Menu


Coleta seletiva de Hortolândia recolhe quase 80 mil toneladas de materiais em três anos

A coleta seletiva realizada pela Prefeitura de Hortolândia, em parceria com a comunidade, recolheu, em três anos de funcionamento, cerca de 80 mil toneladas de resíduos, a maioria reaproveitáveis. Segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, de 2018 até agora, foram descartadas 76.429,49 toneladas de materiais nos PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Entulho e outros materiais recicláveis) e 2.630,40 nos LEVs (Locais de Entrega Voluntária) (confira abaixo números separados por materiais).

Implantados pela Administração Municipal para promover a coleta seletiva voluntária no município, PEVs  e LEVs são equipamentos públicos importantes para a manutenção da limpeza e do meio ambiente na cidade. Nestes espaços públicos, os moradores podem descartar com segurança, gratuitamente, materiais e resíduos recicláveis e reaproveitáveis.

“A inauguração destes locais foi importante para a preservação do meio ambiente em Hortolândia. Mesmo com o reforço na fiscalização contra o descarte irregular de resíduos e materiais em áreas verdes e de preservação, algumas pessoas insistem em praticar este tipo de delito ambiental. Por outro lado, o grande número de descartes regulares em nossas ferramentas mostra o aumento da conscientização ambiental da população, a cada dia", comenta a secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Eliane Nascimento Oliveira.

Os PEVs funcionam de segunda a segunda, das 8h às 12h e das 13h às 16h30. Eles foram construídos pela Administração Municipal, em parceria com a Caixa Econômica Federal. Com a implantação dos três novos equipamentos em julho passado (Jd. Nossa Senhora de Fátima, Jd. Santa Emília, Jd. Santa Esmeralda), a cidade agora conta com 11 PEVs. Outros dois estão em construção. Os contêineres dos LEVs estão disponíveis 24 horas por dia para o descarte regular dos materiais.

"Ao realizar o descarte correto destes materiais, a população evita o surgimento de focos de queimadas e o abrigo de animais peçonhentos que possam transmitir doenças. A contribuição para a limpeza da nossa cidade é importante, pois assim, podemos desenvolver outros trabalhos importantes para a população com colaboradores que estariam, por exemplo, recolhendo materiais descartados de forma irregular, em uma área verde do município", explica o secretário de Serviços Urbanos, Francisco Raimundo da Silva.

PEVs e LEVs

Nestes espaços públicos, os moradores podem descartar com segurança, gratuitamente, resíduos recicláveis e reaproveitáveis, como entulhos de construção, isopor, plástico PET, sofás, colchões velhos, o chamado “resíduo eletrônico”, dentre outros. Neles, não é permitido o descarte de lixo orgânico, resíduos industriais e provenientes dos serviços de saúde. No caso dos resíduos de construção, a quantidade de descarte é limitada a 1m³ por pessoa mensalmente (1.300kg, ou seja, cerca de 26 sacos de ráfia de 50kg ou o volume de uma caixa d’água de 1.000 litros).

A rede de equipamentos públicos da Prefeitura de Hortolândia para o descarte correto de materiais recicláveis conta, ainda, com os LEVs (Locais de Entrega Voluntária de Recicláveis). Neles, é possível descartar materiais como embalagens de vidro, garrafas pet, plásticos, papéis e papelões, isopor, copo descartável, entre outros materiais. Os LEVs recebem materiais 24h, todos os dias.

Cada contêiner tem capacidade de armazenar 2,5 m³ de recicláveis. Ao serem recolhidos pelo caminhão coletor, estes produtos são destinados à Cooperativa de Reciclagem parceira da Administração Municipal. Há 21 equipamentos em uso, distribuídos pela cidade.

