortolândia, obra de viaduto na Vila Real é confirmada por concessionária Rumo

A concessionária que administra a linha férrea no Estado de São Paulo assinou, na manhã desta quarta-feira (27/05), em Brasília, contrato de concessão da rede ferroviária paulista por mais 30 anos. Com isso, a Rumo investirá mais de R$ 7 bilhões em obras de segurança ferroviária em 45 cidades onde há passagens em nível (conflito entre a linha férrea e o viário urbano). Hortolândia é o primeiro município na lista das obras que serão realizadas. “Serão mais de R$ 40 milhões para construção do viaduto sobre a via férrea na região central, o famoso viaduto da Vila Real. Esta é uma conquista de três anos de muita luta. Nós fomos vitoriosos. Parabéns, Hortolândia!”, declarou o prefeito Angelo Perugini, ao receber a notícia. Este é um presente para Hortolândia, que completou 29 anos de Emancipação política no dia 19 deste mês.

“Hoje é um dia memorável para Hortolândia e para o Estado de São Paulo. Esta obra significa segurança viária para nossa população, além de investimentos e empregos nas nossas empresas ferroviárias. Vamos proteger a vida das pessoas e incentivar a economia. Esta é uma grande conquista e uma grande alegria para todos nós”, destacou Perugini.

Os investimentos propostos pela Rumo com a renovação da concessão das ferrovias terão grande impacto em todas as cidades onde há passagens em nível, entre elas, Hortolândia, Sumaré, Americana, São Carlos, Catanduva, Jales e São José do Rio Preto. “Como cidades, nos esforçarmos para que investimentos sejam feitos a fim de eliminar os conflitos urbanos que ocorrem em nosso território e que vão além do número de acidentes de trânsito, pois também prejudicam o desenvolvimento econômico e social das cidades”, completou Perugini.

No caso de Hortolândia, a obra do viaduto sobre a linha férrea unirá as avenidas Santana (Jd. Amanda) e São Francisco de Assis (Vila Real), melhorando o fluxo de veículos, facilitando o acesso entre as regiões da cidade e evitando acidentes envolvendo veículos e trens. Uma estimativa da Secretaria de Mobilidade Urbana aponta que 17.580 veículos trafegam pelo trecho de passagem em nível diariamente.

Viaduto sobre a linha férrea

O projeto de obras do viaduto sobre a linha férrea foi elaborado pela Prefeitura e compreende intervenções desde a Igreja Matriz, na Vila Real, até a avenida Santana, logo após a ponte do córrego que corta o Parque Chico Mendes. A estrutura terá alças de acesso à rua Argolino de Moraes, que ficará sob a estrutura.

Esta obra é uma luta antiga do município, que, desde o primeiro governo do prefeito Perugini, busca parcerias para viabilizar o viaduto. Em 2009, a Prefeitura já havia desapropriado áreas com intuito de agilizar a obra e discutia com o Estado uma possível parceria. Em 2012, após a Prefeitura ter implantado medidas de segurança no trecho de conflito do sistema viário com a ferrovia, o prefeito encaminhou ao DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) estudo de viabilidade técnica, financeira e ambiental para a construção do viaduto. Em 2018, a Rumo anunciou a parceria para a obra, considerada prioritária pela concessionária.

PIC

Os investimentos em segurança viária fazem parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), implantado pela Prefeitura para incentivar o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. O programa prevê mais de 100 obras e serviços, em diversas áreas. Para estas intervenções, o município conta com apoio de recursos da iniciativa privada e dos governos estadual e federal, sendo que a principal fonte de recursos é um financiamento junto ao banco internacional CAF.

Guias são construídas em nova rua paralela à Otávio Rosolen, no Jd. Terras de Santo Antônio

  • Publicado em Obras

A implantação de uma rua paralela à rua Otávio Rosolen, no Jd. Terras de Santo Antônio, avança com a construção de guias e sarjetas. A obra transformará a principal via do bairro em uma avenida com canteiro central. Conforme a Secretaria de Obras, a rua paralela ficará em frente às empresas Dell, Wickbold e GKN, sendo também um viário de prolongamento da marginal que a empresa Odata construiu ao lado da Rodovia Jornalista Francisco Aguirre de Proença (Rodovia SP-101). A marginal da Odata tem 460 metros, desde o bairro Chácaras Assay até perto da rotatória de acesso ao Jd. Terras de Santo Antônio. A partir do Jd. Terras de Santo Antônio até a rua Diamante (Jd. Santa Esmeralda), a rua paralela à Otávio Rosolen terá 1,920 quilômetro de extensão.

