Menu


Hortolândia adquire 15 monitores multiparâmetros com recursos doados pelo Judiciário estadual

  • Publicado em Saúde

Na campanha de enfrentamento ao Coronavírus, Hortolândia ganha um reforço tecnológico importante. A Prefeitura acaba de adquirir 15 monitores multiparâmetros, que serão utilizados no Hospital Municipal Mário Covas e na UPA-24h (Unidade de Pronto Atendimento) Jardim Nova Hortolândia, onde foi montada a Unidade Respiratória com 30 leitos que atenderão casos de baixa e média complexidade. A aquisição dos equipamentos foi feita com recursos doados pelo Poder Judiciário estadual. 

De acordo com a Secretaria de Saúde, o monitor faz a leitura dos sinais vitais do paciente, indicando, em tempo real para a equipe médica, por meio de informações na tela, alarmes visuais e sonoros, qual a atual condição de saúde do paciente. O aparelho é obrigatório em unidades de emergência. 

O monitor já vem com alguns parâmetros básicos configurados de fábrica, mas que podem ser alterados pela equipe médica, de acordo com características específicas de cada paciente ou da situação de uso. O aparelho possui alarmes sonoros que são disparados quando algum sinal vital do paciente atinge níveis diferentes dos programados. 

“Por meio das informações exibidas na tela e dos alarmes sonoros, o monitor indica à equipe de profissionais de saúde que acompanha o paciente se o caminho que está sendo seguido está correto para salvar a vida dele, se as medicações aplicadas estão surtindo efeito, entre outros fatores”, explica a secretária de Saúde, Mary Guiomar Almeida Rocha. 

Um dos sintomas da COVID-19 é a dificuldade para respirar. Neste sentido, o monitor é útil, porque lê a frequência respiratória, que é diferente para cada idade. Por isso, segundo a secretária de Saúde, o aparelho é tão importante para que as equipes médica e de enfermagem identifiquem rapidamente qualquer desconforto ou alteração respiratória do paciente que pode, inclusive, ser indicação de alguma complicação mais grave.

Dentre outros sinais vitais que o equipamento monitora estão pressão arterial, verificação do nível de oxigênio presente no organismo do paciente e temperatura corporal. Além desses 15 monitores, a Secretaria de Saúde adquiriu recentemente outros quatro aparelhos, com recursos oriundos de verba parlamentar.

Desinfecção do Terminal Metropolitano de Hortolândia é intensificada

A partir de agora, a limpeza do Terminal Metropolitano de Hortolândia foi reforçada, a pedido da Prefeitura. A higienização do espaço é realizada todas as noites para ajudar a conter a disseminação do Coronavírus (COVID-19). A iniciativa da Secretaria de Mobilidade Urbana, conta com a parceria da Viação Lira, responsável pela administração dos ônibus na cidade, e da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), administradora do Terminal, localizado entre as avenidas Olívio Franceschini e Santana. O terminal é o ponto de partida e de chegada de ônibus que realizam o transporte coletivo urbano dentro de Hortolândia e para cidades outras cidades da região.

De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, a ação visa evitar a proliferação da doença. O trabalho é realizado após o encerramento das viagens de ônibus, com o fechamento do terminal. A lavagem dos bancos, da calçada e do asfalto acontece com uma máquina, onde a mistura de água e cloro é expelida por alta pressão, realizando a limpeza e a desinfecção do espaço.

“Também foi intensificada a limpeza diária nos ônibus do transporte coletivo municipal. Estas ações garantem a desinfecção e levam mais segurança à população que necessita utilizar o transporte público durante esta pandemia", explica o secretário de Mobilidade Urbana, Atílio André Pereira.

Confira abaixo os telefones disponíveis para informações e dúvidas sobre o Coronavírus, em Hortolândia:

(19) 99976-2434

(19) 99929-8987

(19) 97171-5369

(19) 99976-2498

(19) 99976-2276

(19) 99920-3204

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

 

Aulas esportivas online de professores da Prefeitura já alcançam cerca de 300 pessoas

Durante a quarentena, provocada pela pandemia do Coronavírus, cerca de 300 pessoas já praticam esporte em casa, durante as aulas online disponibilizadas por profissionais da educação física, que atuam no projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura de Hortolândia. Por enquanto, as aulas gratuitas são de duas modalidades esportivas: zumba e ginástica funcional. A Secretaria de Esporte e Lazer apoia a iniciativa dos profissionais.