Confira abaixo, separadamente, a quantidade (em toneladas) de materiais descartados nos PEVs de 2018 até agora:

Recicláveis - 11.961,60

Eletrônicos - 896,00

Ferrosos - 3.500,80

Óleo de Cozinha - 0,69

Madeira - 21.388,80

Restos de Construção Civil - 24.025,60

Materiais que não podem ser reciclados (gesso, etc) - 13.664,00

Volumosos (sofás, colchões, etc) - 992,00

Confira o endereço dos PEVs:

EM FUNCIONAMENTO:

•PEV 1 – Auxiliadora, Rua Antônio João de Amorim, esquina com a Rua Sebastiana Oliveira da Silva

•PEV 2 – Adelaide, Rua Paulo Roberto Soares (Antiga 9), esquina com a Rua Benedito Macedo

•PEV 3 - Parque Gabriel, Avenida Joaquim Martarolli, 2005

•PEV 4 – Interlagos, Rua Rio Tapajós (Antiga Rua 5)

•PEV 5 - Vila Real, Rua Orlando Cavalcante, esquina com a Rua Joaquim Gregório de Moraes

•PEV 6 - Jardim Amanda, Rua Augusto dos Anjos, s/n

•PEV 7 – Orestes Ôngaro, Rua Rio Pardo (antiga Rua 13), 50, dentro do Aterro de Inertes

•PEV 8 – Jd. Santiago, Rua João Joaquim Calixto, 230

•PEV 9 – Jd. Nossa Senhora de Fátima, Rua Manoel Antônio da Silva, nº 610

•PEV 10 – Jd. Santa Emília, Rua Luísa Febrônio Marini

•PEV 11 – Jd. Santa Esmeralda, Rua Ágata

EM CONSTRUÇÃO:

•PEV 12 – Jd. Nova Alvorada, Rua Alcebíades Marques (antiga Rua 5), próxima ao Parque Socioambiental Lago da Fé (em construção)

•PEV 13 – São Sebastião, Rua Prof. Lúcio Alves da Costa (praça 2), no Loteamento Adventista Campineiro, próximo à AMCRESS (em implantação)

Confira onde há LEVs implantados:

1. LEV Parque Ortolândia – Praça Vereador José Costa Camargo, Rua Pastor Germano Riter - Próximo a Sabesp;

2. LEV Jardim Firenze - Rua Veneza, em frente ao Fórum;

3. LEV Jardim Amanda - Rua Tiradentes, em frente à lagoa;

4. LEV Parque Chico Mendes - Rua João Mendes, s/n, Parque Ortolândia;

5. LEV Jardim Everest - Rua Pico do Atalaia, 88;

6. LEV Lago Da Fé – Av. Wesley Dias Rodrigues, Jardim Alvorada;

7. LEV Vila Real - Av. São Francisco de Assis, Praça da Paróquia do Rosário;

8. LEV Jardim Santa Esmeralda - Rua Turmalina;

9. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima - Rua Cicero Ramos Meira- Escola Estadual Pastor;

10. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima - Rua Albina Rodrigues Pereira - Praça do Pastel;

11. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima – Rua Armelinda Espúrio da Silva,785, em frente à Emeb Josias da Silva Macedo;

12. LEV São Sebastião (Contêiner Metálico) - Rua Pastor Ernesto Roth, 705;

13. LEV Jardim Novo Horizonte - Rua Moacir de Souza Campos, em frente à Emef Taquara Branca;

14. LEV Palácio das Águas - Rua José Claudio Alves Dos Santos, 585, Remanso Campineiro;

15. LEV Câmara Municipal - Rua Joseph Paul Julien Burlandy, 250, Parque Gabriel;

16. LEV Centro - Rua Luiz Camilo de Camargo, 630, Remanso Campineiro, Centro;

17. LEV Remanso - Rua Alda Lourenço, Remanso Campineiro, na Praça Bambino;

18. LEV E.E. Profa. Conceição Aparecida Terez Gomes Cardinales - Rua Visconde do Rio Branco, Jardim Amanda;

19. LEV do Remanso das Águas - Estrada Municipal Sabina Batista de Camargo;

20. LEV Creape - Rua Bolívia, 290 - Jardim Santa Clara do Lago II;

21. LEV Orestes Ôngaro - Rua Domingos Batista de Souza, Praça ao lado do quiosque - Parque Orestes Ôngaro.

 

Coleta seletiva porta a porta será retomada em Hortolândia nesta segunda-feira (03/08)

A Prefeitura de Hortolândia retorna, a partir desta segunda-feira (03/08), a coleta seletiva de resíduos porta a porta. Após a suspensão, em razão da pandemia do Coronavírus, o serviço volta a ser realizado, seguindo as determinações do Código Sanitário do Estado de São Paulo. A coleta seletiva porta a porta é uma iniciativa das secretarias de Serviços Urbanos e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. O objetivo é oferecer mais comodidade e praticidade ao cidadão, que não precisa se deslocar a outro lugar para descartar os materiais reaproveitáveis, além de contribuir com o meio ambiente.

