Menu


Entidades de Hortolândia recebem mais de sete mil peças de roupas e calçados arrecadados na campanha Conexão Solidária

Solidariedade é a palavra da vez em Hortolândia. Os esforços para proteger a vida juntam-se com o desejo da população de ajudar o próximo. A campanha Conexão Solidária arrecadou 7.250 peças de roupas e calçados e 810 quilos de materiais. A mobilização ocorreu graças à parceria entre a Prefeitura e a EPTV. Entidades credenciadas junto ao Banco de Alimentos do município, órgão da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, já receberam as doações e comemoram a ajuda destinada a quem mais necessita.

"Com a doação de roupas que recebemos da Conexão Solidária, conseguimos beneficiar aproximadamente 80 famílias. Esta ação foi muito importante. Peço que quem puder continue nos ajudando. Toda ajuda faz bem às pessoas que precisam, principalmente em um momento delicado como o que estamos vivendo nesta pandemia do Coronavírus", explica Maria Sônia Souza, assistente social no Núcleo Vinde a Mim, uma das associações que receberam parte da doação.

A força da doação

Além das roupas e calçados, as 10 associações sociais credenciadas, que cuidam de pessoas em vulnerabilidade social, também receberam aproximadamente 770 quilos de alimentos, 420 unidades de produtos de higiene e limpeza e 50 unidades de máscaras obtidos na Conexão Solidária. A iniciativa visa ajudar na prevenção e assistência a famílias em vulnerabilidades social, nesse período de quarentena para conter o avanço do novo Coronavírus.

"As doações de roupas e calçados chegaram a aproximadamente 30 pessoas em situação de rua que, durante a pandemia, estão recebendo assistência no Ginásio Poliesportivo Victor Savalla. Agradecemos esta ajuda e pedimos que as doações continuem", comenta Victor Costa, presidente do Instituto Esperançar que recebeu os donativos por meio da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social. A organização acolhe moradores de rua.

Conexão Solidária

A ação seguiu as orientações de segurança para que as pessoas não precisassem sair do carro para entregar os produtos doados. Todos os voluntários usaram máscaras e havia álcool gel disponível no local. De acordo com o portal G1, ao todo, juntas, as prefeituras participantes da região de Campinas (SP) arrecadaram 52,85 toneladas de alimentos, produtos de limpeza, roupas e mais 3.636 unidades de produtos de higiene.

“A pandemia da COVID-19 é uma novidade no mundo inteiro. Fomos a primeira Prefeitura da região a tomar as primeiras medidas de prevenção com a criação do Comitê de Combate ao Coronavírus. A partir desta equipe formada por profissionais técnicos, analisamos todas as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde), Ministério da Saúde do Brasil, Secretaria de Estado, além dos profissionais da área de atuação com conhecimentos específicos e embasamento científico para tomar cada medida que tem como principal objetivo, a proteção à vida. Estamos tomando todas as providências que estão ao nosso alcance para juntos, combatermos a epidemia com todas suas consequências. Por meio de mais esta ação, o governo soma esforços com a solidariedade de todos para juntos, vencermos esta batalha”, afirmou o prefeito Angelo Perugini.

Veja como realizar doações:

Funsol (Fundo Social de Solidariedade do Município de Hortolândia)

Fone: (19) 39651400 / Ramal: 8224

 

Ginásio Poliesportivo Victor Savala acolhe população em situação de rua

A fim de evitar a disseminação do Coronavírus (COVID-19) na cidade, a Prefeitura de Hortolândia adota novas medidas de proteção à população em situação de rua. Agora, o acolhimento das pessoas em vulnerabilidade social é realizado no Ginásio Poliesportivo Victor Savala, no Jardim Nossa Senhora de Fátima (ver endereço abaixo). O novo “abrigo” funciona 24 horas, todos os dias da semana, por tempo indeterminado. O Ginásio funciona na Rua Agnaldo Gomes Cardoso, 500. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone 3965-5951. A ação é realizada por meio de parceria entre as secretarias de Inclusão e Desenvolvimento Social e de Esporte e Lazer.

“Este é um espaço amplo e evita a aglomeração. Até o momento, temos aproximadamente 32 pessoas no local, recebendo atendimento. São oferecidas três refeições por dia: café da manhã, às 8h; almoço, ao meio-dia, e jantar, às 19h. Elas são feitas na arquibancada, com espaço amplo de distância para evitar contaminação”, informa o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Régis Athanázio Bueno. 

