Menu


Hortolândia recebe espetáculo teatral “Desaparecidas” e oficina criativa para mães

A peça e a oficina serão neste sábado (09/04), na Escola de Artes Augusto Boal, no Jd. Amanda

Onde estão as mulheres que se tornaram mães? Essa pergunta é o mote do espetáculo “Desaparecidas”, da Cia. Efêmera de Teatro, que será encenado em Hortolândia, neste sábado (09/04). A apresentação será, às 19h, na Escola de Artes Augusto Boal, localizada na rua Casemiro de Abreu, s/nº, Jardim Amanda. Para assistir a peça, é necessário chegar com 30 minutos de antecedência para retirar o ingresso. Serão disponibilizados 40 lugares. O espetáculo é uma parceria da Prefeitura com o governo do Estado, por meio do ProAC (Programa de Ação Cultural). O espetáculo tem classificação indicativa de 14 anos.  

A peça propõe uma reflexão sobre como a maternidade afeta a identidade feminina. A história é sobre a investigação do desaparecimento de uma mulher. Inicialmente, o tema surgiu a partir das experiências maternas vividas pelas atrizes da companhia, Daniela Cavagis, Vânia Lima e Kelly Aguiar. De acordo com elas, simbolicamente as mulheres “desaparecem” para dar à luz e se tornarem mães. 

Para deixar a peça mais abrangente e dar voz às histórias vividas por outras mães, as atrizes começaram o processo de criação do espetáculo por meio de oficinas artísticas ministradas para mulheres de baixa renda, nas quais elas compartilharam suas experiências. 

OFICINA CRIATIVA 

Além do espetáculo, as atrizes da companhia irão realizar uma oficina criativa para mulheres, também no sábado (09/04). A atividade será, às 13h, na Escola de Artes. A oficina é, preferencialmente, para mães com idade acima de 18 anos. São 15 vagas disponíveis, por ordem de chegada. 

Em virtude ainda da pandemia, as atrizes salientam que a oficina seguirá os protocolos sanitários com o uso de máscara, apresentação do cartão de vacinação, medição da temperatura na entrada e disponibilização de álcool em gel para higienização das mãos.

A oficina buscará estimular o reconhecimento das mulheres para além da maternidade. Para isso, as atrizes irão realizar diferentes atividades, como jogos teatrais, experimentos corporais e música. Apesar da oficina ser preferencialmente para mães, as atrizes destacam que elas poderão trazer seus filhos, caso desejem ou sintam necessidade.

Leia mais ...

Luau promove lançamento de livro de poesia, neste sábado (05/03)

Evento “Leões da Lua”, com apoio da Prefeitura, será, às 18h, na Escola de Artes, no Jardim Amanda

A poesia é um poderoso antídoto contra o clima de negatividade provocado pela pandemia e pela guerra. Para espalhar a arte poética na cidade, o coletivo 019 – Nois por Nois (foto) realiza o luau literário “Leões da Lua”, neste sábado (05/03). O evento, que tem o apoio da Prefeitura de Hortolândia, será às 18h, na Escola de Artes Augusto Boal, localizada na rua Casemiro de Abreu, s/nº, Jardim Amanda. 

De acordo com o coletivo, o evento busca incentivar o hábito da leitura e divulgar a cultura periférica. O luau ainda fará o lançamento do livro “Poesia de Favela – Volume 3”, do escritor Jefferson Luiz, mais conhecido como “Cabeça”. O evento contará também com a participação do Coletivo Flor de Maio. 

O público poderá ainda conferir apresentações de malabaristas, artistas de circo e de rua, pirofagia (apresentação com fogo), música, MCs (mestres de cerimônia), slam (batalha de poesia falada), exposição de artesanato e praça de alimentação. O luau ainda terá arrecadação de roupas e alimentos. 

