Menu


Mais de 44.000 moradores de Hortolândia estão imunizados contra a gripe

  • Publicado em Saúde

Prefeitura alerta que campanha de vacinação termina no dia 28 deste mês

Você quer passar o inverno saudável? Então, imunize-se contra a gripe antes da estação mais fria do ano chegar. A Prefeitura de Hortolândia reforça que a campanha de vacinação termina no dia 28 deste mês. A vacinação é feita, das 8h às 15h30, nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde). Segundo a Secretaria de Saúde, o município já imunizou 44.842 pessoas contra a doença (confira abaixo a cobertura vacinal).

A coordenadora do Programa de Imunização da Secretaria de Saúde, Ana Paula Fernandes, ressalta que a população deve receber a vacina antes do início do inverno, que será no dia 21 deste mês. Ao ser vacinado, o organismo humano demora em torno de três semanas para criar os anticorpos contra o vírus que causa a gripe.

 A vacina também é importante para evitar a pneumonia, que é o quadro mais grave da gripe. A coordenadora Ana Paula Fernandes explica que a pneumonia pode levar à internação, e até mesmo a óbito. Os sintomas mais característicos da infecção são dificuldade para respirar e febre. 

A coordenadora orienta ainda que a população deve se imunizar uma vez ao ano. Os vírus, como o que provoca a gripe, passam constantemente por mutação (modificação). “Por isso é importante que as pessoas tomem a vacina todo ano. Pois o imunizante contra o vírus da doença é atualizado anualmente”, explica Ana Paula Fernandes. 

A coordenadora reforça que os públicos prioritários devem receber a vacina, pois são mais suscetíveis a contrair a gripe por causa de sua condição de saúde mais frágil. Na campanha deste ano, os públicos prioritários são crianças, idosos, gestantes e puérperas. A meta é imunizar 90% das pessoas desses públicos. A Secretaria de Saúde destaca que a cobertura vacinal desses públicos prioritários em Hortolândia está em 46%, maior do que no estado de São Paulo e no Brasil, que estão em 41%. 

Para receber a vacina contra a gripe basta ir a alguma UBS e apresentar algum documento com foto e o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas). Na campanha deste ano, cada pessoa que recebe a vacina é identificada nominalmente, por meio do CPF, no sistema do Ministério da Saúde, tal como é feito na vacinação contra a COVID-19 e nas vacinas do Calendário Nacional de Vacinação.

Cobertura vacinal contra a gripe em Hortolândia

GRUPO

DOSES APLICADAS

%

Idosos

15.486

57

Gestantes

507

24

Puérperas

60

17

Crianças

6.052

40

Pessoas com comorbidades

4.357

Profissionais de saúde

1.702

Profissionais de Educação

724

Pessoas com deficiência permanente

123

População privada de liberdade

3.833

Forças Armadas

16

Forças de segurança e salvamento

58

Funcionários do sistema prisional

89

Trabalhadores portuários

3

Trabalhadores do transporte coletivo

109

Caminhoneiros

78

Pessoas em situação de rua

54

População geral

11.591

Total

44.842

Leia mais ...

Hortolândia vacina mais de 40.000 pessoas contra a gripe

  • Publicado em Saúde

Campanha de vacinação contra a doença vai até o dia 28 deste mês

Você já está imunizado contra a gripe? Se ainda não, fique atento! O inverno começa no dia 21 deste mês. Por isso, a Prefeitura de Hortolândia salienta a importância de receber a vacina para ficar protegido contra a doença durante a estação mais fria do ano. No inverno aumenta o número de casos de doenças respiratórias, dentre as quais, a gripe. A campanha de vacinação continua nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) até o dia 28 deste mês. De acordo com a Secretaria de Saúde, o município já vacinou 42.717 pessoas (confira abaixo a cobertura vacinal)

A coordenadora do Programa de Imunização do município, Ana Paula Fernandes, reforça que é importante o público se vacinar contra a gripe para evitar a pneumonia, que é o quadro mais grave da doença, podendo levar à internação, e até mesmo a óbito. Dentre os sintomas mais característicos da pneumonia, segundo a coordenadora, estão dificuldade para respirar e febre. 

Ana Paula Fernandes salienta ainda que, ao receber a vacina, o organismo humano demora três semanas para criar os anticorpos contra a gripe. Por isso, é importante as pessoas se imunizem o quanto antes para evitar a doença. 