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, o serviço de coleta seletiva gratuita, na modalidade porta a porta, é realizado em 32 dos 114 bairros (confira onde o serviço funcionará nesta segunda-feira (03/08) e terça-feira (04/08). Naqueles em que ainda não é disponibilizado, há outras formas de coleta seletiva, que dependem da colaboração da comunidade. É a chamada entrega voluntária de resíduos recicláveis que também estão em funcionamento.

O serviço de coleta seletiva porta a porta, implantado pela Prefeitura, recolheu cerca de 375 toneladas de materiais recicláveis em 2019. Em 2018, quando o serviço foi implantado foram recolhidos cerca de 116 toneladas de materiais recicláveis.

PEVs e LEVs também contribuem contra o descarte irregular

Os equipamentos 11 PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Entulho e outros materiais recicláveis) funcionam de segunda a segunda, das 8h às 12h e das 13h às 16h30.  Nestes espaços públicos, os moradores podem descartar com segurança, gratuitamente, resíduos recicláveis e reaproveitáveis, como entulhos de construção, isopor, plástico PET, sofás, colchões velhos, o chamado “resíduo eletrônico”, dentre outros. Neles, não é permitido o descarte de lixo orgânico, resíduos industriais e provenientes dos serviços de saúde.

Já nos LEVs (Local de Entrega Voluntária de Recicláveis) é possível descartar materiais como embalagens de vidro, garrafas pet, plásticos, papéis e papelões, isopor, copo descartável, entre outros materiais. Os LEVs recebem materiais 24h, todos os dias.

Veja os bairros atendidos pela coleta seletiva porta a porta, às segundas e terças-feiras:

às segundas-feiras:

Jd. N. Sra. de Fátima

Jd. Ricardo

Jd. N. Sra. de Lourdes

Chácaras Fazenda do Coelho

Jd. São Benedito

Jd. Santa Cândida

Jd. N. Sra. da Penha

Jd. Viagem

Jd. Sto. Antônio

 

às terças-feiras:

Jd. Adelaide

Terras de Sto. Antônio

Jardim Sta. Esmeralda

Chácaras Assay

Jd. Lírio

Jd. Paulistinha

Jd. Ipê

 

População adere à coleta seletiva e já utiliza PEVs recém-implantados pela Prefeitura

Três novos PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Entulho e outros materiais recicláveis), recém-inaugurados pela Prefeitura de Hortolândia, já recebem o descarte correto de resíduos reaproveitáveis, realizado gratuitamente pela população. Abertos ao público na semana passada, eles ficam nos jardins Santa Emília, Nossa Senhora de Fátima e Santa Esmeralda. Segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, nos primeiros dias de funcionamento, foi grande a presença de usuários para realizar o descarte correto de resíduos.

Os equipamentos funcionam de segunda a segunda, das 8h às 12h e das 13h às 16h30. Eles foram construídos pela Administração Municipal, em parceria com a Caixa Econômica Federal. Com a implantação dos novos equipamentos, a cidade agora conta com 11 PEVs.

"Neste final de semana, tivemos um grande número de usuários realizando o descarte correto dos resíduos. É muito importante que a população continue utilizando os equipamentos, contribuindo com o meio ambiente. Ao realizar o descarte correto destes materiais, a população evita surgimento de focos de queimadas e o abrigo de animais peçonhentos que possam transmitir doenças", explica a secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Eliane Nascimento Oliveira.

Nestes espaços públicos, os moradores podem descartar com segurança, gratuitamente, resíduos recicláveis e reaproveitáveis, como entulhos de construção, isopor, plástico PET, sofás, colchões velhos, o chamado “resíduo eletrônico”, dentre outros. Neles, não é permitido o descarte de lixo orgânico, resíduos industriais e provenientes dos serviços de saúde. No caso dos resíduos de construção, a quantidade de descarte é limitada a 1m³ por pessoa mensalmente (1.300kg, ou seja, cerca de 26 sacos de ráfia de 50kg ou o volume de uma caixa d’água de 1.000 litros).

