Menu


Ampliação do Banco de Alimentos garantirá aumento de 30% na captação de doações

Em breve, o Banco de Alimentos de Hortolândia terá sua capacidade de captação ampliada em, pelo menos, 30%. Isso porque o espaço de manipulação e de armazenamento de alimentos será reformado, graças a um convênio entre a Prefeitura e o Ministério da Cidadania, que garantiu investimentos de R$ 350.000,00 para ampliação da área física, adequações sanitárias e atendimento à Lei de Acessibilidade. As obras já iniciaram. A previsão da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, responsável pelo órgão, é que o serviço seja concluído ainda neste ano.

 

 

De acordo com a diretora do Departamento de Segurança Alimentar da Prefeitura, Alessandra Sarto, entre as melhorias que têm sido implantadas no Banco de Alimentos estão a ampliação das áreas de armazenamento e de cursos, a colocação de um novo portão, a construção de um depósito para materiais de limpeza e de um banheiro. “Também haverá investimentos para a compra de equipamentos, como balança, carrinho para transporte de alimentos, geladeira e freezer, computador e eletrodomésticos para a cozinha experimental”, destacou Alessandra. “Com esta ampliação e as aquisições, vamos ter mais espaço para receber doações, manipular alimentos e armazenar os itens. Nossa estimativa é ampliar em 30% a capacidade de captação de doações”, enfatizou a diretora.

 

Fundado há 13 anos, o Banco de Alimentos da Prefeitura promove a distribuição mensal gratuita de gêneros alimentícios a 10 entidades cadastradas no Programa de Segurança Alimentar. A ação beneficia cerca de 600 pessoas em situação de vulnerabilidade atendidas nestas instituições, gente que tem sua alimentação reforçada, graças às doações.

 

Empresas, comércios ou pessoas físicas que quiserem ajudar estas entidades podem participar da campanha permanente de arrecadação de gêneros alimentícios. São aceitos arroz, feijão, leite, óleo, macarrão e outros itens essenciais para garantir a segurança alimentar das pessoas. Para doar, basta entrar em contato pelo telefone (19) 99976-2175 ou por e-mail:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

 

Além da doação periódica de gêneros alimentícios, o Banco de Alimentos de Hortolândia também realiza qualificações e cursos gratuitos na área de Educação Alimentar, com foco no aproveitamento integral dos alimentos, na alimentação saudável e na promoção da saúde. Mais de 30 mil pessoas, dentre elas membros da comunidade e estudantes da rede municipal, já participaram das atividades até agora.

Banco de Alimentos da Prefeitura recebe nova doação de cestas básicas

A solidariedade está contagiando de forma positiva a sociedade, nesta pandemia. A cada dia, chegam novas doações ao Banco de Alimentos da Prefeitura, órgão da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. Nesta terça-feira (26/05), mais 15 cestas básicas foram entregues à equipe, desta vez pela Acoma (Associação dos Comerciantes de Material de Construção de Campinas e Região). Os alimentos vão reforçar a mesa de famílias atendidas pelas 10 entidades cadastradas no Programa de Segurança Alimentar. Atualmente, estas instituições atendem mais de 600 pessoas em situação de vulnerabilidade, no município.

Empresas, comércios ou pessoas físicas que quiserem ajudar estas entidades podem participar da campanha permanente de arrecadação de gêneros alimentícios. São aceitos arroz, feijão, leite, óleo, macarrão e outros itens essenciais para garantir a segurança alimentar das pessoas. Para doar, basta entrar em contato pelo telefone (19) 99976-2175 ou por e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

“O Banco de Alimentos recebe qualquer tipo de alimento não perecível, em condições de consumo, em embalagem lacrada e dentro do prazo de validade. Indústrias e comércios que quiserem podem fazer doação de itens excedentes, assim como famílias que desejam ajudar com doação, mesmo que em pequenas quantidades. Todas as doações são importantes, principalmente neste momento de pandemia, em que muitas pessoas enfrentam dificuldades para trabalhar por causa da necessidade do isolamento social”, destacou a diretora do Departamento de Segurança Alimentar da Prefeitura, Alessandra Sarto.

Banco de Alimentos

Fundado há 13 anos, o Banco de Alimentos da Prefeitura promove a distribuição mensal gratuita de gêneros alimentícios às entidades cadastradas no Programa de Segurança Alimentar. A ação beneficia as pessoas atendidas nestas instituições, gente que tem sua alimentação reforçada, graças às doações.

Além da doação periódica de gêneros alimentícios, o Banco de Alimentos de Hortolândia também realiza qualificações e cursos gratuitos na área de Educação Alimentar, com foco no aproveitamento integral dos alimentos, na alimentação saudável e na promoção da saúde. Mais de 30 mil pessoas, dentre elas membros da comunidade e estudantes da rede municipal, já participaram das atividades até agora.