Na campanha deste ano, os públicos prioritários são crianças, idosos, gestantes e puérperas, que são mais suscetíveis a contrair a gripe. A meta é imunizar 90% das pessoas desses públicos. 

De acordo com a Secretaria de Saúde, a cobertura vacinal desses quatro públicos prioritários no município é de 45%, número maior que as coberturas vacinais registradas desses mesmos públicos no Estado de São Paulo e no Brasil, que é de 39%. 

Para receber a vacina é necessário apresentar algum documento com foto e CPF (Cadastro de Pessoas Físicas). Na campanha deste ano, cada pessoa que recebe a vacina é identificada nominalmente, por meio do CPF, no sistema do Ministério da Saúde, tal como é feito na vacinação contra a COVID-19 e nas vacinas do Calendário Nacional de Vacinação.

Cobertura Vacinal contra a gripe

GRUPO

DOSES APLICADAS

%

Idosos

15.222

50

Gestantes

496

24

Puérperas

58

17

Crianças

5.601

37

Pessoas com comorbidades

4.325

Profissionais de saúde

1.690

Profissionais de Educação

711

Pessoas com deficiência permanente

123

População privada de liberdade

3.449

Forças Armadas

16

Forças de segurança e salvamento

56

Funcionários do sistema prisional

88

Trabalhadores portuários

3

Trabalhadores do transporte coletivo

106

Caminhoneiros

78

Pessoas em situação de rua

54

População geral

10.641

Total

42.717

Leia mais ...

Hortolândia prorroga campanha de vacinação contra  gripe

  • Publicado em Saúde

Prefeitura realiza a imunização contra a doença nas UBSs até o dia 28/06

Quem ainda não está protegido contra a gripe tem mais tempo para fazer isso. A Prefeitura de Hortolândia prorroga a campanha de vacinação contra a doença até o dia 28/06. O município segue a determinação do governo do Estado. A vacinação é realizada de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h30, nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde). De acordo com a Secretaria de Saúde, o município já vacinou 39.805 pessoas contra a gripe (confira abaixo a cobertura vacinal)

Para receber a vacina é necessário apresentar algum documento com foto e CPF (Cadastro de Pessoas Físicas). Na campanha deste ano, cada pessoa que recebe a vacina é identificada nominalmente, por meio do CPF, no sistema do Ministério da Saúde, tal como é feito na vacinação contra a COVID-19 e nas vacinas do Calendário Nacional de Vacinação.  

Na campanha deste ano, os públicos prioritários são crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas e idosos acima de 60 anos está baixa. A meta é vacinar 90% das pessoas desses públicos. De acordo com a Secretaria de Saúde, a cobertura vacinal desses grupos prioritários em Hortolândia é de 43%, número que é maior que a cobertura vacinal do estado de São Paulo (37%) e do Brasil (38%). 

A lista dos públicos prioritários deste ano também inclui povos indígenas, professores, trabalhadores da saúde, pessoas com comorbidade a partir de seis anos, pessoas com doença crônica, com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento e armadas, trabalhadores do transporte coletivo e portuários, caminhoneiros, população privada de liberdade e população em situação de rua. Para esses públicos não há meta de vacinação. 

Conforme orientação preconizada pelo governo do Estado, Hortolândia ampliou desde o dia 02/05 a vacinação para a população em geral com idade a partir de seis meses. 

A Secretaria de Saúde ressalta que é importante as pessoas se imunizarem contra a gripe antes de o inverno chegar, quando há aumento de casos da doença. Em razão de sua condição, crianças, gestantes, puérperas e idosos são mais suscetíveis a contrair a doença. A vacina é ainda importante porque protege contra a pneumonia, que é o quadro mais grave da gripe e que pode levar à internação.

Cobertura Vacinal contra a Influenza

GRUPO

DOSES APLICADAS

%

Idosos

14.901

49

Gestantes

484

23

Puérperas

57

17

Crianças

4.974

30

Pessoas com comorbidades

4.253

Profissionais de saúde

1.671

Profissionais de Educação

709

Pessoas com deficiência permanente

118

População privada de liberdade

3.449

Forças Armadas

16

Forças de segurança e salvamento

56

Funcionários do sistema prisional

88

Trabalhadores portuários

3

Trabalhadores do transporte coletivo

104

Caminhoneiros

77

Pessoas em situação de rua

54

População geral

8.791

Total

39.805

Leia mais ...