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, só poderá utilizar os novos equipamentos para descarte regular quem estiver utilizando máscaras de proteção individual. A medida, que visa evitar a disseminação do Coronavírus, segue o Código Sanitário do Estado de São Paulo.

“Também estão em construção dois outros PEVs. Eles ficarão localizados no Jd. São Sebastião e no Jd. Nova Alvorada. O objetivo é aumentar o cuidado com o meio ambiente, oferecendo à população destas regiões novas opções para o descarte correto dos resíduos", afirma Eliane.

LEVs também são parceiros do meio ambiente

A rede de equipamentos públicos da Prefeitura de Hortolândia para o descarte correto de materiais recicláveis conta, ainda, com os LEVs (Local de Entrega Voluntária de Recicláveis). Nestes locais, é possível descartar materiais como embalagens de vidro, garrafas pet, plásticos, papéis e papelões, isopor, copo descartável, entre outros materiais. Os LEVs recebem materiais 24h, todos os dias.

Cada contêiner tem capacidade de armazenar 2,5 m³ de recicláveis. Ao serem recolhidos pelo caminhão coletor, estes produtos são destinados à Cooperativa de Reciclagem parceira da Administração Municipal. Há 21 equipamentos em uso, distribuídos pela cidadeConfira o endereço dos PEVs:

EM FUNCIONAMENTO:

•PEV 1 – Auxiliadora, Rua Antônio João de Amorim, esquina com a Rua Sebastiana Oliveira da Silva

•PEV 2 – Adelaide, Rua Paulo Roberto Soares (Antiga 9), esquina com a Rua Benedito Macedo

•PEV 3 - Parque Gabriel, Avenida Joaquim Martarolli, 2005

•PEV 4 – Interlagos, Rua Rio Tapajós (Antiga Rua 5)

•PEV 5 - Vila Real, Rua Orlando Cavalcante, esquina com a Rua Joaquim Gregório de Moraes

•PEV 6 - Jardim Amanda, Rua Augusto dos Anjos, s/n

•PEV 7 – Orestes Ôngaro, Rua Rio Pardo (antiga Rua 13), 50, dentro do Aterro de Inertes

•PEV 8 – Jd. Santiago, Rua João Joaquim Calixto, 230

•PEV 9 – Jd. Nossa Senhora de Fátima, Rua Manoel Antônio da Silva, nº 610

•PEV 10 – Jd. Santa Emília, Rua Luísa Febrônio Marini

•PEV 11 – Jd. Santa Esmeralda, Rua Ágata

EM CONSTRUÇÃO:

•PEV 12 – Jd. Nova Alvorada, Rua Alcebíades Marques (antiga Rua 5), próxima ao Parque Socioambiental Lago da Fé (em construção)

•PEV 13 – São Sebastião, Rua Prof. Lúcio Alves da Costa (praça 2), no Loteamento Adventista Campineiro, próximo à AMCRESS (em implantação)

Confira onde há LEVs implantados:

1. LEV Parque Ortolândia – Praça Vereador José Costa Camargo, Rua Pastor Germano Riter - Próximo a Sabesp;

2. LEV Jardim Firenze - Rua Veneza, em frente ao Fórum;

3. LEV Jardim Amanda - Rua Tiradentes, em frente à lagoa;

4. LEV Parque Chico Mendes - Rua João Mendes, s/n, Parque Ortolândia;

5. LEV Jardim Everest - Rua Pico do Atalaia, 88;

6. LEV Lago Da Fé – Av. Wesley Dias Rodrigues, Jardim Alvorada;

7. LEV Vila Real - Av. São Francisco de Assis, Praça da Paróquia do Rosário;

8. LEV Jardim Santa Esmeralda - Rua Turmalina;

9. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima - Rua Cicero Ramos Meira- Escola Estadual Pastor;

10. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima - Rua Albina Rodrigues Pereira - Praça do Pastel;

11. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima – Rua Armelinda Espúrio da Silva,785, em frente à Emeb Josias da Silva Macedo;

