Menu


Hortolândia avança para fase amarela e publica novo decreto neste domingo (09/08)

Nesta sexta-feira (07/08), Hortolândia avança para a “Fase 3 – Amarela", do “Plano São Paulo”. A Prefeitura começa a elaborar um novo decreto municipal, que será publicado neste domingo (09/08), de retomada consciente das atividades na cidade. O documento será baseado nos protocolos e orientações do Governo do Estado.

A fase 3 é uma etapa de flexibilização que permite a liberação de demais setores para a retomada das atividades, com a abertura do comércio por seis horas diárias e amplia a capacidade de atendimento de 20% para 40%. Além disso, libera o funcionamento de salões de beleza, cabeleireiros, manicure e pedicure, academias, bares e restaurantes, para consumo no local.

O Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento do Coronavírus (COVID-19), da Prefeitura, se prepara para realizar a publicação com as novas orientações, que começarão a valer a partir da data de sua publicação, e iniciará um novo trabalho de acompanhamento, apoio e orientação aos empresários, comerciantes, prestadores de serviços e toda a população.

Dentre os critérios definidos para a cidade e toda a RMC se enquadrarem na terceira fase estão taxa de ocupação dos leitos de UTI e o ritmo de crescimento do contágio. De acordo com a Administração Municipal, a implantação de 10 leitos de UTI no Hospital Municipal e dos leitos de tratamento semi-intensivo na Unidade Respiratória do Jd. Nova Hortolândia foi fundamental para Hortolândia entrar na segunda fase da retomada consciente e responsável das atividades econômicas.

Segundo o prefeito Angelo Perugini, avançar para a fase amarela é resultado de um trabalho conjunto. “Esta retomada é uma vitória de todos: dos comerciantes, que com todo o sacrifício, respeitaram as regras; dos líderes religiosos, que nos ajudaram na orientação dos fiéis e com responsabilidade apoiaram as medidas restritivas. Ressalto, também, o grande trabalho de nossas equipes de fiscalização, que com um espírito incansável, colocando a própria vida em risco, orientaram e dialogaram com todos de uma forma respeitosa e correta. Destaco a valorosa atuação de nossos médicos e profissionais de saúde, que trabalham de forma dedicada”, ressaltou Perugini.

Orientação ao comércio durante a pandemia

A Prefeitura de Hortolândia criou, em março, o Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento do Coronavírus, para avaliar, propor e colocar em práticas medidas de prevenção e disseminação da COVID-19.

A Operação de Orientação sobre o Coronavírus nos comércios tem se intensificado, a cada dia. Desde 21 de março, equipes da Administração Municipal percorrem a cidade, de domingo a domingo, para orientar e conscientizar sobre os protocolos de higiene e dispersar aglomerações.

De acordo com a Secretaria de Segurança, foram orientados e fiscalizados mais de 3 mil estabelecimentos, durante a pandemia, até agora. O trabalho orientativo, para conter a disseminação do vírus, é realizado em todas as regiões de Hortolândia por uma força tarefa formada pela Guarda Municipal, pelo Setor de Fiscalização e pela Vigilância Sanitária.

Para evitar aglomerações no final de semana do "Dia dos Pais" fiscalização será intensificada

Neste final de semana do Dia dos Pais, a Prefeitura de Hortolândia intensificará a fiscalização para evitar ocorrências ligadas à aglomeração de pessoas e perturbação do sossego, em todas as regiões da cidade. O trabalho da GM (Guarda Municipal) e do Setor de Fiscalização faz parte das ações para evitar a disseminação do Coronavírus no município. As guarnições realizarão patrulhas e atendimentos às denúncias da população para evitar festas clandestinas em áreas públicas e privadas. No final de semana passada, foram registradas 71 ocorrências ligadas a este tipo de delito em plena pandemia.

"Necessitamos diminuir estes números, ainda mais. A colaboração das pessoas para proteger a própria vida e a vida de todos é muito importante. Precisamos do esforço da população para nos ajudar no combate a esse vírus", explica a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena Quinete.

Segundo a Secretaria de Segurança, desde janeiro, 2.074 ocorrências ligadas à perturbação do sossego e aglomeração de pessoas foram atendidas pela GM. Nos meses de pandemia do Coronavírus, foram registrados os maiores números de ocorrências. De março até agora, 1.681 casos foram atendidos.

