Menu


Atenção: chuva e calor favorecem proliferação da Dengue

  • Publicado em Saúde

Na volta deste Carnaval, quando muitas pessoas viajaram e deixaram as casas fechadas, é preciso redobrar os cuidados a Dengue. Choveu bastante nos últimos dias e a combinação de chuva e calor é favorável para a procriação do mosquito Aedes aegypt, transmissor de doenças como a Dengue, Chikungunya e Zika. Observe se há água parada nos quintais e dentro de casa e elimine os criadouros. Neste ano, Hortolândia registra 32 casos positivos de Dengue.

A Prefeitura de Hortolândia orienta os moradores para que sejam parceiros nesta missão de combater à Dengue. De acordo com a Secretaria de Saúde, o ciclo de vida dos Aedes, do ovo até a fase adulta, leva de 7 a 10 dias. Se a verificação dos criadouros for realizada uma vez por semana, é possível interromper o ciclo e evitar o nascimento de novos mosquitos.

Com a campanha “10 minutos contra o mosquito”, o município explica como é possível em apenas 10 minutos, por semana, acabar com o ciclo de procriação do Aedes. O material está disponível nas unidades de saúde, é distribuído em escolas e também pode ser conferido no site da Prefeitura, no link http://www2.hortolandia.sp.gov.br/images/banners/Panfleto.pdf. No material informativo, há orientações para checar alguns itens dentro e fora de casa. Confira as dicas:

•Mantenha bem tampados tonéis, barris e caixas d’água.

•Encha os pratinhos de vasos de plantas com areia até a borda.

•Troque a água dos vasos de plantas aquáticas e bebedouros de animais, lave-os com escova, água e sabão uma vez por semana.

•Pneus devem ser guardados em locais cobertos.

•Lonas usadas para cobrir objetos ou entulhos devem ser bem esticadas para evitar poças de água.

•Garrafas devem ficar com a boca virada para baixo.

•Proteger os ralos com tela e verificar se estão limpos.

•Faça sempre a manutenção de piscinas ou fontes utilizando os produtos químicos apropriados.

•Remova folhas, galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas.

•Plantas do tipo suculentas também podem acumular água. A orientação é virar a planta para retirar a água.

PREVENÇÃO

Para conscientizar a população sobre a importância de manter quintais e casas livres de objetos que possam acumular água, a Prefeitura de Hortolândia lançou, em 2017, o Programa Agenda Verde, ação que envolve diversas atividades, como mutirões, Cata Bagulho, plantio de árvores em terrenos antes usados para descarte de lixo, tudo com o objetivo de deixar a cidade mais limpa. Além de colaborar com a manutenção urbana, a Agenda Verde busca despertar na população o sentimento de parceria, uma vez que todos são responsáveis pela limpeza da cidade. A Prefeitura acredita que mobilizando a população, será mais fácil resolver, em conjunto, questões ambientais que se tornam problemas de saúde pública.

Campanha “10 minutos contra o mosquito” orienta população como combater o Aedes

  • Publicado em Saúde

As ações da Prefeitura de Hortolândia de combate ao mosquito Aedes aegypt, transmissor de doenças como a Dengue, Chikungunya e Zika, propostas à população para que os moradores sejam parceiros nesta missão são simples e fáceis de realizar. Basta 10 minutos de atenção por semana para acabar com o ciclo de procriação do Aedes e evitar essas doenças. Para orientar melhor a população, a Prefeitura de Hortolândia mantém a campanha “10 minutos contra o mosquito”. O material está disponível nas unidades de saúde, é distribuído em escolas e também pode ser conferido no site da Prefeitura, no link http://www2.hortolandia.sp.gov.br/images/banners/Panfleto.pdf. Pela internet, é possível baixar o folheto e imprimir atividades para as crianças participaram da mobilização.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o ciclo de vida dos Aedes, do ovo até a fase adulta, leva de 7 a 10 dias. Se a verificação dos criadouros for realizada uma vez por semana, é possível interromper o ciclo e evitar o nascimento de novos mosquitos. No material informativo, há orientações para checar alguns itens dentro e fora de casa. Confira as dicas:

•Mantenha bem tampados tonéis, barris e caixas d’água.

•Encha os pratinhos de vasos de plantas com areia até a borda.

•Troque a água dos vasos de plantas aquáticas e bebedouros de animais, lave-os com escova, água e sabão uma vez por semana.

•Pneus devem ser guardados em locais cobertos.

•Lonas usadas para cobrir objetos ou entulhos devem ser bem esticadas para evitar poças de água.

•Garrafas devem ficar com a boca virada para baixo.

•Proteger os ralos com tela e verificar se estão limpos.

•Faça sempre a manutenção de piscinas ou fontes utilizando os produtos químicos apropriados.

•Remova folhas, galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas.

•Plantas do tipo suculentas também podem acumular água. A orientação é virar a planta para retirar a água.

