Menu


Projeto “Achei um livro” acontece na Vila Real, nesta sexta-feira (29/07)

Prefeitura espalhará cerca de 30 livros na Praça São Francisco de Assis

Se você gosta de ler, poderá ter a sorte de encontrar um livro! A Biblioteca Municipal Terezinha França de Mendonça Duarte, órgão da Prefeitura de Hortolândia, realiza mais uma edição do projeto “Achei um livro”, nesta sexta-feira (29/07). A biblioteca espalhará cerca de 30 livros na praça São Francisco de Assis, localizada na Vila Real. 

Os livros estarão em embrulho de presente com identificação da Biblioteca Municipal. Cada embrulho tem um adesivo que informa qual é o tipo do livro. Os livros serão deixados em locais públicos, como bancos, mesas, árvores, entre outros.

Para possibilitar que o maior número de pessoas possível encontre um livro, o coordenador da biblioteca, Rafael Antonio da Silva, solicita para que cada pessoa pegue apenas um exemplar encontrado. “Queremos reforçar para as pessoas que não é uma caça ao livro. Eles não ficam escondidos. Os livros são deixados ao acaso em locais visíveis para que as pessoas peguem e levem mesmo”, salienta o coordenador.

O objetivo do projeto é aguçar a curiosidade das pessoas para estimular o gosto pela leitura e, a partir daí, formar novos leitores, incentivá-los a conhecer e a fazer o cadastro de usuário na biblioteca municipal. Atualmente, a biblioteca tem mais de 6.000 usuários cadastrados.

Quem achar um livro, pode compartilhar nas redes sociais com foto ou vídeo e com as hashtags #acheiumlivrohortolandia e #bibliotecacentralhto. Ou também pelo WhatApp da biblioteca, Bibliozap, cujo numéro é (19) 98970-7332, ou pelo Instagram.

MENÇÃO INTERNACIONAL

O projeto “Achei Um Livro” é uma iniciativa da Prefeitura que conta com grande aprovação do público e já virou referência em âmbito internacional. A Biblioteca Municipal de Hortolândia foi a única biblioteca pública do Brasil a receber uma menção especial da IFLA (International Federation of Library Associations and Institutions), entidade sediada em Haia, na Holanda, que reúne bibliotecas de vários países do mundo. O anúncio oficial foi feito pela instituição em março deste ano. 

O projeto “Achei um livro” também já é referência nacional a ponto de inspirar outros municípios brasileiros a replicar a iniciativa. O coordenador Rafael Antonio da Silva destaca que a biblioteca já foi citada em postagens em redes sociais feitas por cidades de outras regiões e estados que também decidiram fazer projetos semelhantes aos de Hortolândia. 

O projeto “Achei Um Livro” foi criado em 2018. Desde então, de acordo com o coordenador, o projeto já espalhou em diferentes regiões da cidade cerca de 300 livros.

Biblioteca Municipal de Hortolândia aceita doações de livros usados

Cada pessoa pode doar até 10 livros, que serão avaliados pela equipe da biblioteca; as obras doadas serão incorporadas ao acervo ou utilizadas nas ações da biblioteca

Sabe aqueles livros que você já leu e estão encostados na sua casa? Você pode praticar uma ação altruísta de doá-los para a Biblioteca Municipal Terezinha França de Mendonça Duarte, órgão da Prefeitura de Hortolândia. Ao fazer isso, você vai possibilitar que outras pessoas também leiam seus livros e adquiram conhecimentos. 

Foi justamente esse pensamento que motivou Thalita Daniele Camargo Grandin Ramos, de 31 anos, a fazer sua doação. Leitora cadastrada da biblioteca, ela doou vários best sellers, dentre os quais, “A última música”, do escritor americano Nicholas Sparks. 

“Foi a primeira vez que doei livros. Fiz isso para ajudar a biblioteca a ter mais obras de qualidade. Outras pessoas poderão ter acesso e aproveitar os livros. O pessoal da biblioteca gostou dos livros que doei. Eles disseram que são bons e com grande procura pelos demais leitores. Assim que eu tiver mais exemplares, pretendo doá-los mais vezes”, relata Thalita.