"Mais da metade das ocorrências deste tipo foi atendida durante a pandemia. Continuaremos fiscalizando, orientando e protegendo as pessoas. Lembramos que a realização de eventos clandestinos em espaços privados também está proibida e o responsável poderá responder pela desobediência", observou Michele.

De acordo com a Secretaria de Governo, os responsáveis por organizar festas clandestinas podem ser multados em até R$ 5.000,00, segundo as leis de perturbação do sossego, e o local da confraternização será lacrado.

Multas para pipas com cerol continuam

Ainda de acordo com a Secretaria de Segurança, as ações da GM para combater o uso de cerol em pipas também contribuem para a queda do número de aglomeração de pessoas nas ruas, nos finais de semana. Os agentes da força de segurança da Administração Municipal intensificarão o trabalho para evitar esta situação. Caso alguém seja flagrado usando cerol, o munícipe será multado em R$ 100,00. Se for menor de idade, os pais serão responsabilizados. A multa irá para o Sistema Tributário Municipal de Multas, por meio do CPF (Cadastro de Pessoa Física) do infrator.

Como denunciar

O munícipe que flagrar estas situações pode denunciar os infratores. Eles podem ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

 

Unidades de saúde passam por nova etapa de descontaminação contra o Coronavírus

Agentes da Prefeitura de Hortolândia realizaram, nesta sexta-feira (07/08), mais uma etapa de descontaminação contra o Coronavírus em todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e UPAs-24h (Unidades de Pronto Atendimento), além do Hospital Municipal Mário Covas. O trabalho foi realizado, ainda, em comércios, portarias de condomínios, áreas de saúde, pontos de ônibus, praças, espaços públicos, ruas e avenidas dos jardins do Bosque, Santa Clara do Lago, Santo André e Santa Rita de Cássia.

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, o trabalho permanecerá nos próximos dias, por tempo indeterminado, em diversas regiões da cidade. A descontaminação é realizada todos os dias, desde o dia 25 de março, com o objetivo de conter a disseminação da COVID-19 no município. O serviço também acontece em outras áreas, como agências bancárias e locais de serviços considerados essenciais.

Na descontaminação, geralmente, são usados dois caminhões-pipas com capacidade para 8.000 e 8.500 litros de água com a mistura de 30 litros de hipoclorito para formular a solução desinfetante.

Túneis de descontaminação

Além do serviço realizado nas áreas externas, a Prefeitura de Hortolândia instalou um túnel inflável de descontaminação na entrada do Hospital Municipal Mário Covas, localizado no Jd. Mirante. Os aparelhos também foram montados na UPA-24h Nova Hortolândia/Unidade Respiratória e nas UPAs-24 Jd. Rosolen e Jd.Amanda.

 

 

Hortolândia cria comissão para avaliar possível volta de aulas presenciais ou manutenção do ensino remoto na rede municipal de educação

A Prefeitura de Hortolândia criou a Comissão Especial para tratar da retomada das aulas presenciais ou finalização do ano letivo somente com aulas remotas, frente à pandemia do Coronavírus. O objetivo da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia é dar voz a representantes de vários segmentos, convidando-os a participar da elaboração do documento, a fim de garantir múltiplas contribuições nos temas a serem discutidos sobre o “protocolo de biossegurança”, visando garantir a segurança física, biológica e a saúde dos alunos e de todos os profissionais da educação.

Caso não ocorra o retorno das aulas presenciais, a Comissão Especial discutirá ações com objetivo de legitimar a finalização do ano letivo de 2020, para os, aproximadamente, 26 mil alunos da rede municipal e escolas particulares conveniadas no programa Bolsa Creche, dentro dos dispositivos e embasamentos legais.

A comissão foi oficializada por meio da publicação no Diário Oficial Eletrônico no dia 28 de julho de 2020, com a Portaria nº 19/2020. Ela é composta pela secretária de Educação e por diretores de Departamentos, representante do Conselho Municipal de Educação, Supervisão Pedagógica, Coordenação Pedagógica, gestores, professores, pais, funcionários de todos os segmentos das escolas municipais, conveniadas e particulares, gestor e professor da Educação Especial, agentes de políticas sociais, representante da Secretaria de Saúde, do Conselho Tutelar, do CMDCA (Conselho Municipal da Criança e do Adolescente) e do CAE (Conselho de Alimentação Escolar).