Além das refeições, a Prefeitura também disponibiliza banho e itens de uso pessoal. “O banho é realizado individualmente, nos vestiários. Na instalação, há cômodo especial para as mulheres, além da entrega de roupas, roupas de cama e colchões. Os atendidos recebem orientação para melhor higienização, inclusive com álcool em gel e, se necessário, recebem uma máscara para proteção. As luzes do ginásio se apagam às 22h para o repouso”, complementa o secretário.

De acordo com a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, a ação de acolhimento é feita junto com o Instituto Esperançar. A entidade social recolhe moradores de ruas que estavam os abrigos da cidade. A medida visa evitar a aglomeração nestes espaços.

Confira abaixo os telefones disponíveis para informações e dúvidas sobre o Coronavírus:

(19) 99976-2434

(19) 99929-8987

(19) 97171-5369

(19) 99976-2498

(19) 99976-2276

(19) 99920-3204

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

 

Abertas inscrições para segundo módulo do Curso de Inclusão Digital

Quem mora na região do Jd. Rosolen e quer aprender a usar a internet com segurança e desenvoltura, é bom ficar atento a esta dica da Prefeitura de Hortolândia. Ainda há vagas para o módulo 2 do “Curso de Inclusão Digital”, que a Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social promoverá gratuitamente no CCS (Centro de Convivência Social) Jd. Rosolen, a partir do dia 16 deste mês. 

Há dois horários disponíveis, ambos às segundas-feiras: das 9h às 10h30 (turma 1) e das 14h às 15h30 (turma 2). As vagas são limitadas. Caso a turma esteja completa, os interessados entram em lista de espera. Embora voltado aos idosos inscritos no módulo 1, podem se inscrever moradores de Hortolândia, desta região de abrangência, sem restrição de idade. O curso é  ministrado pelos oficineiros do CCS, Vinícius Butioli e Luiz Gustavo dos Santos, e dura entre três e quatro meses. 

O CCS Jd. Rosolen está localizado na Rua Guido Rosolen, 177, próximo à E.E. (Escola Estadual) Guido Rosolen. Dúvidas podem ser esclarecidas pelos telefones 3809-3164 e 3845-7308.

Para o secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social, Régis Athanázio Bueno, o Curso de Inclusão Digital “atende ao desejo dos idosos de estarem atualizados e integrados com as ferramentas e aplicativos do celular, já que as pessoas ficam cada vez menos tempo ‘desconectadas’. As expectativas e os objetivos do curso estão voltados para a atualização tecnológica e aquisição de conhecimento nesta área, conforme a demanda advinda dos participantes”.

Em fevereiro deste ano, a Prefeitura também promoveu um “Workshop de Mídias Sociais”, para alertar os usuários sobre benefícios e riscos na utilização da rede mundial de computadores, em especial das redes sociais. 

Hortolândia terá desfile de modas inclusivo neste sábado (07/03)

A inclusão entra na passarela, neste sábado (07/03), a partir das 14h, durante o 2° Desfile de Modas Inclusivo, que acontece na entrada principal do Shopping Hortolândia, no Remanso Campineiro. O evento, com entrada gratuita, é promovido pelo projeto Pernas Voluntárias de Hortolândia e tem o apoio da Prefeitura, por meio do Funsol-Hortolândia (Fundo Social de Solidariedade).

Segundo os organizadores, o evento visa proporcionar, por meio do mundo da moda, reflexão e sensibilização do público quanto à necessidade de inclusão social de pessoas com deficiência. A primeira edição, em setembro de 2019, contou com a presença das famílias dos participantes. A deste ano contará também com a participação de lojistas do Shopping, que cederão roupas para o desfile, e apoio da Gráfica Perfil.

“O 2° Desfile Inclusivo mostra que não existem barreiras e proporciona uma tarde de integração entre as pessoas, independente da sua condição física. Todas as parcerias em prol da dignidade do cidadão são importantes, principalmente aquelas que contribuem com a inclusão”, afirma a presidente do Funsol-Hortolândia, Leila Pereira Dobelin.

Para a fundadora do projeto Pernas Voluntárias, Cristiane Rocha, o evento é uma oportunidade de “promover um debate e despertar a atenção do universo fashion para uma moda mais abrangente e adaptada às pessoas com deficiência, além de chamar atenção sobre o fortalecimento dos direitos para este público”. 

 

SERVIÇO:

2° Desfile de Modas Inclusivo

Data: sábado, 07/03/2020

Hora: 14h

Local: Entrada Principal (C&A) do Shopping Hortolândia, R. José Camilo de Camargo, 5 - Remanso Campineiro

Assinar este feed RSS