Entidades cadastradas ao Banco de Alimentos da Prefeitura recebem cestas básicas doadas pela empresa Patrus

A solidariedade tem rendidos bons frutos, em Hortolândia. O Banco de Alimentos da Prefeitura, órgão da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, recebeu 15 cestas básicas doadas pela empresa Patrus, com sede no município. Os kits de alimentos foram destinados, na última semana, às entidades cadastradas no Programa de Segurança Alimentar. Atualmente, 10 entidades são assistidas pelo Banco de Alimentos, instituições que atendem mais de 600 pessoas em situação de vulnerabilidade.

Empresas, comércios ou pessoas físicas que quiserem ajudar estas entidades podem participar da campanha permanente de arrecadação de gêneros alimentícios. São aceitos arroz, feijão, leite, óleo, macarrão e outros itens essenciais para garantir a segurança alimentar das pessoas. Para doar, basta entrar em contato pelo telefone (19) 99976-2175 ou por e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

“O Banco de Alimentos recebe qualquer tipo de alimento não perecível, em condições de consumo, em embalagem lacrada e dentro do prazo de validade. Indústrias e comércios que quiserem podem fazer doação de itens excedentes, assim como famílias que desejam ajudar com doação, mesmo que em pequenas quantidades. Todas as doações são importantes, principalmente neste momento de pandemia, em que muitas pessoas enfrentam dificuldades para trabalhar por causa da necessidade do isolamento social”, destacou a diretora do Departamento de Segurança Alimentar da Prefeitura, Alessandra Sarto.

Banco de Alimentos

Fundado há 13 anos, o Banco de Alimentos da Prefeitura promove a distribuição mensal gratuita de gêneros alimentícios às entidades cadastradas no Programa de Segurança Alimentar. A ação beneficia as pessoas atendidas nestas instituições, gente que tem sua alimentação reforçada, graças às doações.

Além da doação periódica de gêneros alimentícios, o Banco de Alimentos de Hortolândia também realiza qualificações e cursos gratuitos na área de Educação Alimentar, com foco no aproveitamento integral dos alimentos, na alimentação saudável e na promoção da saúde. Mais de 30 mil pessoas, dentre elas membros da comunidade e estudantes da rede municipal, já participaram das atividades até agora.

Banco de Alimentos busca doações de gêneros alimentícios para atender entidades cadastradas

Em tempos difíceis, seja solidário. O Banco de Alimentos da Prefeitura de Hortolândia, órgão da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, está precisando de doações. A campanha permanente de arrecadação de gêneros alimentícios beneficia, atualmente, 10 entidades cadastradas no Banco de Alimentos, instituições que atendem mais de 600 pessoas em situação de vulnerabilidade. Além disso, neste momento de combate ao Coronavírus, os serviços do município que estão atuando no enfrentamento à pandemia também são atendidos pelo Bando de Alimentos. São aceitos arroz, feijão, leite, óleo, macarrão e outros itens essenciais para garantir a segurança alimentar das pessoas. Empresas, comércios e também pessoas físicas que quiserem doar, devem entrar em contato pelo telefone (19) 99976-2175 ou por e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

De acordo com a diretora do Departamento de Segurança Alimentar da Prefeitura, Alessandra Sarto, podem ser doados itens que compõem a cesta básica entregue mensalmente a pessoas de baixa renda. “O Banco de Alimentos recebe qualquer tipo de alimento não perecível, em condições de consumo, em embalagem lacrada e dentro do prazo de validade. Indústrias e comércios que quiserem podem fazer doação de itens excedentes, assim como famílias que desejam ajudar com doação, mesmo que com pequenas quantidades. Todas as doações são importantes, principalmente neste momento em que muitas pessoas enfrentam dificuldades para trabalhar por causa da necessidade do isolamento social”, destacou Alessandra.

Banco de Alimentos

Fundado há 13 anos, o Banco de Alimentos da Prefeitura promove a distribuição mensal gratuita de gêneros alimentícios às entidades cadastradas no Programa de Segurança Alimentar. A ação beneficia as pessoas atendidas nestas instituições, gente que têm sua alimentação reforçada, graças às doações.

Além da doação periódica de gêneros alimentícios, o Banco de Alimentos de Hortolândia também realiza qualificações e cursos gratuitos na área de Educação Alimentar, com foco no aproveitamento integral dos alimentos, na alimentação saudável e na promoção da saúde. Mais de 30 mil pessoas, dentre elas membros da comunidade e estudantes da rede municipal, já participaram das atividades até agora.

 

Banco de Alimentos da Prefeitura recebe doações para manter auxílio a pessoas de baixa renda

Para auxiliar quem mais precisa, em Hortolândia, o Banco de Alimentos da Prefeitura pede ajuda à comunidade. A fim de arrecadar itens que compõem a cesta básica doada mensalmente a mais de três mil pessoas de baixa renda, o Departamento de Segurança Alimentar da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia promove uma campanha permanente de arrecadação de gêneros. Toda ajuda é bem-vinda e fará diferença na vida de quem está em vulnerabilidade social.