A Prefeitura também trabalha na construção de uma terceira faixa de rolagem na avenida da Emancipação, na altura da rua Barão de Itapura, no Pq. Odimar, via que fica nos fundos da empresa EMS. A faixa será usada exclusivamente por motoristas que seguirão pela SP-101, sentido Monte Mor / Rodovia dos Bandeirantes.

Haverá, ainda, obra de adequação do trevo da EMS com o km 9 da Rodovia SP-101. Já na entrada da cidade, na pista da av. da Emancipação, sentido Centro, o retorno que existe logo no início da via será ajustado para garantir mais segurança aos motoristas. Todas as intervenções previstas garantirão melhores condições de tráfego na entrada e saída da cidade. A previsão é que a obra seja finalizada em seis meses.

PIC

Todas estas obras fazem parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), implantado pelo prefeito Angelo Perugini para incentivar o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. O programa prevê mais de 100 obras e serviços, em diversas áreas. Para a realização destas intervenções, a Prefeitura conta com apoio da iniciativa privada, dos governos estadual e federal, sendo que a principal fonte de recursos é um financiamento junto ao banco internacional CAF.

Jd. São Miguel recebe guias e sarjetas em trechos que serão asfaltados

  • Publicado em Obras

A Prefeitura de Hortolândia realiza obras de melhoria urbana no Jd. São Miguel. A ação garantirá asfalto em três vias do bairro que tinham parte do traçado em terra batida: as ruas Capitão Lourival Mey, João Rodrigues Garajaú e Antônio Dias de Lima. Nesta semana, estas ruas recebem guias e sarjetas, numa etapa da obra que antecede a colocação da base do asfalto.

Nas semanas anteriores, a Prefeitura implantou sistema de drenagem de águas pluviais, com bocas de lobo e tubulação subterrânea, nessas ruas. Com a colocação dos tubos que escoarão a água da chuva, a Prefeitura evitará alagamento nas vias, após a pavimentação.

De acordo com a Secretaria de Obras, a ação garantirá melhores condições viárias para o bairro, principalmente no acesso à avenida Olívio Franceschini. O projeto prevê 682 metros de extensão com vias pavimentadas, além de 1.132 metros de guias e sarjetas.

PIC

A obra de pavimentação de ruas no Jd. São Miguel faz parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento). A iniciativa prevê mais de 100 intervenções e serviços que promoverão o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. As ações do PIC são realizadas pela Prefeitura por meio de parcerias com a iniciativa privada, governos estadual e federal, sendo que a principal fonte de recursos é um financiamento junto ao banco internacional CAF.

Viário que integra bairros na região do Jd. Santa Fé fica pronto em um mês

  • Publicado em Obras

Hortolândia completa, neste mês, 29 anos de emancipação política. A data foi celebrada nesta terça-feira (19/05). Em quase três décadas, muitas conquistas já foram alcançadas e outras estão prestes a acontecer. Uma delas é a entrega da obra viária que encurtará os caminhos entre diversos bairros na região do Jd. Santa Fé. A conclusão de todas as etapas desta intervenção está prevista para o próximo mês.

A obra contempla três frentes de trabalho, em andamento atualmente: abertura de uma rua desde o Jd. Santa Clara do Lago II até o Jd. Nova Alvorada, na região atrás da Confibra; construção de uma ponte para travessia sobre o Lago da Fé; e implantação de uma rotatória no Jd. Santa Clara do Lago II para acesso à nova rua.

Nesta semana, a obra da rotatória é a que mais avança. O dispositivo fica na rua Bolívia, organizando o trânsito das ruas Edivaldo Diogo da Costa (Villagio Ghiraldelli) e Rio Tapajós (Jd. Interlagos), sentido Jd. Nova Alvorada. Já a obra da nova rua está quase pronta, com asfalto implantado em todo o trecho, além de sistema de drenagem, pista de caminhada e ciclovia. O viário tem cerca de 1,5 km. Na obra da ponte, que terá 170 metros de extensão, resta apenas a pavimentação, que será realizada nos próximos dias. As intervenções são realizadas com recursos financiados pelo Banco CAF.

PIC

O complexo viário na região do Jd. Santa Fé faz parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), implantado pela Prefeitura para estimular o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. O programa prevê mais de 100 obras e serviços, em diversas áreas. Para estas intervenções, o município conta recursos financeiros da iniciativa privada, dos governos estadual e federal.

Assinar este feed RSS