A primeira reunião da comissão foi realizada no dia 31 de julho, no Centro de Formação dos Profissionais em Educação “Paulo Freire”, adotando todos os cuidados necessários de higiene, como a utilização de máscaras e distanciamento social. Na pauta, foram discutidas as ações já desenvolvidas até o presente momento, desde a suspensão das aulas presenciais em 23 de março. Também iniciaram o trabalho de avaliação do cenário municipal, para elencar as condições necessárias para garantir todos os cuidados nas áreas de higiene, cuidados pessoais, individuais e coletivos numa possível volta às aulas presenciais.

Atualmente, a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia fortalece cada vez mais as ações pedagógicas, reorganizando todo o trabalho, a fim de oferecer os conteúdos e atividades, durante esse período de suspensão de aulas presenciais, por meios digitais, em plataformas virtuais de ensino e aprendizagem, redes sociais, correio eletrônico, Blog Institucional Educacional e por meio da criação de videoaulas por docentes e agentes educacionais, além de oferecer atividades impressas para os alunos que não possuem acesso à internet.

“Tendo em vista a suspensão das aulas presenciais, por conta da pandemia, faz-se necessário, assim como em várias outras cidades do país estão fazendo, pensar coletivamente como organizar o final do ano letivo e como preparar as nossas escolas para a retomada das aulas presenciais, que ainda não sabemos se será nesse ou, somente, no início do próximo ano. Vários segmentos da sociedade civil e do poder público têm-se reunido e continuarão se reunindo, organizando um planejamento, avaliando todo o cenário municipal, de forma a garantir educação de qualidade e, principalmente, a segurança da saúde dos nossos alunos e dos nossos profissionais da educação”, ressaltou a secretária de Educação, Ciência e Tecnologia, Sandra Fagundes Freire.

 

Prefeitura e Farma Conde iniciam pulverização contra o Coronavírus

Começou, nesta segunda-feira (03/08), o serviço de pulverização, realizado pela empresa Farma Conde em parceria com a Prefeitura, para combater a disseminação do Coronavírus em Hortolândia. O primeiro dia de serviço foi nas regiões Central e dos jardins Amanda e Rosolen. Esta é mais uma parceria da Administração Municipal com a iniciativa privada para contribuir com a saúde da população. O trabalho, que é realizado com um líquido desinfetante, continua, nesta terça-feira (04/08), nas mesmas regiões, nas principais ruas e avenidas, além de praças, parques e espaços públicos. No total, 840 quilômetros lineares, entre ruas, avenidas e calçadas, serão descontaminados.

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, para realizar a pulverização em Hortolândia, são utilizados sete tratores que transportam pulverizadores de grande porte, com capacidade reservatória de até dois mil litros. Para percorrer áreas menos extensas e de difícil acesso, trabalhadores utilizam 15 equipamentos de costas com capacidade de 20 litros, manuseados individualmente.

Produto desinfetante não oferece riscos à biodiversidade

A matéria-prima utilizada é o hipoclorito de sódio, produto largamente utilizado como desinfetante. É importante ressaltar que o produto não oferece toxidade para o ser humano nem para animais e conta com aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

O Presidente do Grupo Conde, Mário Muniz, ressaltou a importância das parcerias neste momento. “A Farma Conde acredita que, nesse momento, todos os segmentos da sociedade precisam dar sua colaboração para combater a pandemia do Coronavírus. Esperamos também que nossa iniciativa inspire outros empresários na adoção de ações de apoio ao poder público”, enfatizou Muniz.

Descontaminação contribui com a saúde da população

Além da pulverização, a Prefeitura também realizou, nesta segunda-feira (03/08), a descontaminação com água e hipoclorito de sódio utilizando um caminhão-pipa na praça localizada em frente ao Hospital Municipal Mário Covas, além do próprio prédio da unidade de saúde, localizada no Jd. Mirante. Também receberam o serviço os prédios das UBSs (Unidades Básicas de Sáude) dos jardins Campos Verdes, Santa Clara do Lago, Figueiras, Estrela, Novo Ângulo, Santiago, São Jorge e os comércios localizados nas principais avenidas destes bairros . O trabalho de descontaminação, realizado por agentes da Administração Municipal, ocorre desde o dia 25 de março e permanece por tempo indeterminado.