Mutirão neste sábado (15/02)

Além de orientar a população para ser parceria no combate ao Aedes, a Prefeitura também faz a parte dela, com mutirões regionais. Neste sábado (15/02), agentes de saúde vão visitar imóveis do Jd. São Miguel, Parque Gabriel e Jd. Santo André, das 8h às 13h, para vistoriar as casas e informar os moradores sobre a importância de evitar água parada.

Neste ano, Hortolândia registra 25 casos positivos de Dengue. Os indicadores apontam o risco de uma epidemia neste ano, se a proliferação do aedes aegypti não for contida. Esta previsão é realizada com base na pesquisa de ADL (Avaliação de Densidade Larvária), também conhecida como Índice Breteau. A apuração mais recente foi em janeiro e o resultado apontou índice de 3.2, considerado médio. O Índice Breteau é dividido em três escalas: de 0 a 1 é considerado em nível baixo; de 1 a 4, médio; e resultados superiores a 4, alto. Um índice baixo sinaliza que o controle dos criadouros tem sido eficaz, eliminando a maioria dos focos do mosquito Aedes aegipyt. Já quanto maior for o índice, mais chance de aumento de casos positivos de doenças.

PREVENÇÃO

Para conscientizar a população sobre a importância de manter quintais e casas livres de objetos que possam acumular água, a Prefeitura de Hortolândia lançou, em 2017, o Programa Agenda Verde, ação que envolve diversas atividades, como mutirões, Cata Bagulho, plantio de árvores em terrenos antes usados para descarte de lixo, tudo com o objetivo de deixar a cidade mais limpa. Além de colaborar com a manutenção urbana, a Agenda Verde busca despertar na população o sentimento de parceria, uma vez que todos são responsáveis pela limpeza da cidade. A Prefeitura acredita que mobilizando a população, será mais fácil resolver, em conjunto, questões ambientais que se tornam problemas de saúde pública.

Equipes de combate à Dengue estarão no Jd. Sumarezinho, neste sábado (08/02)

  • Publicado em Saúde

A intensificação nas ações de prevenção da Dengue, Chikungunya e Zika coloca equipes da UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses) nas ruas, todos os sábados, para mutirões regionais de combate ao mosquito Aedes aegypti. Neste dia 08, é a vez dos moradores do Jd. Sumarezinho receberem a visita dos agentes de saúde, que estarão nas ruas das 8h às 13h. Estes profissionais passarão de casa em casa, levando orientações sobre como eliminar criadouros e evitar a Dengue e outras doenças.

Neste ano, Hortolândia registra 18 casos positivos de Dengue. O número está acima dos registros de 2019, quando o município contabilizava sete casos nesta mesma época do ano. Para combater a doença, a melhor estratégia é evitar água parada. Para isso, a Prefeitura conta com a colaboração da população.

A principal orientação da Prefeitura para eliminar criadouros é evitar objetos com água parada nas casas e quintais. Para colaborar nas ações de prevenção, a Administração Municipal realiza limpeza de área públicas, evitando descarte irregular de lixo e entulho. O trabalho de combate à Dengue é ação de rotina.

PREVENÇÃO

Para conscientizar a população sobre a importância de manter quintais e casas livres de objetos que possam acumular água, a Prefeitura de Hortolândia lançou, em 2017, o Programa Agenda Verde, ação que envolve diversas atividades, como mutirões, Cata Bagulho, plantio de árvores em terrenos antes usados para descarte de lixo, tudo com o objetivo de deixar a cidade mais limpa. Além de colaborar com a manutenção urbana, a Agenda Verde busca despertar na população o sentimento de parceria, uma vez que todos são responsáveis pela limpeza da cidade. A Prefeitura acredita que mobilizando a população, será mais fácil resolver, em conjunto, questões ambientais que se tornam problemas de saúde pública.

Equipes de combate à Dengue estarão no Jd. São Sebastião, neste sábado (25/01)

  • Publicado em Saúde

Moradores do Jd. São Sebastião vão receber, neste sábado (25/01), a visita de agentes de saúde da UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses) para o mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a Dengue, Chikungunya e Zika. Os profissionais farão a eliminação de criadouros e vão orientar os moradores sobre como evitar a Dengue. Nesta época de chuvas constantes, a população deve ficar atenta à objetos que possam acumular água, como garrafas, baldes e outros recipientes.

De acordo com informações da Secretaria de Saúde, neste ano, a cidade já registra 13 casos positivos. Entre as dicas da UVZ para evitar criadouros do Aedes aegypti estão: proteger ralos com tela; remover folhas das calhas; vedar caixas d’água; proteger da chuva objetos que acumulam água; limpar o compartimento de degelo das geladeiras; guardar brinquedos em local coberto; trocar a água e limpar a vasilhas dos animais; entre outras orientações. Para colaborar nas ações de prevenção, a Administração Municipal realiza limpeza de áreas públicas, evitando descarte irregular de lixo e entulho.

