Menu


#MISEMCASA deste sábado exibirá o filme O Gabinete do Dr. Caligari

#MISEMCASA deste sábado exibirá o filme O Gabinete do Dr. Caligari
A programação online do Ponto Mis deste sábado (11/04) comemora os 100 anos do Expressionismo Alemão. Às 16h30, será exibido o filme “O Gabinete do Dr. Caligari”. Logo após a exibição do filme, o encontro no bate-papo é com os oficineiros Carlos Primati, Paulo Biscaia Filho (diretor) e Marcelo Miranda (jornalista e mediador do podcast Saco de Ossos).
Para participar, é necessário realizar inscrição pelo link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdPg535_cfuG4oTHtQDRIqB1cz8q15p1Lbkspoflo5lOMeLJA/viewform. Os inscritos receberão no e-mail cadastrado, 1h antes da exibição do filme, o link para assistir ao filme online. Há 100 vagas para a sala virtual (no site VIMEO), mas o bate-papo é aberto a todo o público, bastando acessar o canal do Youtube do MIS https://www.youtube.com/watch?v=7mLYz6vOP7I.
Esta é a terceira semana, durante a quarentena, em que as atividades dos Pontos MIS serão realizadas online. Segundo a Secretaria de Cultura, a iniciativa traz conteúdos em diferentes formatos, em todas as plataformas digitais do MIS. A atividade acontece em conjunto com o #Culturaemcasa, projeto desenvolvido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa e organizações sociais de cultura, que atende à orientação do Centro de Contingência do COVID-19, que determinou que os equipamentos culturais do Governo do Estado de São Paulo tenham o seu funcionamento suspenso por até 30 dias, a partir de 17 de março.
“A plataforma online foi adaptada para que a vida cultural das pessoas não seja prejudicada por conta das medidas de prevenção e segurança à vida, tomadas em razão da pandemia do COVID-19. Com o isolamento social, a Prefeitura, em parceria com o Governo Estadual, adapta a plataforma do Ponto Mis à nossa realidade e oferece esta opção de lazer cultural. Espero que vocês aproveitem cada nova ferramenta desenvolvida especialmente para tornar este momento mais leve”, afirmou a secretária de Cultura, Alessandra Amora Barchini.
voltar ao topo