Menu


Prefeitura orienta moradores do Novo Ângulo a fazer ligação de esgoto em pontos comunitários

A fim de solucionar os problemas de saneamento básico detectados na fiscalização realizada no Jd. Novo Ângulo, na semana passada, a Prefeitura de Hortolândia e a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) constroem na região pontos comunitários. Deste modo, será possível a separação e a destinação correta da água pluvial e do esgoto.

Durante a fiscalização, agentes da Secretaria de Serviços Urbanos e da concessionária encontraram irregularidades em mais de 30 lotes, onde havia uma única rede para destinação e com empecilhos para que o problema fosse sanado diretamente nessas casas. Como várias casas possuem soleira negativa, quando o imóvel está localizado abaixo do nível da rede de esgoto, ou a construção foi feita no fundo do lote, impossibilitando a instituição da viela sanitária, a solução encontrada foi a construção de pontos comunitários.

A orientação é que cada proprietário faça a conexão com a rede correspondente à metragem do lote até o ponto de coleta de esgoto, mantendo a rede já existente somente para a destinação de águas pluviais. O prazo para a adequação é de, habitualmente, 30 dias, mas, em razão da pandemia de Coronavírus, pode ser prorrogado. Em caso de dúvida, os moradores podem entrar em contato com a Sabesp e a Secretaria de Serviços Urbanos.

Os agentes da Secretaria de Serviços Urbanos também informam a população sobre a importância de fazer a ligação correta da rede de esgoto, pois quando não há tratamento adequado deste, os prejuízos podem ser graves, tanto para a saúde pública com transmissão de doenças, quanto ao meio ambiente, uma vez que fontes, rios e recursos hídricos podem acabar contaminados. A ação visa ainda permitir que a cidade atinja os 100% de coleta e tratamento de esgoto. Atualmente, o índice alcançado é de 97,6%.

Após o encerramento do prazo, quem não realizar o procedimento será multado. O valor da multa varia de 50 a 3.000 UFMH (Unidade Fiscal Municipal de Hortolândia), ou seja, de R$171,60 à R$10.296,00.

Mais zeladoria

Além da fiscalização na rede de esgoto em diversos bairros, equipes da Prefeitura realizam, diariamente, serviços para melhorar o saneamento básico em Hortolândia. No Jardim Amanda, equipes realizam a limpeza do espelho d'água das lagoas do bairro com a retirada de aguapés. As plantas nascem na água, em razão do descarte irregular de dejetos domésticos. Estes e outros serviços continuarão ao longo da próxima semana.

Colaboração

O descarte irregular de lixo, entulho e resíduos é crime ambiental sujeito a multa, em Hortolândia. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, quem quiser ajudar na identificação de pessoas e veículos que praticam crime ambiental pode enviar fotos e textos para o aplicativo do Programa Agenda Verde, disponível para download gratuito, nas plataformas Google Play ou App Store. A identidade dos denunciantes é mantida em sigilo.

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus #MeioAmbiente #Saúde #CidadeLimpa

 

Prefeitura realiza limpeza e pintura de guias em principais ruas e avenidas da cidade

Equipes da Prefeitura de Hortolândia realizam, diariamente, trabalhos de limpeza urbana e pintura de guias nas principais ruas e avenidas da cidade. A rotina diária de manutenção acontece nas cinco regiões da cidade. Nesta terça-feira (26/05), a ação aconteceu no Jardim Rosolen e na área central. O objetivo é garantir maior segurança, trazendo mais visibilidade às guias.

“A intenção é tornar as principais ruas e avenidas mais limpas, organizadas e seguras, para motoristas e pedestres, além de melhorar, também, o aspecto visual. Esse trabalho é realizado de forma contínua pelas equipes da Secretaria e beneficia toda a cidade”, destacou o secretário de Serviços Urbanos, Francisco Raimundo da Silva.

Durante a semana passada, a ação foi realizada nas avenidas São Francisco de Assis, Olívio Franceschini, Thereza Ana Cecon Breda e João Basso e nas ruas Waldivia F. Da Silva, Miguel Antonio do Santos, Iziodora Rosa, Antônio Bairral, Miguel Gimenes Alves, Orlando Signorelli, Eleusina Batista da Silva, Diamante, Nelson Pereira Bueno, Eliza Laurinda da Silva, Henrique Gabe, João Camilo de Camargo e José Agostinho.