PREVENÇÃO

Para conscientizar a população sobre a importância de manter quintais e casas livres de objetos que possam acumular água, a Prefeitura de Hortolândia lançou, em 2017, o Programa Agenda Verde, ação que envolve diversas atividades, como mutirões, Cata Bagulho, plantio de árvores em terrenos antes usados para descarte de lixo, tudo com o objetivo de deixar a cidade mais limpa. Além de colaborar com a manutenção urbana, a Agenda Verde busca despertar na população o sentimento de parceria, uma vez que todos são responsáveis pela limpeza da cidade. A Prefeitura acredita que mobilizando a população, será mais fácil resolver, em conjunto, questões ambientais que se tornam problemas de saúde pública.

Jd. Amanda terá mutirão de combate à Dengue, neste sábado (18/01)

  • Publicado em Saúde

A Prefeitura de Hortolândia prossegue com as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a Dengue, Chikungunya e Zika. Neste sábado (18/01), haverá mutirão no Jardim Amanda, com eliminação de criadouros e orientação à população. Com a freqüência de chuvas neste verão, a população deve ficar atenta à objetos que possam acumular água. Garrafas, baldes e outros recipientes precisam ficar protegidos da água da chuva.

O trabalho de combate à Dengue é ação de rotina, desempenhada pela equipe da UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses). Entre as dicas da UVZ para evitar criadouros do Aedes aegypti estão: proteger ralos com tela; remover folhas das calhas; vedar caixas d’água; proteger da chuva objetos que acumulam água; limpar o compartimento de degelo das geladeiras; guardar brinquedos em local coberto; trocar a água e limpar a vasilhas dos animais; entre outras orientações. Para colaborar nas ações de prevenção, a Administração Municipal realiza limpeza de áreas públicas, evitando descarte irregular de lixo e entulho.

De acordo com informações da Secretaria de Saúde, neste ano, a cidade já registra 30 notificações de Dengue, sendo que três casos foram confirmados. Em 2019, nesta mesma época, eram 10 casos suspeitos e três positivos. O município terminou o ano com 1.267 notificações e ainda há casos suspeitos aguardando análise.

PREVENÇÃO

Para conscientizar a população sobre a importância de manter quintais e casas livres de objetos que possam acumular água, a Prefeitura de Hortolândia lançou, em 2017, o Programa Agenda Verde, ação que envolve diversas atividades, como mutirões, Cata Bagulho, plantio de árvores em terrenos antes usados para descarte de lixo, tudo com o objetivo de deixar a cidade mais limpa. Além de colaborar com a manutenção urbana, a Agenda Verde busca despertar na população o sentimento de parceria, uma vez que todos são responsáveis pela limpeza da cidade. A Prefeitura acredita que mobilizando a população, será mais fácil resolver, em conjunto, questões ambientais que se tornam problemas de saúde pública.

Cuidados para evitar criadouros da Dengue devem ser redobrados neste período de chuva

  • Publicado em Saúde

Com a frequência quase que diária de chuvas neste verão, a população deve ficar atenta à objetos que possam acumular água e servir de criadouro para o mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a Dengue, Chikungunya e Zika. Garrafas, baldes e outros recipientes precisam ficar protegidos da água da chuva. A Prefeitura orienta os moradores a eliminar criadouros dos quintais e terrenos, além de evitar objetos com água parada dentro de casa. Para colaborar nas ações de prevenção, a Administração Municipal realiza limpeza de área públicas, evitando descarte irregular de lixo e entulho.

De acordo com informações da Secretaria de Saúde, neste ano, a cidade já registra 30 notificações de Dengue, sendo que três casos foram confirmados. Em 2019, nesta mesma época, eram 10 casos suspeitos e três positivos. O município terminou o ano com 1.267 notificações e ainda há casos suspeitos aguardando análise.

O trabalho de combate à Dengue é ação de rotina, desempenhada pela equipe da UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses). Nesta terça-feira (14/01), os agentes estão na Vila Real, com o trabalho de orientação casa a casa. Neste sábado (18/01), haverá mutirão no Jardim Amanda, com eliminação de criadouros. Entre as dicas da UVZ para evitar criadouros do Aedes aegypti estão: proteger ralos com tela; remover folhas das calhas; vedar caixas d’água; proteger da chuva objetos que acumulam água; limpar o compartimento de degelo das geladeiras; guardar brinquedos em local coberto; trocar a água e limpar a vasilhas dos animais; entre outras orientações.

PREVENÇÃO

Para conscientizar a população sobre a importância de manter quintais e casas livres de objetos que possam acumular água, a Prefeitura de Hortolândia lançou, em 2017, o Programa Agenda Verde, ação que envolve diversas atividades, como mutirões, Cata Bagulho, plantio de árvores em terrenos antes usados para descarte de lixo, tudo com o objetivo de deixar a cidade mais limpa. Além de colaborar com a manutenção urbana, a Agenda Verde busca despertar na população o sentimento de parceria, uma vez que todos são responsáveis pela limpeza da cidade. A Prefeitura acredita que mobilizando a população, será mais fácil resolver, em conjunto, questões ambientais que se tornam problemas de saúde pública.

Assinar este feed RSS