Hortolândia vacina mais de 33.000 pessoas contra gripe

  • Publicado em Saúde

Prefeitura encerra campanha de vacinação no dia 31 deste mês

As condições climáticas anormais registradas neste ano têm deixado o tempo seco e quente. Essa situação pode causar o aumento de doenças respiratórias. Uma delas é a gripe. A melhor maneira para se proteger contra ela é com a vacina. Por isso, a Prefeitura de Hortolândia reforça para a população que a campanha de vacinação contra a gripe continua nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde). Até o momento, o município já imunizou 33.883 pessoas (confira abaixo a cobertura vacinal)

A Secretaria de Saúde ressalta que a campanha termina no dia 31 deste mês. Por isso, a orientação é que os moradores evitem deixar para a última hora. Basta ir à UBS mais próxima de onde mora ou de referência. Para receber a vacina é necessário apresentar algum documento com foto e CPF (Cadastro de Pessoas Físicas). Na campanha deste ano, cada pessoa que recebe a vacina é identificada nominalmente, por meio do CPF, no sistema do Ministério da Saúde, tal como é feito na vacinação contra a COVID-19 e nas vacinas do Calendário Nacional de Vacinação.  

A coordenadora do Programa de Imunização da Secretaria de Saúde, Ana Paula Fernandes, alerta uma vez mais que a cobertura vacinal de crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas e idosos acima de 60 anos está baixa. A meta é vacinar 90% das pessoas desses públicos, que são quatro dos públicos prioritários da campanha deste ano. De acordo com a Secretaria de Saúde, a cobertura vacinal desses grupos prioritários em Hortolândia é de 39%, número que é maior que a cobertura vacinal do estado de São Paulo e do Brasil, ambos de 33%. 

Ana Paula Fernandes reforça que é importante esses públicos se imunizarem contra a gripe antes de o inverno chegar, quando há aumento de casos da doença. Em razão de sua condição, crianças, gestantes, puérperas e idosos são mais suscetíveis a contrair a doença. A coordenadora salienta ainda que a vacina é importante porque protege contra a pneumonia, que é o quadro mais grave da gripe e que pode levar à internação.     

Na campanha deste ano, a lista dos públicos prioritários também inclui povos indígenas, professores, trabalhadores da saúde, pessoas com comorbidade a partir de seis anos, pessoas com doença crônica, com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento e armadas, trabalhadores do transporte coletivo e portuários, caminhoneiros, população privada de liberdade e população em situação de rua. Para esses públicos não há meta de vacinação. 

Conforme orientação preconizada pelo governo do Estado, Hortolândia ampliou desde o dia 2 deste mês a vacinação para a população em geral com idade a partir de seis meses.

Cobertura Vacinal contra a Influenza

GRUPO

DOSES APLICADAS

%

Idosos

13.811

46

Gestantes

435

21

Puérperas

52

15

Crianças

4.256

28

Pessoas com comorbidades

4.065

Profissionais de saúde

1.509

Profissionais de Educação

694

Pessoas com deficiência permanente

107

População privada de liberdade

2.639

Forças Armadas

16

Forças de segurança e salvamento

47

Funcionários do sistema prisional

87

Trabalhadores portuários

3

Trabalhadores do transporte coletivo

103

Caminhoneiros

75

Pessoas em situação de rua

36

População geral

5.948

Total

33.883

Leia mais ...

Hortolândia imuniza mais de 29.000 pessoas contra gripe

  • Publicado em Saúde

Prefeitura reforça que é importante públicos prioritários receberem a vacina; campanha vai até o dia 31 deste mês

Aproveite que ainda está em tempo de se proteger contra a gripe. A Prefeitura de Hortolândia prossegue com a campanha de vacinação contra a doença nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde). De acordo com a Secretaria de Saúde, o município já imunizou 29.479 pessoas (confira abaixo a cobertura vacinal)

A Secretaria de Saúde alerta que a cobertura vacinal de crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas e idosos acima de 60 anos está baixa. A meta é vacinar 90% das pessoas desses públicos, que são quatro dos públicos prioritários da campanha deste ano. 