"Este trabalho já beneficiou todas as regiões da cidade, passando pelo Hospital Municipal Mário Covas, UPAs-24h (Unidades de Pronto-Atendimento) e demais unidades de saúde, assim como pelas principais ruas e avenidas do município. A descontaminação também acontece em outras áreas, como portarias de condomínios, agências bancárias, padarias, supermercados, farmácias, postos de gasolina e outros locais de serviços considerados essenciais", observa o secretário de Serviços Urbanos, Francisco Raimundo da Silva.

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, o cronograma é realizado, visando atender a demanda e as prioridades, com foco na saúde da população.

Túneis de descontaminação

Pensando na segurança da saúde da população, um túnel inflável de descontaminação foi instalado pela Prefeitura na entrada do Hospital Municipal Mário Covas. Os aparelhos também foram montados na UPA-24h Nova Hortolândia/Unidade Respiratória e nas UPAs-24 Jd. Rosolen e Jd.Amanda.

 

Plantão da Guarda Municipal e Fiscalização combaterá aglomeração de pessoas no final de semana

Equipes da Guarda Municipal e do Setor de Fiscalização da Prefeitura de Hortolândia farão, neste final de semana, mais um plantão 24 horas a fim de evitar aglomeração de pessoas e perturbação do sossego, em todas as regiões do município. A operação, em respeito e zelo pela vida da população, faz parte do combate à disseminação do Coronavírus. O trabalho fiscaliza e orienta moradores a não realizar confraternizações em espaços públicos e privados, além do funcionamento do comércio. Os agentes realizarão ações por toda a cidade, continuamente, até o domingo (02/08).

De acordo com a Secretaria de Governo, os responsáveis por organizar festas clandestinas podem ser multados em até R$ 5.000,00, segundo as leis de perturbação do sossego, e o local da confraternização será lacrado.

“A população tem a falsa impressão de que é permitida a realização de confraternização e eventos em espaços privados, já que os ‘fluxos’ nos espaços públicos foram reduzidos graças à atuação severa das equipes da Administração Municipal, mas isso não é verdade. Continuaremos realizando trabalho preventivos, mantendo a segurança e evitando aglomeração de pessoas, perturbação do sossego e a disseminação do Coronavírus no município", explica a comandante da Guarda Municipal, Michele Cardena Quinete.

Após o final de semana, o trabalho também seguirá. As operações, além de evitarem aglomeração de pessoas e perturbação de sossego, também orientam sobre o funcionamento de comércios essenciais e não-essenciais.

Segundo a Secretaria de Segurança, desde janeiro, 1.928 ocorrências ligadas à perturbação do sossego e aglomeração de pessoas foram registradas e atendidas pela GM. Nos meses de pandemia do Coronavírus, foram registrados os maiores números de ocorrências. Só em junho, por exemplo, os agentes atenderam 386 ocorrências deste tipo na cidade.

Multas para pipas com cerol continuam

Ainda de acordo com a Secretaria de Segurança, as ações da GM para combater o uso de cerol em pipas também contribuíram para a queda do número de aglomeração de pessoas nas ruas, no último final de semana. Os agentes da força de segurança da Administração Municipal intensificarão o trabalho para evitar esta situação. Caso alguém seja flagrado usando cerol, o munícipe será multado em R$ 100,00. Se for menor de idade, os pais serão responsabilizados. A multa irá para o Sistema Tributário Municipal de Multas, por meio do CPF (Cadastro de Pessoa Física) do infrator.

 

Como denunciar

 

O munícipe que flagrar estas situações pode denunciar os infratores. Eles podem ser levados à delegacia. Denúncias que caracterizem aglomeração de pessoas ou perturbação de sossego podem ser feitas à corporação, a qualquer hora do dia ou da noite, pelo telefone 153 ou 0800-111-580.

 

Assinar este feed RSS