Menu


Hortolândia está em estado de atenção em razão da quantidade acumulada de chuva registrada nos últimos três dias

De acordo com a Defesa Civil, quantidade registrada durante a chuva na noite desta terça-feira (18/01) foi de 67,5 mm

Em razão da chuva forte na noite desta terça-feira (18/01) em Hortolândia, a Defesa Civil, órgão da Prefeitura, informa que o município está em estado de atenção por causa da quantidade acumulada nos três últimos dias de 97 mm. Ainda de acordo com o órgão, a quantidade de chuva registrada, em aproximadamente uma hora, na noite desta terça-feira foi de 67,5 mm. Além da chuva forte, houve ocorrência de granizo e vendaval. 

A Defesa Civil ainda informa que a chuva provocou queda de árvores em vários locais da cidade. Não foram registrados acidentes, mortes, danos materiais nem situação de moradores desalojados ou desabrigados. 

O órgão reforça que a população deve estar atenta e tomar cuidados durante a ocorrência de chuva forte para evitar acidentes graves e até mesmo fatais. “As águas de uma chuva forte têm força que podem formar até correntezas. Por isso, reforçamos o alerta para que a população não atravesse pontos de alagamentos. Pois, além do risco da pessoa ser arrastada, as águas de chuva também podem estar contaminadas. Durante a chuva, a população deve procurar se abrigar ou estacionar seu veículo em um local mais elevado e aguardar até que águas sejam escoadas”, alerta o secretário de Segurança, Joldemar Nunes Corrêa. Em caso de necessidade, a população deve acionar a Defesa Civil por meio dos telefones 199 ou (19) 3897-6050.

CUIDADOS

Ao perceber a aproximação de uma chuva forte, a Defesa Civil de Hortolândia orienta os moradores para não ficarem em lugares ao ar livre para evitar acidente fatal provocado pela descarga elétrica de raios durante a chuva. 

Já na iminência de alagamento, a população deve deixar alimentos, produtos de limpeza e aparelhos eletroeletrônicos longe da água. No caso dos eletroeletrônicos, deve-se também desconectá-los das tomadas. 

Durante a chuva, caso ocorra alagamento, o órgão orienta as pessoas a evitar contato com água da chuva, pois há risco de se contrair doenças, como Leptospirose, causada pela bactéria presente na urina de animais, principalmente ratos, que pode estar misturada na água da chuva.

O órgão salienta ainda que, quando a chuva é de forte intensidade, as águas são pesadas e violentas. Mesmo que a pessoa saiba nadar, é melhor ela não se arriscar a atravessar vias alagadas ou até mesmo fazer brincadeiras. A quantidade de 15 cm de água em movimento consegue derrubar uma pessoa. Já 30 cm de água em movimento é suficiente para arrastar um veículo.

PLANO MUNICIPAL

Já está em vigor em Hortolândia, desde dezembro do ano passado, o Plano Municipal de Contingência Preventivo de Defesa Civil. O plano visa preparar a cidade para prevenir, reduzir e conter os riscos e os problemas causados pelo período chuvoso, em especial alagamentos e inundações. 

O plano busca ainda otimizar os recursos existentes e articular a participação das secretarias municipais envolvidas por meio do Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil e os órgãos de atendimento emergencial. O plano vai até o dia 31 de março deste ano, podendo ser prorrogado, conforme haja necessidade.

O plano consta do decreto municipal publicado no final do ano passado no Diário Oficial Eletrônico do município. O decreto ainda regulamenta e coordena as ações realizadas pela Prefeitura dentro da Operação “Chuvas de Verão 2021/2022” com vistas à prevenção e proteção, durante o período de chuvas. 

Entre as ações realizadas estão o monitoramento das previsões meteorológicas, as vistorias preventivas para mapear e avaliar áreas suscetíveis e verificar a limpeza de córregos, vias públicas, galerias de águas pluviais, áreas de ocupações e onde acontecem alagamentos, bem como a coordenação, o acionamento e o controle de emergências.

Leia mais ...