A coordenadora do Programa de Imunização da Secretaria de Saúde, Ana Paula Fernandes, salienta que é importante que esses públicos se imunizem contra a doença antes de o inverno chegar, que é quando aumentam os casos de gripe. A coordenadora reforça ainda que esses quatro públicos são mais suscetíveis a contrair a doença. 

Também estão incluídos na lista dos públicos prioritários da campanha deste ano povos indígenas, professores, trabalhadores da saúde, pessoas com comorbidade a partir de seis anos, pessoas com doença crônica, pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento, forças armadas, trabalhadores do transporte coletivo, trabalhadores portuários, caminhoneiros, população privada de liberdade e população em situação de rua. Para esses públicos não há meta de vacinação. 

Vale lembrar ainda que desde o dia 2 deste mês Hortolândia ampliou a vacinação para a população em geral com idade a partir de seis meses, de acordo com a orientação do governo do Estado. 

A Secretaria de Saúde reforça que para receber a vacina é necessário apresentar algum documento com foto e CPF (Cadastro de Pessoas Físicas). Na campanha deste ano, cada pessoa que recebe a vacina é identificada nominalmente, por meio do CPF, no sistema do Ministério da Saúde, tal como é feito na vacinação contra a COVID-19 e nas vacinas do Calendário Nacional de Vacinação.

Cobertura Vacinal contra a gripe

GRUPO

DOSES APLICADAS

%

Idosos

12.860

42

Gestantes

392

19

Puérperas

52

15

Crianças

3.853

25

Pessoas com comorbidades

3.922

Profissionais de saúde

1.434

Profissionais de Educação

690

Pessoas com deficiência permanente

104

População privada de liberdade

650

Forças Armadas

16

Forças de segurança e salvamento

44

Funcionários do sistema prisional

67

Trabalhadores portuários

3

Trabalhadores do transporte coletivo

100

Caminhoneiros

73

Pessoas em situação de rua

23

População geral

5.196

Total

29.479

Leia mais ...

Hortolândia vacina servidores da Educação contra gripe

  • Publicado em Saúde

Vacinação foi realizada no Paço Municipal, nesta quarta-feira (08/05)

Hortolândia continua com a imunização contra a gripe. A Prefeitura realizou vacinação contra a doença em servidores da Educação que atuam no Paço Municipal, nesta quarta-feira (08/05). 

A ação foi feita pela Vigilância Epidemiológica, órgão da Secretaria de Saúde, por solicitação da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia. Na campanha deste ano, professores e servidores da Educação são um dos públicos prioritários. Segundo a Vigilância Epidemiológica, foram vacinados 78 servidores.  

A Secretaria de Saúde salienta que a campanha de vacinação contra a gripe vai até o dia 31 deste mês nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde). O município já ampliou a imunização para pessoas com idade a partir de seis meses

A coordenadora do Programa de Imunização da Secretaria de Saúde, Ana Paula Fernandes, reforça que é importante as pessoas se imunizarem o quanto antes contra a gripe para estarem protegidas contra a doença quando começar o inverno, época em que aumentam os casos da doença. “É importante que a população se vacine agora. Pois demora, em média, três semanas para os anticorpos atingirem níveis altos de proteção no organismo humano”, explica a coordenadora. 

Neste ano, os públicos prioritários são crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas e idosos acima de 60 anos. A meta é vacinar 90% das pessoas desses públicos. 

Além de professores e profissionais da Educação, também estão incluídos na lista dos públicos prioritários deste ano povos indígenas, trabalhadores da saúde, pessoas com comorbidade a partir de seis anos, pessoas com doença crônica, pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento, forças armadas, trabalhadores do transporte coletivo, trabalhadores portuários, caminhoneiros, população privada de liberdade e população em situação de rua. Para esses públicos não há meta de vacinação. 

A Secretaria de Saúde reforça que para receber a vacina é necessário apresentar algum documento com foto e CPF (Cadastro de Pessoas Físicas). Na campanha deste ano, cada pessoa que recebe a vacina é identificada nominalmente, por meio do CPF, no sistema do Ministério da Saúde, tal como é feito na vacinação contra a COVID-19 e nas vacinas do Calendário Nacional de Vacinação.

Leia mais ...