 #HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

Prefeitura fiscaliza ligações irregulares na rede de esgoto do Jardim Novo Ângulo

A fim de evitar o descarte irregular de esgoto em rios, ribeirões e mananciais, prejudicando o meio ambiente, a Prefeitura de Hortolândia fiscaliza periodicamente as ligações residenciais para identificar irregularidades nas redes de esgoto e de águas pluviais. Durante toda esta semana, o trabalho, realizado por meio da Secretaria de Serviços Urbanos, em conjunto com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), aconteceu na quadra de residências localizadas entre as ruas Pedro Júlio da Silva e Damião Antônio da Silva, no Jardim Novo Ângulo. Foram identificadas 40 ligações irregulares, num total de aproximadamente 150 residências fiscalizadas na quadra. A ação via ainda permitir que a cidade atinja os 100% de coleta e tratamento de esgoto. Atualmente, o índice alcançado é de 97,6 %.

Segundo a Secretaria de Serviços Urbanos, durante o serviço, equipes da Administração Municipal realizaram a técnica do fumacê. É aplicada uma fumaça não tóxica nos acessos às tubulações da rede de esgoto, tornando possível verificar lançamentos e ligações indevidas na rede. O trabalho continuará nos próximos dias em diferentes regiões da cidade.

Onde foram detectadas irregularidades, os moradores foram notificados a realizar a ligação correta para regularizar o descarte dos dejetos na rede de esgoto. Também foram orientados  sobre a importância da ligação correta da rede de esgoto para melhoria do saneamento básico e da qualidade de vida.

Após o encerramento do prazo, quem não realizar o procedimento será multado. O valor da multa varia de 50 a 3.000 UFMH (Unidade Fiscal Municipal de Hortolândia), ou seja, de R$171,60 à R$10.296,00.

Mais zeladoria

Além da fiscalização na rede de esgoto em diversos bairros, equipes da Prefeitura realizam, diariamente, serviços para melhorar o saneamento básico em Hortolândia. Nesta sexta-feira (22/05), foram realizados reparos e manutenção na rede de águas pluviais na Região Central. No Jardim Amanda, equipes continuaram a limpeza do espelho d'água das lagoas do bairro com a retirada de aguapés. As plantas nascem na água, em razão do descarte irregular de dejetos domésticos. Estes e outros serviços continuarão ao longo da próxima semana. Atualmente, 97,6% do esgoto em Hortolândia é tratado e coletado.

Colaboração

O descarte irregular de lixo, entulho e resíduos é crime ambiental sujeito a multa, em Hortolândia. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, quem quiser ajudar na identificação de pessoas e veículos que praticam crime ambiental pode enviar fotos e textos para o aplicativo do Programa Agenda Verde. Para baixar o aplicativo, basta fazer o download gratuito nas plataformas Google Play ou App Store do seu smartphone. A identidade dos denunciantes é mantida em sigilo. 

 

 

 

Para evitar descarte irregular de resíduos, população pode utilizar os PEVs

Apesar do trabalho de limpeza realizado diariamente pela Prefeitura, diversos pontos de descarte irregular de resíduos ainda são encontrados pela cidade. Essas ações geram problemas ambientais e até sanitários, colocando em risco a saúde pública. Para fazer a destinação correta de materiais recicláveis, a população pode procurar um dos seis PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Entulho e outros materiais recicláveis) existentes na cidade. Seis deles funcionam todos os dias, inclusive em feriados, das 8h às 12h e das 13h às 18h. Outros dois, no Parque Orestes Ôngaro e no Jd. Santiago, abrem de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 16h.

Nos PEVs, moradores podem descartar com segurança, gratuitamente, resíduos recicláveis e reaproveitáveis, como entulhos de construção, isopor, plástico PET, sofás, colchões velhos, o chamado “lixo eletrônico”, dentre outros. Neles, não é permitido o descarte de lixo orgânico, resíduos industriais e provenientes dos serviços de saúde.