12. LEV São Sebastião (Contêiner Metálico) - Rua Pastor Ernesto Roth, 705;

13. LEV Jardim Novo Horizonte - Rua Moacir de Souza Campos, em frente à Emef Taquara Branca;

14. LEV Palácio das Águas - Rua José Claudio Alves Dos Santos, 585, Remanso Campineiro;

15. LEV Câmara Municipal - Rua Joseph Paul Julien Burlandy, 250, Parque Gabriel;

16. LEV Centro - Rua Luiz Camilo de Camargo, 630, Remanso Campineiro, Centro;

17. LEV Remanso - Rua Alda Lourenço, Remanso Campineiro, na Praça Bambino;

18. LEV E.E. Profa. Conceição Aparecida Terez Gomes Cardinales - Rua Visconde do Rio Branco, Jardim Amanda;

19. LEV do Remanso das Águas - Estrada Municipal Sabina Batista de Camargo;

20. LEV Creape - Rua Bolívia, 290 - Jardim Santa Clara do Lago II;

21. LEV Orestes Ôngaro - Rua Domingos Batista de Souza, Praça ao lado do quiosque - Parque Orestes Ôngaro.

 

Hortolândia conta agora com três novos PEVs para descarte correto de recicláveis

A Prefeitura de Hortolândia inaugurou, na manhã desta terça-feira (21/07), três novos PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Entulho e outros materiais recicláveis). Os espaços para descarte correto de resíduos reaproveitáveis ficam nos jardins Santa Emília, Nossa Senhora de Fátima e Santa Esmeralda. Eles foram construídos pela Administração Municipal, em parceria com a Caixa Econômica Federal. Os equipamentos já atendem a população, funcionando de segunda a segunda, das 8h às 12h e das 13h às 16h30. Com a implantação dos novos equipamentos, a cidade agora conta com 11 PEVs.

Nestes espaços públicos, os moradores podem descartar com segurança, gratuitamente, resíduos recicláveis e reaproveitáveis, como entulhos de construção, isopor, plástico PET, sofás, colchões velhos, o chamado “resíduo eletrônico”, dentre outros. Neles, não é permitido o descarte de lixo orgânico, resíduos industriais e provenientes dos serviços de saúde. No caso dos resíduos de construção, a quantidade de descarte é limitada a 1m³ por pessoa mensalmente (1.300kg, ou seja, cerca de 26 sacos de ráfia de 50kg ou o volume de uma caixa d’água de 1.000 litros).

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, só poderá utilizar os novos equipamentos para descarte regular quem estiver utilizando máscaras de proteção individual. A medida, que visa evitar a disseminação do Coronavírus, segue o Código Sanitário do Estado de São Paulo. Dois outros PEVs seguem em construção no Jd. São Sebastião e no Jd. Nova Alvorada.

LEVs também são parceiros do meio ambiente

A rede de equipamentos públicos da Prefeitura de Hortolândia para o descarte correto de materiais recicláveis conta, ainda, com os LEVs (Local de Entrega Voluntária de Recicláveis). Nestes locais, é possível descartar materiais como embalagens de vidro, garrafas pet, plásticos, papéis e papelões, isopor, copo descartável, entre outros materiais. Os LEVs recebem materiais 24h, todos os dias.

Cada contêiner tem capacidade de armazenar 2,5 m³ de recicláveis. Ao serem recolhidos pelo caminhão coletor, estes produtos são destinados à Cooperativa de Reciclagem parceira da Administração Municipal. Há 21 equipamentos em uso, distribuídos pela cidade.

Confira o endereço dos PEVs:

EM FUNCIONAMENTO:

•PEV 1 – Auxiliadora, Rua Antônio João de Amorim, esquina com a Rua Sebastiana Oliveira da Silva

•PEV 2 – Adelaide, Rua Paulo Roberto Soares (Antiga 9), esquina com a Rua Benedito Macedo

•PEV 3 - Parque Gabriel, Avenida Joaquim Martarolli, 2005

•PEV 4 – Interlagos, Rua Rio Tapajós (Antiga Rua 5)

•PEV 5 - Vila Real, Rua Orlando Cavalcante, esquina com a Rua Joaquim Gregório de Moraes

•PEV 6 - Jardim Amanda, Rua Augusto dos Anjos, s/n

•PEV 7 – Orestes Ôngaro, Rua Rio Pardo (antiga Rua 13), 50, dentro do Aterro de Inertes