As aulas virtuais de zumba são dadas pela educadora física Mariana Lopes. Antes da quarentena, ela atuava em escolinha esportiva no Ginásio Poliesportivo Victor Savala, no Jardim Nossa Senhora de Fátima, e na quadra da Emef Jd. Amanda I (CAIC). Agora, nas redes sociais, disponibiliza aulas online da modalidade, todos os dias, a partir das 19h.

“As aulas de zumba são realizadas, diariamente, pelo Instagram (marilopes_personal) ou  Facebook da professora (Mariana Lopes). Desta maneira, ajudo meus alunos e a população em geral a manter a forma, mesmo durante esta ‘quarentena’. Em média, as redes sociais recebem aproximadamente 200 visitas durante as aulas. Continuarei com esta alternativa e convido todos a participar", afirma Mariana.

Já as aulas de ginástica funcional ficam a cargo do professor Thiago Gean, que, antes, dava aulas de vôlei de praia na Praça de Esportes do Jardim Santa Clara do Lago (CIF), pelo projeto da Administração Municipal. Agora, assim como Mariana, o educador físico usa as próprias redes sociais para disponibilizar aulas  da modalidade às terças e quintas-feiras, a partir das 19h. 

“A ginástica funcional é recomendada para ajudar no emagrecimento e condicionamento físico. A atividade também envolve alongamento. Em média, 90 pessoas acompanham as aulas realizadas às terças e quintas-feiras. Para participar da iniciativa e se manter saudável durante a ‘quarentena’, basta acessar o link https://www.instagram.com/thiagogean?r=nametag ou o Facebook (Thiago Gean)", explica o professor.

“Esta iniciativa dos profissionais de Educação Física da Prefeitura é muito importante para a saúde da população. A pessoa pode escolher a atividade esportiva que mais lhe agradar e praticar onde estiver. Agradecemos nossos professores e incentivamos a prática esportiva para as pessoas. Queremos aumentar ainda mais o número de praticantes destas aulas online", observa o secretário de Esportes e Lazer, Marcos Panício, o Mercadão.

ESCOLINHAS ESPORTIVAS

No início de 2017, quando o prefeito Angelo Perugini assumiu a Prefeitura, as Escolinhas Esportivas atendiam seis mil alunos, em 21 modalidades. Atualmente, são 9.500 pessoas beneficiadas, em 30 modalidades. A reestruturação do projeto e a implantação de novos espaços esportivos permitiram a criação de quase quatro mil novas vagas em outras nove modalidades.

Superada a pandemia do Coronavírus (COVID-19), as atividades serão restabelecidas no projeto da Administração Municipal, tanto para treinos em alto rendimento quanto para treinos normais. De acordo com a Secretaria de Esporte e Lazer, ninguém perderá a vaga nos treinos de suas respectivas modalidades, se já estiver inscrito. Quem está em lista de espera, lá permanecerá, normalmente, a espera de vaga.

 

 

 

Operação contra Coronavírus já orientou quase mil estabelecimentos comerciais em Hortolândia

Quase mil estabelecimentos comerciais não-essenciais de Hortolândia foram orientados, até agora, sobre como contribuir para evitar a disseminação da COVID-19 no município. Mais um balanço da Operação de Orientação sobre o Coronavírus, promovida pela Prefeitura, foi divulgado, nesta quinta-feira (02/04). A ação, que acontece desde 21 de março, é realizada pela Guarda Municipal, em conjunto com a Secretaria de Mobilidade Urbana, o Setor de fiscalização e a Vigilância Sanitária. Os agentes visitam, diariamente, diversos bairros da cidade para garantir o cumprimento do decreto 4.383, de 21/03/2020, que proíbe temporariamente o funcionamento presencial de neste tipo de comércio.

De acordo com a Secretaria de Segurança, os números foram contabilizados até o dia primeiro deste mês. A orientação é realizada para informar sobre como os comerciantes devem manter o estabelecimento funcionando de acordo com o decreto. Agora, quem descumprir a medida estará sujeito a autuação, multa e interdição por parte do Poder Público. A medida da Prefeitura visa conter a disseminação da COVID-19, doença transmitida pelo Coronavírus. No último dia 30/03, a Prefeitura autorizou o funcionamento no sistema de delivery e drive-thru.

Valor da multa

Para quem não seguir as orientações de funcionamento, o valor da multa aplicada varia entre 10 e 10 mil UFESP (Unidade Fiscal do Estado de São Paulo). Cada UFESP custa R$ 27,10 e os valores das multas podem ser de R$ 276,10 até 27.610,00, dependendo da reincidência. Também será elaborado um boletim de ocorrência para o proprietário do local que descumprir o decreto.