No caso dos resíduos de construção, a quantidade de descarte é limitada a 1m³ por pessoa mensalmente (1.300kg, ou seja, cerca de 26 sacos de ráfia de 50kg ou o volume de uma caixa d’água de 1.000 litros).

Limpeza e manutenção

Os trabalhos de limpeza e manutenção acontecem, diariamente, de acordo com cronogramas elaborados nas cinco Regionais da Secretaria de Serviços Urbanos. Esta semana, as equipes trabalharam com roçagem, limpeza, pintura de guias e remoção de grandes resíduos em descartes irregulares por toda a cidade.

Na região central, a ação aconteceu na Av. Olívio Franceschini, nas ruas Nélson Pereira Bueno, Eliza Laurinda da Silva, Henrique Gabe e também no entorno do Palácio das Águas, do Conselho Tutelar, do prédio do Centro de Convivência da Melhor Idade e do Cier (Centro Integrado de Educação e Reabilitação) “Romildo Pardini”. O trabalho é realizado ainda em praças e parques, como a Praça Paineiras, a Praça do Bambino, Praça do Everest, Praça do Jardim Alvorada e a Praça dos Namorados, além de outros espaços públicos. Amanhã, o trabalho está previsto para acontecer nas ruas João Camilo de Camargo e José Agostinho.

Além desses locais citados, a Prefeitura distribui equipes de trabalho nas regiões do Jardim Nova Hortolândia, Rosolen, Jardim Amanda e Nova Europa.

Fiscalização

O descarte irregular de lixo, entulho e resíduos é crime ambiental sujeito a multa, em Hortolândia. Atualmente, os valores variam de R$ 340 a R$ 34.000. Segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, quem quiser ajudar na identificação de pessoas e veículos que praticam crime ambiental pode enviar fotos e textos para o aplicativo do Programa Agenda Verde.

Confira o endereço dos PEVs em funcionamento:

•PEV 1 – Auxiliadora, Rua Antônio João de Amorim, esquina com a Rua Sebastiana Oliveira da Silva;

•PEV 2 – Adelaide, Rua Paulo Roberto Soares (Antiga 9), esquina com a Rua Benedito Macedo;

•PEV 3 - Parque Gabriel, Avenida Joaquim Martarolli, 2005;

•PEV 4 – Interlagos, Rua Rio Tapajós (Antiga Rua 5);

•PEV 5 - Vila Real, Rua Orlando Cavalcante, esquina com a Rua Joaquim Gregório de Moraes;

•PEV 6 - Jardim Amanda, Rua Augusto dos Anjos, s/n°;

•PEV 7 – Orestes Ôngaro, Rua Rio Pardo (antiga Rua 13), 50, dentro do Aterro de Inertes (atendimento de segunda a sexta-feira);

•PEV 8 – Jd. Santiago, Rua João Joaquim Calixto, 230 (atendimento de segunda a sexta-feira).

Obra concluída, aguardando vistoria da Caixa Econômica Federal:

PEV 9 – Jd. Nossa Senhora de Fátima, Rua Manoel Antônio da Silva, nº 610;

PEV 10 – Jd. Santa Emília, Rua Luísa Febrônio Marini;

PEV 11 – Jd. Santa Esmeralda, Rua Ágata.

Em fase de construção e implantação:

PEV 12 – Jd. Nova Alvorada, Rua Alcebíades Marques (antiga Rua 5), próxima ao Parque Socioambiental Lago da Fé (em construção);

PEV 13 – São Sebastião, Rua Prof. Lúcio Alves da Costa (praça 2), no Loteamento Adventista Campineiro, próximo à AMCRESS (em implantação).

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus #MeioAmbiente #Saúde #CidadeLimpa

 

Tenda instalada na Região Central recebe descontaminação para evitar disseminação do Coronavírus

A fim de zelar pela saúde e bem-estar dos frequentadores da tenda instalada pela Prefeitura de Hortolândia no estacionamento do supermercado Paulistão, na região Central, equipes da Administração Municipal descontaminaram o local, nesta sexta-feira (08/05), com água e hipoclorito para evitar a disseminação do Coronavírus. O espaço abriga a população em busca de atendimento presencial na agência da Caixa Econômica Federal. A limpeza profunda de vias é feita diariamente, em diferentes regiões da cidade, e continuará nos próximos dias.