O secretário de Cultura, Régis Athanázio Bueno, destaca que, por meio do apoio ao evento, a Prefeitura busca oferecer diferentes opções de atividades culturais para a população. “Nosso objetivo é possibilitar aos moradores uma atividade prática sobre a linguagem literária. Além da dinâmica social, educacional e artística que o evento propôs para a Prefeitura. Parcerias com diversos segmentos, como o Coletivo 019, inovam as propostas de multiplicar as linguagens culturais nas quais a Prefeitura atua e oferece para a cidade”, salienta Bueno.

Leia mais ...

Filme “O Show de Truman” é atração do projeto Pontos MIS

Sessão será nesta quarta-feira (26/01), às 19h, na Escola de Artes Augusto Boal, no Jd. Amanda 

O filme “O Show de Truman – O Show da Vida” antecipou a atual febre dos reality shows. O longa-metragem é a atração desta semana do projeto Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som), realizado pelo governo estadual em parceria com a Prefeitura de Hortolândia. O filme encerra uma mostra de produções cinematográficas metalinguísticas promovida neste mês pelo projeto. A sessão de exibição do filme será nesta quarta-feira (26/01), às 19h, na Escola de Artes Augusto Boal, localizada na rua Casemiro de Abreu s/nº, Jardim Amanda.  

Para assistir à sessão, basta chegar ao local com ao menos 10 minutos de antecedência. Em virtude da pandemia do Coronavírus, o projeto continua a seguir os protocolos sanitários que incluem o uso obrigatório de máscara durante a sessão, distanciamento e disponibilização de álcool em gel na entrada para o público. Estão disponíveis 50 lugares.

“O Show de Truman” é uma produção de 1998, estrelado pelo ator Jim Carrey, cuja carreira estava em ascensão na época. O astro interpreta o protagonista Truman Burbank, um vendedor de seguros que mora em uma pacata cidade. Sem saber, ele vive em uma realidade simulada por uma emissora de televisão, na qual todas as pessoas com as quais ele convive são atores. A vida de Truman é exibida diariamente ao vivo para espectadores do mundo todo. Mas ele começa a desconfiar e decide descobrir a verdade sobre sua vida. O elenco conta ainda com Laura Linney, que interpreta a esposa de Truman, e Ed Harris, no papel do produtor do programa. A direção é do cineasta australiano Peter Weir.

Leia mais ...

Filme “A Invenção de Hugo Cabret” abre programação deste mês do projeto Pontos MIS

Longa-metragem será exibido, nesta quarta-feira (12/01), às 19h, na Escola de Artes, no Jardim Amanda 

Quer aproveitar as férias escolares para curtir um momento de lazer com as crianças? Uma boa dica é conferir o projeto Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som), realizado pelo governo estadual em parceria com a Prefeitura de Hortolândia. O projeto retoma as atividades neste mês com uma mostra de filmes metalinguísticos. A programação começa nesta quarta-feira (12/01) com a exibição do longa-metragem “A Invenção de Hugo Cabret”. A sessão será, às 19h, na Escola de Artes Augusto Boal, órgão da Secretaria de Cultura, localizada na rua Casemiro de Abreu s/nº, Jardim Amanda.  

Para assistir à sessão, basta chegar ao local com ao menos 10 minutos de antecedência. Em virtude da pandemia do Coronavírus, o projeto continua a seguir os protocolos sanitários que incluem o uso obrigatório de máscara durante a sessão, distanciamento e disponibilização de álcool em gel na entrada para o público. Estão disponíveis 50 lugares.

Em termos gerais, metalinguagem é a linguagem que fala sobre a própria linguagem. A metalinguagem é muito utilizada nas artes. No cinema, um filme é considerado metalinguístico ao abordar o fazer cinematográfico.

O filme “A Invenção de Hugo Cabret” é uma super produção dirigida pelo aclamado cineasta norte-americano Martin Scorsese, responsável por obras primas como “Taxi Driver – Motorista de Táxi” e “Touro Indomável”. A produção é inspirada no livro de mesmo título, do escritor e ilustrador norte-americano Brian Selznick. 