•PEV 8 – Jd. Santiago, Rua João Joaquim Calixto, 230

•PEV 9 – Jd. Nossa Senhora de Fátima, Rua Manoel Antônio da Silva, nº 610

•PEV 10 – Jd. Santa Emília, Rua Luísa Febrônio Marini

•PEV 11 – Jd. Santa Esmeralda, Rua Ágata

EM CONSTRUÇÃO:

•PEV 12 – Jd. Nova Alvorada, Rua Alcebíades Marques (antiga Rua 5), próxima ao Parque Socioambiental Lago da Fé (em construção)

•PEV 13 – São Sebastião, Rua Prof. Lúcio Alves da Costa (praça 2), no Loteamento Adventista Campineiro, próximo à AMCRESS (em implantação)

Confira onde há LEVs implantados:

1. LEV Parque Ortolândia – Praça Vereador José Costa Camargo, Rua Pastor Germano Riter - Próximo a Sabesp;

2. LEV Jardim Firenze - Rua Veneza, em frente ao Fórum;

3. LEV Jardim Amanda - Rua Tiradentes, em frente à lagoa;

4. LEV Parque Chico Mendes - Rua João Mendes, s/n, Parque Ortolândia;

5. LEV Jardim Everest - Rua Pico do Atalaia, 88;

6. LEV Lago Da Fé – Av. Wesley Dias Rodrigues, Jardim Alvorada;

7. LEV Vila Real - Av. São Francisco de Assis, Praça da Paróquia do Rosário;

8. LEV Jardim Santa Esmeralda - Rua Turmalina;

9. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima - Rua Cicero Ramos Meira- Escola Estadual Pastor;

10. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima - Rua Albina Rodrigues Pereira - Praça do Pastel;

11. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima – Rua Armelinda Espúrio da Silva,785, em frente à Emeb Josias da Silva Macedo;

12. LEV São Sebastião (Contêiner Metálico) - Rua Pastor Ernesto Roth, 705;

13. LEV Jardim Novo Horizonte - Rua Moacir de Souza Campos, em frente à Emef Taquara Branca;

14. LEV Palácio das Águas - Rua José Claudio Alves Dos Santos, 585, Remanso Campineiro;

15. LEV Câmara Municipal - Rua Joseph Paul Julien Burlandy, 250, Parque Gabriel;

16. LEV Centro - Rua Luiz Camilo de Camargo, 630, Remanso Campineiro, Centro;

17. LEV Remanso - Rua Alda Lourenço, Remanso Campineiro, na Praça Bambino;

18. LEV E.E. Profa. Conceição Aparecida Terez Gomes Cardinales - Rua Visconde do Rio Branco, Jardim Amanda;

19. LEV do Remanso das Águas - Estrada Municipal Sabina Batista de Camargo;

20. LEV Creape - Rua Bolívia, 290 - Jardim Santa Clara do Lago II;

21. LEV Orestes Ôngaro - Rua Domingos Batista de Souza, Praça ao lado do quiosque - Parque Orestes Ôngaro.

 

Prefeitura implanta mais três PEVs nesta terça-feira (21/07)

Hortolândia ganha mais três PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de Entulho e outros materiais recicláveis), a partir desta terça-feira (21/07): os do Jd. Santa Emília, Jd. Nossa Senhora de Fátima e Jd. Santa Esmeralda. Construídos pela Prefeitura de Hortolândia, em parceria com a Caixa Econômica Federal, os equipamentos começam a funcionar de imediato, abrindo para atender a população de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 16h30. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, as equipes que trabalham nos locais receberam treinamento. 

Nestes espaços públicos, os moradores podem descartar com segurança, gratuitamente, resíduos recicláveis e reaproveitáveis, como entulhos de construção, isopor, plástico PET, sofás, colchões velhos, o chamado “resíduo eletrônico”, dentre outros. Neles, não é permitido o descarte de lixo orgânico, resíduos industriais e provenientes dos serviços de saúde. No caso dos resíduos de construção, a quantidade de descarte é limitada a 1m³ por pessoa mensalmente (1.300kg, ou seja, cerca de 26 sacos de ráfia de 50kg ou o volume de uma caixa d’água de 1.000 litros).