Força tarefa

A força-tarefa intensifica o patrulhamento diário em toda a cidade. A Operação de Orientação sobre o Coronavírus é realizada com o apoio de um carro de som, que passa mensagens informativas. Segundo a Secretaria de Segurança, os flagrantes mais comuns são realizados em bares e lojas de material para construção. Em caso de desobediência ao decreto municipal, a ação poderá ser considerada crime e os envolvidos, encaminhados para a delegacia e responder pelos atos.

Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas podem ser realizadas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

Confira abaixo os telefones disponíveis para informações e dúvidas sobre o Coronavírus:

(19) 99976-2434

(19) 99929-8987

(19) 97171-5369

(19) 99976-2498

(19) 99976-2276

(19) 99920-3204

 

Beneficiários de programas sociais podem tirar dúvidas sobre Cadastro Único por meio de aplicativo ou e-mail

Para amparar moradores de Hortolândia em situação de vulnerabilidade social, durante a pandemia do Coronavírus (Covid-19), a Prefeitura de Hortolândia disponibiliza canais de atendimento eletrônico para esclarecer dúvidas sobre o CadUn (Cadastro Único). De acordo com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, o atendimento remoto a beneficiários do CadUn é uma alternativa para que participantes de programas sociais consigam receber os benefícios. Atualmente, Hortolândia possui mais de 9 mil pessoas inscritas em programas sociais.

"Pedimos que todos beneficiários fiquem atentos às regras e mudanças, provocadas por uma situação atípica, que é esta pandemia pela qual o mundo atravessa e, em caso de dúvida, entrem em contato, por meio dos nossos canais de atendimento à população. O auxílio do Governo Federal ainda não está regulamentado e, assim que estiver, os beneficiários poderão recebe-lo", explica o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Régis Athanázio Bueno.

CONFIRA ABAIXO AS INFORMAÇÕES

 

BPC - Beneficio de Prestação Continuada para Idosos e Pessoas com Deficiência

*Os bloqueios e as suspensões por falta de inscrição no cadastro único estão suspensos por 120 dias.

*Para casos com benefícios já bloqueados ou suspensos, será necessário analisarmos cada situação - entrar em contato através de um dos canais abaixo:

e-mail:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

WhatsApp: (19) 99976-4011

 

Programa Bolsa Família

*Novos bloqueios ou suspensões de beneficio por averiguação/revisão cadastral estão suspensos por 120 dias.

*Benefícios que já estavam bloqueados por averiguação ou revisão terão os casos analisados individualmente

*Fazer contato enviando NOME e NIS (Número de Identificação Nacional) - por um dos canais abaixo: 

e-mail:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

WhatsApp: (19) 99976-4011

 

Auxílio Emergencial do Governo Federal

*Esclarecemos que o auxilio ainda não esta regulamentado;

*Acompanhar as informações pelo Facebook da Prefeitura Municipal de Hortolândia.

 

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

 

Kits nutricionais garantem segurança alimentar de famílias de alunos em situação vulnerável

Neste período em que as aulas estão temporariamente suspensas para frear a disseminação do Coronavírus, a Prefeitura de Hortolândia se preocupa em garantir a segurança alimentar de alunos da rede municipal de ensino cujas famílias estão em situação de vulnerabilidade social. Nesta terça-feira (31/03), o município começou a distribuir kits nutricionais a estudantes matriculados nas escolas municipais. A iniciativa é coordenada pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia.

Os itens atendem famílias previamente selecionadas pelas escolas, de acordo com a avaliação socioeconômica realizada entre os alunos. O kit é composto por achocolatado, arroz, açúcar, feijão, leite em pó, molho de tomate, fubá, macarrão, óleo, sal, biscoito rosquinha e sardinha em lata.

De acordo com a secretária de Educação, Ciência e Tecnologia, Sandra Fagundes Freire, a entrega dos kits nutricionais foi uma decisão do Comitê de Enfrentamento e Combate ao Coronavírus. “Estes kits nutricionais suprem a necessidade dos alunos durante o período sem aulas com uma alimentação balanceada e o mais adequada possível, preparada pelas famílias, em casa. As famílias estão recebendo estes alimentos e entendendo que é uma ação importante diante da necessidade do momento”, destacou Sandra

Assinar este feed RSS