COMO DOAR LIVROS?

Quem quiser doar livros pode entrar em contato com a biblioteca pelo telefone (19) 3887-1684 ou pelo BiblioZap, serviço de atendimento via WhatsApp da biblioteca, cujo número é (19) 98970-7332. 

Para tornar a doação mais prática e evitar transtornos de deslocamento, o coordenador da biblioteca, Rafael Antonio da Silva, explica que o interessado pode enviar pelo BiblioZap fotos dos livros que deseja entregar. Os livros serão avaliados pela biblioteca. Caso os livros sejam aceitos, o interessado deve levá-los até a biblioteca e assinar um Termo de Doação. Podem ser doados até 10 livros. 

Não serão aceitas doações de livros em mau estado de conservação, obras fotocopiadas, livros didáticos, enciclopédias, livretos e revistas. O coordenador reforça para que as pessoas tenham bom senso e façam a doação de até no máximo 10 livros.

Os livros doados serão incorporados ao acervo da biblioteca ou comporão a chamada “reserva técnica”, livros destinados para as ações da biblioteca, que são os projetos “Achei um livro” e “Gostou? Leva pra casa!” e a banca de troca de livros. O projeto ‘Achei um livro”, realizado a cada dois meses, espalha livros em locais públicos da cidade. Já o projeto “Gostou? Leva pra casa!”, implantado em março deste ano, é uma estante com livros que a população pode pegar e levar para ler, sem necessidade de devolução. A estante é colocada às quartas e sextas-feiras na entrada da biblioteca durante o horário de funcionamento do espaço. A reposição de livros é feita às quartas-feiras. 

Atualmente, o acervo da biblioteca tem mais de 17.000 títulos e pode ser consultado por meio deste site (CLIQUE AQUI). A biblioteca está localizada na rua Luiz Camilo de Camargo, 581, região central, no piso inferior do Open Shopping. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Edição especial do projeto “Achei um livro” acontece neste sábado (30/04)

Projeto espalhará 100 livros em quatro regiões de Hortolândia; 5 livros virão com um “Bilhete Dourado”, que dará direito a troca por mais um livro na biblioteca municipal 

Se você gosta de ler, fique atento! Você poderá ter a sorte de encontrar um livro em algum lugar da cidade. A Biblioteca Municipal Terezinha França de Mendonça Duarte promove uma edição especial do projeto “Achei um livro”, neste sábado (30/04). Intitulada “Fantástica Fábrica de Histórias”, a edição especial espalhará 100 obras literárias em quatro regiões da cidade: Vila Real (praça São Francisco de Assis), Jardim Amanda II (Escola de Artes Augusto Boal), Jardim Rosolém (Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang) e Jardim Novo Cambuí (Lago da Fé). Em cada região serão deixados 25 livros em locais públicos, como bancos e mesas de praças, entre outros. A edição especial estava programada para ser realizada no dia 8 deste mês, mas foi cancelada.   

Cada um dos livros virá embrulhado com um laço azul e acompanhado de um dos seguintes brindes personalizados da biblioteca: lápis de escrever, ou bloco de notas, ou marcador de página magnético. 

Além disso, cinco livros virão ainda com o “Bilhete Dourado”. Quem tiver a sorte grande de encontrar um livro com o bilhete, poderá ir na biblioteca para trocar o bilhete por mais um livro a partir da próxima segunda-feira (02/05). Os títulos disponíveis para a troca são os seguintes:   

– “A guerra dos tronos – Crônicas de gelo e fogo (Livro 1)”, de George R.R. Martin

– “Origem”, de Dan Brown

– “Harry Potter e o prisioneiro de Azkaban”, de J.K. Rowling

– “Percy Jackson & os olimpianos – Os arquivos do semideus”, de Rick Riordan

“Percy Jackson & os olimpianos – O ladrão de raios”, de Rick Riordan

– “Diário de um banana – As memórias de Greg Heffley”, de Jeff Kinney

– “Diário de um banana – Dias de cão”, de Jeff Kinney

O coordenador da biblioteca, Rafael Antonio da Silva, destaca ainda que o bilhete dará direito para a pessoa fazer cadastro como usuário na categoria “Leitor VIP”. “Caso a pessoa já seja cadastrada na biblioteca na categoria Leitor, com o bilhete ela se tornará ‘Leitor VIP’”, explica Silva. 