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, só poderá utilizar os novos equipamentos para descarte regular quem estiver utilizando máscaras de proteção individual. A medida, que visa evitar a disseminação do Coronavírus, segue o Código Sanitário do Estado de São Paulo. Dois outros PEVs seguem em construção no Jd. São Sebastião e no Jd. Nova Alvorada. 

LEVs também são parceiros do meio ambiente 

A rede de equipamentos públicos da Prefeitura de Hortolândia para o descarte correto de materiais recicláveis conta, ainda, com os LEVs (Local de Entrega Voluntária de Recicláveis). Nestes locais, é possível descartar materiais como embalagens de vidro, garrafas pet, plásticos, papéis e papelões, isopor, copo descartável, entre outros materiais. Os LEVs recebem materiais 24h, todos os dias. 

Cada contêiner tem capacidade de armazenar 2,5 m³ de recicláveis. Ao serem recolhidos pelo caminhão coletor, estes produtos são destinados à Cooperativa de Reciclagem parceira da Administração Municipal. Há 21 equipamentos em uso, distribuídos pela cidade.

Incentivo ao crescimento, com sustentabilidade

A ampliação do número de PEVs e LEVs no município faz parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento). O PIC prevê mais de 100 obras e serviços, que serão realizados em todas as regiões da cidade. O Programa busca criar condições urbanas, ambientais, sociais e humanas para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. Para realizar o programa, a Prefeitura viabilizou recursos financeiros por meio de parcerias com os governos estadual, federal e a com a iniciativa privada. 

Confira o endereço dos PEVs:

EM FUNCIONAMENTO:

•PEV 1 – Auxiliadora, Rua Antônio João de Amorim, esquina com a Rua Sebastiana Oliveira da Silva

•PEV 2 – Adelaide, Rua Paulo Roberto Soares (Antiga 9), esquina com a Rua Benedito Macedo

•PEV 3 - Parque Gabriel, Avenida Joaquim Martarolli, 2005

•PEV 4 – Interlagos, Rua Rio Tapajós (Antiga Rua 5)

•PEV 5 - Vila Real, Rua Orlando Cavalcante, esquina com a Rua Joaquim Gregório de Moraes

•PEV 6 - Jardim Amanda, Rua Augusto dos Anjos, s/n

•PEV 7 – Orestes Ôngaro, Rua Rio Pardo (antiga Rua 13), 50, dentro do Aterro de Inertes 

•PEV 8 – Jd. Santiago, Rua João Joaquim Calixto, 230 

•PEV 9 – Jd. Nossa Senhora de Fátima, Rua Manoel Antônio da Silva, nº 610 (entra em funcionamento 21/07)

•PEV 10 – Jd. Santa Emília, Rua Luísa Febrônio Marini (entra em funcionamento 21/07)

•PEV 11 – Jd. Santa Esmeralda, Rua Ágata (entra em funcionamento 21/07)

EM CONSTRUÇÃO:

•PEV 12 – Jd. Nova Alvorada, Rua Alcebíades Marques (antiga Rua 5), próxima ao Parque Socioambiental Lago da Fé (em construção)

•PEV 13 – São Sebastião, Rua Prof. Lúcio Alves da Costa (praça 2), no Loteamento Adventista Campineiro, próximo à AMCRESS (em implantação)

Confira onde há LEVs implantados:

1. LEV Parque Ortolândia – Praça Vereador José Costa Camargo, Rua Pastor Germano Riter - Próximo a Sabesp;

2. LEV Jardim Firenze - Rua Veneza, em frente ao Fórum;

3. LEV Jardim Amanda - Rua Tiradentes, em frente à lagoa; 

4. LEV Parque Chico Mendes - Rua João Mendes, s/n, Parque Ortolândia;

5. LEV Jardim Everest - Rua Pico do Atalaia, 88;

6. LEV Lago Da Fé – Av. Wesley Dias Rodrigues, Jardim Alvorada; 

7. LEV Vila Real - Av. São Francisco de Assis, Praça da Paróquia do Rosário;

8. LEV Jardim Santa Esmeralda - Rua Turmalina; 

9. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima - Rua Cicero Ramos Meira- Escola Estadual Pastor; 

10. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima - Rua Albina Rodrigues Pereira - Praça do Pastel; 

