Menu


Prefeitura promove workshop para orientar idosos sobre os cuidados ao usar mídias sociais

Em plena era digital, quem tem 60 anos ou mais também descobriu como é bom estar conectado à internet, seja pelas facilidades de receber e enviar mensagens e fotos, seja para falar rápida e frequentemente com os amigos, seja para comprar um lanchinho ou chamar a condução ao toque de um dedo. Mas, como toda tecnologia, é preciso saber lidar com os perigos envolvidos.

Para alertar sobre tudo isso, a Prefeitura de Hortolândia promoverá, nesta segunda-feira (17/02), às 14h, no CCS (Centro de Convivência Social) Jd. Rosolen, um “Workshop de Mídias Sociais”. Embora voltado aos 40 idosos que cursaram o módulo 1 do “Curso de Inclusão Digital”, o evento gratuito é aberto à comunidade, sem restrição de idade. O CCS Jd. Rosolen está localizado na Rua Guido Rosolen, 177. Não é necessário fazer inscrição previamente. A iniciativa é da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social. 

Durante o bate-papo, de cerca de duas horas, haverá dicas sobre o uso das redes sociais mais utilizadas pelos brasileiros, como o Facebook e o Instagram, de e-mails, bem como os cuidados com as notícias falsas (“fake news”). O tema será abordado pelos oficineiros do CCS, Vinícius Butioli e Luiz Gustavo dos Santos. 

“Será uma roda de conversa entre amigos, não só para os idosos, mas para jovens e demais pessoas da comunidade. É preparatória para o segundo módulo do Curso de Inclusão Digital, que os idosos fizeram no ano passado. Nós os incentivamos a usar as mídias sociais. Agora, precisamos abordar os perigos envolvidos, como o das fake news. Há quem pense que só porque chegou via celular, a informação é verdadeira e muitas vezes não é. Queremos ver qual o interesse pelo tema e quantos pretendem se inscrever neste módulo que faremos em março”, afirma a coordenadora do CCS Rosolen, Eliane Silva.

“Este curso atende ao desejo dos idosos de estarem atualizados e integrados com as ferramentas e aplicativos do celular, já que as pessoas ficam cada vez menos tempo ‘desconectadas’. As expectativas e os objetivos do curso estão voltados para a atualização tecnológica e aquisição de conhecimento nesta área, conforme a demanda advinda dos participantes”, destacou o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Régis Athanázio Bueno, quando do lançamento do Curso de Inclusão Digital.

Prefeitura leva jovens atendidos pelo CCS Jd. Rosolen para conhecer a fábrica da Wickbold

“O que mais me impressionou foi o tamanho da fábrica”, relata admirado o jovem Luiz Gustavo dos Santos, de 18 anos. Ele foi um dos participantes do projeto “Turismo Industrial”, realizado, nesta quarta-feira (12/02), pela Prefeitura. Desta vez, a Administração levou um grupo de adolescentes atendidos pelo Centro de Convivência Social (CCS) Jardim Rosolen, órgão da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, para conhecer a fábrica da empresa Wickbold, localizada no Jardim Terras de Santo Antonio.

Os adolescentes são alunos da Oficina de Inclusão Digital, ministrada no CCS Jardim Rosolen. A visita é uma atividade que integra a programação da oficina. O grupo foi recepcionado pela coordenadora de RH (Recursos Humanos) da Wickbold, Andreia Figueiredo. Os jovens assistiram a um vídeo institucional da empresa e receberam orientações de segurança antes de entrarem na fábrica.

O grupo conheceu a linha de produção da empresa e o setor de expedição dos produtos. “A visita foi uma experiência única. Fiquei impressionado em ver como tudo é automatizado dentro da fábrica. Todo mundo fez perguntas para os funcionários, que nos explicaram como é o processo de fabricação dos pães”, destaca Luiz Gustavo. 

TURISMO INDUSTRIAL

O projeto “Turismo Industrial” foi criado em setembro de 2018 pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação. O objetivo é abrir as portas de empresas e indústrias instaladas na cidade para que a população, empreendedores, estudantes e investidores conheçam o que cada uma das empresas produz e a importância delas para o município. Participam do projeto as empresas Wickbold, EMS, Greenbrier Maxion e Dell. 

Empresas, indústrias, instituições de ensino e empreendedores que desejarem participar das visitas do projeto “Turismo Industrial” podem entrar em contato com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo pelo telefone 3965-1400, ramal 8911, ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

O projeto “Turismo Industrial” integra o PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento) da Prefeitura. O programa prevê mais de 100 obras, serviços e ações para promover o desenvolvimento urbano, ambiental, social, humano e econômico para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. As ações do PIC são realizadas por meio de parcerias da Prefeitura com a iniciativa privada, governos estadual e federal.

Assinar este feed RSS