O Banco de Alimentos recebe qualquer tipo de alimento em condições de consumo, sem embalagem violada e dentro do prazo de validade. Quem quiser ajudar poderá fazer a sua doação pessoalmente, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na própria sede do órgão, na Rua Maria Catarina Vasconcelos Pinheiro, 65, no Parque Odimar, próximo à empresa farmacêutica EMS. O Banco também busca alimentos nas empresas e residências. Neste caso, é preciso agendar a retirada por meio do telefone 3845-6630.

Fundado há 13 anos, o Banco de Alimentos da Prefeitura promove a distribuição mensal gratuita de gêneros alimentícios, feita por meio de 28 entidades cadastradas no programa. A ação beneficia, atualmente, mais de 3 mil pessoas, que têm sua alimentação reforçada, graças a esta doação.

De acordo com a gerente de Divisão do Departamento de Segurança Alimentar, Cristiane Pessoa da Paz, o Banco de Alimentos se mantém graças a parcerias institucionais e governamentais, tais como o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) e de campanhas de arrecadação de alimentos e eventos.

Segundo a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, a seriedade e os resultados na realização do Programa de Segurança Alimentar colocaram Hortolândia na Rede Brasileira de Bancos de Alimentos. A entidade nacional referencia o Banco como Equipamento Público de Alimentação e Nutrição apto a receber, triar e distribuir alimentos.

Cursos ensinam alimentação saudável e geração de renda

Além da doação periódica de gêneros alimentícios, o Banco de Alimentos de Hortolândia também realiza formações gratuitas na área de Educação Alimentar, com foco no aproveitamento integral dos alimentos, na alimentação e saúde. O objetivo é criar oportunidades para que os atendidos rompam o ciclo de vulnerabilidade social, seja ingressando no mercado formal de trabalho, seja aprendendo a gerar renda. Para tanto, oferece cursos gratuitos como Oficinas de Pães e de Ovos de Páscoa, dentre outros. Mais de 30 mil pessoas, dentre elas membros da comunidade e estudantes da rede municipal, já participaram das atividades até agora.

A expectativa da diretora de Segurança Alimentar e Nutricional, Alessandra Sarto, é, nesta mobilização, sensibilizar os moradores da cidade em geral, as pessoas físicas, mostrando o papel do Banco de Alimentos e dizendo que elas podem fazer algo para melhorar a qualidade de vida e assegurar o direito à alimentação adequada às pessoas de baixa renda.

Cidadão Solidário

No último sábado (30/11), por meio da Campanha “Cidadão Solidário”, o Banco de Alimentos da Prefeitura arrecadou 1,2 tonelada de alimentos. A iniciativa mobilizou 47 pessoas, a maioria voluntários, que passaram o dia em dois supermercados da cidade, sensibilizando a população: o Good Bom, no Jd. do Bosque, e o Pague Menos, no Jd. Santa Izabel.

Para Alessandra, embora o total arrecadado não seja vultoso, é muito bem-vindo, pois contribui para a alimentação das famílias cadastradas. “As campanhas são muito importantes para sensibilizar as pessoas quanto à importância de participar e doar, qualquer que seja a época do ano. Agora, aguardamos a arrecadação que será feita durante a Cantata de Natal desta quinta-feira (05/12)”, afirma a diretora.

 

Prefeitura faz chamamento público para cadastrar organizações sociais junto ao Banco de Alimentos

A Prefeitura abriu chamamento público para credenciar, junto ao Programa Banco de Alimentos, organizações sociais que atuam em Hortolândia. O Programa é desenvolvido pelo Departamento de Segurança Alimentar da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. O objetivo do chamamento n° 05/2019 é firmar Acordo de Cooperação entre as partes.

A medida foi publicada no Diário Oficial Eletrônico do Município, na edição 685. O Edital de n° 149/2019 está disponível para os interessados até o dia 20 de dezembro, data em que se encerra o período de inscrição. Edital e anexos estão disponíveis no portal da Prefeitura (www.hortolandia.sp.gov.br). Também pode ser retirados de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h às 16h30, no próprio Departamento de Segurança Alimentar, que fica no Centro de Formação dos Profissionais da Educação “Paulo Freire”, localizado na Rua Euclides Pires de Assis, 205, no Remanso Campineiro. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone 3897-8404.

Segundo Cristiane Pessoa da Paz, gerente de Divisão do Departamento de Segurança Alimentar, o chamamento público visa “tornar mais transparente o atendimento prestado no Banco de Alimentos, permitindo o ingresso de novas entidades ou a saída das que não desejam mais participar”.

Fundado há 13 anos, o Banco de Alimentos da Prefeitura promove a distribuição mensal gratuita de gêneros alimentícios, feita por meio de 28 entidades atualmente cadastradas no programa. A ação beneficia mais de 3 mil pessoas, que têm sua alimentação reforçada, graças a esta doação.

Assinar este feed RSS