Ambientada em Paris, na década de 1930, a história é protagonizada pelo personagem Hugo Cabret, um menino órfão que vive escondido na estação central de trem da cidade. O garoto mantém em funcionamento os grandes relógios do local. Além disso, ele rouba brinquedos e utiliza as peças para consertar um robô, criado por seu falecido pai. Hugo quer utilizar o robô para decifrar uma mensagem misteriosa que teria sido escrita pelo pai. Mas o plano está em risco quando o garoto é descoberto pelo dono da loja de brinquedos da estação, Georges, e pela sobrinha dele, Isabelle. Por meio do dono da loja de brinquedos, a história homenageia o ilusionista francês Georges Méliès (1861-1938), considerado um dos inventores do cinema. 

O filme é estrelado por Asa Butterfiled (no papel de Hugo Cabret), Chloë Grace Motez (Isabelle) e Ben Kingsley (Georges). “A Invenção de Hugo Cabret” foi premiado com 5 Oscars e um Globo de Ouro, na categoria de Melhor Diretor, em 2012.

Leia mais ...

Estão abertas listas de interesse para população participar de cursos livres e formações culturais oferecidos pela Prefeitura

Hortolândia oferecerá 23 cursos livres e cursos profissionalizantes para as áreas de teatro e dança

Quer participar dos cursos livres ou das formações culturais oferecidas pela Prefeitura de Hortolândia? Então, fique ligado! Estão abertas as listas de manifestação de interesse para a população. Os interessados devem preencher as listas, que podem ser acessadas no site Mapa da Cultura por meio deste LINK, ou direto nos links específicos das listas para os cursos livres e as formações culturais (confira abaixo os links). A Secretaria de Cultura salienta que o preenchimento das listas não significa garantia de vaga. As atividades estão previstas para começar em outubro. 

De acordo com a Secretaria de Cultura, a abertura das listas de interesse  integra o processo de retomada presencial das atividades oferecidas pela Prefeitura em unidades culturais do município e em espaços parceiros da Administração Municipal. No mês passado a Prefeitura abriu os editais de credenciamento para profissionais interessados em ministrar os cursos livres e as formações culturais.

“Com a manifestação de interesse baseada na localidade do morador, será possível identificar as demandas e oferecer as atividades de maneira mais efetiva para cada região da cidade”, salienta o secretário de Cultura, Régis Athanázio Bueno.

A Secretaria de Cultura ainda ressalta que as atividades culturais serão retomadas de acordo com os protocolos sanitários que incluem o uso obrigatório de máscara, distanciamento e higienização com álcool em gel. 

Serão oferecidos 23 cursos livres para pessoas com idade a partir de 5 anos. Os cursos são os seguintes: artes para crianças, balé, canto coral, capoeira, contação de história, dança contemporânea, dança de rua, dança de salão, dança do ventre, desenho artístico, formação de DJ, fotografia com celular, grafite, jazz, lettering, musicalização infantil, percussão para PCD (pessoa com deficiência), pintura em tela, poesia e batalha de rima, redação e produção de texto, teatro (Iniciação), violão e você na internet. De acordo com a Secretaria de Cultura, nos cursos livres são feitos, em média, cerca de 1.800 atendimentos por ano letivo.

As formações culturais denominadas “Artes da Cena – Teatro e Dança” são cursos profissionalizantes para pessoas com idade a partir de 16 anos. Os cursos são ministrados na Escola de Artes Augusto Boal, localizada na rua Casemiro de Abreu, s/nº, Jardim Amanda.

De acordo com a Secretaria de Cultura, as formações têm componentes curriculares independentes que, em razão da carga horária extensa, possibilitam ao aprendiz pleitear os Atestados de Capacitação Profissional, documentos emitidos pelo Sindicato dos Artistas e Técnicos de Espetáculos e Diversões do Estado de São Paulo (SATED) para teatro, e pelo Sindicato dos Profissionais da Dança do Estado de São Paulo (SINDDANÇA), para dança.