Para que todos possam desfrutar da atividade de uma maneira segura, o coordenador solicita para que as pessoas não deixem as crianças desacompanhadas para tentar encontrar os livros nos locais onde serão espalhados. Nenhum livro será escondido. 

Quem achar um livro e com o bilhete, pode compartilhar nas redes sociais com foto ou vídeo e com as hashtags #acheiumlivrohortolandia e #bibliotecacentralhto. Ou também pelo WhatApp da biblioteca, Bibliozap, cujo numéro é (19) 98970-7332, ou pelo Instagram. O perfil da biblioteca no Instagram é este (CLIQUE AQUI).

A edição especial é comemorativa aos 27 anos da nomeação da biblioteca para Terezinha França de Mendonça Duarte, no dia 7 de abril de 1995, em homenagem à profissional que teve atuação marcante nas áreas de cultura e educação da cidade. Os livros da edição especial vêm com um selo comemorativo com a foto da homenageada. A biblioteca foi criada pela lei Nº 57, de 26 de julho de 1993, inicialmente com o nome Biblioteca Central de Hortolândia.

MENÇÃO INTERNACIONAL

O projeto “Achei Um Livro” é uma iniciativa da Prefeitura que já virou referência em âmbito internacional. A Biblioteca Municipal de Hortolândia foi a única biblioteca pública do Brasil a receber uma menção especial da IFLA (International Federation of Library Associations and Institutions), entidade sediada em Haia, na Holanda, que reúne bibliotecas de vários países do mundo. O anúncio oficial foi feito pela instituição em março deste ano (CLIQUE AQUI)

A Biblioteca Municipal de Hortolândia recebeu a menção especial em virtude do trabalho de divulgação sobre o projeto feito nas redes sociais. Outras quatro bibliotecas da China, Colômbia e Croácia também receberam menções especiais. A entrega da menção especial será em um evento que a IFLA realizará em Dublin, na Irlanda, em julho deste ano. 

O projeto “Achei um livro” também já é referência nacional a ponto de inspirar outros municípios brasileiros a replicar a iniciativa. O coordenador Rafael Antonio da Silva destaca que a biblioteca já foi citada em postagens em redes sociais feitas por cidades de outras regiões e estados que também decidiram fazer projetos semelhantes aos de Hortolândia. 

O projeto “Achei Um Livro” foi criado em 2018. Desde então, de acordo com o coordenador, o projeto já espalhou em diferentes regiões da cidade cerca de 300 livros. O projeto acontece a cada dois meses. A próxima edição deste ano será realizada em junho.

A Biblioteca Municipal Terezinha França de Mendonça Duarte está localizada na rua Luiz Camilo de Camargo, 581, região central, no piso inferior do Open Shopping. O espaço funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. 

Para mais informações, os usuários e o público podem entrar em contato com a biblioteca pelo telefone (19) 3887-1684, pelo BiblioZap, serviço de atendimento via WhatsApp no número (19) 98970-7332 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . Atualmente, a biblioteca tem mais de 5.700 leitores cadastrados. O acervo da biblioteca, com mais de 16.000 obras, pode ser consultado na internet por meio deste site (CLIQUE AQUI).