A instalação da tenda, na Região Central, visa evitar que as pessoas que precisam ir até o prédio da agência bancária fiquem expostas ao sol e à chuva, enquanto esperam a vez de serem atendidas. Segundo a Secretaria de Governo, além das tendas, nos próximos dias, serão instaladas cadeiras com espaço de dois metros entre elas para evitar a disseminação do Coronavírus. A quantidade de cadeiras instaladas ainda será definida.

“A mesma operação acontecerá nas agências da Caixa Econômica Federal dos jardins Rosolen e Amanda. No Jardim Amanda, a estrutura ficará instalada no estacionamento do prédio. Já no Jardim Rosolen, as tendas e as cadeiras devem ser instaladas no estacionamento do Supermercado Pague Menos. Elas ficarão instaladas por tempo indeterminado", explica a secretária adjunta de Governo, Silvania Anizio da Silva.

Descontaminação

A descontaminação de vias é realizada, diariamente, desde o dia 25 de março, por equipes da Secretaria de Serviços Urbanos. O trabalho continuará por tempo indeterminado. Até o momento, ruas e avenidas das cinco regiões da cidade já receberam o serviço. A prioridade é atender localidades próximas a supermercados, farmácias, bancos, padarias, postos de gasolina, serviços considerados essenciais que estão funcionando normalmente.

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, o cronograma é realizado de acordo com a demanda e as prioridades de cada dia de trabalho. A limpeza é feita com uma solução formada por água e hipoclorito. O objetivo é reduzir a circulação de microrganismos críticos para saúde pública, como fungos, bactérias e o próprio Coronavírus.

Na descontaminação, geralmente, são usados dois caminhões-pipas com capacidade para 8.000 e 8.500 litros de água com a mistura de 30 litros de hipoclorito para formular a solução desinfetante.

#HortolândiaSolidária #FiqueEmCasa #Coronavírus

 

 

 

Revitalização da "Praça da Penha" entra em nova etapa de trabalho

A obra de revitalização da Praça da Penha, na região do Jardim Nossa Senhora de Fátima, em execução pela Prefeitura de Hortolândia, entra em nova etapa. A construção de dois campos de areia, de 17x25 metros cada, está avançada. Desde o início da semana, equipes do Secretaria de Serviços Urbanos trabalham na implantação das ferragens que servirão de sustentação para o alambrado que cercará o espaço esportivo. Já foi colocada areia no local.

A colocação do piso no terreno onde haverá a instalação das barraquinhas de comércio alimentício está quase no final. Além disso, está em andamento a realização de reparos e a concretagem nas calçadas que atravessam o espaço de lazer.

Na praça, foi feito o plantio de três palmeiras, árvores típicas de países tropicais, que contribuem com o embelezamento do espaço, além de proporcionar grande sombra na área, ajudando a manter a temperatura mais fresca nos dias de verão. O espaço onde será o playground também recebe obras para a instalação dos brinquedos.  A área de lazer está localizada na rua Júlio Édson da Silva.

Os agentes da Secretaria de Serviços Urbanos trabalham diariamente, de acordo com os protocolos de saúde exigidos pelo Código Sanitário Estadual, que prevê o uso de máscaras e distanciamento entre os trabalhadores.

Lazer  para a família

Na área de convivência da praça, foram instaladas duas mesinhas, seis bancos de madeira e  uma rampa de acessibilidade para facilitar a locomoção de pessoas com mobilidade reduzida. A reforma do espaço de lazer é um projeto da Administração Municipal para movimentar a economia local e levar as famílias para as praças, após a pandemia do Coronavírus. A praça também terá academia de ginástica ao ar livre.

Antes do início da revitalização, equipes da Administração se reuniram com a comunidade local  para contribuir com o projeto da nova praça. Todos os espaços da área de lazer serão ocupados de modo funcional, de forma a garantir diversão gratuita à população e movimentar a economia já existente na praça.

 

Assinar este feed RSS