Menu


“Corrente do Bem” motiva idosos durante o distanciamento social

A felicidade pode ser encontrada no mais simples gesto de carinho. Pensando nisso, os servidores do CCMI (Centro de Convivência da Melhor Idade), órgão da Secretaria de Governo da Prefeitura de Hortolândia, realizaram a “Corrente do Bem”. A ação foi elaborada com o intuito de minimizar os impactos causados pelo distanciamento social, medida necessária para conter os avanços da COVID-19.

Os idosos participantes do programa foram convidados a escrever bilhetes, com mensagens de perseverança e otimismo. Quando a equipe do CCMI ia buscar o bilhete, o idoso recebia uma rosa com uma mensagem escrita por outro colega. A “Corrente do Bem” foi realizada com 15 idosos integrantes do grupo da coreografia.

Em meio à pandemia enfrentada, estar isolado pode gerar uma avalanche de emoções, o que é capaz de colocar em risco a saúde mental. De acordo com a coordenadora do CCMI Remanso Campineiro, Fernanda Fadiga, a ideia surgiu após algumas mensagens de WhatsApp, relatando dificuldades emocionais surgidas na quarentena.

“Principalmente durante esse período de isolamento, temos monitorado nossos alunos para saber sobre sua saúde física e psicológica. Algumas idosas se mostraram um pouco deprimidas, sem poder receber visitas e participar das atividades presenciais. Só de pedir que elas escrevessem o bilhete já notamos o entusiasmo. A ação foi realmente emocionante, um gesto simples que trouxe grandes resultados”, disse a psicóloga.

A intenção, segundo Fernanda, é expandir a corrente e beneficiar mais pessoas. Atualmente com duas unidades, uma no Remanso Campineiro e outra no Jardim Amanda, o Centro de Convivência da Melhor Idade possui cerca de 1500 idosos cadastrados.

Conscientização

Além de receberem a rosa e o bilhete, os participantes da “Corrente do Bem” ganharam duas máscaras produzidas por integrantes do CCMI. Elas também participaram de um vídeo em comemoração ao Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, disponível no Facebook da Prefeitura neste link.

O dia 15 de junho marca o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. A data foi instituída no ano de 2006 pela ONU (Organização das Nações Unidas) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa. O Estatuto do Idoso (Lei 10.741, de 2003) considera violência qualquer ação ou omissão que lhe cause morte, dano ou sofrimento físico ou psicológico.

Para o recebimento de denúncia no caso de violência contra a pessoa idosa, a população hortolandense pode utilizar o Disque 100 ou ligar diretamente no Departamento de Direitos Humanos, Setor de Políticas para Idosos, pelo telefone (19) 3965-1472.

Mantenha-se ativo

Para auxiliar os idosos durante a quarentena, além do monitoramento para averiguar a saúde física e psicológica, os integrantes do CCMI participam de grupos de WhatsApp e recebem videoaulas de atividades físicas, mensagens motivacionais, fotos antigas tiradas durante as atividades para relembrar momentos e, assim, matar a saudade.

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

Assinar este feed RSS