Menina de 4 anos acha livro e faz carteirinha de leitora na Biblioteca Municipal de Hortolândia

A pequena Isadora, de 4 anos, foi uma das pessoas sortudas que encontrou um livro na 1ª edição deste ano do projeto “Achei Um Livro” 

“Nossa, um livro!” Essa foi a reação da pequena Isadora, de 4 anos, durante o passeio com sua mãe, Luana do Carmo. Isadora foi uma das pessoas sortudas que encontrou uma obra literária na primeira edição deste ano do projeto “Achei Um Livro”, realizado pela Prefeitura de Hortolândia, neste mês. Organizado pela Biblioteca Municipal Terezinha França de Mendonça Duarte, o projeto espalhou 25 livros em locais públicos, como bancos e mesas de praças. O objetivo do projeto é aguçar a curiosidade das pessoas para estimular o gosto pela leitura e, a partir daí, formar novos leitores, incentivá-los a conhecer e a fazer o cadastro de usuário na biblioteca. 

A menina achou o livro enquanto caminhava com a mãe em volta da lagoa do Observatório Ambiental Parque Escola (Antigo Creape), na região do Jardim Santa Clara do Lago. “Eu a levei para passear. Fomos junto com um amiguinho da minha filha e a mãe dele. Eu não conhecia o projeto. A mãe do amiguinho que nos falou que no dia estava acontecendo o projeto. No que ela falou, a Isadora gritou que tinha achado um livro!”, conta Luana.

Isadora encontrou um livro de ficção adulto. Já seu amiguinho achou um livro de literatura infantil. “Depois, a Isadora achou mais um livro. Mas ela deixou para que outra pessoa também tivesse a oportunidade de encontrar”, conta orgulhosa a mãe. 

Animada com o achado literário da filha, Luana levou Isadora à Biblioteca Municipal para ambas fazerem suas carteirinhas de leitoras. “A Isadora ficou encantada com a Sala Infantil. Ela também se impressionou com a quantidade de livros que tem na biblioteca”, relata a mãe. “Eu ia à biblioteca quando ficava no antigo endereço. O espaço atual está com uma organização dos livros bem melhor”, elogia Luana. 

Apesar da pouca idade, a mãe conta que Isadora já gosta de ler. “Ela sempre pede livros, principalmente aqueles com fábulas infantis clássicas. Eu e meu marido lemos à noite antes de ela ir dormir”, conta Luana. 

A mãe também elogia a iniciativa da biblioteca realizar o projeto. “Achei um jeito criativo de incentivar as pessoas a ler. Hoje em dia, todo mundo está no automático, só no celular. Por isso, é importante estimular a leitura nas pessoas”, destaca Luana. 

ACHEI UM LIVRO

De acordo com a biblioteca municipal, a próxima edição do projeto será realizada em abril. O projeto “Achei Um Livro” foi criado em 2018. Desde então, de acordo com o coordenador da biblioteca Rafael Antonio da Silva, o projeto já espalhou em diferentes regiões da cidade cerca de 300 livros. O projeto é realizado a cada dois meses.

O projeto “Achei Um Livro” já é referência nacional a ponto de inspirar outros municípios brasileiros a copiar a iniciativa. O coordenador Rafael Antonio da Silva destaca que a biblioteca já foi citada em postagens em redes sociais feitas por uma cidade de Santa Catarina e uma do Paraná que também decidiram fazer projetos semelhantes aos de Hortolândia. Já no ano passado, o projeto “Achei Um Livro” foi reconhecido pela pesquisa “O Brasil que lê”, realizada em parceria pelo Instituto Itaú Cultural, Instituto Interdisciplinar de Leitura da PUC (Pontifícia Universidade Católica)-Rio de Janeiro, Cátedra UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) de Leitura PUC-Rio e a empresa JCastilho Consultoria. A pesquisa realizou a análise e o mapeamento de projetos de incentivo à leitura e formação de leitores desenvolvidos no país. 

A Biblioteca Municipal Terezinha França de Mendonça Duarte está localizada na rua Luiz Camilo de Camargo, 581, região central, no piso inferior do Open Shopping. O espaço funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. Vale lembrar que é obrigatório o uso de máscara dentro das dependências da biblioteca. O espaço ainda oferece álcool em gel para higienização.

Para mais informações, os usuários e o público podem entrar em contato com a biblioteca pelo telefone (19) 3887-1684, pelo BiblioZap, serviço de atendimento via WhatsApp no número (19) 98970-7332 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . O acervo da biblioteca pode ser consultado na internet por meio deste site (CLIQUE AQUI).