Os componentes curriculares das formações são os seguintes: 

– Componentes específicos para teatro: interpretação e montagem (4 semestres)

– Componentes específicos para dança: improvisação, composição, laboratório de montagem (2 semestres)

– Componentes que valem para teatro e dança: consciência corporal e anatomia, expressão corporal, expressão vocal, iluminação, legislação e produção cultural, maquiagem, caracterização e indumentária

– Componentes optativos (teatro): Núcleo Experimental de Teatro, história do teatro I e II, história do teatro brasileiro, interpretação para a câmera, humor, clown e palhaçaria, sonoplastia

– Componentes optativos (Dança): Núcleo Experimental de Dança Contemporânea, análise crítica da dança, danças do Brasil, dança e educação, balé, história da dança, dança contemporânea.

Confira abaixo os links diretos para as listas de interesse:

– Lista de manifestação de interesse para os cursos livres: LINK 

– Lista de manifestação de interesse para as formações culturais: LINK

Leia mais ...

Estão abertas inscrições para oficina de grafite

Quer aprender a transformar suas ideias nas formas e cores intensas do grafite? Então, se ligue que estão abertas as inscrições para a oficina do projeto “Graffiti Life Style” do artista e arte educador Leandro Kranium. Os interessados devem se inscrever neste LINK. São 8 vagas disponíveis. O prazo para as inscrições vai até a próxima segunda-feira (16/08). A oficina é voltada, preferencialmente, para pessoas com idade entre 18 a 25 anos, moradoras da cidade e que já tenham pelo menos um ano de atuação na área de artes visuais. Caso as vagas não sejam preenchidas por pessoas de acordo com os pré-requisitos estabelecidos, as inscrições serão ampliadas para pessoas de até 29 anos residentes de cidades da região. A divulgação da lista dos inscritos será feita na próxima quarta-feira (18/08). Mais informações sobre a oficina podem ser solicitadas no site (CLIQUE AQUI) e redes sociais do artista (Instagram: @graffitilifestyleoficial/@kranium.graffiti). A oficina é um dos projetos contemplados com recursos da lei federal Aldir Blanc, que oferece subsídio para artistas, grupos, empresas e profissionais dos setores artístico-culturais do município afetados pela pandemia do Coronavírus, e que contam com o apoio da Prefeitura de Hortolândia.

A oficina acontecerá nos dias 24/08, 26/08, 28/08, 31/08, 02/09 e 04/09 na Escola de Artes Augusto Boal, órgão da Prefeitura, localizada na rua Casemiro de Abreu, Jardim Amanda II. O horário das aulas será das 18h às 21h nos dias 24/08, 26/08, 31/08 e 02/09, e das 8h30 às 12h nos dias 28/08 e 04/09. Em virtude da pandemia do Coronavírus, a oficina seguirá os protocolos sanitários com o uso obrigatório de máscara e distanciamento.

De acordo com o artista Leandro Kranium, que ministrará a oficina, o objetivo é propor aos participantes uma imersão no universo do grafite. O artista compartilhará suas técnicas e experiências adquiridas em seus 21 anos de atuação na área para estimular o surgimento de novos artistas. A oficina abordará temas como processos criativos, estudos técnicos

de desenvolvimento de desenhos, análise dos diferentes estilos de grafite, marketing artístico, produção artística independente e práticas com tinta spray em superfícies. Todo o material necessário para participar da oficina será fornecido gratuitamente aos alunos.

Além da oficina, o projeto “Graffiti Life Style” já realizou ao longo deste ano outras ações, tais como a execução do maior mural individual da cidade em um reservatório de água de 25 metros de altura e encontros que já reuniram mais de 40 artistas de cidades da região para a criação de quatro murais em pontos importantes da cidade. O projeto foi contemplado pelo Programa de Ação Cultural (ProAC) do governo estadual.

Leia mais ...