11. LEV Jardim Nossa Sra. de Fátima – Rua Armelinda Espúrio da Silva,785, em frente à Emeb Josias da Silva Macedo;

12. LEV São Sebastião (Contêiner Metálico) - Rua Pastor Ernesto Roth, 705;

13. LEV Jardim Novo Horizonte - Rua Moacir de Souza Campos, em frente à Emef Taquara Branca;

14. LEV Palácio das Águas - Rua José Claudio Alves Dos Santos, 585, Remanso Campineiro; 

15. LEV Câmara Municipal - Rua Joseph Paul Julien Burlandy, 250, Parque Gabriel;

16. LEV Centro - Rua Luiz Camilo de Camargo, 630, Remanso Campineiro, Centro;

17. LEV Remanso - Rua Alda Lourenço, Remanso Campineiro, na Praça Bambino;

18. LEV E.E. Profa. Conceição Aparecida Terez Gomes Cardinales - Rua Visconde do Rio Branco, Jardim Amanda;

19. LEV do Remanso das Águas - Estrada Municipal Sabina Batista de Camargo;

20. LEV Creape - Rua Bolívia, 290 - Jardim Santa Clara do Lago II;

21. LEV Orestes Ôngaro - Rua Domingos Batista de Souza, Praça ao lado do quiosque - Parque Orestes Ôngaro;

 

Fiscalização Ambiental intensifica ações contra crimes ambientais durante a pandemia do Coronavírus

A equipe de Fiscalização Ambiental da Prefeitura de Hortolândia intensifica as ações de orientação e fiscalização contra o descarte irregular de entulho e outros resíduos em espaços públicos. Além disso, a força tarefa monitora focos de queimadas, de restos de poda do mato e de galhos e outros tipos de crimes ambientais. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, os fiscais percorrem as áreas com maior incidência, em todas as regiões da cidade, inclusive aos finais de semana, mesmo durante a pandemia do Coronavírus.

"A fiscalização segue em andamento, todos os dias, além do monitoramento e das denúncias recebidas via aplicativo do programa ‘Agenda Verde’. Prezamos sempre pelo serviço de orientar os munícipes a não praticar crimes ambientais e procurar os locais corretos para o descarte dos resíduos. Caso haja flagrante, o infrator é orientado a recolher o resíduo descartado, além de poder receber multas (veja valores abaixo)", explica a secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Eliane Nascimento Oliveira.

O descarte irregular de lixo, entulho e outros resíduos pode trazer doenças à população. Objetos que acumulam água podem servir de criadouro para o mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a Dengue, Chikungunya e Zika. Garrafas, baldes e outros recipientes precisam ficar protegidos da água da chuva.

Época do ano é propícia a queimadas

Além da poluição, de acordo com a Defesa Civil de Hortolândia, é necessário a população redobrar os cuidados e evitar queimadas. A ação contribui com o surgimento de problemas respiratórios, que são mais comuns nesta época do ano, e há também o agravante da pandemia do Coronavírus.

"A umidade do ar é mais baixa, principalmente, no final do Inverno e início da Primavera. O pico da baixa umidade do ar acontece no período da tarde, entre 12h e 16h. A concentração da poluição ajuda a aumentar os casos de gripe, viroses, doenças respiratórias e alergias. Outros sintomas frequentes são dores de cabeça, tonturas, náuseas e irritação nos olhos, nariz e garganta e, neste ano, temos a pandemia do Coronavírus. É necessária a colaboração da população para que a saúde de todos seja preservada", explica o gerente da Defesa Civil de Hortolândia, Iluíde Carbonero.

Denúncias pelo aplicativo da "Agenda Verde"

A Prefeitura pede a colaboração da população para não descartar irregularmente entulho e resíduos nem praticar queimadas. Estas ações são crime ambiental e estão sujeitas a multa. Atualmente, os valores variam de R$ 340 a R$ 34.000.

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, quem quiser ajudar na identificação de pessoas e veículos que praticam crime ambiental pode enviar fotos e textos para o aplicativo do Programa Agenda Verde. Para baixar o aplicativo, basta fazer o download gratuito nas plataformas Google Play ou App Store do smartphone. A identidade dos denunciantes é mantida em sigilo.

 

Assinar este feed RSS