Projeto “Achei Um Livro” da Prefeitura espalha obras literárias na região do Jd. Santa Clara do Lago

1ª edição deste ano do projeto será nesta sexta-feira (11/02) 

Essa sexta-feira (11/02) poderá ser o seu dia da sorte. Se você estiver na região do Jardim Santa Claro do Lago, poderá encontrar um livro na rua. Pode pegar e levá-lo para ler! É o projeto “Achei Um Livro”, realizado pela Prefeitura de Hortolândia. A edição dessa sexta-feira será a primeira do ano. Para quem ainda não sabe, o projeto, coordenado pela Biblioteca Municipal Terezinha França de Mendonça Duarte, deixa livros em locais públicos, como bancos e mesas de praças, entre outros.

Os livros estarão em embrulho de presente com identificação da Biblioteca Municipal. Cada embrulho tem um adesivo que informa qual é o tipo do livro. De acordo com o coordenador da biblioteca, Rafael Antonio da Silva, serão deixados 25 livros. Para possibilitar que o maior número de pessoas possível encontre um livro, o coordenador solicita para que cada pessoa pegue apenas um exemplar encontrado.

O objetivo do projeto é aguçar a curiosidade das pessoas para estimular o gosto pela leitura e, a partir daí, formar novos leitores, incentivá-los a conhecer e a fazer o cadastro de usuário na biblioteca municipal. 

Quem achar um livro, pode compartilhar nas redes sociais com foto ou vídeo e com as hashtags #acheiumlivrohortolandia e #bibliotecacentralhto. Ou também pelo WhatApp da biblioteca, Bibliozap, cujo numéro é (19) 98970-7332, ou pelo Instagram. O perfil da Biblioteca Municipal no Instagram é este (CLIQUE AQUI).

REFERÊNCIA NACIONAL

Uma das pessoas sortudas que já achou um livro no projeto é Sâmella Guimarães, de 14 anos. A adolescente encontrou uma obra literária na edição natalina do projeto, realizada no ano passado, na praça A Poderosa, no Jardim Rosolém. 

“Foi muito legal! Eu já sabia que ia acontecer o projeto. Aí, fui na praça com minhas irmãs e meus sobrinhos. Fiquei andando na praça e achei um livro chamado ‘Os Adoráveis’, que é infantojuvenil”, relata Sâmella. Leitora cadastrada da biblioteca, Sâmella elogia o projeto. “É algo diferente e divertido. Incentiva as pessoas a ler”, destaca a adolescente. 

O projeto “Achei Um Livro” já é referência nacional a ponto de inspirar outros municípios brasileiros a copiar a iniciativa. O coordenador Rafael Antonio da Silva destaca que a biblioteca já foi citada em postagens em redes sociais feitas por uma cidade de Santa Catarina e uma do Paraná que também decidiram fazer projetos semelhantes aos de Hortolândia. “É importante para o município ser referência em projetos de incentivo à leitura de outras cidades. É um indicador importante de avaliação do trabalho da Biblioteca Municipal”, destaca Silva. 

O projeto “Achei Um Livro” foi criado em 2018. Desde então, de acordo com o coordenador, o projeto já espalhou em diferentes regiões da cidade cerca de 300 livros. O projeto acontece a cada dois meses. A próxima edição deste ano será realizada em abril.

BIBLIOTECA MUNICIPAL

A Biblioteca Municipal Terezinha França de Mendonça Duarte está localizada na rua Luiz Camilo de Camargo, 581, região central, no piso inferior do Open Shopping. O espaço funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. Vale lembrar que é obrigatório o uso de máscara dentro das dependências da biblioteca. O espaço ainda oferece álcool em gel para higienização.

Para mais informações, os usuários e o público podem entrar em contato com a biblioteca pelo telefone (19) 3887-1684, pelo BiblioZap, serviço de atendimento via WhatsApp no número (19) 98970-7332 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . O acervo da biblioteca pode ser consultado na internet por meio deste site (CLIQUE AQUI).